1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.
  2. Consulta o Portal de Jogos da ZWAME. Notícias, Artwork, Vídeos, Análises e muito mais.

    Remover anúncio

PSP/PSV Gamasutra investiga: o que há de errado com a PSP?

Discussão em 'PlayStation' iniciada por Yggdrasil, 6 de Abril de 2007. (Respostas: 10; Visualizações: 1038)

  1. Yggdrasil

    Yggdrasil Power Member

    O site Gamasutra, fonte de informação de renome no que diz respeito aos jogos, colocou a três analistas dos mercados de tecnologia e jogos (logo, pessoas com conhecimentos nesta área) três questões sobre a PSP:

    "- What are your general thoughts about the Sony PSP? Do you rate it as a failure or success? Or do you have mixed or neutral feelings about it?

    -
    What do you think Sony and developers could do to improve the PSP platform, to generate more excitement for it among developers, gamers and the industry overall? Or do they need to?

    -
    What do you forecast will happen with the PSP platform throughout this year, especially in relation to the PS3 (the fact that Sony plans to interface the device more with the console)? And rumors of a price cut and second generation model?"

    No geral, as respostas vão de encontro ao que eu esperava: que a PSP precisa de um novo modelo, que as editoras devem apostar em títulos originais criados de raiz para a consola e não lançar apenas ports de jogos da PS1 e da PS2, que a PSP deve pretender ser uma alternativa à DS e não tentar fazer o mesmo que esta e que a utilização de UMDs juntamente com o seu uso para filmes é um erro.


     
  2. the13thing

    the13thing Power Member

    Para mim não há nada errado com a PSP, pelo contrário!!! Não sei porque é que dizem que os jogos são Ports de PS1 e PS2, a DS tem aqueles Marios todos, Mario Tennis, Soccer, Golf, 64, Neu Super Mario Bros., Super Mario Bros. , etc...Isso NÃO são ports de consolas nintendo mais antigas...(Já agora nesta ultima frase estava a ser irónico)...
     
  3. Yggdrasil

    Yggdrasil Power Member

    Por acaso New Super Mario Bros. não é um port é um jogo feito de raiz e quanto a "Super Mario Bros.", não existe na DS, é um jogo de 1985 que teve reedições em 1993 e 1999 mas não na DS, só para corrigir esses dois.
     
  4. I_Eat_All

    I_Eat_All Plasma Beam!

    O problema de jogos de raiz para a PSP é que são apenas ligeiramente mais baratos do que fazer esse mesmo titulo na PS2 que tem uma userbase muito maior, por isso a generalidade das developers fazem ports, rehashes/compilações ou jogos "menos ambiciosos"; só uma developer com uma conta bancária funda (e com determinados franchises estabelecidos) pensaria em suportar a PSP com títulos de topo ao invés de os canalizar para plataformas mais fortes.

    Depois claro, as vendas de software não são, de todo, famosas; antes pelo contrario... Não sei a que se deve, se é por as pessoas as comprarem como maquinas multimédia, pelos emuladores homebrew, ou de praticarem pirataria (que nem exige modificações de hardware) mas o attach rate é muito baixo o que a torna uma plataforma arriscada; na América desde que a consola saiu, em 2004 só temos um titulo que passou do 1 milhão de cópias, o GTA LCS (1,5 milhões de cópias), a DS comparativamente tem 6 títulos que ultrapassaram o 1 milhão inclusive títulos que vão nos 4,5 milhões; como se deve calcular a lista de títulos acima de 500 mil unidades é simplesmente muito maior e ainda por cima... os jogos são à partida significativamente mais baratos de fazer.

    O plano da PSP era claro, com a passagem para next gen vêm requerimentos e standards novos que encarecem tanto o tempo de produção como aumentam a mão de obra necessária, quem não podia desenvolver para PS3 era meramente lógico fazer um jogo para PSP, ainda para mais, com o phasing out da PS2 e sistemas com custos de desenvolvimento semelhantes desenvolver para a PSP poderia tornar o sistema vantajoso para os developers pegarem nas engines da PS2 e fazerem scale down do mesmo até correr em hardware PSP, mas fazerem jogos novos a partir dele; ou seja, a PSP já tinha uma mentalidade de "port" embutida no conceito, que não é mau se tivesse tido os resultados que a Sony envisionava.

    Problema é que esbarrou em duas coisas, a Nintendo em vez de apostar numa Gamecube portátil, apostou numa consola mais barata e com custos de desenvolvimento muito menores, e como mencionado acima... o facto de a PSP não ter ficado realmente sozinha na gama de preços que envisionava.

    Depois e talvez o mais importante... a própria Sony falhou em dar o mesmo suporte à consola que deu Às consolas caseiras, não nos podemos esquecer que a PSP saiu a prometer o GT4 portátil, que 3 anos depois ainda não saiu; se a PS3 demorasse 3 anos a ter o GT, claro que ia ter consequências, é importante para a userbase de base da Sony, sentir-se iam defraldados. Tanto que, e por isso (porque a PS3 é mais importante) o GT4 mobile foi mais uma vez "adiado" e nem tem data fixa para sair; "algures em 2008", suponho. Este não é o único titulo, obviamente... mas é um dos mais ressonantes.

    Consola condenada? não será, continua a vender hardware e tem alguns jogos bons, com mais a vir este ano para "aguentar a consola", mas nunca se vai tornar uma plataforma privilegiada para vender software, a não ser que o software seja exclusivo, e bom... mesmo que seja pode não dar o retorno esperado, ou maior do que noutra plataforma com um tie ratio superior.
     
  5. Mepheesto

    Mepheesto Power Member

    Vou dar a minha visão das coisas...
    Não há nada de errado com a PSP, é uma consola de jogos portátil completamente diferente da DS e logo para um público diferente da DS logo apesar de vender menos que esta eu axo a PSP um sucesso pois preenche uma lacuna nos jogos de consolas portáteis!

    É mais uma opção para o consumidor, há quem prefira a x360, a ps3 ou a Wii e apesar de uma vender mais que as outras não significa que devam acabar...

    Neste caso concreto nem deveria ser visto como uma competição visto que são consolas que obviamente têm públicos distintos, os jogos para as consolas, o modo de jogar, a capacidade gráfica... tudo é diferente logo são 2 consolas que se "são bem juntas"

    Eu por exemplo tenho ambas pois axo que cada uma tem os seus pontos fortes onde a outra mais falha...
    Por exemplo eu detesto jogar rpgs com bonekinhos que parece k sairam de um livro de desenhos animados de uma criança de 4 anos logo em rpgs prefiro a psp, tal como em jogos de desporto,corridas ou shooters que requerem uma capacidade gráfica superior...
    No entanto a DS é ideal para akeles divertidos jogos de plataformas, para jogos e formas de jogar originais como Trauma Knife, Ace Attorney ou Hotel Dusk...

    São ambas excelentes consolas e nós só lucramos com o facto de elas coexistirem!

    Mais uma coisa:
    Parem com a guerra PSP x DS, comecem mas é a pensar que PSP+DS=:x2:
     
  6. Yggdrasil

    Yggdrasil Power Member

    Eu também vejo a PSP e a DS como máquinas diametralmente diferentes, o que uma faz, a outra não faz - e é a "herança" da PS2 transformada em formato portátil que a Sony pretendeu transmitir quando lançou a PSP.

    Contudo, a meu ver o problema começa logo quando a Sony pretende dominar o mercado das portáteis graças à PSP e ultrapassar a Nintendo neste sector. Se a PSP é diametralmente diferente da DS e destina-se a outro público, porque razão a Sony tem como objectivo destronar a Nintendo no sector das portáteis? Se assim fosse, teriam feito uma PSP diferente, mais semelhante a uma consola portátil como as que estamos habituados.

    Já vendeu mais de 20 milhões de unidades, o que em dois anos e pouco é bastante positivo - muitas máquinas não chegaram a este número. Contudo, deixa no ar a sensação de que há algo errado com ela porque a DS já ultrapassou a barreira das 40 milhões de unidades vendidas e a Sony afirmou que pretendia afastar a Nintendo do sector das portáteis, além de ter um software pouco imaginativo e ser uma plataforma que, aparentemente, não cativa os estúdios de desenvolvimento. Julgo ser isto o que está errado na PSP - não é a máquina em si, é antes a forma como a Sony a está a gerir.
     
  7. Mepheesto

    Mepheesto Power Member

    A sony pensou da maneira contrária à nintendo em ambas as consolas, na ps3 também há uma aposta nos gráficos e em jogos tradicionais e a Wii deixou de parte os gráficos e investiu numa jogabilidade diferente e num novo modo de jogar...

    A sony pensou que podia ganhar a "guerra das portáteis" porque apesar de serem jogos parecidos e ports da ps2, a ps2 foi a consola mais vendida de sempre e a sony pensou poder transpor isso para uma consola portátil ou seja: "Se eles gostam dos jogos e etc na ps2, ainda vao gostar mais de os poder jogar numa consola portátil, que ainda por cima será uma media center..." quando na realidade quem tem uma ps2 já não tem muito interesse na psp (erradamente a meu ver, mas é o que acontece)...

    Eu por acaso só tenho a PSP e a DS e fico bem só com as 2, não quero nenhuma consola de sala porque já nem tenho vida para estar plantado em casa a jogar e mesmo quando estou em casa as portáteis chegam e sobram...
    Já não sei k seria sem a PSP pa me entreter na viagem de 35 mins de metro pa ir e voltar da faculdade, ou jogar PES 6 em wireless com os meus amigos lá, coisas que com uma PS2 não conseguem, a PSP é isso mesmo, uma playstation portátil!
    Dizer que não gostam da PSP pk pa isso têm a PS2 é a mesma coisa que dizer que não querem telemóveis porque têm telefone fixo...

    Por acaso desconhecia essa afirmação da sony que queria destronar a nintendo no reino das portáteis, pensei que apenas se quisesse afirmar como uma empresa capaz de colocar no mercado uma boa consola portátil e com bons jogos que definitivamente conseguiu.

    Não conseguiu foi vender mais que uma consola que foi original, é mais barata e simplesmente vem de uma empresa que já tem anos de experiência no mundo das portáteis...

    Ainda assim a PSP consegue ser a minha preferida das duas, talvez por não ter nenhuma consola de sala e acabar por jogar o PES 6, Tekken, etc na PSP (com a vantagem de os jogar com os amigos em qualquer lado é certo).
     
  8. Deviluz

    Deviluz Power Member

    PSP vs DS não é possivel

    Essa gerrinha é impensável! A PSP é um centro multimédia... a Nintendo DS é uma consola portátil. Já li neste tópico muitas verdades para explicar a fraca venda da PSP, concordo com todas, a sony falhou redondamente! Penso que deram sempre mais atenção à PS3, depois surgiram aqueles problemas todos de incompatibilidade de Blue-Ray com DVD... Reparem que a sony apostou em dois novos formatos!!! O UMD e Blue-Ray, acho ambos um passo à frente, um inicio... a longo prazo a sony irá vencer, não é fácil entrar com dois formatos novos, não depende apenas da sony, mas sim das editoras de games, que infelizmente maltratam a PSP até dizer chega! Existem jogos para a PSP que são versões "espremidas" da PS2, as editoras esquecem-se que a portabilidade assume um género um pouco diferente! Ainda existem aqueles que pensam que uma PSP tem de ter gráficos iguais aos da PS2, inclusive revistas dedicadas ao assunto comparam os jogos da PS2 na PSP, é incomparável!!!! Estamos a falar de géneros desiguais!! Façam algo novo para a PSP (esqueçam os filmes UMD)! A Nintendo DS alem de ter o ecrã táctil que eu acho que permite dar novo oxigénio aos jogos, tem também uma simplicidade que gere apenas DIVERSÃO INTERACTIVA. Mas como na PSP os joguinhos são uma miséria! No caso da EA... já gostei mais desta editora, sinceramente só querem é lançar games a torto e a direito. Talvez o preço influencie... visto que quando o da PSP baixou nos EUA as vendas triplicaram! Talvez na Europa aconteça o mesmo, penso que este e o próximo ano a Sony vai ganhar pernas de gigante.
     
  9. Crrash

    Crrash Power Member

    os problemas da PSP?
    -Preço
    -jogos maioritariamente ports ou rehashes, apesar de agora estarem a aparecer alguns jogos originais de jeito (e mais um monte de ports :P)
    -Filmes UMD caros de mais (e daquilo que saiba não funciona em mais nada do que a PSP, grande erro)
    -loading longissimos
    -dead pixels (não sei como está no momento mas sempre ouvi de muitos problemas desse genero)
    -gasto exagerado de pilhas
    -facilidade de estragar ecrã
    -tamanho (DS é muito mais pequena)
    -tem a DS e a sua biblioteca massiva e vasta e um preço baixissimo como concorrente

    Pros:
    -graficos
    -analog stick
    -internet built-in
    -"homebrew" (homebrew e o.. resto... sabem do que tou a falar :D)
    -ecrã grande e widescreen
    -as funções media center (que alguns podem não querer)
     
    Última edição: 22 de Abril de 2007
  10. paperless

    paperless Power Member

    O que há de errado?

    O GT que nunca mais chega...
    Sinceramente não sei o que se passa mas esse jogo daria um impulso enorme a consola.
     
  11. jjmaia

    jjmaia What is folding?

    Em poucas palavras... jogos.... Eu não toco na PSP há imenso tempo... Isto porque os jogos que saem não têm sido nada de especial... E antes que o digam, não tenho ISO's...
     

Partilhar esta Página