1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Intel to Develop Discrete GPUs

Discussão em 'Novidades Hardware PC' iniciada por Nemesis11, 8 de Novembro de 2017. (Respostas: 64; Visualizações: 6226)

  1. reiszink

    reiszink Power Member

    Quase certo que será para outras finalidades, mas era bom que também entrassem no mercado gaming mais tarde.

    O fosso entre Nvidia e AMD é cada vez maior, era necessário mais um player de peso, com dinheiro!
     
    Última edição: 13 de Junho de 2018
  2. Nemesis11

    Nemesis11 Power Member

    O alvo é Computação, Datacenter, etc etc, mas também é Gaming.

    https://www.marketwatch.com/story/i...h-amd-and-nvidia-on-graphics-chips-2018-06-12
     
  3. JanosLee

    JanosLee Power Member

    já não era sem tempo ... eu acho que já perguntei mas não obtive resposta.
    existe algum tipo de licença obrigatória ?
     
  4. Luka_

    Luka_ Power Member

    Licença obrigatória? Como assim? Tipo as licenças x86?
     
  5. Dark Kaeser

    Dark Kaeser Power Member

    Licenças não, deduzo que ele se queira referir é a licenciamento de IP por causa das patentes, dado que a Nvidia e AMD (via ATI) são empresas já com alguns anos no mercado e como tal existe a probablidade que um GPU acabe por infringir algumas delas.

    Por isso o habitual é as empresas licenciarem ou usarem o chamado "cross licence" para evitar isso.
     
  6. Luka_

    Luka_ Power Member

    Duvido que precisem de mais licenciamento que o que já possuem para as gráficas integradas, mas isso digo eu que sou leio na matéria...
     
  7. JanosLee

    JanosLee Power Member

    desculpem se a pergunta era demasiado genérica, mas era isso mesmo, imaginemos que eu quero fazer uma placa gráfica.
    sendo que todas as placas tem CU's e outros termos.
    nao há necessidade de pagar licença ?
     
  8. Dark Kaeser

    Dark Kaeser Power Member

    @Luka_ sabe-se que a Intel estava a pagar à nVidia à volta de 1.5B$ um valor que tinha sido acordado após os processos em tribunal após a Intel ter decidido que as suas motherboards deixariam de ter "chipsets" de 3º, e que na prática dizia que a nVidia se comprometiam a não interpor mais processos, acordo esse que já terá chegado ao fim há um ano atrás.

    Houve depois de rumores da Intel e AMD que se suponha ser um acordo de licenciamento, mas que soube-se depois afinal incluia o fornecimento de GPU da AMD à Intel, logo aqui estará à partida implicitamente incluído um licenciamento, embora oficialmente não tenha sido anunciado nada.

    Curiosamente a AMD há um ano atrás colocou um processo a várias empresas relacionado precisamente com a infração de patentes de GPU, a nVidia já tinha colocado processoa também quer à Qualcomm quer a Samsung pela mesma razão.
     
  9. Luka_

    Luka_ Power Member

    Ou seja, se o desenvolvimento de um GPU for feito de raiz seja por que empresa for, a Nvidia e a AMD apenas podem processar baseado em suposições de violação de IP, ou seja, ar.
     
  10. Nemesis11

    Nemesis11 Power Member

    [​IMG]

    Ele foi o pai do "Larrabee". :)
     
  11. Lima08

    Lima08 Power Member

    e porque não a intel lançar algo tipo acelerador gráfico ? não era má ideia
    acho que seria uma boa aposta
     
  12. Nemesis11

    Nemesis11 Power Member

    Última edição: 15 de Agosto de 2018
  13. Dark Kaeser

    Dark Kaeser Power Member

    Sound? Espero que se isto correr mal ao invés de um KL não esperem reposicionar isto como um processador de som.... :whistle:
     
  14. Nemesis11

    Nemesis11 Power Member

    Segundo os Leaks, "Arctic Sound", é o nome de código do primeiro dGPU da Intel (Desta era. Esquecendo o i740.). Eu não ligaria muito ao nome de código. :)

    Nesta altura, o que anda aí a nível de nomes de código de dGPUs da Intel:
    - Primeira Geração: Arctic Sound
    - Segunda Geração: Jupiter Sound

    A nível de nomes de código de CPUs com as próximas gerações de gráficas integradas:
    - IceLake - Gen11
    - TigerLake - Gen12
    - Alder Lake - Gen13

    Fala-se que a Gen12 de GPUs integrados será baseado no Arctic Sound e que a Gen13, no Jupiter Sound.

    Mas tudo isto é especulação. Nada disto é confirmado pela Intel. Coloquem muito sal.
    "Confirmado" pela Intel é um dGPU para 2020, mas coloco dentro de aspas, porque mesmo isso pode sofrer alterações até lá. :)
     
    Última edição: 15 de Agosto de 2018
  15. Dark Kaeser

    Dark Kaeser Power Member

    Neural Sound Processor confirmed... :rolleyes:
     
  16. Nemesis11

    Nemesis11 Power Member

    Talvez não estejas longe da realidade. :D
    "Alegadamente" o dGPU "Arctic Sound" começou como um projecto de dGPU para Datacenter. Especificamente para "Video Streaming" e que depois o projecto foi dividido em 2. Uma versão para o mercado Datacenter e outra para o mercado Consumidor.
    Faz-me um pouco de confusão, inicialmente, terem criado um projecto de dGPU para Datacenter só para "Video Streaming", mas ok. :)
     
  17. reiszink

    reiszink Power Member

    Espero que tenham sucesso e não seja outro Larrabee, todos teríamos a ganhar com uma entrada forte de mais um player.
     
  18. Folken

    Folken Power Member

    Era bom ter a intel a competir nos gpus. Nvidia está como quer e com pouca concorrência, amd demora meses até ter algo para competir.
    Nvidia está de parabéns no facto de não dormir mesmo dominando mas nos perdemos com amd longe dos tempos que metia gpus no mercado a tempo e horas.

    Cumps
     
  19. blaster_00

    blaster_00 Power Member

    A Intel tendo fábricas próprias, onde fabricam os CPU's e SSD e eDRAM?, poderão fazer também a VRAM (GDDR6? HBM2?) ? É que o bottleneck no mercado actual parece estar mais na VRAM do que falta de chips GPU quer nvidia quer amd.
     
  20. Nemesis11

    Nemesis11 Power Member

    A Intel começou como uma empresa que fabricava memória, mas é verdade que isto já é história longínqua. :) No entanto, eles hoje em dia fabricam HMC (Hybrid Memory Cube) que é usado nos Xeons Phi e alguns FPGAs e é "semelhante" a HBM. Por último, a Intel tinha uma parceria com a Micron, mas foi desfeita à pouco tempo, por isso não sei em que pé vai ficar o mercado de memória para a Intel.
     

Partilhar esta Página