1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Inglaterra planeia colocar os piratas a 56kbps

Discussão em 'Dúvidas e Suporte—Internet, Redes, Segurança' iniciada por GtF, 9 de Junho de 2009. (Respostas: 44; Visualizações: 2603)

  1. GtF

    GtF Power Member

    pelo menos admitem que ja fazem o TS

    fonte
     
  2. brock

    brock Folding Member

    É uma alternativa não sei até que ponto não será contornável pelo cliente mas.. fica a intenção em vez cortar o mal pela raiz obriga-se a "sofrer" :D
    cump's.
     
  3. Banhoca_PT

    Banhoca_PT Power Member

    Acho bem. Se querem sacar que o façam controladamente.

    Qual é a coisa de todos os meses sacarem tudo o que vêem pela frente?
     
  4. mamaki

    mamaki Power Member

    Não vai dar em nada acho eu. A partir do momento que me pusessem a sacar conteudo fosse la do que fosse a 56 kbs era menos um cliente para eles. E nao era só de internet...Duvido que os isp alinhem nisso. Penso que perdiam uma fortuna.
     
  5. Craven

    Craven Power Member

    mais ninguém reparou nisto? então "demasiado" tráfego é automaticamente sinónimo de conteúdos ilegais?
     
  6. The Coin Operator

    The Coin Operator Power Member

    Oh sim :redface: , até parece.
    Caso uma lei fosse aprovada, não era só um ISP que ia adopta-la, mas sim todos, não valia a pena mudar... Ias ficar sem Internet?
     
  7. touromelga

    touromelga Banido


    boas, mas estavas a espera que eles se baseasem em quê, mas naturalmente, esta medida é bastante irrisória, até porque isto de analizar o tamanho de trafego do cliente, é impossivel saber se eu descarreguei conteudo ilegal ou não...

    basta que tenhas um sistema IPTV, com canais HD, e trabalhes com net ao mesmo tempo, a fazer p2p, que o stream dos canais mais o p2p somados, e o trafego vai por ai acima, por isso é que não existe limites de trafego, mesmo no ppl que não possua iptv, nos dias de hoje, é perfeitamente normal, gastar-se trafego na ordem dos 100gb ou mesmo mais, a quem faça um uso diario regular, os extremistas, devem sacar mês 24/7 cerca de 500/600Gb...

    mas tambem a que ver uma coisa, arrecadar tanta info, é preciso ter capacidade para tal, eu tenho meses que o trafego chega aos 300/350gb, e um terço é p2p, o resto, é originado por streams, multimedia, e comteudos que acabam por ser apagados, só são usados na hora e depois fora...

    quanto a mim, se eles se vão basear no conseito de x trafego, vão bater com a porta no naris dos isp's, pois nos dias de hoje não tem qualquer fundamento, quando os trafegos, já não possuem limites, na grande maioria dos acessos de net...

    touromelga...
     
  8. touromelga

    touromelga Banido


    boas, já experimentas-te usar 56kb para abrir um site na web nos dias de hoje, a 56kb metias a pagina a carregar , ias ao café, ao fim de uma hora ainda so vias os cabeçalho da pagina...

    no restante tens razão, se é lei é lei e se for aprovada é para todos e não só para um, não valia a pena andar a mudar, pois o problema depois era haver cadastro da situção...

    a unica maneira de contornar a situação, era sobscrever noutro isp's com outro nome de proprietario...

    touromelga...
     
  9. Tiago@Rosetta

    [email protected] [email protected] Member

    Isto tem muita lógica sobretudo em portugal com o investimento da fibra optica:007:

    Se o presidente da PT diz na apresentação da fibra optica que os miudos sacam muito e precisam não só de download como upload e a fibra optica vai de encontro a essas necessidades agora era lindo impor este tipo de sanções... mudava tudo para a net com 4 megas ou 8 megas e queria ver o negócio dos isp's como iria ficar...

    As editoras já cavaram a própria cova há muitos anos, agora a solução para eles é tentar remediar a situação com venda online dos filmes/séries/mpr a preços praticáveis. Pode ser que ainda consigam reverter a situação lentamente. Com este tipo de atitudes vão estimular atitudes extremistas por parte dos internautas como ataques a sites e criação de partidos (como o da suécia) cheios de algumas boas ideias e outras menos boas.
     
  10. TeclasBoy

    TeclasBoy [email protected] Member

    Mesmo que fosse adpotada essa lei, os verdadeiros piratas iriam-se rir isso , pork existe mts maneiras de dar a volta ao dito contador de trafego

    enfim uma ideia parace tirada de alguem lunatico ou alguem que nem sabe bem o que é o mundo da internet
     
  11. The Coin Operator

    The Coin Operator Power Member

    Não sei se sabes mas é 10000x melhor e mais lucrativo para o operador forneçer um tarifário de 8 megas a um cliente, de que um a 100 megas.

    Ah sim? O operador tem total controlo sobre o teu tráfego, não há volta absolutamente nenhuma a dar quanto ao tráfego total realizado.
    Podes é obfuscar a fonte, encriptar pacotes, usar proxies, mas sobre o total o ISP irá sempre saber.
     
  12. mBiT

    mBiT Power Member

    iptv não é contabilizado como trafego internet (pelo menos no meo).


    Podes camuflar o trafego que fazes, mas, o contador de net conta tudo...
     
  13. nickie

    nickie Power Member

    Morei durante alguns anos no UK e alguns ISPs já faziam algo parecido. Lembro-me que a Virgin tinha a regra em alguns tarifários (julgo que não eram todos, mas os mais baratos) que se existisse um consumo superior a 500mb durante um período definidos (julgo que era das 16hs-24hs), reduziam a velocidade para metade (para todo o tráfego) podendo chegar mesmo a 1/4 da velocidade. Claro que não chega aos 56kbps, mas podia-se ficar com a net a rondar os 512 ou 256 kbps. O que valia é que existiam outros ISPs bem melhores (caso da Be), mas este era um dos maiores.
     
  14. mauro1855

    mauro1855 I'm cool cuz I Fold

    Isto parece-me simplesmente uma PUA um pouco mais específica, não sendo grande novidade.
    Em Portugal duvido que os ISPs fossem nessa, por duas razões:
    1º - A Fibra Óptica. O próprio Zeinal Brava disse que uma das principais razões de apostar na fibra óptica era dar mais velocidade não só de download mas também de upload, porque hoje em dia existe muito P2P. Duvido que depois de declarações dessas a PT concordasse com tais termos.
    2º - O nosso próprio ministro da cultura recusa qualquer tipo de limitações aos Internautas. Pelo menos foi o que ele disse à uns tempos, algo que suscitou alguma revolta na FPA que até exigiu a sua demissão, se não estou em erro.

    Cumps
     
  15. MaNs1nH0

    MaNs1nH0 Pirate King Folder

    Isto cá em Portugal dúvido muito que fosse avante... PT Fibra etc...

    Além disso, lá porque gasto muito trafego não quer dizer que seja ilegal... Como já explicaram aqui.

    É depende de qual for o limite de tráfego... Se for 50Gb pra cima ainda mantinha o serviço, mas se for menos que isso e o castigo fosse por a 56Kbps eu cancelava o serviço de internet. Não vale apena ter internet se não a vou usar né?
     
  16. The WolfMan

    The WolfMan 1st Folding then Sex

    TeclasBoy, quando andava no 9ºano falei nisso ao me stor de TIC e ele disse que tal era impossivel porque antes de a informação chegar a tua casa, já passou pelo ISP e pelo seu contador...

    Youtube, sacar distros de Linux, jogar online, youtube, sacar demos/videos de sitios como Steam/PSN/Live e youtube, são exemplos de coisas perfeitamente legais que podem acumular muito tráfego ao fim so mês...
     
  17. Romani48

    Romani48 Power Member

    ILOL'D

    meu deus... qual foi a mente brilhante deste pensamento?

    Ainda bem que tenho feito a maioria dos meus downloads pela eduroam...
    Gastar apenas 4Gb dos 40Gb que tenho em casa no WOW... se não ainda pensam que sou pirata :rolleyes:
     
  18. The Coin Operator

    The Coin Operator Power Member

    Não sejas ingénuo.
    1) Nem a PT nem nenhum outro ISP tem o prazer de dar 100 megas ao clientes pelo mesmo preço ou só mais uns trocados para estes ficarem mais satisfeitos, para estes usarem mais o P2P, para estes fazerem mais tráfego etc.
    Nem a PT nem nenhum outro ISP gasta milhões e milhões de euros numa nova infraestrutura, equipamentos etc só para por os clientes na "vanguarda tecnológica", fazem isso por causa da concorrência.
    A PT por ela ficava com o cobre pelos próximos 500 anos. Se não houvesse concorrência a PT andava nos 512kb/s e o cabo nos 640kb/s, e nós todos contentes. A concorrência é que obriga a evolução.
    Leio aqui cada afirmação mais ingénua, todos a pegarem no discurso do Sr Zeinal... Aquilo é só marketing, nada mais.
    Se sair uma lei que limite a velocidade aos clientes que consomem enormes quantidades de tráfego, equivalentes a verdadeiras empresas, é uma lufada de ar fresco para os ISP's.

    2) O que o ministro diz não interessa, achas que não vão limitar? Basta uma pressão da UE ou de um ou outro lobby que já está aí a lei.
     
  19. The WolfMan

    The WolfMan 1st Folding then Sex

    Então e neste caso. Há 10 anos quem tinha uma rede em casa? Hoje isso é mais que comum. Quem não tem um router em casa? As redes domésticas estão a crescer, e também já existe muita gente com um servidor em casa. Com sites, servidores de ficheiros, etc... Os servidores também ocupam muito tráfego. Quem quiser ter um servidor em casa, o que faz nestes casos?
     
  20. mauro1855

    mauro1855 I'm cool cuz I Fold

    Não percebeste o que eu quis dizer. Eu sei perfeitamente que os ISPs só dão mais velocidades e investem na rede por causa da concorrência, e quanto menor velocidade derem, melhor, mas seria um pouco contraproducente os ISPs fazerem isso, pois certamente que iriam perder muitos clientes, e muito dinheiro. Era ver tudo a fazer downgrades, os tarifários mais altos ficavam às moscas, o grande investimento que estão a fazer na fibra óptica seria desperdiçado, porque ninguém iria querer serviços de velocidades elevadas.

    Quanto ao segundo ponto, enquanto o ministro disser aquilo que disse, e enquanto não houverem as pressões da UE (que duvido que alguma vez vá haver), Portugal não irá ter essa lei.


    Os contratos domésticos dos ISPs não permitem que um utilizador tenha um servidor, sendo que para isso existem outros serviços (empresariais?), ou seja, quem tem servidores em casa com serviços domésticos está a cometer uma ilegalidade. Dessa forma, o limitar o tráfego até impedia mesmo que essa ilegalidade fosse feita. Certamente que a "lei" não se aplicaria aos serviços empresariais de hosting, ou assim...
     

Partilhar esta Página