1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.
  2. COVID-19 Mantenham-se seguros: Pratiquem distanciamento físico de 2 metros. Lavem as mãos. Usem máscara.
    Informação sobre COVID-19. Ajuda a combater o COVID-19 com o [email protected] e com o [email protected].
    Remover anúncio

Intel to Develop Discrete GPUs

Discussão em 'Hardware - Novidades e Notícias' iniciada por Nemesis11, 8 de Novembro de 2017. (Respostas: 265; Visualizações: 33153)

  1. Nemesis11

    Nemesis11 Power Member

    Eles já fizeram várias reviews de Portáteis "reais" com o i7 1165G7 e nos benchmarks colocam os resultados do Portátil de referencia da Intel, que a Intel enviou para as primeiras reviews e a média dos resultados de todos os Portáteis com i7 1165G7 que eles já fizeram review.

    Exemplo do The Witcher 3 a 1366x768:
    [​IMG]

    A diferença entre o Portátil de referencia da Intel e a média de Portáteis "reais" com aquele CPU é de 37%, neste teste.

    Fico lixado a Intel não ter dados e valores deste Processador com o TDP a 15W e assim, mostrar uma imagem muito mais realista de quando será usado em Portáteis "Reais". A Intel andou a mostrar um cenário, que raramente será real.

    Seja como for, este GPU Xe continua a ser interessante. Se a Intel tivesse menos problemas com os 10 nm, provavelmente o GPU conseguiria melhores clocks.
    Acho que teremos uma visão mais definitiva deste GPU Xe, quando for lançado numa gráfica dedicada.
     
  2. Dark Kaeser

    Dark Kaeser Colaborador
    Staff Member

    Entretantos parece que o DoE (Departamento de Energia EUA) confirmou o atraso no Aurora - Intel CPU (Sapphire Rapids?) + Intel GPU (Ponte Vecchio)

    https://www.hpcwire.com/2020/10/01/auroras-troubles-move-frontier-into-pole-exascale-position/

    Isto tornaria o Frontier (AMD Epyc custom + AMD Instinct Gpu) o primeiro sistema Exascale.
     
  3. JPgod

    JPgod Moderador
    Staff Member

    Bom, agora e esperar por reviews e comparar isso com os MX da vida
     
  4. Dark Kaeser

    Dark Kaeser Colaborador
    Staff Member

    O 1º de muitos. Imagino que na CES se devam multiplicar, e devermos ver cada vez menos Nvidias em dedicadas de laptops.
     
  5. muddymind

    muddymind 1st Folding then Sex

    Talvez no mercado empresarial. No mercado de consumidor? O sticker da nvidia lá colado vende muito.
     
  6. Dark Kaeser

    Dark Kaeser Colaborador
    Staff Member

    Num nicho que usa isso para gaming. Para boa parte das pessoas que compram laptops, vão comprar o que o vendedor de uma qualquer superfície comercial lhes "recomendar".
    Agora acrescenta a isso um "special deal offer" por parte da Intel aos OEM ;)
     
  7. JPgod

    JPgod Moderador
    Staff Member

    A questão é que o Tiger Lake tem 96 EUs e esta DG1 também, a diferença de clock é pequena 1.33 para 1.5 Ghz, ou seja, o ganho pode ser pequeno.

    Claro que tem 2 vantagens, que é memória dedicada e não partilhar o TDP com o resto do chip.

    Mas neste cenário, a Intel devia ter criado o tiger lake com um GPU minimo, tipo 24 ou 32 EU, para o basico em modo bateria/power saver. Assim e puro desperdicio de espaço na die, eu via o Tiger Lake de 96 EUs como algo integrated only.

    e não sei se este "SLI" vai funcionar, imho. Se calhar faz mais sentido por um bus GDDR6 de 64 bits no tiger lake para alimentar o iGPU e um TDP global de 45W

    O que faz sentido era nisso de laptops existir 3 dies:
    4C + Big GPU - Para laptops leves sem grafica dedicada
    4C + Small GPU - para laptop leves/intermediarios com grafica dedicadas e para low cost laptops.
    8C + Small GPU - para todo o resto, com grafica dedicada
     
    Última edição: 19 de Outubro de 2020
  8. Dark Kaeser

    Dark Kaeser Colaborador
    Staff Member

  9. JPgod

    JPgod Moderador
    Staff Member

    Pois, a Intel não tem o cenario "4C + Small GPU" e ai tem este caso do portatil ASUS com um dGPU com o mesmo hardware da integrada.

    A AMD que parece que quer apostar neste cenario, o Cezzane deve ser o "8C + Small GPU" e o Van Gogh deve ser "4C + Big GPU". Só falta mesmo o low cost/low power "4C + small GPU" que seria o sucessor daquele "Dali"
     
  10. Dark Kaeser

    Dark Kaeser Colaborador
    Staff Member

    Confesso que neste momento não me consigo orientar pela linha da Intel sem cábulas.
     
  11. Dark Kaeser

    Dark Kaeser Colaborador
    Staff Member

    Intel Sends Linux Kernel Patches For VRR / Adaptive-Sync Enablement
    https://www.phoronix.com/scan.php?page=news_item&px=Intel-VRR-Adaptive-Sync-2020
     
  12. Nemesis11

    Nemesis11 Power Member

    Specs da versão dedicada para portáteis:
    [​IMG]

    Benchmarks:
    [​IMG]

    [​IMG]

    Dynamic Power Share:
    [​IMG]

    Encoding:
    [​IMG]

    [​IMG]

    https://www.anandtech.com/print/162...-intel-launches-xe-max-for-entrylevel-laptops

    Por ultimo, esta DG1 estará disponivel em placas dedicadas, para o ano..............mas só para OEMs.

    https://www.anandtech.com/show/1621...g-to-discrete-desktop-cards-next-year-oemonly
     
  13. JPgod

    JPgod Moderador
    Staff Member

    Nota que apesar da DG1 de usar LPDDR4X, não usa tiger lake "salvaged" (ou seja, com a parte de CPU desativada), mas dies GPU only.
     
  14. Dark Kaeser

    Dark Kaeser Colaborador
    Staff Member

    A meu ver melhor feature é o Deep Link,

    https://www.techpowerup.com/274061/...-creator-markets-with-iris-xe-max-mobile-gpus

    O TDP também não deixa de ser interessante, a não ser que seja IntelDP.
     
  15. Nemesis11

    Nemesis11 Power Member

    O que eu questiono naquele anuncio é se a Intel não estará a lançar este GPU low-end (die pequena e TDP "baixo"), só para portáteis e desktops para o próximo ano, mas só para OEMs, porque são feitas a 10 nm da Intel e as quantidades, yelds, clocks e TDPs são fracos. Pelo menos até sair o Xeon Ice Lake.
    Se não estou em erro, a 10 nm Intel, até agora, só saíram chips pequenos, para TDPs baixos (28 W acho que é o máximo até agora), clocks provavelmente maus (comparado se fossem feitos noutros processos) e quantidades baixas.
    Conclusão, questiono se este GPU a 10 nm, não continua a mostrar os enormes problemas que a Intel tem com os 10 nm.

    Outra questão lateral é se valerá a pena colocar este GPU dedicado em computadores com versões do Tiger Lake com 96 EUs. Sem ser aquele "Deep Link", parece-me que o chip serve mais para adicionar 25 W de TDP ao Portátil do que melhorar muito a performance que o iGPU já tem.
     
  16. Dark Kaeser

    Dark Kaeser Colaborador
    Staff Member

    Mas eles também incluem a gestão "energética total" como no caso das AMD (APU+dGPU), ou seja a performance será apenas só e quando necessária e havendo "thermal room" vai sendo balançada entreo iGPU e dGPU.

    Mas tendo em conta a questão que referes quer dos 10nm (~75mm2) quer da questão dos 25W só mesmo em testes, não vá o sistema puxar mais de 80W quando em carga.

    E em relação a isso é ficar atento aos rumores da DG2, que é suposto ser a dGPU para Desktop, mas que há realmente dúvidas sobre onde será produzida.
    https://videocardz.com/newz/intel-o...is-now-shipping-to-oems-and-dg2-has-taped-out

    Há depois a curiosidade de o Raja Koduri ter estado presente na SAFE (Samsung Adavanced Foundry Ecosystem), no passado dia 28.
    Coincidências? :rolleyes:

    Entretantos já há alegados benches com um Acer Swift 3X com Xe MAX

    [​IMG]
    [​IMG]
    [​IMG]
    https://videocardz.com/newz/intel-iris-xe-max-tested-in-3dmark-time-spy-and-fire-strike
     
  17. Nemesis11

    Nemesis11 Power Member

    Num dos portáteis com o i7-1165G7 + Intel Max, dará para desligar o dGPU e só usar o iGPU, para comparação?

    São 2 sistemas diferentes, mas a diferença entre esse Acer com a Xe MAX dGPU para o Asus UX425E com a Xe iGPU, é minima. No 3DMark a Xe MAX até perde e nos outros a diferença é 3 a 4 FPS. Era o que dizia, em portáteis com o i7-1165G7, vale sequer a pena os fabricantes estarem a adicionar a Xe MAX dGPU? Vai encarecer o portátil, adiciona TDP e as diferenças são minimas, com excepção talvez em situações de Encoding com aquele "Deep Link".