1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Processador Intel Claims New Materials Can Trim Consumption of Microprocessors by 90%

Discussão em 'Novidades Hardware PC' iniciada por V3ctor, 6 de Abril de 2009. (Respostas: 18; Visualizações: 2170)

  1. V3ctor

    V3ctor Moderador
    Staff Member

    Intel Claims New Materials Can Trim Consumption of Microprocessors by 90%.

    Fonte: XBitLabs

    Espero que esta inovação seja viável e possa já aparecer no Sandybridge :D Estes i7 ainda são mt quentes pra meu gosto... :D Espero que a AMD consiga fazer R&D de um material semelhante a este da Intel (dava jeito)...
     
  2. Vandrare

    Vandrare Power Member



    Não me parece que esteja disponível assim tão cedo.
     
  3. JPgod

    JPgod Moderador
    Staff Member

    Pois, se vai demorar muito tempo, só na arquitectura a seguir ao sandy bridge que vai aparecer isso...

    Mas um cpu gastar 10% do que gasta hoje, não será uma evolução, mas sim uma REVOLUÇÃO. coolers de chipset em cima dos cpus, sistemas mais compactos, fontes mais pequenas, menos € a pagar à EDP e o ambiente agradece
     
  4. Spiderman

    Spiderman I folded Myself

    Dava jeito era uma inovação destas nas placas grafica, visto a dissipação/consumo delas estar a aumentar muito.

    So de pensar em poder ter dissipadores pequenos passivos no CPU, e não ter nenhum em chipset's é logo uma alegria.

    No entanto, ainda nem sabem se a produção em massa disto é viavel ou não, e mesmo podendo ser uma boa tecnologia para nos utilizadores, se não for viavel para eles, não ha nada para ninguem... :(
     
  5. FerCam™

    FerCam™ Banido

    Eles ate podiam reduzir o consumo a zero, uma vez que um processador não realiza trabalho (ao inverso p. ex. dum amp audio que tem de aumentar o sinal de entrada) o consumo que os processadores têm é sobretudo pela resistência interna e capacitancias parasitas entre condutores.
     
  6. Stylus

    Stylus Power Member

    Já aos anos que eles falaram de uma tecnologia revolocionaria para a refregeração de cpu, que geravam nanotornados para refrescar as dies, mas ainda não apareceu nada de nada... vamos lá ver se não é mais um flop. E é pena este principio ainda seria mais promissor, pois diminuiria o consumo e não apenas uma optimização da dissipação do calor.
     
  7. JoaoRamalho

    JoaoRamalho Power Member

    um processador não realiza trabalho??? wtf?
     
  8. Spiderman

    Spiderman I folded Myself

    Se um cpu não realiza trabalho, um amplificador tambem não realiza...

    O amplificador é alimentado por uma tensão, e chega a um ponto que não dá mais. Não é nenhum aparelho miraculoso... :P
     
  9. Manuel Oliveira

    Manuel Oliveira Power Member

    hmmm..... as potencialidades de overcloking ^^
     
  10. Ricmann

    Ricmann [email protected] Member

    Parece de facto uma REVOLUÇÃO. Pelo que talvez ainda demore bastante tempo a tornar-se utilizável pelo comum dos mortais.
     
  11. Nagashi

    Nagashi Power Member

    Vamos ver se é desta que se vêm CPU's a 10ghz :D
     
  12. sigul

    sigul Power Member

    Essa física está muito mal :rolleyes: Nem um processador nem um amplificador realizam trabalho. E não é preciso realizar trabalho para se libertar calor :rolleyes: Só compro um computador novo quando saírem destes processadores :joker: O meu de 3 anos vai ter que durar mais uns tempinhos :joker:
     
  13. jhonypt

    jhonypt Colaborador
    Staff Member

    bem eu que tava a pensar actulizar o pc vou ficar quieto e vou esperar ate porque o meu nao ta assim tao antigo. xD
     
  14. Corpsegrinder

    Corpsegrinder Banido

    R&D a mostrar resultados uma vez mais :D

    :'( mas ....

     
  15. FerCam™

    FerCam™ Banido

    Na termodinâmica tlvz...

    Não percebeste o que queria dizer por exemplo os amplificadores classe D têm rendimentos à volta dos 90-95% ou seja praticamente não dissipam calor (dependendo da potencia) mas ainda assim continuam a precisar de grandes tensões e/ou correntes porque têm uma carga à saída, o altifalante de 2/4/6/8/etc ohm (e este sim realiza trabalho). Um processador não tem carga à saída, ou melhor tem mas de alta impedância logo baixa potencia (R=U/I P=UxI <=> P=RxI²).

    Mas ainda assim tirando as perdas por resistência interna e capacitancias parasitas, os transístores tb consomem energia na mudança de estado.
     
  16. Bodygard

    Bodygard Folding Member

    Isso dava mesmo jeito para baixar o consumo dos PC's domésticos que já começa a roçar o ridículo...
    As fontes já a tocarem 1KW e a passar...lol
     
  17. Nagashi

    Nagashi Power Member

    Se bem que não sao usadas nem metade excepto brutalidades como SLI GTX 295 ou CF HD4870X2
     
  18. dio_123

    dio_123 Power Member

    microprocessador de class A..lol

    A amd começa a ter a preocupação dos aumentos dos consumos dos processadores, e já estuda na redução dos mesmos, parece vamos ter grandes novidades nos processadores futuros
     
  19. JPgod

    JPgod Moderador
    Staff Member

    Só ficas com um PC com fontes nucleares se quiseres.

    Para ultrapassar a marca dos 500w REAIS, é preciso juntar 2 ou mais gráficas de topo, cpus quad-core com muito overclock em cima...

    Um core I7 em defaut + HD 2900 XT overclockada (que são conhecidas por serem torradeiras) em full 3dmark vantage, teve um pico de 350w reais.
    Não falta é material no mercado, para montar bons desktops com consumos máximos de 200w e se jogos não for o uso, então a barreira dos 100w em load é fácil.

    Isso dos PC's extreme high-end é como os supercarros desportivos. Se deres no pedal, podes crer que o consumo vai ser mesmo "gritante".
     
    Última edição: 11 de Abril de 2009

Partilhar esta Página