1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Fui vitima de fraude por parte da Optimus Clix

Discussão em 'Optimus (Arquivo)' iniciada por m1a, 12 de Março de 2013. (Respostas: 25; Visualizações: 4609)

  1. m1a

    m1a

    Boa tarde, acredito que fui vitíma de fraude por parte de um comercial ou agente da então empresa Clix, que em meados de 2007 fechou uma espécie de "contrato" comigo, pedindo-me para assinar uma folha em branco como desculpa para ser ele a tratar do procedimento para dar baixa dos serviços da minha operadora anterior. Assinei essa folha na altura, contudo tranquei todo o espaço deixado em branco. Depois desse dia nunca mais tive nenhum tipo de contacto com esse comercial da Clix, nem um telefonema nem a suposta entrega e instalação dos equipamentos da Clix como seria de esperar.
    Até 2010 já tinha esquecido o assunto, contudo a Clix começou a enviar-me cartas com despesas para pagar no valor de 118€. Quando tentei esclarecer o assunto por telefone, falaram-me de uma morada que desconhecia totalmente.
    Ontem recebi uma carta de uma empresa de advogados que esta a trabalhar para a Optimus Clix, em que me informa que tenho cerca de 8 dias para regularizar a minha divida senão iriam-me penhorar os meus pertences. Após ter recebido a carta dirigi-me a uma loja Optimus Clix para tentar perceber o que se passava de uma vez por todas e para meu espanto fiquei a saber que tinha sido vitima de fraude, pois o entao comercial da Clix, em 2007, apoderou-se da minha assinatura para fazer pelo menos outro contrato (pelo que percebi). O funcionário da loja da Optimus Clix que me atendeu ontem mostrou-me o tal contrato que supostamente fiz em 2007, mas depois de ter falado ao telefone com o seu gerente não me deixou ficar com a copia do contracto como prova(chegando a rasga-lo mesmo à minha frente), contudo a morada que estava no contracto era outra (nunca tinha tomado conhecimento dessa morada), e o cliente que usava os serviços tinha outro nome e também me informaram esse contrato foi válido desde 2007 até 2012.
    Tenho vindo a tentar falar com os advogados da Optimus Clix, a explicar que fui vitima de fraude, que nunca assinei nada de livre vontade e que nem sequer conheço a pessoa que usou os serviços. Mas eles dizem-me que eu tenho que arranjar provas, já me pediram para enviar um e-mail para eles onde explico a situação e envio fotocopias do bilhete de identidade, numero de contribuinte e uma factura de 2007 como prova de morada na altura. Eles já me responderam a esse e-mail e disseram-me que chegaram à conclusão que não é fraude pelo que vão avançar com a cobrança, tendo passado para 420€(dividas de facturas) com acrescimo das despesas do tribunal(irá chegar aos 1000€ ou mais) pois já está em tribunal no contencioso(?). Contudo há pequenos promenores que não batem certo, hoje cheguei a ligar 3 vezes para os advogados da Clix e falei sempre com diferentes, pelo que cada um me dizia para fazer uma coisa diferente! O primeiro disse-me para reenviar o e-mail outra vez, o segundo disse-me que tinha que ter acesso a uma cópia desse contrato que supostamente esta em meu nome(feito em 2007) para eles analisarem e para servir como prova a meu favor, pelo que me dirigi novamente a uma loja Optimus Clix para pedir a copia do suposto contrato (disseram-me que me iriam telefonar e só depois talvez ma enviassem por correio no prazo de uma semana). Contudo, momentos depois de ter ido à loja liguei uma terceira vez para os advogados, e a advogada que me atendeu disse-me que eles têm acesso ao contrato e que o tinham analisado, e decidiram que nao tinha nada de anormal e nao servia como prova para mim. Isto é atendimento que se apresente? Três telefonemas, 3 informações diferentes? O que posso fazer? Sinto que estou num beco sem saída, sei que fui vitima de fraude, contudo nao sei a quem pedir ajuda e não sei como proceder pois nunca tive numa situação deste género. Não tenho posses para pagar a um advogado e não sei de mais alguma solução. Também já me passou pela cabeça processar a Optimus Clix, afinal de contas, a pessoa que me enganou trabalhava para eles. Estou certa? se sim como posso fazer para processa-los? Ou mais importante, O QUE POSSO FAZER PARA SAIR DESTA ARMADILHA?

    PEÇO-VOS QUE ME AJUDEM, um simples comentário será muito agradecido :S
    Agradecia alguma informação ou conselho!
    Muito Obrigada

     
    Última edição: 12 de Março de 2013
  2. jrm360

    jrm360 Power Member

    Eu no teu lugar começava por falar com um advogado, nem que fosse um amigo ou algo do género! É uma situação complicada e que só quem conhece bem a lei deve saber a melhor forma de a resolver ou pelo menos por onde começar
     
  3. billybill

    billybill Power Member

    Deves mesmo consultar um advogado.

    Contudo podes começar a ter uma postura diferente:

    Deixa de falar pessoalmente ou telefonicamente com as pessoas, não vás a loja alguma, todos os contactos devem ser por escrito (carta, fax, mail) e exiges que te respondam pela mesma via.

    Pede uma cópia do contrato, eles são obrigados a dar-te.

    Verás como eles começam a ter mais cuidado contigo. Tenta sempre passar a bola para as mão deles, pois qualquer lapso de tempo que eles demorem a dar-te uma resposta, joga a teu favor.
     
  4. RuiSousa881

    RuiSousa881 Suspenso

    Essa história está um bocado mal contada. Dizes que só assinaste um papel em branco, mas para aderir ao serviço é necessário mais do que isso. Nomeadamente NIF, comprovativo de residência (factura da luz, água...), etc. Como é que o comercial arranjou isto tudo? É que só com a tua assinatura ele não pode fazer contrato nenhum.

    Até porque imagina que tu te chamas "Maria Arlinda Teixeira". Sabes quantas Marias existem neste país? Como é que eles iam chegar logo a ti?

    Só vejo duas hipoteses tu deste a esse comercial mais de que uma simples assinatura ou ele é um burlão profissional e falseou nifs, moradas, etc... Mas esse trabalho todo por causa de um serviço?
     
  5. m1a

    m1a

    Eu assinei a folha em branco para ser ele proprio a dar baixa dos serviços da minha operadora anterior. Ele tambem tirou fotocopia do meu bilhete de identidade e do meu numero de contribuinte. No tal contrato que eu "fiz", está lá anexado a fotocopia do meu bilhete de identidade, do numero de contribuinte e a minha assinatura, contudo tambem la esta um documento de uma segunda pessoa, o que esteve a usufruir dos serviços desde 2007 ate 2012, e que certamente contraiu as tais dividas que agora me pedem para pagar.
     
  6. RuiSousa881

    RuiSousa881 Suspenso

    Afinal não foi só uma assinatura numa folha em branco. Deste-lhe também fotocopias dos teus documentos pessoais. Isto nunca em tempo algum deve ser feito.

    Em primeiro lugar as rescisões de contratos devemos ser nós a fazer-las. Mesmo que o comercial se disponibilize a fazer-la.

    Em segundo lugar nunca em tempo algum se dá documentos pessoais a pessoas que não conhecemos. Se tinhas que enviar os documentos enviavas por carta ou e-mail directamente para a empresa.

    Em terceiro lugar contrata o mais depressa possível um advogado. Só ele saberá ver o que pode ser feito a nível jurídico para te livrar dessa situação. Provavelmente será possível colocar os encargos na pessoa que usufruiu o serviço, mas só um advogado poderá ver o que é possível e necessário fazer. Boa sorte!
     
  7. m1a

    m1a

    Muito obrigada pela informação e pelo tempo. Sim agora tenho perfeita noção da minha atitude ignorante em deixar-lhe tirar fotocopias dos documentos e dar-lhe a minha assinatura. Amanhã vou à Segurança Social para que me disponibilizem um advogado. Obrigada
     
  8. RuiSousa881

    RuiSousa881 Suspenso

    Outra coisa que deves fazer é ires à tua junta de freguesia e pedires um comprovativo de residência. E enviares à Optimus alegando que nunca residiste na habitação onde o serviço foi prestado.
     
  9. At Work

    At Work Power Member

    Antes de mais, nunca se assina um papel/folha em branco!

    Se não tens como ter um advogado, logo não tens como os processares, para isso precisas de um advogado.

    Para os processares, primeiro tens que resolver a tua situação e depois de tal estar resolvida é que os poderás processar...

    Podes recorrer as seguinte entidades/autoridades:

    - ANACOM
    - Direcção Geral do Consumidor
    - DECO

    Numa primeira fase entra em contacto com estas entidades e presta bem atenção ao que te dizem, a ANACOM vai-te logo dizer para reportares a situação também para a DGC (apesar da ANACOM ser uma autoridade, de quê é que não sei).

    Referiste que tinham rasgado uma cópia, como é que eles obtiveram essa cópia? Na Base de Dados da Optimus e depois foi impressa? Ou já se encontrava na loja?
    Os advogados têm esses documentos e mais alguns que possas imaginar, logo não te podem dizer que não têm tal documentos quanto estão para processar uma pessoa.

    Acho essa história um bocado estranha, para alem de já se terem passado vários anos.

    Durante este tempo, tiveste o serviço prestado porque empresa e a quem pagavas as mensalidades?

    Cumps
     
  10. m1a

    m1a

    Quando ao comprovativo de residência disseram-me que basta uma factura do ano 2007 para ser aceite. Mas depois disseram-me que uma pessoa pode ser titular de vários contratos sem que a morada desses mesmos seja a sua. Ou seja, pelo que percebi eu moro no lugar X, nunca saí de lá, mas posso ter um contrato no Porto, outro Em Coimbra e por aí fora. Também nunca recebi em casa facturas para pagar.
     
  11. m1a

    m1a

    Sim estou a pensar processa-los mas antes disso, quero ver esta situação resolvida.
    Dirigi-me da primeira vez a uma loja Optimus Clix para perguntar se realmente existia algum contrato em meu nome e quando é que supostamente o tinha feito, tendo sido estas as informações que o funcionário me deu:
    -fiz um contrato em 2007 até 2012;
    -a morada desse contrato é uma morada que desconheço totalmente;
    -A pessoa que utilizou os serviços em meu nome até 2012 tambem me é totalmente desconhecida;
    Acredito que so me estejam a 'chatear' no final destes anos porque a outra pessoa desistiu do contrato e contraiu dividas em meu nome.

    Desde 2009 que estou com a MEO, e em 2007 nessa altura estava com a ZON, nao chegando depois a mudar porque nunca mais me tentaram contactar (por parte da Clix).
     
  12. m1a

    m1a

    Obrigada, vou encarregar-me disso.
     
  13. m1a

    m1a

    Obrigada pela resposta.
    Sim apartir de agora só vou contacta-los através do e-mail.
    Estou agora à espera que a Clix me telefone para confirmar o envio do contrato (o que sinceramente duvido que o façam).
     
  14. At Work

    At Work Power Member

    Sim, podes ter vários contratos. Morares em X sitio, e outros N serviços estarem em teu nome e em locais distintos.

    Se nunca recebeste cartas com facturação, se a outra pessoa contraio dividas em teu nome, como é que essa pessoa teve 5 anos com o serviço activo sem nunca teres conhecimento de tal?

    Tenta entrar em contacto com a pessoa que usufruiu do serviço.

    Cumps
     
  15. At Work

    At Work Power Member


    Com a ANACOM e DGC a preciona-los eles são obrigados a tal, para alem de que como cliente tens direito a uma cópia do contrato!
     
  16. m1a

    m1a

    Quanto à situação do funcionário ter rasgado a cópia do contrato (esqueci-me de explicar isso na resposta) foi a seguinte:
    Expliquei-lhe o porquê de querer saber se existe um contrato em meu nome e perguntei-lhe se era possível estar a ser vitima de fraude. Ele muito atencioso fez a sua pesquisa na base de dados e encontrou o tal contrato em meu nome, acho muito estranho aquela situação e até imprimiu o contrato para me mostrar e para eu entender o que se estava a passar. Eu pedi-lhe que me desse essa cópia do contracto para o caso de ser preciso me defender e ele mostrou-se recioso mas afirmou que em principio podia levar. De seguida foi lá dentro atender/fazer um telefonema e assim que chegou tirou-me literalmente a copia do contrato das minhas mãos e disse-me que nao podia de todo facultar-me aqueles papeis, começando a rasga-los. Eu perguntei-lhe o porquê já que sou titular desse contrato deveria ter direito a ter uma prova, mas ele disse-me que estava 'de maos atadas' e que nao o deixavam dar-me.
     
  17. m1a

    m1a

    Quanto à DECO, entrei em contacto com eles hoje e o maximo que puderam ajudar foi aconselharem-me a ir à Segurança Social e requerer um advogado para assim ter meios para me defender.
    Nunca recebi uma factura que nao fosse dos meus proprios contratos, o que também me intriga pois se a tal pessoa pagou a maior parte das mensalidades (disseram-me que tinham mensalidades pagas), e agora contraiu dividas, porque é que agora nao vao 'atras' dessa pessoa? Em vez de se virarem para mim?
     
  18. RuiSousa881

    RuiSousa881 Suspenso

    Porque "oficialmente" és tu o responsável pelo contrato. Necessitas mesmo de um advogado para te ajudar a provar o contrário.
     
  19. bssilva028

    bssilva028 Power Member


    ou entao faz assim, vai aqui:

    https://www.anacom.pt/bvirtual/inde...orm=FRECL-ANACOM&languageId=0&channel=graphic

    submete a reclamaçao com o maximo de dados possivel, menciona tambem que a clix, (preferencialmente tenta saber o nome de quem te atendeu e menciona qual a loja) diz que eles se recusaram a dar-te copia do contrato.
    a clix tem prazo de 5 dias para se pronunciar e te enviar a copia, sob pena de pagar uma multa bem alta

    menciona tambem o nome dos advogados deles com quem falas-te, e ve se o suposto contrato terminado em 2012 ja fez 6 meses.....

    e a propria anacom pode processar a clix.

    e seja que tipo de reclamaçao for relativa a telecomunicaçoes seja qual for o operador, deve ser feita sempre em autoridades competentes, pois so assim, as queixas sao realmente resolvidas
     
    Última edição: 12 de Março de 2013
  20. At Work

    At Work Power Member

    Novidades acerca desta situação?
    Já houve mais desenvolvimentos?

    Cumps
     

Partilhar esta Página