1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Go-OO - fork do openoffice

Discussão em 'Novidades GNU/Linux & *nix World' iniciada por APLinhares, 7 de Maio de 2009. (Respostas: 9; Visualizações: 1482)

  1. APLinhares

    APLinhares OpenSource Moderator
    Staff Member

    Com OpenOffice em "caminho incerto" após as últimas compras, tem-se falado nos forks (derivados).
    Sendo o Go-OO um build do OpenOffice, mas que inclui as alterações rejeitadas pela Sun.

    Discover
     
  2. Larbac

    Larbac [email protected] Member

    Boas

    Pensei que agora que a SUN foi comprada, houvesse mais guito para o OO. Não será assim? Estará mesmo em risco?
     
  3. iGama

    iGama Ubuntuguide Translator

    Essa historia do OO estar em risco não tem ponta onde se pegue na minha opinião...

    Mas o Go-oo é um projecto interessante, é até um exemplo de um fork que é usado para mostrar implementações que demoram a chegar um pouco ao main OOo.
     
  4. APLinhares

    APLinhares OpenSource Moderator
    Staff Member

    O problema é mesmo esse. Desde que a sun foi comprada, surgem várias incógnitas qt ao futuro das soluções Sun como OpenOffice, VirtualBox, MySQL, Java ... é vulgar actualmente encontrar essas discussões, mas isso dá mto pano para mangas :D

    Mas o surgimento deste fork (by novell) pode sempre dar + liberdade ao desenvolvimento do OpenOffice.
     
  5. hellaxe

    hellaxe Power Member

    Segundo o site diz que o Ubuntu tem o Go-OO nos repositórios.
    A não ser que seja o OO que venha de origem não o encontro em lado nenhum. Só mesmo o OO da Sun.
    Confirmam?
     
  6. Red_Beret

    Red_Beret Power Member

    O OO default do Ubunto é o Go-OO
     
  7. Larbac

    Larbac [email protected] Member

    No Kubuntu não é... É o office da Sun.
     
  8. hellaxe

    hellaxe Power Member

    Nem no Ubuntu. Tem explicito que foi criado com base no OpenOffice.org.
     
  9. slack_guy

    slack_guy Power Member

    ... até ao dia em que a Novell seja sugada...

    O que me preocupa é o movimento de concentração de grandes projectos F/OSS em poucas empresas. Apesar de ser Software Livre/Aberto não há muitas 'unhas para tocar as violas' da maior parte destes projectos que poderão vir a ser descontinuados, por desinteresse ou incapacidade dos novos proprietários.

    Estou apreensivo :paranoid:
     
  10. mundano

    mundano Power Member

    Convém esclarecer um pouco as coisas...

    Primeiro, o Go-OO não aparece por causa da compra da Sun pela Oracle.
    Segundo, o Go-OO não é um fork, é antes uma extensão/personalização do OpenOffice.


    O que acontece é que a Sun tradicionalmente tem-se recusado a aceitar algumas adições ao OpenOffice, por razões "politicas" , legais, ou estratégicas.. A maior razão é que a Sun continua a vender o StarOffice e como tal tradicionalmente não aceita patches que não possa depois incluir na versão de codigo fechado.

    Então começou há algum tempo a existir cooperação entre algumas distribuições (Ubuntu, Suse, Debian, etc.. etc..) para manterem um set dos patches ao OpenOffice que não foram aceites pela Sun. Essas distribuições têm lançado versões "melhoradas" do OpenOffice desde há muito tempo.

    O Go-OO é apenas uma forma de centralizar esse esforço, e de criar uma marca que represente o OpenOffice extendido com essas adições e disponivel para todos, independentemente de usarem uma dessas distribuições, uma outra, ou mesmo de usarem o Windows.


    Quanto ao Go-OO no Ubuntu, como dá para perceber pela explicação, a verdade é que o OpenOffice que o Ubuntu tem no repositorio não é o Go-OO puro, mas também não é o OpenOffice.org puro. É o OpenOffice com uma serie de patches, adições e personalizações do Go-OO, pelo que quem tem o Ubuntu não precisa de se preocupar em instalar o Go-OO.
     

Partilhar esta Página