1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Intel Woodcrest to ship in June, Conroe July, Merom August

Discussão em 'Novidades Hardware PC' iniciada por Zarolho, 27 de Abril de 2006. (Respostas: 86; Visualizações: 4508)

  1. Zarolho

    Zarolho Power Member

    Otellini says Intel to restructure again
    By INQUIRER staff: Thursday 27 April 2006, 15:36
    http://ads1.itadnetwork.co.uk/adview.php?zoneid=23&n=af2d6ba1

    CHIP COMPANY INTEL has vowed to restructure the company, with CEO Paul Otellini saying he will do so after a comprehensive 90 day analysis. And Intel said it will pull the Woodcrest server launch into this quarter. Otellini was speaking at a financial analyst's spring meeting with every part of Intel involved in the restructuring. The analysis will include examination of weak business units and cost per unit.

    Otellini also talked about Merom, Conroe and Woodcrest, and said that the firm is moving rapidly to a next generation design which will include a threefold performance per watt boost. Merom in August will coincide with the natural notebook refresh.
    He said Intel will transform Xeon DP product line to Woodcrest to the tune of 75 per cent by Q4.

    Intel had realised it couldn't go any further with the existing architecture. It has large teams working on the next two microarchitectures, he said. Every two years Intel will bring out a new microarchitecture.

    Intel is shipping 65 nanometre processors now. Presler, Dempsey and Yonah are shrinks of 90 nano technology. Intel wanted to ramp quickly on that technology.
    The new chips this year will use 65 nanometre but he said Intel will ramp to 45 nanometre swiftly using the Nehalem technology. Yes, Intel re-uses codenames. All future processors will be optimised for performance per watt, and will leapfrog on existing designs.
    The chipset designs will be offset by half a generation. Intel made this change several years ago. The object is for Intel to have sustained leadership in microprocessor technology.

    Intel's Viiv will deliver over $1 billion of revenue in its first year, said Intel. It outshipped Centrino in its first quarter, he claimed. Vpro will also deliver $1 billion of revenue in its first 12 months at least, he said.

    Future handhelds will be always on - with the ultimate handheld devices having CE device price points, said Otellini. By the end of this decade Intel handhelds will consume only half a watt. Over 1,000 people at Intel are working on this project today.

    Intel is now focused on clearing inventory of existing CPUs, and has started the company wide efficiency project. It will ramp the new platforms during the second half of this year, and focus on winning back market share.


    Server offering inadequate compared to AMD
    Anand Chandrasekher, on after Otellini, claimed that Intel's market share loss stabilised in the first quarter of 2006, and that his firm is positioned to regain market share in the second half of this year. Intel had lost market share and there was an inventory buildup. Its twin engines of growth - emerging markets and notebooks are still intact, he said.

    Intel will "burn off inventory" that has accumulated during the second quarter. The inventory accumulated as a combination of customers demanding more during stock constraints, a moderation of market growth, and "down channel" inventory growth. Customers were taking more product from Intel than the market wanted. Intel was constrained for the bulk of 2005 so its customers carried a "longer pipeline", said Chadrasekher. That introduced "cloudiness" into the market.

    The new products Intel is introducing will prompt its customers to "burn off" the stock. He said Intel will clear out the excess inventory of several million units during Q2.
    Intel lost market share in the channel, in the retail market, and in the servers. The chipset supply impacted it in retail. During 2005 Intel allocated its chipsets, supplying the server market from the top, prioritised its corporate desktop supplies and prioritised its mobile chipset supply Its roadmap in servers was inadequate because AMD had a better product, said Chandrasekher.

    He said that Intel will win back market share on chipset supply in the future. It had recruited third party vendors (read ATI) to fulfil the shortfall. The move to 65 nanometres will ease its shortages, he said.

    Fixing chipset supply will allow Intel to win back share - AMD did not have a better product. Intel decided not to bid on all the business because it knew it could not supply enough. But retail cost more share than it had anticipated. Intel mobo supply to the channel also showed a shortfall last year, but it can now meet channel demand, he said. The third party ATI chipset helped fix the channel demand, he said. Channel customers still have a desire to do business with Intel and when there is competitive product, market share will come back.

    Hexus.net and Anandtech to say that Conroe designs were fab. But you will remember some questions were asked at the last Intel Developer Forum about the odd way Intel allowed these two hardware sites to "review" the Conroe chip.

    Servers was Intel's weakest area, admitted Chandrasekher. Bensley and Sossaman will help it win back share, while the second half ramp of Woodcrest will assist Intel to claw that back. The second half will see a "market share rebound" in the second half.

    Yahoo is evaluating Woodcrest as well as a "lot of other customers" evaluating the server chip. Those include customers in the financial services community. Market share won't be clawed back as fast in the channel and retail side, he said. Intel already has over 100 design wins for Conroe mobos, he said. One hundred designs for Merom are already ready, he claimed. Intel has 200 plus Viiv designs slated for this year.

    http://www.theinquirer.net/?article=31316
     
  2. RuFuS

    RuFuS Power Member

    ...a amd vai ser literalmente fuzilada...! :wow: 8o :eek:
     
  3. Ansatsu

    Ansatsu Power Member

    Até tenho pena da AMD :x

    A Intel decidiu atacar mm em força com todas as suas armas, que são bem maiores que as da AMD.

    E já tão a faalr dos 45nm... Tenho a impressão que quando a amd lançar processadores a 65nm, já a Intel tá a lançar a 45nm.
     
  4. blastarr

    blastarr Power Member

    A AMD prevê começar a vender CPU's de 45nm no início de 2008, e por esta altura em meados de 2007 já todos os produtos da Fab 30 e Fab 36 serão fabricados a 65nm.
    Está no roadmap:

    [​IMG]

    [​IMG]

    http://www.xbitlabs.com/news/cpu/display/20060426181538.html
     
    Última edição: 28 de Abril de 2006
  5. Ansatsu

    Ansatsu Power Member

    Ou seja, a AMD anda atrasada em relação á Intel no processo de fabrico mais de um ano.
     
    Última edição: 28 de Abril de 2006
  6. SilveRRIng

    SilveRRIng Power Member

    Poder económico. As implicações financeiras das alterações dos processos de fabrico são enormes. A Intel PODE, a AMD vai podendo...
     
  7. blastarr

    blastarr Power Member

    Também andou atrasada nos 90nm quase um ano e isso não fez diferença na performance.

    Ou, recuando um pouco mais, quando a Intel estreou os 130nm em meados de 2001, com os PIII "Tualatin", quando a AMD só o fez com os Athlon XP de 2ª geração, os "Thoroughbred" de junho de 2002.
     
  8. Ansatsu

    Ansatsu Power Member


    Pois, só que nessa altura a Intel andava a dormir á sombra da bananeira, apenas apostavam nos Ghz, mais nada.. Era Ghz pra cima e a arquitetura dos processadores quase sempre a mm.

    Só que agora decidiram que era altura de atacar com força pois a AMd já ameaçava, e ve-se os resultados do Conroe ;)
     
  9. blastarr

    blastarr Power Member

    O Conroe já não vai a tempo de salvar os nºs da quota de mercado da Intel deste ano.
    Podem até recuperar algum terreno na segunda metade de 2006, mas nesta metade já está tudo perdido.
    Além disso, eles devem ter uma imensidão de stock de P4's, Pentium D's e chipsets.
    Reparem como os PD de gama baixa se vendem a preço de saldo, ou como a Intel só deixou de fabricar o arcaico i865 há 2 meses.
    Quem está em alta e não tem concorrência à altura quer é preços altos, para subir as margens de lucro, não quer inundar o mercado de peças obsoletas e de baixa performance (o OC dos PD's não é porque os P4 de repente processam mais instruções por clock, mas sim porque os 65nm já estão maduros).
    Veja-se o caso da Nvidia, que gozou em várias ocasiões de falta de concorrência e fez logo disparar o preço, ou dos AMD A64 actuais, que se vendem caros.



    Por alguma razão a intel viu os lucros caírem 38% e a quota de mercado da empresa em sectores críticos, como o dos servidores ou dos desktops vendidos em retail, está no nível mais baixo desde há muitos anos.

    Talvez por isso a intel anunciou hoje um plano massivo de restruturação (leia-se, despedimentos):
    http://news.com.com/Intel+to+get+widespread+restructuring/2100-1014_3-6065708.html



    Só quem está em crise (ou a prevê) é que faz acções deste tipo, não é porque o negócio corre bem...
    Veja-se o caso da Microsoft no final de 2005.
     
    Última edição: 28 de Abril de 2006
  10. Crusher

    Crusher Power Member

    Como podes saber que agora é uma boa altura? Já podiam era ter saído.

    Os Conroe têm por base arquitectura do PIII. Agora isso não inválida as suas potêncialidades... não demonstradas propriamente, mas já os Dothan o provaram.
     
  11. Kursk_crash

    Kursk_crash Banido

    3

    é preciso é ter calma!!!

    ou a AMD anda a dormir á sombra da bananeira agora.. claro que não!!

    os cores a 65 nm vão sair este ano.. no ultimo trimestre.. é apenas uma atraso de 3 meses façe á Intel.. no big deal...

    quanto aos 45 nm.. pá.. a AMD já tem samples disso.. protótipos tal como a intel e mais meia dúzia que fabricantes... e têm protótipos de quad-core á meio ano.. só que daí a serem comercializados falta muito tempo... não vejo o big deal disso também.. a samsung já tme mem's a 45 nm a bombar.. aliás.. dada a simplicidade dos chips de memória (face aos processadores) os fabricantes de memórias estão mais avançados que a p´ropria intel em termos de processos de fabrico..

    a próprio IBM tá mais avançada nesse campo.. (a IBM licencia inclusive a tecnologia de produção.. e segundo pareçe vai co-trabalhar com a AMD na produção dos 65 nm.)


    Se formos pro campo do energy/megaherz ou megahers/performance ou até uma mistura dos dois.. a IBM tem protótipos de processadores e transistors de baixo consumo muito evoluidos já..

    mas voltando á AMD.. a fab36 vai arrancar com os 65nm ainda este ano.. enquanto a fab30 fabrica 90nm a todo o gás..

    em 2007 a AMD vai poder duplicar a sua oferta de processadores.. á volta de 100 milhões ano.

    portanto, a subida de preços derivada da "shortage" deve acabar...

    e com os 65nm a AMD (que á por si tem uma boa performance por meegahetz) pode meter mais cache nos cores... e ddr2..

    em suma.. não prevejo grandes aflições pra AMD..prevejo sim que á sempre um atraso façe á intel de uns 3 a 6 meses em termos de lançamento de tecnologias..mas quando lançar, certamente não irá desiludir ninguem...podem contar com isso..

    não se ponham já a encomendar o caixão e tal pra AMD porque ainda á muito campionato pela frente..pode não ter o "King of the Hill" da próxima geração..mas se ficar atrás uns 5% isso é irrelevante.
     
  12. Zarolho

    Zarolho Power Member

    Os cores 65nm da AMD somente vão chegar ao mercado no inicio de 2007 Q1 (Janeiro, Fevereiro ou Março) segundo raodmap da AMD. O conroe da Intel chega ao mercado já em Julho, conforme recentemente anunciado. Também segundo o roadmap da Intel, os cores 45nm vão chegar no inicio de 2007 Q1 (Janeiro, Fevereiro ou Março), altura em que a AMD está a lançar os seus 65nm.
     
  13. blastarr

    blastarr Power Member

    Mas a AMD não tem de fornecer 80% do mercado, now do they ? ;)
     
  14. Rudzer

    Rudzer Power Member

    Não duvides que eles não se importavam nada....
     
  15. Zarolho

    Zarolho Power Member

    Eu não estou a "apontar" nada á AMD, até pelo contrário a AMD ao longo dos ultimos anos conquistou um lugar importante e extradionário no sector e graças á sua evolução como empresa e mais valia dos seus produtos que tem elevado o nivel de competividade do mercado.

    A resposta está ai, chama-se Conroe/Merom/Woodcrest e novas plataformas para outros sistemas como o VIIV. O "gigante" despertou e reagiu aos desafios que a AMD impôs no mercado, que na minha opinião é a mais evidente confirmação e reconhecimento do sucesso da AMD.

    Somente me resta dizer.... Parabéns AMD e.... GO..GO..GO Intel!:beerchug:
     
  16. Kursk_crash

    Kursk_crash Banido

    3

    esse roadmap da intel dos 45nm pra q1 de 2007 é muito optimista

    e a AMD vai concerteza antecipar a entrada dos 65nm no mercado e vai lança-los ainda este ano!!
    podes contar com isso... quer dizer , intel, IBM, Sony tudo com 65nm e a AMD com os 90 ??

    nãa.. não me pareçe.. a fab36 já tá praticamente convertida aos 65nm... e quase pronta a iniciar a produção.. a todo o vapor.. apanas estavam 2 das 11 linhas de montagem prontas..mas a AMD vai trabalhar para por as 11 linhas em produção total o mais rápido possível..
     
  17. oldmaxx

    oldmaxx Power Member

    é assim, num se eskeçam k de uma coisa, a intel entrou com o fabrico a 0.65 nos 9xx, mas táss a ver os resultados, já uns kuantos foram para rma, pk simplesmente deixam de funcionar, instabilidade louca, os primeiros k vieram cá para fora alguma coisa tinham.....

    eu continuo afirmar, os conroe vai ser grande revolução, se pela positiva ou negativa ninguem o pode prever, até pk reparem, já há resultados de conroe's dd março, e eles só tão previstos para setembro, alguma coisa tá obrigar a intel a atrasar este core.... e num me venham com tretas de markting, e stocks, pk se eles lançassem o conroe agora, a amd fechava, e lá se ia o melhor concorrente da marca, domínio de mercado!!!!!

    Era simplesmente perfeito para a intel.... relax que os conroe ainda devem andar com problemas...
     
  18. Nemesis11

    Nemesis11 Power Member

    Acho que o mais interessante da conferencia da Intel é o que menos aparece nas noticias:

    [​IMG]

    Uma arquitectura nova de 2 em 2 anos.
    O netburst durou +5 anos.

    Quanto ao resto, acho que está mais que visto que a Intel vai dominar a 2ª parte de 2006.
    Resta ver se isso vai continuar em 2007. Mas só dá para perceber quando a Amd começar a falar do K8L.

    P.S. - Quem quizer o PDF da conferencia --> http://media.corporate-ir.net/media_files/webcast/2006/april/intel/PDF/SAM-42606-morning.pdf
     
  19. timber

    timber Zwame Advisor

    Esse slide dá a sensação do Nehalem e o Gesher não serem tão diferentes entre si e o Core como o Netburst para o Core. O Pentium-M até é colocado como o "pai"
    Vão-se passar coisas muito interessantes :D
     
  20. SilveRRIng

    SilveRRIng Power Member

    Resta saber qual o critério que a Intel usa para apelidar de nova arquitectura, já que a Intel core já provém do P3. De qualquer forma é claro o pisar do acelerador e "os outros que nos acompanhem". Isto vai começar a parecer-se muito com os GPU's. :D
     

Partilhar esta Página