1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.
  2. COVID-19 Mantenham-se seguros: Pratiquem distanciamento físico de 2 metros. Lavem as mãos. Usem máscara.
    Informação sobre COVID-19. Ajuda a combater o COVID-19 com o [email protected] e com o [email protected].
    Remover anúncio

Globalfoundries/TSMC 7nm (2018)

Discussão em 'Hardware - Novidades e Notícias' iniciada por Dark Kaeser, 16 de Setembro de 2016. (Respostas: 52; Visualizações: 8268)

  1. JPgod

    JPgod Moderador
    Staff Member

    OS 7nm já representa quase 1/4 do facturamento da TSMC, sendo o processo com a maior porcentagem!

    Acho curioso que ainda tem um peso expressivo no facturamento processos já "old school", ainda tem 8% de 150 e 180nm, 150nm era o processo usado pelas lendárias ATI 9700/9800, de 2004!

    Será chips antigos ainda sendo feitos para alimentar OEMs ou coisas "recentes", mas feitos nestes processos para ser teoricamente mais barato? Me faz mesmo assim confusão, dado que deve precisar de muito mais die area que algo mais recente, não digo 14mm ou mesmo 7nm mas 28/40

    Já o processo de 10nm está a perder importância, perdendo até para os 65nm e os 150/180. Nem me lembro de um chip feito em 10nm deles, será memórias?
     
    Última edição: 19 de Janeiro de 2019
  2. blaster_00

    blaster_00 Power Member

    Não tenho a certeza, mas talvez os solid state relays (SSR) usem esses processos "maiores" e sem grande vantagem (ou até terá desvantagem) em usar os mais pequenos. A expansão do uso de automatos e das renováveis e gestão da energia DC e transformação em AC deve usar muitos destes relés sólidos.
     
  3. JPgod

    JPgod Moderador
    Staff Member

    Pois, vejo só coisas muito simples mesmo para um processo tão "grande".

    Uma Curiosidade, o R300 da 9700 pro tem 110M de transistors e 218mm2. A Polaris 20 tem 5,700m e 232mm2, portanto é uma densidade 50x maior :n1qshok:
     
  4. SideWalker

    SideWalker Moderador
    Staff Member

    No caso de relays, mais do que pela simplicidade, imagino que os processos maiores ajudem na necessidade/capacidade de lidar com voltagens e correntes mais brutas.
     
  5. Dark Kaeser

    Dark Kaeser Colaborador
    Staff Member

    Isto.
    Razão pela qual tinha dito anteriormente que a Infineon e Bosch tinham investido em capacidade própria (isto é investiram em novas fabs para aumentar a capacidade)

    - Infineon IFX Day 2018 - apresenta entre outros a justificação de uma nova foundry de 300mm (diâmetro da Wafer) em Villach orçada em 1.6B€
    (tinham entretanto vendida outra que possuíam em Newport, Pais de Gales, que tinha vindo com a compra da Iternational Rectifier.

    Além disso há ainda algumas Foundries que ainda vão até aos 65 e 40nm, não muitas.
    Há que também ter em conta que muitos produtos não beneficiam muito da redução da escala de fabrico, nomeadamente sensores (MEMS) que é um dos pontos fortes da Bosch, e por exemplo produtos específicos para IoT, e que tenham de ter RF integrado, este último dá-se mal com processos FINFET, e por isso se usam processos mais antigos planares, o que justifica que ST, Samsung e GF tenham oferta a 28nm e 14nm (planeada, não tenho certeza se já começou ou não) no chamado FDSOI, que é ainda são processos planares.
     
    Última edição: 19 de Janeiro de 2019
  6. Dark Kaeser

    Dark Kaeser Colaborador
    Staff Member

    Resolvido
    https://newsroom.ibm.com/2018-12-20...ith-Samsung-to-Include-7nm-Chip-Manufacturing

    importa referir, que a IBM ainda mantêm uma divisão de pesquisa na área, e que a dada altura todos faziam parte da Common Platform Alliance, da qual também faziam parte ainda a ST-M e a UMC.
     
  7. Rafx

    Rafx Power Member

    Bem... Não foi preciso mais que meia dúzia de meses para confirmar a minha teoria...:
    ......


    Há que vender enquanto ainda conseguem fazer algum dinheiro. Daqui a um tempo não vai valer um chavo.
     
  8. Dark Kaeser

    Dark Kaeser Colaborador
    Staff Member

    Tenho ideia de ter colocado algo sobre isto algures, mas agora não encontro por isso aqui é um lugar tão bom como outro qulquer.

    Edited Transcript of 2330.TW earnings conference call or presentation 16-Apr-20 6:00am GMT
    https://finance.yahoo.com/news/edited-transcript-2330-tw-earnings-161634209.html
     
  9. miguelbazil

    miguelbazil Moderador Ninja
    Staff Member

    EUV está a ficar forte, este processo de fabrico parece também estar a ficar muito estável, o que é óptimo de ver.
     
  10. Dark Kaeser

    Dark Kaeser Colaborador
    Staff Member

    :n1qshok: Auch!!!

    [​IMG]

    [​IMG]
    https://www.icinsights.com/news/bul...inaBased-Semi-Supplier-To-Be-Ranked-In-Top10/

    Agora é que se percebe o porquê do Trump andar a embirrar com os chinos, a propósito de tentar impedir a HiSilicon de ter acesso à TSMC.
     
  11. JAFoNEXUS

    JAFoNEXUS Power Member

    O Trump pode estar descansado que as suas políticas vão surtir efeito...
    Acredito que agora a HiSilicon comece a cair drasticamente com a quedas das vendas da Huawei.

    A não ser que começem também a licenciar os Kirin a 3ºs ou algo do género.

    Aliás, penso que a HiSilicon já cedeu parte das suas cotas de produção da TSMC para a AMD e Nvidia.
     
  12. Nemesis11

    Nemesis11 Power Member

    Têm surgido rumores da Huawei entrar no mercado das gráficas ou entrar no mercado PCs com ARM e um Sistema Operativo próprio, etc.
    Não sei se são rumores válidos. Entrar nestes mercados a partir do zero e ter sucesso, não é nada fácil.

    Eu não sei se a maior parte das pessoas tem ideia que a Huawei não produz só pequenos electrodomésticos e gadgets. Eles têm material seriamente impressionante e feito in house, como SSDs empresariais, servidores com 32 sockets, etc.
     
  13. 0013

    0013 Power Member

    O objectivo da china é tornar-se independente de toda a tecnologia ocidental. Por por isso é muito provável que tenham planos a longo prazo para as suas empresas desenvolverem processadores, GPUS, sistemas operativos e tudo o resto que os USA possam deixar de lhes querer vender...
    Da mesma forma que se está a tornar mais dificil para as empresas chinesas venderem no ocidente tambêm as empresas ocidentais estão a começar a ter dificuldade em manter as suas vendas na China
     
  14. Dark Kaeser

    Dark Kaeser Colaborador
    Staff Member

    Sim, a produção da HiSilicon e Huawei será nesse caso específico para o mercado interno, integrado provavelmente na restante estratégia como é o caso da Zhaoxin.

    Aliás há rumores que pelo sim pelo não a HiSilicon tem estado a passar parte da produção a 14nm para a SMIC.
    SMIC que é suposto estar para lançar uma coisa estranha a que chamam 7+1, uma vez que também estão na lista negra e não terão acesso às fontes de luz EUV.
     
  15. Dark Kaeser

    Dark Kaeser Colaborador
    Staff Member

    - SMIC Details Its N+1 Process Technology: 7nm Performance in China
    https://www.anandtech.com/show/15649/smic-details-its-n1-process-technology-7nm-performance-in-china

    - SMIC Graduates to Something Sort of Akin to 7nm
    https://www.eetasia.com/smic-graduates-to-something-sort-of-akin-to-7nm/

    Highlights of the day: HiSilicon gives 14nm chip orders to SMIC
    https://www.digitimes.com/news/a20200414VL200.html
     
  16. Dark Kaeser

    Dark Kaeser Colaborador
    Staff Member

  17. Nemesis11

    Nemesis11 Power Member

    Acho que é o maior chip 7nm TSMC até agora.

    Graphcore GC200, com 59,4 mil milhões de transístores. Para comparação, a nVidia A100 tem 54 mil milhões. A Graphcore é uma startup de hardware no mundo de AI.
    1472 cores e 8832 threads em paralelo. 250 TFlops por chip (TFlops em quê?). 1 PFlops por sistema. 2,8 Tbits agregados no interconnect.

    [​IMG]

    Se repararem, estão 4 destes chips num servidor 1 U e não há sinal de HBM ou outro tipo de RAM ligados aqueles chips. Há uma razão para isso, o chip tem 900 MB em SRAM, uma quantidade pequena de RAM, mas que deve ter muito pouca latência e uma enorme bandwidth.

    [​IMG]

    A nível de RAM, há uma ajuda, porque o CPU tem 450 GB de DDR4-2933 que pode ser usado como cache. O CPU é uma quad core ARM com 2 DIMMs de 256 GB cada. Os restantes 62 GB de RAM devem ser para o Sistema Operativo e Sistema.
    Sim, a imagem mostra 3 DIMMs, mas eles falam só em 2. O terceiro não se sabe o que está lá a fazer.

    [​IMG]

    Apenas por curiosidade, gosto daquele sistema de dissipadores e heatpipes, mas o TDP de cada chip deve ser grande e estando num servidor 1U, não é de admirar. Não deixa de ser um sistema de cooling bem complexo e grande. :)

    [​IMG]

    32450$ é o preço do sistema.

    https://www.servethehome.com/graphcore-gc200-ipu-launch-very-cool-but-glaring-omission/
     
  18. JPgod

    JPgod Moderador
    Staff Member

    isso sim, hardware porn do bom e do melhor :D

    quase 4 GB em SRAM, va lá vai!!

    O cooling é igualmente qualquer coisa, quantos KG de cobre não tem ali? E nem quero imaginar o barulho :002:
     
  19. Nemesis11

    Nemesis11 Power Member

    Apenas mais uma curiosidade. A nível de numero de transístores ele é maior que a nVidia GA100, mas é mais pequeno a nível de área. 823 mm² vs 826 mm² da GA100.

    [​IMG]
     
  20. SideWalker

    SideWalker Moderador
    Staff Member

    A SRAM, sendo uma estrutura relativamente simples, deve ter densidade um pouco superior à média, não?