1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Há por aqui Webdesigners/Webdevelopers que queiram partilhar quanto ganham?

Discussão em 'Web Development' iniciada por michael c, 10 de Janeiro de 2013. (Respostas: 58; Visualizações: 4535)

  1. michael c

    michael c Power Member

    Boa tarde,

    Há semelhança do tópico existente na secção de "programação" lanço também este nesta zona. Existem imensos estudos como sabem, mas nada como ouvir testemunhos de gente real. Existe o mito de que na área de webdesign e webdevelopment se ganha "mal" em Portugal. Geralmente este sector está ligado a agências de design e marketing. Por isso seria interessante desmistificar a questão e percebermos realmente como vai o mercado.

    Afinal de contas em que condições trabalham? A contrato? A recibos verdes? Trabalham em empresa/agência ou são freelancers?

    Eu tenho a minha própria empresa de momento pelo que não serei grande exemplo. Mas posso falar dos tempos em que era freelancer a recibos verdes, nomeadamente entre 2006 a 2010, em que ganhava em média cerca de 1200€ por mês mas trabalhando muitas horas por dia. Nunca quis trabalhar em agências, tive diversas propostas por volta de 2008 para trabalhar em agências de renome mas as propostas eram ridiculas (chegaram a oferecer-me 500€ a recibos verdes em Lisboa na altura).

    Não sejam tímidos e vamos em frente para percebermos a realidade do mercado nacional nesta área, penso que seria interessante para todos. :o
     
    Última edição: 10 de Janeiro de 2013
  2. DanielGomes

    DanielGomes Power Member

    Começo eu,

    Trabalho para uma empresa de desenvolvimento em tecnologias open-source (PHP, JS, etc) e somos +/- 20 programadores a ganhar entre 1200 e 1500€ limpos, em Lisboa. Tenho cerca de 7 anos de experiência e não pus os pés na faculdade. Os juniores não chegam a ganhar 900€, tenham ou não formação superior.

    Não é nada impressionante, mas tendo em conta o estado do país, somos uns "previlegiados".
     
    Última edição: 11 de Janeiro de 2013
  3. michael c

    michael c Power Member

    Obrigado Daniel! Pensei que toda a gente ia ter medo :) Estão então abertas as hostilidades. Secalhar era melhor editares o post e colocares a zona do país onde trabalhas pois isso também influencia o indíce salarial. Apenas uma sugestão.

    Mas realmente o ordenado que apontaste parece-me bom para a realidade do país actualmente...
     
  4. tonebiclas

    tonebiclas Power Member

    Local: Braga
    Salário: 600€ ( comecei com 500, fui aumentado 2x em 50€ )
    Contrato sem termo. Trabalho à 3.5anos aqui ( primeiro e único emprego )
    Cargo: Front end Dev. ( html/css/js ) sendo eu a fazer os cortes do photoshop/illustrator
    Sou o único frontend depois temos mais 2 backend's + 5 designers
    Linguagens usadas para backend: PHP MySql

    organizamos-nos minimamente na parte da programação, código limpo sem grande esparguette pelo meio

    comecei a trabalhar aos 18 anos mal acabei o curso profissional GPSI, como estagiei cá 3 meses surgiu a proposta de ficar ( única na altura, era isso ou ficar em casa a plantar batatas )

    os outros 2 programadores recebem entre 700 e 800

    contribuam pessoal
     
  5. foxymophandlema

    foxymophandlema Power Member

    Agencia
    lisboa
    contrato
    1k
    html, php etc
    1 ano e meio de exp na area (web) e 1 ano na empresa - (saltei da area de 3d para web)


    michael c, a maioria das agências funcionam à pala de trabalho à borla de estagiário e a única maneira da "tua" agência competir com as outras é meteres também gente com fartura a trabalhar à borla. É assim que uma agência cresce, porque cada vez mais os clientes querem pagar menos e os prazos de entrega são sempre super apertados. Se não tiveres problemas de consciência podes ter 5 ou 6 gajos a trabalhar à borla a fazerem o trabalho de pedreiro que é muito time consuming, o que te permite arrecadar mais e mais trabalho e consegues dar resposta ao cliente sem teres mais custos.
    E cada vez é uma situação mais recorrente, basta ver os sites de emprego e vê-se que de 3 em 3 ou de 6 em 6 meses, o mesmo anuncio a pedir o mesmo cargo para a mesma empresa. E não é uma questão do mercado estar a cair. É uma questão de já ser quase um modelo de negocio.
     
  6. darkult

    darkult Power Member

    Local: Braga
    Salário: entre 700-800€
    Contrato sem termo. Trabalho à 1.5anos aqui ( primeiro e único emprego )
    Cargo: Backend Dev. E começo a fazer algum FrontEnd.
    Linguagens usadas para backend: PHP MySql
     
  7. michael c

    michael c Power Member

    Obrigado pelos contributos pessoal. Já vi que estamos finalmente a ver a realidade do país a vir ao de cima. Os valores até agora não me surpreenderam, era o que eu esperava infelizmente.

    Infelizmente é verdade. Da minha parte simplesmente recuso-me a seguir esse modelo de negócio que suga a vida das pessoas. Sempre tive como valor base que as pessoas devem ser remuneradas pelo que fazem...crescer sim, mas de forma sustentável e premiando os envolvidos. Eu acredito que é possível mesmo num mercado muito saturado e não vou abdicar desse valor nunca.
     
  8. Não concordo muito com o sentido deste topico. Existem muitos programadores que são engenheiros informáticos, e os valores não vão variar muito dos que estão no topico da programação, de qualquer forma. Um programador web é um programador, um curioso é um curioso.

    E depois é preciso saber onde acaba o web development. Aplicações para android ou IOS com javascript, é o quê? Aplicações dektop com pyhton? Applets Java? Cada vez mais as áreas web/desktop/mobile são menos estanques, e as linguagens multi plataforma.
     
  9. michael c

    michael c Power Member

    Então e os webdesigners? Também se enquadram no tópico da zona de programação? Embora perceba onde queres chegar, são na verdade áreas bastante distintas na minha opinião. Pessoal que desenvolve aplicações desktop ou mobile tem obviamente o outro tópico pois não vejo onde isso pode ser considerado webdevelopment. E os valores vão variar, e muito, como aliás já estamos a ver...

    PS: Aliás, então se já é tudo multiplataforma, porque é que até o próprio fórum tem dois subfóruns distintos: programação e webdevelopment. Se fosse como referes, não faria sentido estarem os dois no mesmo sub-fórum?
     
  10. Existe muitos programador a ganhar 700€ em inicio de carreira, em ABAP por exemplo. E para mim um webdesigner é um designer com especialização em webdesign como podia ter em design de produto. Basta ires ao stakoverflow que já não tens esta distinção entre programadores.
     
  11. michael c

    michael c Power Member

    Claro que existem, mas é bem menos comum que na área de webdevelopment. E não sou eu que o digo, é só ires ver o outro tópico.

    Apesar de considerar que o teu conceito é bastante redutor pois a formação base de um designer de produto é bem diferente da formação base de um webdesigner (já viste cursos superiores com troncos comuns em que depois escolhes entre design de produto ou webdesign? Eu não.), a questão aqui é que um webdesigner não vai certamente ao outro tópico da programação participar porque não faz sentido...exactamente porque estás a falar de coisas distintas. Mas é apenas a minha opinião e não me cabe a mim julgar estas situações, por isso é que o fórum é moderado e existem moderadores.
     
  12. darkult

    darkult Power Member

    A coisa que eu mais detesto na minha área é quando aparece designers sem bases/know-how de webdesiger a desenhar sites.

    É como colocar um pintor de paredes a pintar um carro.

    É verdade que fazem coisas fantásticas, mas é para "papel". Passar para a web é um pesadelo.
     
  13. tonebiclas

    tonebiclas Power Member

    deixa o tópico ganhar forma e vais ver a diferença de salários...só podes dizer isso se não conheceres o mercado.
     
  14. Na equipa onde estou de cerca de 30 pessoas nem uma ganha menos de 1000€. Web dev.
     
  15. ravager

    ravager Suspenso

    define o que entendes por "web designer". estás a falar da pessoa que faz os modelos todos catitas no photoshop, ou na pessoa que vai agarrar nos modelos e implementar? se estás a falar neste segundo caso então sim, enquadram-se na zona de programação, são programadores como quaisquer outros só que orientados à vertente web.

    se estivermos só a falar na pessoa que desenha o site e não participa activamente na implementação do mesmo, então sim, a diferença existe e não é pouca.
    Aliás, no que toca a designers, isso em grande parte dos casos é um trabalho sem "poleiro fixo", actualmente é muito à base das necessidades do momento, contratar a pessoa exclusivamente para aquele projecto, depois o projecto fica pronto e o designer vai à sua vida.
     
    Última edição: 11 de Janeiro de 2013
  16. tonebiclas

    tonebiclas Power Member

    isso é um front end developer. é o gajo que faz o html/css/js

    mesmo quem implementa não ganha muito, mas vamos esperar por mais testemunhos e depois pode-se fazer uma média.

    cumps ;)
     
  17. michael c

    michael c Power Member

    O tonebiclas já respondeu à questão. Em condições normais um webdesigner só faz mesmo a parte de Photoshop, os layouts portanto. Depois é que aparecem os frontend developers e os backend developers. Com certeza há quem seja webdesigner e frontend developer...mas na prática webdesigner é a pessoa responsável pelo design do site, apenas.
     
  18. Paulo Silveira

    Paulo Silveira Power Member

    Um web developer já faz design multimédia e digo o mesmo de um eng. informático que faz web é developer e programador ou seja faz tudo e é claro que depois muitos estão a trabalhar quase à borla para terem experiência e auto didatas sem formação superior mestrado ou doutoramento o que for só com o 12º ano profissional e um CET ou curso de formação técnica e nada mais depois aprendem sozinhos e sabem mais que alguns formadores.
     
  19. edusantos

    edusantos Power Member

    Isto.
     
  20. DanielGomes

    DanielGomes Power Member

    Não generalizem conceitos porque a realidade em Portugal baseia-se na polivalência. Raros são os casos em que um profissional faz apenas uma coisa e está restrito a uma única função. Pelo menos nas empresas por onde passei o termo correcto para o que faço seria "bombeiro".

    Faço frontend+backend, e se tiver mesmo de ser, até design. Dou uma perninha em administração de linux e ainda nos pedem capacidades em tecnologias móveis, java, etc. Nem sequer temos web designers. Temos webdevs e um designer. Era bom era ter um gajo pra CSS, outro pra JS e só ter de me preocupar em saber PHP/HTML e 2 ou 3 frameworks mas não é assim que o mercado funciona.
     

Partilhar esta Página