1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.
  2. A secção Microsoft/Windows encontra-se actualmente em processo de reestruturação.
    Remover anúncio

Instalar programas e RPMs em Linux

Discussão em 'Windows Desktop e Surface' iniciada por Metro, 6 de Fevereiro de 2004. (Respostas: 34; Visualizações: 1473)

  1. Metro

    Metro Benevolent Dictator For Life
    Staff Member

    Como principiante em Linux há coisas que me são muito difíceis de compreender. Neste momento a pior delas é perceber como posso instalar programas que descarrego da net.
    Já sei que idealmente os programas devem estar em rpm. Mas por vezes eles não estão.
    Tudo o que tenho lido começa logo por falar em compilar, actualizar livrarias, descompactar. Pois eu precisava de saber as coisas muito antes disso.
    Queria mesmo aprender o B A B A da coisa antes de vir prá qui perguntar como se instala cada programa que precise.
    Expliquem-me de forma simples ou arranjem-me um link em que eu fique a perceber como se faz. Tenho lido muita coisa mas no fim do primeiro parágrafo já não estou a perceber o que estou a ler:sad:

    Um exemplo. Quis instalar o Mozilla firebird e o thunderbird. Fui ao site do mozilla e fiz o download da versão Linux dos dois. Resultado insucesso.
    Peguei no DVD do SUSE e já estou com o Mozilla. Mas queria mesmo era saber como faço a partir da net.
    Pedia que me fizessem um desenho e me mandassem uns links que pudesse ver.
    Sei que não é facil para quem já usa Linux à muito tempo perceber como é que pode haver alguém tão principiante. Mas há.
    Qualquer ajuda é bem vinda.
    Continuo a querer mudar para o Linux e correr os programas que precise do windows com o Wine.
     
  2. _freelancer_

    _freelancer_ Power Member

    Bom eu vou tentar explicar de uma maneira simples porque no fim de contas não tem muito que saber:

    No Linux para que instales o programa A tens sempre (ou 90% das vezes) dependências que precisam de ser "satisfeitas" (isto é, o programa A precisa do B para conseguires instalar). O primeiro passo é tentares instalar o RPM e ver quais são as dependências para esse ficheiro para depois poderes fazer uma pesquisa no google à procura desse pacote (ou mesmo instalar esse pacote através do DVD do SuSE). Para (tentares) instalar o RPM vais a consola, diriges-te a pasta onde tens o RPM (e isto deves saber fazer...afinal de contas é parecido com DOS, apenas a apontar que o comando cd.. deve ser escrito cd .. com espaço) e fazes "rpm -ihv nomedoficheiro.rpm" (sem as aspas claro...e tem atenção que o Linux é case-sensitive ou seja ISTO é diferente de IsTo e de isto). Depois se ele conseguir instalar há-de te dar uma mensagem de instalação completa, senão diz te as dependências que faltam cumprir para que seja instalado e aì entra a parte do google. Copy paste da dependência, vais ao google e procuras um pacote com esse nome, sacas e instalas do mesmo modo. Isto por vezes causa que chegas a um ponto de pânico porque já estás a instalar dependências de dependências e pode tornar-se atrofiante...

    Para compilar programas (que não vêm em RPM, normalmente em .tar.gz ou .tar.bz2) tens primeiro que tudo que os descomprimir e para isso vais a pasta onde ta o tar.gz e fazes "tar -xvzf nomedoficheiro.tar.gz" (sem aspas again...) e depois terás uma pasta com o nome nomedoficheiro, entras nessa pasta e agora aqui depende; os passos mais usuais de se fazer para compilar são:
    configure ou ./configure
    make
    make install

    e pronto, o programa foi compilado. A seguir so te resta correr o ficheiro "executável" do programa e enjoy!

    Espero ter sido esclarecedor...:) Se não percebeste algo diz
     
  3. Metro

    Metro Benevolent Dictator For Life
    Staff Member

    Re: Re: Instalar programas e RPMs em Linux

    A parte do rpm percebi. Vamos lá ver se depois consigo fazer isso quando precisar.
    Em relação aos ficheiros em tar.gz onde é que escrevo - tar -xvzf nomedoficheiro.tar.gz - na consola? Clicando no ficheiro? Não percebi esta parte. Depois como é que meto o programa no sítio onde quero. Por exemplo se fosse no windows queria que se fosse o Mozilla ele fosse para a Iniciar - programas - browser - Mozilla.
    Instalando a partir do DVD ele foi parar a esse sitio. Mas sendo eu a fazer não percebo como se faz. Vou ler mais umas coisas no manual do SUSE a ver se começo a perceber isto melhor. Acho que já esteve mais longe.
    Obrigado.
     
  4. fap

    fap Power Member

    Re: Re: Re: Instalar programas e RPMs em Linux

    sim

    depois onde o quiseres por (nos menus) depende do teu ambiente gráfico (kde, gnome, fluxbox), lê a documentação do teu que deve estar lá bem explícito
     
  5. alph

    alph Power Member

    aki é k o Portage se eleva aos céus :D
     
  6. _freelancer_

    _freelancer_ Power Member

    tipo...podes explicar isso melhor? :eek: tou completamente a toa...
     
  7. Nemesis11

    Nemesis11 Power Member

    http://www.gentoo.org/main/en/about.xml

    Eu uso o apt-get no CC e tem dado muito jeito.
    Não sei se há alguma relação entre o portage e o apt-get.
     
  8. alph

    alph Power Member

    tb num xei... =/ o portage é um sistema de instalação/compilação/dependências de programas. ao usares o comando "emerge kde", por exemplo, o emerge vai buscar a info k tem da portage tree k nesse momento tens (convem ir actualizando) sobre o kde. aí vai isntalar todas as dependencias, sakando o código-fonte, extraindo-o, compilando-o, e faz o mesmo para o kde. assim é garantido um sistema ultra-optimizado para o teu pc, e as últimas versões dos programas (penso k n tenha CVS). tudo à comodidade de umas poucas teclas premidas :D
     
  9. Nemesis11

    Nemesis11 Power Member

    Ok, então há pelo menos uma diferença, o portage vai buscar a source, compila e intala.
    O apt-get vai buscar os rpm's e instala (tb checka as dependencias). Alem disso tb pode fazer upgrade ao sistema, etc etc.....
    Deve ser essa a grande diferença, mas não conheço o portage.
     
  10. Metro

    Metro Benevolent Dictator For Life
    Staff Member

    Já agora alguém me arranja o link directo para sacar o gentoo 1.4 de um mirror nacional. Se é que existe
    Assim logo já metia isto a sacar.

    Pode-se dizer que o Portage no gentoo é a mesma coisa que os rpms no RedHat ou SUSE?
     
  11. alph

    alph Power Member

    i eu num konheço o apt-get ^^ é isso mesmo... a diferença está em teres tudo optimizado para a tua mákina :)

    ______________________

    atenção não recomendo o gentoo a kem esteja MESMO a komeçar em linux... max podem sempre dar 1 vista d olhos. convém dar 1 vista d olhos na documentação d instalação e nos forúns k são MT úteis

    tens aki a lista d mirrors, tá lá o do IST:

    http://www.gentoo.org/main/en/mirrors.xml
     
  12. fap

    fap Power Member

    não...são cenas diferentes...imagina os rpm's como os .msi's do windows ou aqueles .exe's installers... o portage e o apt são sistemas de gestão de pacotes e dependências... imagina um windows update a 1 zilião de anos luz do actual.

    imagina que queres sacar o mozilla e não sabes onde está ou de que bibliotecas depende?

    apt-get install mozilla...pufff...fez-se o chocapic...o que ele saca e instala é transparente para ti...só sabes que saca apenas o necessário (ao contrário do portage :D :P) e que instala bem!

    ainda tens uma cena parecida na versão do fedora core que é o "yum"
     
    Última edição: 7 de Fevereiro de 2004
  13. _freelancer_

    _freelancer_ Power Member

    WOW! :eek: :eek:

    Isso funciona mesmo assim? Tenho de ir exprimentar esse Gentoo:-D
     
  14. |[-BooT-]|

    |[-BooT-]| Folding Member

    ftp://darkstar.ist.utl.pt se n estou em erro

    vantagens do gentoo:
    portage (all heil portage)
    leve para o disco
    optimizado pra caraças

    desvantagens (pelo menos a nivel pessoal):
    nunca o consegui instalar (lol)

    pelo menos durante a instalação deu pra me aperceber que o emerge é milagroso mas por falta de experiencia não consegui instalar o gentoo, mas um dia destes volto ao ataque (gentoo a bombar num Pentium a 100 :D)
     
  15. alph

    alph Power Member

    :-D eu tive um fds a instalá-lo, max após 20 tentativas la konsegui, agora corre lindamente :D
     
  16. kanguru

    kanguru [email protected] Member

    se seguires a documentaçao e instalaçao ate se instala bem (tens que ter alguns conhecimentos minimos de linux), mas leva é muito tempo a compilar e isso.

    Não concordo com a parte do leve para o disco, dps de instalares tudo e mais um gnomezinho e um openoffice uns mozillas evolution etc logo vez se é leve! :P Quando reparei tinha o /usr/portage/distfiles/ prai com 1 ou 2 Gb e o /var/tmp/portage/ tinha uns 2 e tal 3Gb :P
    isto tudo com "lixo"
    Mas claro tens a vantagem de escolher apenas o que queres instalar, e portanto podes economizar espaço não instalando coisas que nao usas.

    Quanto às optimizações, tenho-o supostament bastante optimizado mas não acho que isso seja uma coisa que se note muito muito (nota-se um pouco), com um slackware fica-se mt bem servido tambem! leve e estável :D

    Uma das coisas que gosto mais no gentoo é o forum, todos os problemas que ja tive encontrei como os resolver no forum, ou em ultimo caso pus la um post e acabei por or resolver. É um forum mt bem conseguido a meu ver :)
     
  17. fap

    fap Power Member

    boas,

    eu sou uma pessoa parcial em relação ao que vou falar pois sempre fui red hat zealot desde cedo

    mas nos últimos tempos zanguei-me com o red hat...overlapping de configurações, cenas que estão bem no *.conf mas que o red hat decidi reescrever, etc... e acima de tudo...não gosto do up2date (apt / emerge da red hat) e o apt-get portado para red hat não domina assim lá muito...

    gentoo (apesar de eu ter falado mal do portage :P ) tem a excelente cena que com um simples comando temos o sistema actualizado sem ser preciso sacar um cd, por o cd e escolher a opção de upgrade (apesar de o novo live cd da gentoo tar para sair...)

    enfim, não acho que seja assim tão complicado de instalar para quem já tenha mexido em linux (um utilizador com conhecimentos médios já instala fixe) e como já disseram, a documentação e o forum são excelentes... :)

    se fosse ontem dizia "red hat powah"...hoje, depois de me ter f**** o open office e perdido um doc. digo "gentoo ou debian powah! :D"
     
  18. kanguru

    kanguru [email protected] Member

    eu nao tenh mts conhecimentos de linux mas instalei akilo bem ah primeira, basta kerer e ter paciencia ke se konsegue ehe :)

    Quanto ao novo liveCD enfim é estilo uma actualizaçao do actual, que na realidade se fizermos emerge -u world ficamos com o mesmo que vem no novo cd :) isso é porreiro, aumenta a durabilidade de uma instalaçao :D

    btw ja usei rh, usei o 7.0 quando me iniciei no linux, mas deixei-o precisamente por essa razao, um gajo quer configurar aquilo à sua maneira e o RH mete akilo komo ele gosta... e esse conflito nao é la mt saudavel.
     
  19. Tafinho

    Tafinho Power Member

    Podes apagar esses ficheiros...
    Não são lixo... são os ficheiros que usaste e que podes ter interesse em guardar.
     
  20. xtr3me

    xtr3me Power Member

    boas

    um bocado offtopic do sentido inicial do tópico, mas seguindo a linha que este tem vindo a tomar, gostava de dizer que aqui se tem falado de 2 grandes distros, Gentoo e Debian.
    Qualquer uma delas, pode ser considerada o top3 das distros de linux, por causa da sua estabilidade, facilidade de updates (nomeadamente através dos, já aqui, muito falados emerge e apt-get).
    No entanto aínda ninguém referiu (para espanto meu) o Slackware .
    É para mim a outra disto do top3.
    É estável, bastante leve e tem também a possibilidade de simplificar a vida a quem quer instalar pacotes ou fazer updates, através do swaret ou slaptget (penso que seja assim que se escreve).
    Entre estas 3 (se calhar não as mais fáceis de instalar) se faz, para mim, o melhor do linux.

    Cumps para todos :001:

    PS. reparei depois que o kanguru já tinha referido o slack :D
     

Partilhar esta Página