1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.
  2. COVID-19 Mantenham-se seguros: Pratiquem distanciamento físico de 2 metros. Lavem as mãos. Usem máscara.
    Informação sobre COVID-19. Ajuda a combater o COVID-19 com o [email protected] e com o [email protected].
    Remover anúncio

Processador Intel CPU 2018-2021 Roadmap Leaks Out

Discussão em 'Hardware - Novidades e Notícias' iniciada por muddymind, 24 de Abril de 2019. (Respostas: 330; Visualizações: 30667)

  1. Rafx

    Rafx Power Member

    Acho que este é o início da 'IBMzização' da Intel.
    Não é dizer que a empresa vai morrer, mas que vai mudar bastante o paradigma do que tem sido historicamente.

    - venderam a divisão de nand/memória

    - já gastaram milhares de milhões a comprar ações da própria Intel/buyback e anunciaram que iam gastar mais 10 mil milhões na compra de ações próprias, que é valor superior aos 9mil milhões da venda da divisão de nand/memória

    - a dívida da Intel aumentou, numa altura que faz recompra de ações próprias

    - os 10 nm dizem que estão bons e até ao final do ano vão produzir mais que o esperado, mas até ver nada. E podem produzir 50% mais do que o esperado em 2020, mas se só esperavam 1 só vão produzir 1,5.

    - num slide admitiram que os 7 nm talvez só no final de 2023.. ou depois. Quem sabe, um dia talvez, lá para 2024 ou 2025..
    Que eventualmente depois podem recorrer à produção externa da TSMC.


    Basicamente o que a gestão da Intel faz é tentar mascarar os problemas em vez de os solucionar.
    Está a atirar dinheiro para os acionistas à bruta para manter o valor das ações, mas não está a ser capaz de resolver os problemas da empresa a nível de produção, e nem de criar um roadmap concreto e fidedigno de novos produtos essenciais para a empresa.

    Se a AMD continua a crescer e se aproximar-se/passar dos 40% de quota de mercado do x86 o modelo de negócio da Intel actual deixa de ser sustentável.
     
  2. Nemesis11

    Nemesis11 Power Member

    O Roadmap para o mercado Servidores:
    [​IMG]

    https://videocardz.com/newz/intel-xeon-ice-lake-sapphire-rapids-2021-2022-roadmap-leaks

    O Ice Lake para servidores, que devia estar no mercado este ano, só aparece em Q2. Isso confirma ou ainda é pior do que a Intel disse nos resultados financeiros deste trimestre. Em Volume, o Ice Lake para Servidores, só em Q1 de 2021. E Q1 pode querer dizer, ultimo dia de Março.....

    Isto é uma maravilha para a AMD. Não deve faltar muito para lançarem os Epyc "Milan".
    Isto é, a velharia que são os "Cascade Lake", a 14 nm, sem Pci-Ex Gen4, só com 6 canais de memória e que só vai até 28 cores, vai "competir" com a segunda geração de processadores a 7nm da AMD, para servidores.
    Até a geração seguinte a 14 nm, da Intel (Cooper Lake), foi cancelada em servidores com 2 ou menos sockets. A Intel consegue competir no segmento de 4 ou mais sockets, porque a AMD não está presente nesse mercado.
    A Intel tem muito sorte deste mercado se mover lentamente, porque se não fosse assim, tinham levado um enorme rombo.

    Voltando ao Ice Lake, se repararem no Roadmap, parece que só vai durar durante 2 Quartos (6 meses), porque passado 6 meses, aparece o Sapphire Rapids, que se não estou em erro, usará um novo socket.
    Isto é, os clientes da Intel vão andar apostar numa plataforma com um ciclo de vida extremamente curto para este mercado.

    Acho que a única coisa positiva que vejo neste roadmap, é a nível de software, irem transitar o seu software de gestão para o OpenBMC.

    De resto, até ao final de 2021, a Intel vai sofrer neste mercado. Depois disso, dependerá do que valer o Sapphire Rapids.
     
  3. Dark Kaeser

    Dark Kaeser Colaborador
    Staff Member

    :freak3:

    Cada vez se percebe menos. Acho que teria sido mais sensato terem admitido que os 10nm eram uma b**** e terem cancelado, andam a varrer isto de um lado para o outro e tentar meter debaixo do tapete.
     
  4. igorcoelho

    igorcoelho Power Member

    :offtopic: Temos que rir um pouco,,, esta ultima reunião da intel levou a este corte na acções.... :joker: (video já é usado para muito gozo mas gostei desta vez também)

     
  5. Ansatsu

    Ansatsu Power Member

    Prevejo que nos próximos Ryzen 6xxx a AMD vai voltar a subir os preços mais 50$ como o fez agora e vamos lá ver onde isto vai parar.

    Os Cpu's budget vão passar a ser uma coisa do passado.
     
  6. sithdarklord

    sithdarklord Power Member

    Mas antes disso podemos ter a Intel a também subir mais 50 nos Rocket Lake, se recuperarem a coroa do gaming. Como houve malta que defendeu o aumento dos Ryzen, certamente também vão defender os mais 50 nos Rocket, certo? :whistle:
     
  7. muddymind

    muddymind 1st Folding then Sex

    Depende, se a intel fizer como fez com os pentium D podem ser eles a solução barata (apesar de não achar que seja provável pois não acredito que os 10nm já consigam ter bons yields).

    Honestamente estou a desejar que a intel finalmente se endireite no processo de fabrico pois preocupa-me a posição demasiado dominante da TSMC.
     
  8. Ansatsu

    Ansatsu Power Member

    Conhecendo a Intel como se conhece, não vão ser eles a ter os Cpu's budget.

    Passamos estes ultimos 3 anos pela melhor fase nos Cpu's. A Amd um pouco atrás da Intel, era obrigada a ser competitiva, e vimos um Ryzen 2600 abaixos dos 200€. Um 3600 muito competitivo igualmente.

    Agora que a Amd passou a Intel, subiu logo os preços como seria de esperar e na minha opinião ainda vão subir mais.

    Agora nem na Amd, nem na Intel, vamos ver Cpu's de media gama com bons preços, ou Cpu's de alta gama sem os preços estratosféricos.

    Isso ainda é outro problema. Se a Intel não conseguir endireitar no processo de fabrico e for obrigada daqui a 2 ou 3 anos a usar a TSMC, então ai é que estamos todos fddos.
    A procura seria muito, mas muito maior que a oferta e então é que os preços subiam lá para cima.
     
  9. Folken

    Folken Power Member

    Qualquer firma que tenha vantagem vai subir um pouco os preços como é obvio, lei do mercado de ter o melhor.
    Apesar do 5950x para 3950x ter sido pouco.
    A amd já teve bem longe da intel e agora já está em cima , intel vai demorar bom tempo mas acredito que venham a surpreender.
    Bom é ter as duas competitivas sempre .
    Nivel de processos espero que intel consiga resolver de vez os problemas.
    Em gaming tudo indica que consigam ter a coroa de novo nem que seja ligeiramente.

    Cumps
     
  10. Nemesis11

    Nemesis11 Power Member

    Uma coisa é a Intel não gostar de margens baixas, outra coisa é não ter alternativa.
    É claro que a Intel pode contar sempre que irão existir clientes que só compram Intel e que as OEMs continuarão a ter produtos Intel, até porque Performance não é único parâmetro para se comprar uma plataforma. No entanto, historicamente, já teve produtos que não eram lideres de mercado a nível de performance ou teve que cortar nas margens, para continuar a ser competitiva.

    Ainda agora, nos Portáteis 15 W, a Intel em pouco tempo passou de ter topos de gama com 2 cores, para passar a ter com 6. Em Desktops, passou rapidamente de 4 para 10 Cores. Isto quando durante anos a fio, não passava dos 2 em 15 W e 4 em Desktop. Outro exemplo é no mercado HEDT e Servidor, há pouco tempo e de um dia para o outro, cortar os preços em 50% ou mais.
     
  11. Dark Kaeser

    Dark Kaeser Colaborador
    Staff Member

    O Celeron manda cumprimentos :berlusca:

    A AMD nos servidores tem mantido os preços baixos dos EPYC, face aos Intel, e a AMD tendo chiplets ao contrário da Intel consegue ainda assim uma boa margem. E aí tem feito mossa, apesar de para já não ter ainda a quota desejada.
    A Intel mesmo assim cresceu 15% no segmento da Cloud.