1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.
  2. Consulta o Portal de Jogos da ZWAME. Notícias, Artwork, Vídeos, Análises e muito mais.

    Remover anúncio

PlayStation Horizon Zero Dawn (Guerrilla Games)

Discussão em 'Console Gaming' iniciada por Jack-O-Lantern, 16 de Setembro de 2014. (Respostas: 3584; Visualizações: 244899)

  1. RuiBK

    RuiBK Power Member


    Podes questionar o quão plausível uma situação como a praga Faro é,mas aquilo é sci-fi. Tão sci-fi como o Detroit.

    Já isso de ele ter coisas que os outros não tem,a preparação que o Witcher pede é bem maior que o HZD. O HZD pede para vermos os pontos fracos onde concentramos os ataques e dependendo da dificuldade do inimigo termos quantidade de munições e acessórios certa. O Witcher pede óleos,conoctions,ler o bestiary para perceber qual o tipo de inimigo e se há um subtipo. E no que toca a inimigos vamos de criaturas sem inteligência(basicamente animalescas) para criaturas com uma consciência humana,com quem podemos tentar falar em vez de malhar com a espada de prata.


    O stealth no HZD,depende muito do teu equipamento e vontade. Ao início se calhar martelar os adversários é um bocado perigoso,mas com melhores armas e armaduras eu diria que apenas o T-Rex robô é que obriga a mais cuidado. Os "caranguejos" é ir tirando armadura à distância e depois acabar com o meleee. Os "crocodilos" e "águias" a partir do momento em que temos o lança cordas,ardeu.
    O que cria mais problemas é quando vários tipos de animais concentram-se em nós ao mesmo tempo. Em alguns tallnecks conseguir chegar ao próprio tallnecks era um desafio(assim de cabeça o do deserto deu-me problemas a limpar a área,por isso pura e simplesmente decidi subir e ignorar tudo resto).




    O HZD é um exemplo de planeamento bem feito e execução ainda melhor. Como disse antes, eles basicamente saltaram a etapa que alguns novos IPs tem em que o conceito é bom mas a execução precisa de ser refinada. A minha comparação é com o Assassin's Creed. Eles saltaram a parte de uma boa ideia não executada da melhor maneira possível(AC1),para um boa ideia bem executada na sua plenitude. Agora é ir adicionando pequenas coisas como o AC foi fazendo no Brotherhood e Revelations. Isso e por favor evitar revoluções e chulice.
     
  2. Night-Wolf

    Night-Wolf Power Member

  3. PuK44

    PuK44 Power Member

    São já vários os rumores...até que ponto têm fundo de verdade é outra história.

    Confesso a minha falta de jeito/tempo para criar um tópico para o HZD 2, se alguma alma se oferecer...
    :berlusca:
     
  4. pedro vieir

    pedro vieir Power Member

    calma ainda não acabei o primeiro
     
  5. Freddo

    Freddo Power Member

    Não vou debater o que faz um verdadeiro sci-fi, pois não há uma definição objectiva. :Winkani: Para mim, é necessário haver uma forte base na realidade onde se explora conceitos futurísticos e tecnológicos. O Detroit para mim é um hard sci-fi precisamente porque criaram um mundo e uma história num futuro em que a IA e a robôtica, como a gente conhece hoje, se juntam. Tudo a volta, desde carros que conduzem por si, bem como o passado (direitos civís das minorias), está bem incrustado na nossa realidade.

    Não quero lançar spoilers sobre o HZD. Mas para mim, se as máquinas fossem bestas ou demónios, e...


    ... os vários IAs do Zero Dawn os espíritos, o Ted Faro é o feiticeiro do mal que criou os demónios que aniquilaram com o mundo, e a Elizabet Sobek a feiteiceira que com magia arranjou uma forma de ressuscitar o mundo, e temos uma protagonista que as profecias dizem que irá salvar o mundo...


    ... não estaríamos muito longe do território do Witcher. Para mim o HZD é um jogo de fantasia, como o Witcher, mascarado de sci-fi. Talvez seja um "science fantasy". Não é uma crítica à HZD - mas achei uma perda de tempo explicarem as coisas de uma forma racional, quando para mim, a magia é uma explicação mais simples e até mais satisfatória por ser menos rebuscada. Como disse, gostei muito da ideia, mas teria preferido outra história a explicar o presente da Aloy. Mas isso é a minha opinião pessoal, e respeito quem tenha gostado da história. Aliás, achei o início do HZD uma seca, mas fui jogando porque quis perceber esse mistério. Acabei por gostar imenso do jogo.

    Em relação às abordagens de combate, o Witcher é muito simplista em relação ao HZD. O witcher tem apenas uma abordagem que é hack-and-slash com uma única arma que é a espada. Sim, há excepções, mas é basicamente isso. O bestiário diz-te quase tudo sobre como matar um inimigo: os "upgrades" necessários, a mágia que funciona, bombas e óleos. Mas a abordagem é mesmo hack-and-slash. A outra questão é que no Witcher tens o clássico big boss, com uns monstrinhos que são chamados de vez em quando para dificultar a tarefa. No HZD tens situações em que tens vários inimigos, uns mais fortes que os outros sim, mas cada um faz a sua tarefa, e depois se tentares ataca-los, eles viram-se todos contra ti. Ao "combinar" vários inimigos tens por si um inimigo feroz, e o bestiario do HZD não te permite perceber qual é a abordagem certa. Tens portanto várias abordagens, várias armas ao teu dispor, uma mais criativa que a outra, bem como podes utilizar o meio ambiente ao teu favor, para esconderes, ou estares no ângulo mais seguro.



    Isso não é uma crítica ao Witcher nem ao GoW pois cada um deles têm os seus pontos fortes, mas o combate para mim não é um deles. O HZD tem um sistema de combate e armas simplesmente genial, na minha opinião, e quero dar crédito à equipa que projectou isso.

    Quem estiver ainda a jogar o HZD, recomendo que façam os tutoriais das armas e os hunting trials (se estiverem no nível sugerido). Dá para perceber a dimensão deste jogo.

    Acho piada teres mencionado o Assassin's Creed no dia em que estava a pensar qual seria o meu próximo jogo. Tinha chegado a conclusão que depois de ter jogado o HZD e o Wticher, e adorado os dois, que esse tem toda a pinta de ser um jogo que irei gostar.
     
    Última edição: 7 de Outubro de 2019
  6. Jack-O-Lantern

    Jack-O-Lantern Colaborador
    Staff Member

    ‘Horizon: Zero Dawn’ Rumored To Be Coming To PlayStation VR



    https://www.forbes.com/sites/joepar...-to-be-coming-to-playstation-vr/#608b4bf35fb5
     
  7. Bugu1990

    Bugu1990 Power Member

  8. PuK44

    PuK44 Power Member

    Epá...a ser o jogo inteiro era qualquer coisa de fenomenal!
     
  9. systo

    systo Power Member

    Ui, este jogo em VR na PS5 com os gráficos da PS4 deve ser uma coisa genial.
    Estou mesmo entusiasmado para ver o potencial do VR com a PS5.
     
  10. kei

    kei Power Member

    Comecei no fim de semana passado, estou a gostar :)

    Com que nível aconselham ir às corrupted zones? Tenho o vício terrível de ir abaixo do nível aconselhado e neste jogo não correu bem das duas vezes que fui lol.
     
  11. Night-Wolf

    Night-Wolf Power Member

    Na minha primeira playthrough eu às vezes ia 1 ou 2 níveis abaixo do nível aconselhado, mas normalmente ia com nível acima.
     
  12. dasilva07

    dasilva07 Power Member

    Se já tiveres uma missão em Meridian faz uma maratona até lá, os vendedores têm umas coisas engraçadas que te vão ajudar imenso.
     
  13. Bugu1990

    Bugu1990 Power Member

    Se fores jogando com calma e explorando e fazendo o conteúdo secundário ao mesmo tempo da história principal, nem tens de preocupar com níveis recomendados.
     
  14. Zeckett

    Zeckett Power Member

    Sempre fui muito reticente à premissa deste jogo... mas finalmente decidi comprar, quanto mais não seja para lhe dar um chance. Vamos lá ver o que sai daqui...
     
  15. kaib

    kaib Power Member

    Eu adorei o jogo..., não nos podemos esquecer que o jogo já tens uns aninhos encima mas têm uma gameplay muito boa, a banda sonora e o ambiente em si tb está muito porreiro, a I.A dos robots tb está muito bem feita a dos humanos nem tanto, e a história também me cativou.

    Têm algumas coisas que podiam ter tido mais atenção mas de qualquer forma é um dos melhores jogos desta geração e o melhor é que depois de uma pessoa terminar o jogo vai fica na expectativa do como será a sequela pois ainda têm muita margem para melhorar e também por onde pegar para dar continuação.

    É um must have na minha opinião e está na minha lista de prioridades caso saia a sequela.
     
  16. dodi280

    dodi280 Power Member

    Em termos de gameplay em si, deve ser dos melhores jogos de sempre.

    Terminei o jogo a uns dias e ainda continuo a jogar, a explorar novas áreas, armas, side quest, etc...
     
  17. kaib

    kaib Power Member

    Mesmo..., muito afinada e precisa tendo em conta que se usa o gamepad.
     
  18. Bugu1990

    Bugu1990 Power Member

    E espectacular a forma como o combate decorre num jogo a 30fps.
    O trabalho que eles fizeram ao nível do frame pacing foi extraordinário.
     
  19. sensei

    sensei Power Member

    Fiz a platina à menos de 1 mês e passei para o GOW. Nada arrependido de o ter feito antes de ir para Frozen Wilds, mas já está a bater aquela saudade :D
     
  20. Dissectory

    Dissectory Power Member

    Por acaso são as minhas primeiras platinas,este e god of war. Deu mesmo gosto e muito pouco trabalho.
    Troféus estúpidos ou que obriguem a terminar 2 ou mais vezes? Não obrigado.