1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Gentoo Founder Quits Microsoft

Discussão em 'Novidades GNU/Linux & *nix World' iniciada por HecKel, 14 de Fevereiro de 2006. (Respostas: 24; Visualizações: 1412)

  1. HecKel

    HecKel The WORM

  2. El_UnO

    El_UnO 1st Folding then Sex

    Realmente, 8 meses e desiste? :wow:

    Ouvi dizer k ele tinha ido para la para "ajudar a Microsoft a perceber o modelo Open Source". My guess is: nao conseguiu, portanto saiu da empresa :P
     
  3. HecKel

    HecKel The WORM

    "Mantém os amigos próximos..., mas os inimigos mais próximos ainda...."

    Será que esta frase tem alguma coisa a ver? (cof cof)

    abraços, HecKel
     
  4. TuxBoss

    TuxBoss Power Member

    O Daniel Robbins só foi trabalhar para a Microsoft para ganhar dinheiro para pagar as dividas que tinha. Isso era público e conhecido de todos os que tivessem mais ou menos dentro do mundo do gentoo.
    A ideia de "aproximar a microsoft do modelo open source, blah blah..." foi uma jogada de marketing que obviamente ninguém acredita :)
     
  5. lindo.........

    hahaha lindooooooo!!!! :004: mesmo anti-microsoft.....
     
  6. blastarr

    blastarr Power Member

    Nem era ele quem geria o Linux Lab na Microsoft, não há crise.
     
  7. kingdom

    kingdom 1st Folding then Sex

    Bem, segundo o ZDNet.co.uk a situação não foi assim tão dramática. Daniel Robbins saíu devido á falta de realização pessoal naquele emprego e não por não ter conseguido ajudar a Microsoft a entender o modelo Open Source.
     
  8. APLinhares

    APLinhares OpenSource Moderator
    Staff Member

    tb é 1 bocado complicado (digo eu) n1 empresa como a MS, perceber o modelo opensource...
    hehehe
     
  9. El_UnO

    El_UnO 1st Folding then Sex

    Acho que ele tentou fazer isto:

    [​IMG]

    E ao ver k nao dava despediu-se... :joker: :joker:
     
  10. DarTaKaum

    DarTaKaum Power Member

    lol, geek jokes! :D
     
  11. kingdom

    kingdom 1st Folding then Sex

    LOL...geek jokes mesmo :x2: :x2:

    Se tivesse feito parte da equipa do Ubuntu em vez da equipa do Gentoo, certamente não ter apt-get em Windows iria causar alguma confusão....:p
     
  12. blastarr

    blastarr Power Member

    Há o Windows Update desde o Windows 98...
     
  13. El_UnO

    El_UnO 1st Folding then Sex

    Nada que se compare a um sistema de gestao de pacotes em Linux, seja o apt-get, emerge ou RPMs...

    O Windows Update so actualiza-te componentes do windows e patches de segurança. Com apt-get upgrade ou emerge world actualizas o sistema todo. E isto e so um exemplo...:p

    E ja e offtopic de qualquer forma :P
     
  14. blastarr

    blastarr Power Member

    Só actualiza componentes do windows ?
    E drivers, não actualiza, é ?
    E os service packs, as actualizações de segurança, as novas aplicações (falo do.NET e programas associados), etc ?

    Já usaste o serviço ultimamente ?

    -------------
    O Bill Hilf continua lá, e o laboratório até recebeu recentemente um upgrade do budget.
     
  15. TuxBoss

    TuxBoss Power Member

    1) Drivers nativos do windows, que sejamos honestos, ninguém usa para os periféricos importantes porque são básicos como é óbvio.
    2) Tudo cenas de segurança.

    A verdade é que o modelo de "package managemente" do *nix não tem comparativo simplesmente pelo facto de que não é possivel no windows devido a licenças, etc, etc.
     
  16. wold

    wold Power Member

    Quando conseguires instalar o Office ou actualizar o mIRC para as novas versões através do Windows Update logo poderás fazer a comparação com o Emerge ou o APT :P

    Que comparação ridicula...
     
  17. falco

    falco Power Member

    Que não tem nem um milionésimo das funcionalidades de um gestor de pacotes de GNU/Linux, alias isso nem é um gestor de pacotes, é um software que instala actualizações.



    O APT é uma interface para o gestor de pacotes que se chama dpkg. O objectivo do APT é simplificar a utilização, acrescentar funcionalidades: acesso a repositórios, controlo de versões ao nível de manutenção do sistema, compilação de pacotes em código fonte, etc...) e "inteligência" (capacidade de resolver problemas de dependências, verificar a integridade recorrendo a criptografia, problemas causados por pacotes mal preparados), etc...




    Recentemente o window$ update recebeu um bost, mas o window$ update + m$i + instalar/remover software do window$, não fazem a mesma coisa que o os gestores de pacotes de GNU/Linux, juntos só têm uma parte das funcionalidades/utilidade destes, graças a limitações técnicas e ao modelo proprietário de licenciamento de software. Talvez no futuro venham a fazer mas por enquanto não o fazem, nem sequer lhes chegam aos calcanhares.
     
  18. blastarr

    blastarr Power Member

    Ridículo é dizer que o Office é mínimamente igual ao OpenOffice para power-users (e eu também uso este último em win e linux, desde que o "primo" StarOffice aínda era independente da Sun, e feito na alemanha).
    Actualizar o mIRC ? Para quê ? É um programa assim tão cheio de bugs ou complexo ? lol
     
  19. wold

    wold Power Member

    referi o mIRC mas podia referir outro programa não-microsoft qualquer...
    para mim, e para as pessoas cá de casa, o openoffice é sem duvida a melhor escolha. não há cá ninguém disponivel para pagar um absurdo num tipo de software que se pode obter gratuitamente e que nunca será preciso pagar novamente as futuras releases.
    uso 100% software livre, e faço o MESMO que fazia antes com software comercial e ainda ganho sem comparação alguma em segurança e estabilidade <ponto final>

    mas vamos lá deixar o offtopic :P
     
  20. HecKel

    HecKel The WORM

    Não é por nada..., até acho a discussão interessante..., mas o que é que isso tem a ver com o tema da thread?

    abraços, HecKel
     

Partilhar esta Página