1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Impressora: Qual comprar?

Discussão em 'Fotografia e Vídeo' iniciada por Rui Marto, 1 de Outubro de 2007. (Respostas: 42; Visualizações: 3390)

  1. Rui Marto

    Rui Marto Power Member

    Tenho uma HP6540d que ao fim de muita folha impressa começou a ter algumas falhas e como ando há algum tempo para comprar uma impressora fotográfica, estou a pensar em substitui-la por algo melhor.

    Queria algo com as seguintes caracteriasticas:
    - Rápida (cerca de 30 ppm a preto e 20 a cores ou mais).
    - Boa qualidade de imagem.
    - Tinteiros separados para cada cor.
    - Tinteiros normais já sejam próprios para fotografia (na minha há 2 tinteiros normais, 2 para fotos e 1 especial para preto e branco, e não é nada prático ter que andar sempre a trocar tinteiros).
    - Possibilidade de tinteiros genéricos.
    - Económica (a minha gasta os tinteiros com poucas fotos e os dois custam 27+16€).
    - Formato A4.
    - Função PictBridge ou impressão a partir de cartões SD (não é muito importante).

    No fundo quero uma coisa que seja rápida com os documentos mas que ao mesmo tempo me poupe a ida ao fotógrafo para impimir fotografias (sem perder muita qualidade ou gastar rios de dinheiro).

    Até agora encontrei a Canon PIXMA iP4500 (a 79€) e a HP PhotoSmart 7160 (a 134€).
    A resolução máxima da HP é muito mais baixa do que a da Canon (não sei até que ponto é relevante) e a Canon segundo a informação do site consegue imprimir-me fotografias muito boas a um preço mais reduzido que uma loja de fotografias, que duram até 100 anos.
     
  2. helius

    helius Power Member

    Eu só tenho boas coisas a dizer acerca da minha Epson Stylus Photo R800, as fotografias ficam excelentes, tem 8 tinteiros independentes, o que dá uma grande qualidade de detalhe na impressão de cores, resolução bastante elevada, dá para imprimir em DVD's printable, etc. O único senão é mesmo o preço dos tinteiros +-16€ cada um, no entanto têm uma longevidade razoável, tendo em consideração a qualidade final

    cumps
     
  3. Rui Marto

    Rui Marto Power Member

    Pois... A parte da longevidade razoável é que me preocupa. Por 16€ tem que imprimir muita foto, especialmente sendo 8 tinteiros.
    Como disse lá em cima, a intenção é que me compense imprimir as fotos em casa, por isso o custo por foto não pode exceder os 0.20€ já a contar com tinta e papel.
    A não esquecer que pelo que me disseram, nas Epson, as cabeças de impressão são descartáveis e isso implica um custo adicional de X em X tempo.
    No entanto também já li que as Epson têm um tinteiro que lhes permite imprimir uma boa foto, mesmo que o papel não seja próprio da Epson, e usam tinta de pigmentos, que supostamente dura imenso.

    Se me conseguires dar um valor apróximado para o preço por foto agradecia. Já agora, qual é a velocidade de impressão dessa Epson? É mais rápida que a Canon e a HP?
     
  4. adolfo dias

    adolfo dias Power Member

    comprei uma pixma mp160
    penso que n é tão rapida como pretendes, mas nc imprimi mais de 2 folhas seguidas. fotos em papel fotográfico fica com uma qualidade bastante boa e cd foto A4 demora entre 30 a 60 seg
    usa 2 tinteiros e ha a possibilidade de usar outros 2 de alta capacidade (quase o dobro) o preto penso que seja 17€ e o cores entre 25/30€
    tem pictbridge e é uma mulitfunçoes
     
  5. Rui Marto

    Rui Marto Power Member

    :) tks mas multi funcoes n m interessam... ja tenho um scanner excelente e por norma sao mais lentas.
    a pixma ip4500 e rapida, so falta saber da qualidade e economia. e com uma resolucao dakelas qualidade n deve faltar... penso eu.
     
  6. Rui Marto

    Rui Marto Power Member

    para multifuncoes ate e rapida mas o meu scanner e bastante superior por isso vou continuar a preferir so impressora. no entanto e bom saber que varias pessoas gostam da qualidade das canon.
    agora queria mm saber e o preco por foto.

    ja agora, as vossas canon precisam de tinteiros especiais para fotos ou os normais ja sao os do sistema croma life?
    alguem sabe um bom site de reviews de impressoras?

    tks
     
  7. helius

    helius Power Member

    em relação ao custo, sinceramente nunca fiz as contas, mas também normalmente imprimo as fotos em A4, logo parece-me que ultrapassa esses 0.20€. Em relação às tintas, elas são realmente muito boas, para além do preto "normal" tem um tinteiro de preto fotográfico, assim como um de gloss optimizer (optimizador de brilho, este tinteiro é mais barato, custa +- 8€).
    Em relação à longevidade, a epson diz que a foto fica com um período de vida de 100 anos, mas julgo que depende da forma como as fotos são conservadas (sem estar exposto a grandes fontes de luz, à humidade, ...)
    Em relação à velocidade, depende das opções que seleccionas (tens um grande leque de opções no painel de controle da impressora) se for com a melhor qualidade possível demora mais um bocado que o costume (isto em impressões A4), em qualidade média e baixa é muito rápida.

    mais info

    cumps
     
  8. Rui Marto

    Rui Marto Power Member

    Realmente eu gosto das Epson (por acaso é a marca do meu scanner) mas a questão fundamental para decidir a compra vai ser se compensa imprimir as fotos em casa. Caso não encontre uma impressora que compense, prefiro investir o dinheiro numa A3.

    Uma grande vantagem que eu vejo na Epson é que pode usar qualquer papel fotográfico e obtém bons resultados na mesma. Isso pode ser um grande ponto a favor visto que não preciso de comprar papel de marca que por norma é muito mais caro. :)

    Faz-me falta um comparativo entre essas impressoras a nivel de qualidade e economia, mas não consigo encontrar nada na net. :(
    Lembro-me de ver um, na altura em que comprei a minha HP, e a Canon tinha ganho o prémio de impressora mais rentável (penso que era a Pixma iP4300). Agora já há novas de todas as marcas, com mais capacidades, daí a minha dúvida.
     
  9. mundano

    mundano Power Member

    Ao preço que alguns estúdios imprimem nenhuma impressora compensa para imprimir fotos...

    Já para não falar que uma fotografia a jacto de tinta vai sofrer sempre descoloração por causa da exposição à luz e à humidade de uma forma muito mais acentuada do que as fotos impressas num laboratório fotográfico de qualidade..
     
  10. Rui Marto

    Rui Marto Power Member

    Pois... Só que no site da Canon falavam em 300 fotos segundo a norma ISO. Fazendo as contas já com o preço do papel, iria ficar nuns 10-15 cents. por foto e isso para mim já era suficiente para valer a pena. A questão é: o que é que é uma foto pela norma ISO.
    Quanto à duração tenho lido que as impressoras domésticas já estão bem ao nivel das fotos de laboratório, algumas até já anunciam prazos de longevidade ainda maiores.

    No entanto se não encontrar nada que compense ou que fique bem perto de compensar, a minha opção vai cair numa A3+ que seja rápida.
     
  11. mundano

    mundano Power Member

    Os fabricantes dizem muita coisa.. É como os testes de velocidade às impressoras, são feitos com impressões em que apenas 15% da página é impressa..


    Agora a verdade é que uma impressora de jacto de tinta nunca será tão boa a fazer fotos como os métodos químicos usados nos laboratórios fotográficos por várias razões, das quais destaco..


    1º As tintas, podem ser mais ou menos duráveis, mas todas elas são muito mais sensiveis à oxidação, à humidade e aos raios UV do que acontece nas fotografias tradicionais. Alguns fabricantes já falam em duração de alguns anos, mas é sempre com asteriscos a dizer que devem ser emolduradas de forma a ficarem isoladas dos elementos externos e devem ser pouco expostas a luminosidade.. Enfim.. Duram muito, se estiverem escondidas numa moldura hermeticamente fechada.. Concluindo, grande treta...

    2º A tinta destas impressoras é opaca. E como tal não conseguem fazer verdadeiras cores sólidas... A tonalidade das cores é sempre feita usando pequenos pontinhos de cores diferentes.. Isto no final acaba por resultar em fotografias com cores bem menos apelativas
    do que as conseguidas num laboratório, ou numa impressora fotográfica por sublimação, por exemplo.. Porque nesses casos são usadas tintas transparentes e a mistura de diferentes níveis das cores, umas por cima das outras, e não pontinhos de umas e outras, acaba por resultar em fotografias bem mais agradáveis à vista...
     
  12. Rui Marto

    Rui Marto Power Member

    Aqui pelo que vi nem é uma questão do fabricante. Estive à bocado no site da Canon, eles têm as suas próprias specs e depois as specs ISO.

    As specs da Canon são obtidas imprimindo uma página com 1500 caracteres e de acordo com eles os tinteiros duram 300 impressões (estou a falar de documentos, pois de fotos não dizem). Já pela norma ISO os tinteiros duram algumas 1000 e tal páginas de documentos e 300 de fotos.

    Eu a primeira parte do que disseste já tinha visto mas aquilo que li dizia que mesmo por quimicos, nessas condições a foto durava pouco mais. Ou seja, se puseres uma foto de lab exposta à luz, humidade, etc, esta também se vai degradar com rapidez. Nas condições ideais uma foto de lab durava 70 anos, enquanto uma de pigmento poderia ir até aos 100. Também que enquanto os quimicos começam a perder a cor ao fim de muitos anos, o pigmento vai perdendo camadas mas mantém sempre as cores vivas.

    A segunda parte eles diziam que com as novas tecnologias de injectores de 0.5pl os pontos eram praticamente imperceptiveis, quanto às cores não disseram nada (se calhar mesmo porque não lhes convinha).

    Enfim.. Um gajo passa a vida a ser enganado, e só descobre quando pára no caixão. lol

    Tou mesmo a começar a pensar na A3+. Ao menos essa, mesmo não compensando nem durando muito, faz-me um formato que normalmente não há nas lojas de fotografia. (Digo isto porque costumo ir a uma loja pequena que quando é para impressões grandes precisa mandar o trabalho para um laboratório)
     
  13. tmgp

    tmgp Moderador
    Staff Member

    Para A3+ tens a HP Photosmart Pro B9180. Tens tintas pigmentadas independentes, o que significa grande resistência, comprovada pelo Wilhelm Research, que lhes atribuiu a estrondosa duração de mais de 230 anos.

    já a epson, com as suas tintas UltraChrome K3 não passou os 118 anos.

    e em velocidade de rascunho... são as normas do mercado. não vejo problema nenhum nisso.

    e já que falas na sublimação, espero que saibas que essas impressoras têm uma permanência de cor ridícula para o que custam certo?
     
    Última edição: 5 de Outubro de 2007
  14. SideWalker

    SideWalker Colaborador
    Staff Member

    Sinceramente, numa era em que se guarda tudo primáriamente em formato digital, durações de 230 anos não me parecem assim tão importantes, nem que devam ser principal critério de escolha.
     
  15. tmgp

    tmgp Moderador
    Staff Member

    a questão não é os 230 anos em concreto... o importante é que isso é um indicador da excelente resistência destas tintas.

    e a tua opinião não é mesma de muitos fotografos :D
     
  16. Rui Marto

    Rui Marto Power Member

    Guardas em formato digital... E quando não é para guardar? Imagina que queres oferecer a um amigo uma foto vossa em algum momento especial, ofereces-lhe tu uma moldura digital de 100€?

    Além disso, as minhas fotos mais importantes estão todas arquivadinhas... Primeiro porque até há bem pouco tempo usava filme. Segundo porque não pago as revelações, só mesmo as impressões (e às vezes nem isso). Terceiro, pode falhar a luz as vezes que quiser, e aparecer tudo quanto é virus no PC, que as fotos em papel continuam no armário. Assim como os negativos que podem sempre voltar a ser digitalizados para recuperar fotos perdidas.

    O formato digital é demasiado fácil de se perder, não há nada como ter as coisas na mão.

    E digo isto graças a um disco externo que me perdeu mais de 1000 fotos de um dos melhores anos da minha vida. :(

    Voltando à HP, aquele Pro lá sugere-me uma impressora para cima dos 400/500€, como a Canon PIXMA ip9000 Pro que também tem o ChromaLife200 que dizem durar 200 anos (ao contrário dos 100 anos do ChromaLife100 das impressoras de gama mais baixa).
     
  17. SideWalker

    SideWalker Colaborador
    Staff Member

    Eu estava a falar para uso doméstico, óbviamente.
    Para algo realmente importante vou imprimir a um fotografo. Para o resto, durarem 50 anos já me chega. Acima de tudo quero boa qualidade de imagem.
    Quanto ao digital perder-se, eu tenho opinião contrária. Acho que o que vai chegar aos meus netos são os jpegs (que, btw, estão, junto com tudo o resto que é importante, em 3 pc's diferentes, além dos backups's mensais) com a imagem intacta e passivel de ser impressa da maneira que eles quiserem, se quiserem. Não uma dúzia de albuns empoeirados.
    E repito que tudo isto se aplica ao uso caseiro.
     
  18. Rui Marto

    Rui Marto Power Member

    Da forma que o mundo digital é, não me admirava nada que os teus netos já nem venham a saber o que é um jpeg. lol

    No entanto os discos avariam, desmagnetizam, riscam-se, pifam. Eu quando era pequeno ía buscar as fotos a albuns empoeirados, é verdade, mas o que é certo é que num dia há muitos anos atrás o puseram lá, e hoje ainda lá está, sem manutenções nem backups, nada. :)

    Além disso, acredito que a vida de um negativo seja extremamente longa por isso daqui a muitos anos vão continuar a dar para imprimir, e por vezes com mais qualidade que um jpeg.

    Eu acho o digital prático, não fiável.
     
  19. mundano

    mundano Power Member


    Isso há testes para todos os gostos... Já vi os que dizewm precisamente o contrario e atribuem uma duração superior a 100 anos a fotografias da Canon Shelphy CP740 por exemplo..

    Quanto ao custo, 70 a 90 Euros pela impressora e 36 Euros por um pack para 108 fotografias não me parece nada de exagerado..
     

Partilhar esta Página