1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Ideia

Discussão em 'Web Development' iniciada por Luismendes535, 9 de Agosto de 2017. (Respostas: 13; Visualizações: 415)

  1. Luismendes535

    Luismendes535 Power Member

    Boas pessoal,

    É o seguinte, surgiu me uma ideia de negócio . O meu pai trabalha com uma marca de pulseiras estilo artesanal com acabamentos em aço de origem portuguesa mas que é muito pouco conhecida.

    Fui checkar e eles não têm página online, apenas uma página no facebook um bocado pobre e com apenas 400 gostos. Achei estranho porque eles têm peças brutais a meu ver.

    A minha ideia seria:

    Propor a criação de um website e-commerce ou meramente expositivo ,inicialmente . A troco de dinheiro , OU, a troco da subcontratacao dos seus serviços e criar ,eu e mais um amigo, uma nova marca. Temos alguns conhecimentos com pessoal de marketing e até modelos fotográficos que nos levam a querer que podíamos ter mais sucesso que eles. Além disso o nome deles é fraco a nosso ver.

    A questão é eles aceitar a subcontrataçao. E será que posso ter uma marca com peças iguais a outra marca já existente?

    Para já são meros devaneios.

    Agradecia a vossa opinião !

    Abraços!
     
  2. ngon

    ngon Power Member

    Não tem bem a ver com a tua questão, mas as pulseiras são demasiado finas? Estou à procura de umas mas mas ainda não vi nada que me chamasse a atenção, podes mostrar alguma foto como exemplo? Ou se preferires manter em segredo, consegues mostrar alguma parecida?
     
  3. Salvador_

    Salvador_ Power Member

    ou isso ou se eles n aceitarem pagar o $ a partida faz uma especie de Option CALL ... tipo, tudo o que for vendido atraves do canal online cobras levas 15% da receita por exmeplo.

    Eles nao teem nada a perder... faz-lhes ver que se tiveres sucesso, eles tambem teem... se nao acontecer nada, tambem nada lhes acontecera...

    a unica coisa em risco eh o teu tempo perdido a fazer o setup do canal...
     
  4. AxOpO

    AxOpO Power Member

    Eu acho que é uma boa aposta, mas primeiro deverás fazer um projeto em papel, a nivel de e-commerce, construção do site, base de dados, qual o público alvo que o site vai atingir e se esse público alvo tem por hábito usar a internet. Quanto à questão de criares uma empresa nesse ramo, estuda bem o mercado pq isso as vezes é uma perda de tempo.
     
  5. Luismendes535

    Luismendes535 Power Member

    Tens MP ngon
     
  6. Luismendes535

    Luismendes535 Power Member

    Criar uma marca pode ser demasiado arriscado realmente .

    A ideia do Salvador pareceu me a mais sensata para já....

    Axopo acho que as vendas online teriam sucesso por se tratar um produto jovem e relativamente barato(20 a 50€)
     
  7. Salvador_

    Salvador_ Power Member

    Acho que nao tens nada a perder... fazer isso do canal sem grande risco ou entao, dado que disseste que eles nao teem boa marca, etc, tentar fazer um acordo de licenciamento. Onde tu pagas X por cada unidade vendida, mas so apos a venda.

    Assim, consegues estabelecer a tua propria marca e marketing sem os beneficiar a 100%... afinal se tu fizeres marketing atraves do canal de vendas, estas de certa forma tambem a criar marketing para os outros canais deles atraves de brand awareness.

    Se achas que alterar a marca tras valor, e mais importante ainda, valor acrescentado, entao tentar aborda-los numa especie de licenciamento, onde pagas royalties por cada X vendido.

    Nao sei o segmento em que se insere o produto logo nao sei dizer qual a % de royalty adequada
     
  8. Luismendes535

    Luismendes535 Power Member

    Quando dizes criar um canal falas em um canal de venda online certo?

    Esse acordo de licenciamento seria usando a marca deles certo?

    Não percebi como iria usar a minha própria marca e ao mesmo tempo os beneficiar com brand awareness. Visto que iria ter outro nome, logo, etc...
     
  9. Salvador_

    Salvador_ Power Member

    Licenciamento do produto ... Isto para ti poderes criar a tua própria marca. Isto como alternativa a seres apenas canal de vendas, onde aí eles iriam beneficiar do teu mkting se não houvesse licenciamento.

    Mas como dizes que há mais valor em marca própria eh tentar licenciar o produto. Isto se for um produto protegido...

    Se não for, porque não fazes tu mesmo sem eles? Assumindo que não há parentes ou qualquer IP ...
     
  10. Luismendes535

    Luismendes535 Power Member

    Estava aqui a pensar em juntar o útil ao ainda mais útil. Como vou fazer Erasmus na FIB em Barcelona, poderia troar uma cadeira por E-Business que basicamente é trabalhar com CRM's e afins. Como o semestre começa em inicios de Setembro poderia entrar já com uma proposta à empresa.

    Salvador_ proponho um licenciamento de produto em que eles me dão o direito ao uso do produto e fazem a própria produção? Que vantagens lhes exponho desta abordagem?

    Quando dizes fazer eu mesmo dizes produzir as peças? Não tenho esse know-how...
     
  11. Pela experiencia que tenho tido é muito mais facil e melhor uma pagina de facebook e arranjar gente la, do que obrigar a ir para um site. Um site um gajo entra e sai... enquanto que uma pagina no facebook, depois de like ou subscribe, recebem sempre cenas no feed. Acho que o site é bom, para mostrar produtos, mas não para comercio de uma marca pouco conhecida. Alias fica mais barrato. Faz-se uns concursos por uma free pulseira em troca de likes e conseguem juntar mais uns 500 likes a pagina em 1-2 semanas

    Mas la esta, isso foi a experiencia que tive... gastei bastante tempo ao fazer o site e desde la continuam a fazer compras so no facebook, olx e afins.
     
  12. Salvador_

    Salvador_ Power Member

    A lista e' o asset mais valioso no negocio online.. eh arranjar um CTA e um lead magnet para fazer as pessoas assinarem o email...
     
  13. Ha varias formas de fazer listas, mesmo no facebook da para adicionar produtos. Entretanto la esta, CTA, ok, quanto isso te vai custar? E qual realmente será o CTA? Para alem do facto que tem de ser feito bem e por uma pessoa que sabe o que esta a fazer... devido a varias variaveis, existe grande probabilidade de falhar algo. Outra vez, estamos a falar de um negocio novo, sem feedbacks, clientes, sem nada... receberem o newsletter é muito bom, mas 70% vai para spam, dos outros 20% vão ser ignorados e 10% possíveis clientes, acabando assim que 1 cliente custa mais do que o lucro que traz.
    Por isso como inicio é sempre melhor ter uma base, no facebook ao organizar a paginas ao criar publicidade e a fazer 2-3 posts diarios com alguns concursos acaba por trazer:
    1 - Reputação a loja
    2 - Clientes a loja
    3 - A base necessaria para um futuro site.
    + o advertisement vai ter muito mais efeito, por uma pessoa ao por like na photo, ou no produto, vai aparecer nos amigos da pessoa e por ai fora, isto é gratuito.
    A questão ficara na criação de imagens boas e cenas motivantes para pessoas por likes.

    Agora aos custos, no facebook basta gastares uns 10 euros por semana, para juntar umas 100-150 pessoas. Das quais provavelmente uns 5-10 farão compra na mesma semana... por isso 10 euros = 5 clientes no mínimo, com boa gestão.

    Site, ignorando os custos de desenvolvimento, hosting, dominio e caso uma engine de e-comerce paga, tmb ignoramos. Ficamos com:
    1 - Grande probabilidade de ter o site deitado abaixo pelos concorrentes
    2 - Se for uma engine com opensource, então temos chance de haver vulnerabilidades
    3 - Se for feito sem engine, do 0, então sem um framework é estupido, indiferentemente da arquitectura. Se for com framework, então isso aumenta o tempo de desenvolvimento, pois é preciso perceber o framework, como o exemplo Laravel.
    4 - Custo de advertisement? Duvido que com 10 euros da para arranjar pelo menos 1 cliente por semana.

    Deve haver bases, tem de se passar do pequeno para o grande, sempre, estar a gastar toneladas de recursos, sabendo que ha formas mais baratas de fazer as coisas é suicídio, principalmente para uma pessoa que não tem experiência.
     
  14. Mais um exemplo real, estou a trabalhar numa empresa de vendas online (não é portuguesa e esta focada mais em GB, alemanha e outros paises de aredores), vendemos quadros e temos mais de 12 000 clientes por mes. Temos um site, sim, temos publicidade, mas a maioria das nossas vendas continua a vir do amazon e ebay...
     

Partilhar esta Página