1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.
  2. Encontrem os preços mais baratos dos componentes no Comparador ZWAME. Partilhem o link nas sugestões que apresentam.
    Remover anúncio

Um Componente Fonte de 600W chega????

Discussão em 'Aquisições/Upgrades PC' iniciada por gabrielgpm, 13 de Junho de 2009. (Respostas: 54; Visualizações: 2147)

  1. gabrielgpm

    gabrielgpm Power Member

    Obrigado a todos neste fórum pela ajuda que me têm dado!

    A minha configuração final será à volta do seguinte:

    Intel Core i7 920 "D0" 249,45
    Motherboard Asus P6t deluxe v2 242,99 / Motherboard Asus P6t 203,99
    Memória OCZ PC3-12800 PLATINUM 1600MHZ TRI CHANNEL 6GB [OCZ3P1600LV6GK, 1600 Mhz 7-7-7-24] 99,95
    Disco SEAGATE 500GB SATA II 16MB SP (7200.12) 46,9
    CAIXA ANTEC THREE HUNDRED ou Equivalente 52,15
    FONTE OCZ STEALTHXSTREAM 600W 61,95
    SAMSUNG DVD±R 22X SH-S223F PRETO BULK (SATA) 17,96
    Placa Gráfica Asus Ati Radeon 4770 512Mb DDR5 95,00
    Total= 866,35/827,35

    Tenho uma dúvida acerca da fonte. Há pessoal deste fórum a recomendar fontes de 650w e 700w ( e mais!!) das marcas Corsair e OCZ para alguns sistemas, que são bem mais caras do que a da minha configuração, a OCZ STEALTHXSTREAM 600W. No futuro poderei vir a:

    -fazer um ligeiro overclocking do CPU
    -trocar o cooller de origem por um melhor
    -adicionar 2 ou mais Discos Internos
    -adicionar Blue Ray
    -adicionar uma gráfica 4770 em Crossfire ou substituir a 4770 por uma 4890 ou equivalente


    Utilizando o site http://extreme.outervision.com/psucalculatorlite.jsp a potência máxima necessária não irá chegar aos 600w.

    Já vi que há entendidos em fontes neste fórum, coisa que eu não sou... esta fonte é realmente suficiente para a potência que poderei vir a precisar???

    Se acharem que não e se não der mt trabalho, expliquem-me como calculam a potência máxima para cada configuração...

    P.S.: Não é só somar o consumo máximo de cada componente e contar com uma ligeira diminuição da eficiência da fonte ao longo do tempo??
     
  2. vascobailao

    vascobailao To fold or to FOLD?

  3. RSC

    RSC Power Member

    Chegar chega, mas não se compara a uma Corsair TX-650w, nem por sombras. Se tiveres dinheiro para dar a diferença não hesites.
     
  4. gabrielgpm

    gabrielgpm Power Member

    Se a OCZ de 600w me dá garantias para o futuro, para quê comprar uma fonte melhor...? O que realmente ganho com a Corsair TX-650w em relação à OCZ de 600w??? Onde vão buscar aconclusão de que para o meu sistema fico mais bem servido com a Corsair TX-650w?
     
  5. RSC

    RSC Power Member

    A TX-650 é rated @ 50ºC (a OCZ é a 25ºC), tem 52A na linha dos 12v (a OCZ apenas ~43A), é single rail (a OCZ tem quatro rails) e tem garantia de 5 anos (a OCZ apenas de 3).



    PS: Aconselho-te a moderares o tom, isto é, se pretendes que te respondam.
     
  6. gabrielgpm

    gabrielgpm Power Member



    Desculpa o tom... e obrigado por responderes. Como disse acima ainda pouco percebo de fontes. Do que escreveste acima a única coisa que entendo é uma garantia maior, o que pode só por si valer a pena. O que é que ganho com "rated @ 50ºC (a OCZ é a 25ºC), tem 52A na linha dos 12v (a OCZ apenas ~43A), é single rail (a OCZ tem quatro rails)"? Podes trocar isto por miúdos e dizeres-me qual o benefício na prática destas diferenças?
     
  7. arpinacio

    arpinacio Power Member

    Simples, rated 50ºC significa que a fonte está desenhada de raiz para ter uma eficiência a 100% teóricos (ou seja perto dos 650W reais) a funcionar a 50ºC.

    Ou seja quanto maior for o rated, mais eficiência terás, pois a partir desses 25ºC da OCZ vais perder Watts por cada grau acima de temperatura a que esteja a funcionar.

    Como nenhuma fonte funciona a menos de 25ºC... tira daí as tuas conclusões.
     
    Última edição: 13 de Junho de 2009
  8. rav3n

    rav3n Power Member

    não perde eficiencia, perde é "watts". pelo menos é essa a ideia que tenho, com base na minha experiência
    quer esteja calor ou mais fresco o consumo do meu pc(medido na tomada) é o mesmo, comparando idle e load nas mesmas condiçoes, e a minha fonte supostamente é rated 25ºC.
    por acaso a Tambiente aqui hoje sao 25ºC, mas já esteve mais quente, e dentro da caixa será sempre superior
     
  9. arpinacio

    arpinacio Power Member

    Sendo 600 watts a eficiencia a 100% da fonte... se perde watts... perde eficiencia :p

    se calhar estou-me a exprimir mal, mas foi isso que tentei dizer.
     
  10. RSC

    RSC Power Member

    À medida a que a temperatura de exaustão sobe, fontes rated @ 20/25ºC perdem potência. Não tem nada a ver com eficiência. O que uma fonte rated @ 50ºC garante é que é capaz de debitar a potência anunciada independentemente da subida da temperatura de exaustão da fonte. Uma fonte rated @ 25ºC perde potência a cada grau que a temperatura de exaustão sobe acima dos tais 25ºC. Convém ter presente que a temperatura normal de exaustão de uma fonte é, por norma, entre os 30 e os 35ºC (com cargas médias).


    PS: Eficiência tem a ver com o aproveitamento que a fonte faz da energia que retira da tomada de electricidade. Uma fonte com 80% de eficiência o que garante é que para cada 80w que o PC gasta, a fonte retira 100w da tomada.
     
  11. arpinacio

    arpinacio Power Member

    Estava mesmo a exprimir-me mal :)

    Agradecido ;)
     
  12. reiszink

    reiszink Power Member

    Recorrendo a uma analogia, para quê comprar um Mercedes, se um Fiat te leva ao mesmo sitio? Porque um Mercedes tem vantagens e qualidades que um Fiat não tem.

    Se tens mais uns euros para investir na TX-650W, logicamente ficarás melhor servido, tanto agora como futuramente, ainda para mais, tendo em conta que já tens intenção de fazer OC, juntar mais discos e comprar uma gráfica mais gulosa.
     
  13. gabrielgpm

    gabrielgpm Power Member


    Desculpa mas não fico mt satisfeito com essa analogia... Mercedes acrescenta luxo, conforto ou status social, algo que numa fonte não faz mt sentido. Se uma fonte fosse um fiat com 200 cv e andasse mais do que a velocidade máxima da lei em vigor (ou do consumo máximo que componentes dentro da caixa poderão algum dia atingir), para quê comprar uma fonte mercedes com 240cv?...

    Gostaria muito que apresentassem números nesta resposta... Ja que a OCZ 600W rated a 25ºC perde potência a partir dessa temperatura, qual seria a sua potência a p.ex. 45ºC? Não seria mesmo assim suficiente para a configuração desejada, já com os extras futuros?

    Comprar a TX-650W não seria gastar dinheiro em potência que nunca seria utilizada?

    Obrigado
     
  14. RSC

    RSC Power Member

    Take 2: A TX-650 é rated @ 50ºC (a OCZ é a 25ºC), tem 52A na linha dos 12v (a OCZ apenas ~43A), é single rail (a OCZ tem quatro rails) e tem garantia de 5 anos (a OCZ apenas de 3).
     
  15. gabrielgpm

    gabrielgpm Power Member

    Vamos por partes...

    Okay, já percebi a parte "e tem garantia de 5 anos (a OCZ apenas de 3)" o que é bom, e a parte "A TX-650 é rated @ 50ºC (a OCZ é a 25ºC)", apesar de não ficar satisfeito sem saber se uma fonte de 600W rated 25ºC ser ou não suficiente para aquilo que pretendo...

    Que vantagem na prática me trás "tem 52A na linha dos 12v (a OCZ apenas ~43A), é single rail (a OCZ tem quatro rails)"?
     
  16. RSC

    RSC Power Member

    Com uma fonte rated @ 25ºC quanto mais puxares por ela mais potência ela perde, devido ao aumento da temperatura de exaustão. Se juntares a isto o factor tempo que, por si só, faz com que as fontes percam potência com o uso continuado, tens uma fonte que terá pior performance tanto no presente como no futuro, quando comparada com uma fonte rated @ 50ºC.

    A amperagem na linha dos 12v é onde está a força bruta de uma fonte. 52A nos 12v, significa que a fonte consegue debitar 624w nessa linha (a OCZ debitaria aproxidamente 516w @ 25ºC).

    Quanto ao single rail, é o seguinte: numa fonte com vários rails nas linhas dos 12v, tu tens de ter cuidado ao ligar os componentes porque se ligares muitos ao mesmo rail, ultrapassas o limite desse rail e podes ter problemas sérios (a fonte pode mesmo "falecer"). Numa fonte single rail, isso não acontece e podes ligar os componentes à vontade.
     
  17. gabrielgpm

    gabrielgpm Power Member


    Obrigado, fiquei bem mais esclarecido!

    Desculpem a maçada...Insisti neste tema pq vi que há gente neste fórum que defende que a fonte é das peças mais importantes num computador (e porque gosto de saber os motivos de um investimento). Se posso vir a correr riscos de "morte" com a OCZ de 600W, vou então ponderar a compra da Corsair de 650W...
     
  18. Beowulf_pt

    Beowulf_pt Power Member

    Sendo rapido e grosso, uma boa fonte 600W chega-te perfeitamente nesse setup. Exemplo: Uma Corsair.
     
  19. TechAddicted

    TechAddicted To fold or to FOLD?

    Corsair TX-650w ou HX-620w.
     
  20. Prodigue_Son

    Prodigue_Son Banido


    Se me permites, umas pequenas correcções.

    Um primeiro preciosismo: temperatura de exaustão = calor dissipado.

    Quando referes que a potência no rail dos 12V da Corsair é 624W só é verdadeira se os restantes rails de 3.3 e 5V não estiverem a ser utlizados, ou seja, nunca. O que é um facto é que a potência combinada entre todos os rails é 650W.

    O mesmo se aplica à OCZ de 600W.

    Quero também dizer que a diferença de potência combinada nos rails de 3.3 e 5V entre as duas fontes é apenas 15W. Isto não invalida que tenhas razão quando dizes que a força bruta está nos 12V. Mas é curioso que seja um valor tão pequeno.


    Quando dizes que se ligarmos demasiados componentes num rail, pode ter problemas sérios, só será verdade se a fonte tiver sido mal concebida. Como não estamos a falar de fontes de 2ª categoria, não me parece de todo que esse problema exista.
    Na realidade, um sistema multi-rail é mais seguro que um single rail pelo facto que a potência está mais distribuída. Segundo julgo saber e admito estar errado, há uma norma IEC que define como máximo 20A e daí a maioria dos fabricantes anunciarem 18A por rail, onde os restantes 2A presumo serem um coeficiente de segurança de 10%.

    Enquanto que num sistema single-rail o sistema de protecção só é activado quando a fonte tem uma sobrecarga elevada porque o limite desse rail são 52A, num multi-rail, o corte ocorre bem mais cedo porque o limite naquele rail é 18A, protegendo de modo mais eficaz quer a fonte, quer os componentes nela ligados (como deverás saber, é muito mais complicado "cortar" uma corrente elevada do que uma corrente mais baixa).

    Portanto, numa fonte multi-rail, apenas é necessário distribuir o melhor possível os componentes pelos rails, para que a fonte não fique a funcionar próximo do seu limite naquele rail.


    Por fim, quanto à temperatura nominal de funcionamento, os tais 50ºC na Corsair e os 25ºC na OCZ, faltava saber de que forma o facto da OCZ trabalhar acima dessa temperatura reduz a saída máxima da mesma. Se a queda for 0,5W por grau Celsius, então só perde 25W quando chegar aos 50ºC, ou seja, a diferença entre as duas fontes @ 50ºC não é de 50W mas de 62W, ou seja, aproximadamente a mesmo coisa, o que poderia indiciar que a diferença de temperatura nominal de funcionamento ser diferente, não teria demasiada influência na décalage de potência entre as 2 fontes.


    Por estes motivos, eu aconselharia uma fonte de potência superior para "compensar" estes "devaneios" (onde incluo o facto de perderem potência com o tempo) e tê-las a funcionar mais afastadas dos seus limites.

    Não havendo possibilidades, ou por outro motivo qualquer, então obviamente aconselharia SEMPRE a Corsair 650W em detrimento da OCZ 600W.




    AdioSSSS
     
    Última edição: 14 de Junho de 2009

Partilhar esta Página