1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Processador Intel Plans to Integrate Graphics onto New Atom CPU

Discussão em 'Novidades Hardware PC' iniciada por Gray-Fox, 20 de Janeiro de 2009. (Respostas: 24; Visualizações: 2375)

  1. Gray-Fox

    Gray-Fox Power Member

    Fonte: http://forums.techpowerup.com/showthread.php?t=82453
     
    Última edição: 20 de Janeiro de 2009
  2. Jonybat

    Jonybat Folding Member

    Se esses valores forem reais, a Intel está no bom caminho...O problema é que a Nvidia vai à frente :rolleyes:
     
  3. Nemesis11

    Nemesis11 Power Member

    Ao colocar a northbridge no mesmo package do cpu (ainda não percebi se na mesma die), mata a nVidia e todos os que queiram fazer um chipset para o Atom.
    A não ser que queiram fazer southbridges, mas acho que isso não interessa a ninguém.

    Acho que o ION acaba de morrer.

    Quanto ao produto em si, é muito interessante, mas estava à espera que o Pineview fosse já a 32nm.
     
  4. SpeedDragon

    SpeedDragon Power Member

    Tudo depende da performance, se for a normal, não irá matar coisa nenhuma.
     
  5. Jonybat

    Jonybat Folding Member

    Faz sentido...não tinha pensado nisso.

    Uma jogada que parece inocente e afinal acaba por eliminar a concorrência à partida. Eu não me importo, desde que eles reduzam os consumos mesmo e façam IGP's decentes...o problema é que quando chega ao ponto em que não há concorrência, o desenvolvimento abranda muito.

    Speed, com performance ou sem performance, a Intel deverá acabar com os antecessores baseados em GTL (220, 320 e N270), e passar a produzir apenas com IGP.

    Assim aqueles rumores todos das guerrinhas entre a Intel e os Atom fazem sentido :rolleyes:
     
  6. blastarr

    blastarr Power Member

    Gostava de saber o que é que levou a Apple a mudar para a Nvidia: se foi o facto de ser um chip unificado ou... se o IGP da Nvidia é muito mais rápido e muito mais compatível... :P
    Aquilo que distingue o IGP da Nvidia sempre foi a velocidade e features, nunca o facto de ter ou não um IGP.
    Caso contrário, porque é que a própria Intel tem vindo a desenvolver os seus IGP's ? Podia ficar com o GMA 950, que já vai em 5 anos de idade...

    O GN40 mais não é do que o actual IGP Intel X4500, mas "on-package" junto da CPU x86, apenas isso.
    Não haverá milagres por ter o IGP lá ao lado, até porque o bus para a Southbridge continua a ser o DMI, e portanto o IGP Geforce 9400M continua a ser perfeitamente compatível com as novas CPU's...
     
    Última edição: 20 de Janeiro de 2009
  7. Jonybat

    Jonybat Folding Member

    Mas ninguém pôs isso em questão. É óbvio que o IGP da Nvidia é de longe melhor que o da Intel.

    A questão era se a Intel não arranjava um truque para impedir a utilização de chipset, visto que já não é necessário nenhum externo, mas como já respondeste a isso não me vou prolongar.

    Se não for isso acaba por ser devido ao preço e consumo acrescido ao novo Atom, que leve a que deixe de ser uma opção viável para sistemas pequenos/de baixo consumo e deitando assim os planos por terra...
     
  8. Nemesis11

    Nemesis11 Power Member

    Quero lá saber se o IGP da nVidia continua a ser compativel ou não :).
    A partir do momento em que a Intel "oferecer" a northbridge no cpu que se distingue pelo preço, ninguém vai comprar o IGP da nVidia.
    Ok, admito que a apple pode ir por esse caminho e talvez a Asus em modelos "não Eee".
    Mas no resto do mercado x86, num segmento (netbooks) em que a competição é enorme, não vejo mais ninguém a meter mais um chip que não é necessário.
     
  9. blastarr

    blastarr Power Member

    Mas a Intel já "oferece" (através de pacotes de bundling) o IGP nos seus chipsets e mesmo assim continua-se a procurar alternativas melhores.
    E que melhor maneira de se distinguir da concorrência feroz do que meter lá um chipset melhor ? A Asus até foi ao ponto de espetar lá com uma gráfica dedicada low-end e criar o N10... :P
    Usar o mesmo de 99% dos fabricantes é que não vai fazer nada para melhorar a concorrência e performance gráfica da plataforma...
     
    Última edição: 21 de Janeiro de 2009
  10. Crusher

    Crusher Power Member

    Lembrando que grande parte das VGAs integradas sao Intel, acho que por causa das caracteristicas ja faladas sobre o Pineview, o mesmo sera uma tentacao para muitas empresas e nao me admira nada que a Intel acabe por dominar ainda mais. So mesmo a AMD com o Fusion (nem sei como este anda) e' que podia oferecer algo semelhante.
     
    Última edição: 21 de Janeiro de 2009
  11. JPgod

    JPgod Moderador
    Staff Member

    Como que ligas um MCP7A nestes atom 2? É que os atons actuais usam FSB e este DMI entre "cpu" e southbridge. E vais meter 2 "IGP"? como que poderá funcionar? A não ser que a nvidia desenvolva uma southbridge com GPU e memória dedicada, como se fosse uma placa gráfica externa, mas soldada na board. Mas o DMI não tem a performance do FSB/QPI. É como ligar uma grafica por PCI-e 2x e ainda bus partilhado com som, rede, armazenamento...

    Mas anyway, é acho que isso tem mais interesse em "matar" a concorrência do que reduzir custos/TDP. 2 em 1...

    Mais valia a intel por o controlador de memória no CPU e integrar o "resto" numa só die, solução encontrada na plataforma AMD com chipsets nvidia com IGP.

    E o mesmo vai se passar com os nehalem mainstream. IGP integrado NO CPU. Logo ADEUS soluções como as boards lga 775 com o excelente MCP7A.

    Só se tiver 1 grafica pseudo-dedicada espetada na board por PCI-e
     
    Última edição: 21 de Janeiro de 2009
  12. Nemesis11

    Nemesis11 Power Member

    Acho que é evidente quais as vantagens em ter a northbridge no Cpu em vez de vender dois chips no mesmo bundle.
    Por muito barato que saia o bundle, ter que comprar só um chip em vez de dois (Pineview+***** da nVidia), é poupar nos custos, no tamanho da board e provavelmente no consumo.

    Se bem me lembro, tecnicamente, no Athon64 era possível desligar o controlador de memória no Cpu e colocar na northbridge, mas nenhuma empresa foi por esse caminho.
    Sei que não é a melhor comparação, mas na minha opinião a Intel mata qualquer empresa que queira fazer um chipset para o Atom no mercado netbook.
    Continuando nesta opinião muito pessoal, ou a nVidia muda de pastos (Amd ou Via) ou lança um cpu x86, porque não vejo o Tegra como solução, por muito bom que seja ou venha a ser em futuros modelos.
     
  13. JPgod

    JPgod Moderador
    Staff Member

    Não é só no mercado netbook. Não te esqueças que nos i5 ou lá como chama, a Intel também vai integrar as principais funções do northbridge no CPU, IGP incluindo (o chipset será um ICH com funções de display manager e 1 ou outra adicional, ligado por DMI aka PCI-e 4x).

    Soluções IGP com nehalen só terás intel... E nenhuma empresa vai ganhar € fabricando southbridges...

    A nvidia com x86 só se comprar a VIA para ter as patentes.
     
  14. Nemesis11

    Nemesis11 Power Member

    Bem lembrado, mas acho que é só nos dual core. Mas não deixa de ser significativo.

    Não sei se a nVidia precisa de patentes (e/ou licensa) para fazer um x86.

    http://www.nvidia.com/page/uli_m6117c.html
     
  15. blastarr

    blastarr Power Member

    A Nvidia já faz CPU's x86, apenas não são aquelas que tu pensas... :P


    BTW,
    DMI 2.0 = PCI-Express 2.0 x4 (equivalente a PCI-Express 1.1 x8)


    A Nvidia disse que não ía fazer chipsets para o Core i7, mas vai fazer chipsets para o Core i5, e concorrer directamente com as versões mainstream com IGP embutido, usando o chip sucessor do MCP79.
    O bus DMI é mais do que suficiente para a Nvidia, até porque o próprio MCP79 é já um "switch" PCI-Express 2.0 autónomo, com 20 lanes (16 para o IGP, 4 para periféricos e/ou controladores onboard), e o controlador de memória integrado na CPU faz diminuir o tráfego entre esta e o chipset.

    É de esperar que o seu sucessor tenha muito mais lanes, isto se quer substituir os actuais 750i/760i SLI, 780i SLI e 790i SLI, além de possuir mais scalar processors e novas features de I/O, como é apanágio da Nvidia.
     
    Última edição: 21 de Janeiro de 2009
  16. JPgod

    JPgod Moderador
    Staff Member

    Será que com este "cpu" a nvidia poderia entrar no mercado x86?

    Sobre os chipsets do i7, acho melhor usar o outro tópico que criei para isso.
     
  17. Nemesis11

    Nemesis11 Power Member

    Esse não é o mesmo link que coloquei?


    Se bem percebo o Core i5 será o Lynnfield (4 cores) e o core que tem a northbridge integrada no cpu tem o nome de código Havendale (2 cores).
    O socket e o nome até pode ser o mesmo entre os dois, não tenho a certeza, mas até que ponto fará sentido colocar um *****, num cpu que já tem northbridge?
    Do ponto de vista do comprador, se calhar faz mais sentido comprar um gráfica à parte se quizer melhor performance gráfica.
     
  18. blastarr

    blastarr Power Member

    Pensa assim:
    A Northbridge dos K8 e K10 não está no processador ?
    E o resto do chipset, serve para quê ?

    Com as CPU's da Intel, a lógica é idêntica.
     
  19. Nemesis11

    Nemesis11 Power Member

    Não. Só está o controlador de memória.

    Não é a mesma, porque só precisas de um chip externo para IO, o que para muitas marcas/clientes é o necessário.
     
  20. blastarr

    blastarr Power Member

    Não, o controlador de memória é a Northbridge (ou, como a Intel lhe chama oficialmente, o "uncore", que também inclui a cache L3, já que está directamente dependente deste, em clocks, voltagem e latência).
    Aquilo que tu chamas de "Northbridge" no chipset Intel X58, por exemplo, mais não é do que um "switch" PCI-Express, mas sem funções dedicadas de I/O.
    Ídem para o AMD 780G/790GX, se bem que esse inclui um IGP.
    A versão da Nvidia para AMD (MCP78) é mesmo o switch PCIe, o IGP DX10, e as funções de I/O num só chip.


    Newsflash, o MCP79 já é um só chip externo para I/O.
    Para funcionar com o Core i5, basta desactivar-lhe o controlador de memória DDR2/DDR3, tal como o MCP78 para AMD já faz.

    A ASrock até fez ao contrário, desactivou o IGP do chipset MCP79 e criou uma motherboard low-cost com suporte para SLI em LGA 775.
    Tudo a partir do mesmo design modular MCP79, que aqui é então apenas um switch PCI-Express 2.0 e controlador de memória + I/O.
     
    Última edição: 21 de Janeiro de 2009

Partilhar esta Página