1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.
  2. COVID-19 Mantenham-se seguros: Pratiquem distanciamento físico de 2 metros. Lavem as mãos. Fiquem em casa.
    Informação sobre COVID-19. Ajuda a combater o COVID-19 com o [email protected] e com o [email protected].
    Remover anúncio

Análise Gigabyte ODIN 550W

Discussão em 'Análises, Artigos e Guias' iniciada por [email protected], 15 de Outubro de 2009. (Respostas: 1; Visualizações: 3174)

  1. M@ster

    [email protected] Power Member

    Autor: Vítor Antunes ([email protected])
    Produto: Gigabyte ODIN 550W
    Data : 15-10-09



    [​IMG]

    ZWAME Análise



    [​IMG]


    Voltagens
    [​IMG]


    FOTOS

    Caixa
    [​IMG]

    [​IMG]

    [​IMG]

    [​IMG]

    [​IMG]

    [​IMG]

    Fonte
    [​IMG]

    [​IMG]

    [​IMG]

    [​IMG]


    Características

    Particularidades
    [​IMG]

    Conectores
    [​IMG]

    Hardware utilizado

    Motherboard: GIGABYTE P55-UD5
    Placa Gráfica: GIGABYTE GTX260 OC
    CPU: INTEL Core i5 750
    Disco Rígido: SAMSUNG SPINPOINT F1 1TB SATA2 32MB CACHE HD103UJ
    Memórias: CORSAIR Dominator GT TR3X6G1866C7GTF
    Fonte de alimentação: Gigabyte ODIN 550W
    Cooler: Noctua NH-U12P
    Caixa: Gigabyte 3DMars


    TESTES

    CPU Default

    [​IMG]


    CPU OC

    [​IMG]



    CONCLUSÃO

    A Gigabyte apresenta a Fonte de alimentação ODIN 550W.
    Com um preço a rondar os €100 a €115
    , é uma fonte de alimentação modular com um excelentes
    aparência e especificações, é a fonte mais baixa da gama mais alta da Gigabyte mas ainda assim
    provou que está há altura das suas irmãs mais caras.
    Podemos constatar que todas voltagens estavam acima das respectivas referencias, em idle e load, mesmo as de 12V,
    d
    aqui podemos concluir, que as diferenças são muito poucas estando em load ou em idle nas linhas de 5,0; 3,3;
    e de 12V, parece que nem sentem a carga, digamos que é uma fonte recomendada mesmo se fizermos OC.

    Quero ainda fazer notar a qualidade de construção desta fonte em especial no que diz respeito aos cabos,
    destaco ainda um pequeno interruptor na fonte que serve para desligar os leds, caso não os queiramos deixar acesos,
    o que dá sempre muito jeito quando se deixa o PC ligado durante a noite.

    Este exemplar foi testado no sistema acima referenciado, para testes usámos
    duas consolas de folding, uma dedicada ao CPU e a outra à placa gráfica,
    usámos ainda o OCCT a correr em looping.




    [​IMG]



    Agradecimento

    A ZWAME agradece à GIGABYTE pela disponibilidade do material para teste.

    Se gostou desta análise pode ver mais aqui.

    Copyright © Zwame, Lda 2009. Reprodução proibida sem autorização prévia.​
     
    Última edição: 15 de Outubro de 2009
  2. SuperLuis

    SuperLuis Power Member

    Finalmente um teste a uma fonte modular! :) O preço é bom: A minha BQuiet não é modular e custou bem mais. Isso há mais de 2 anos. Esta aqui é uma opção a levar em conta no caso de eu precisar de trocar de fonte.