• COVID-19 Mantenham-se seguros: Pratiquem distanciamento físico de 2 metros. Lavem as mãos. Usem máscara.
    Informação sobre COVID-19. Ajuda a combater o COVID-19 com o [email protected] e com o [email protected].
  • Informação: Pela 1:00 deste Sábado, 16 de Outubro (0:00 nos Açores) o Fórum irá ficar inacessível para manutenção por alguns minutos.
    Se necessário faremos actualizações via Twitter e Facebook.

Análise ***** IS-6102

Nemesis11

Power Member
Esta é a minha primeira review para a Zwame e tem como objectivo analisar o computador IS-6102 que é vendido pela ***** no seguinte link e uma análise profunda ao processador Atom 330.

Houve duas razões para pedir um sample deste computador à *****:
  • Primeiro, o computador custa 188 €, que comparado com outros computadores e mesmo outro material informático, é muito barato. O objectivo é ver até onde um computador deste preço, pode ser útil.
  • Segundo, acho que nenhuma review que existe na internet, analisou a fundo o Intel Atom, especialmente a versão dual core que está presente neste computador.

As especificações do computador são as seguintes:
  • Motherboard - Intel D945GCLF2
  • Processador - Atom 330
  • Memória - 2 GB DDR2-6400
  • Disco - Western Digital Caviar Blue 320 GB
  • Dvd - Dvd-Rw 20X
  • Caixa - Halfmman my-phone
  • Fonte - 480W

Como ponto de comparação, executei os mesmos benchmarks contra o seguinte computador. Este computador já foi um servidor LAMP e está neste momento na "reforma". Nos benchmarks vão perceber porque este detalhe é importante.
De referir que este Pentium IV 2.8C saiu em 2003 e na altura era um cpu quase topo de gama. 2 GB de ram também não era usual na altura em sistemas domésticos.

As especificações do computador são as seguintes:

  • Motherboard - Asus P4P800-X
  • Processador - Pentium IV 2.8C HT
  • Memória - 2 GB DDR-3200
  • Disco - Western Digital Caviar Black 120 GB
  • Dvd - Dvd-Rw 8X
  • Caixa - Xoxide
  • Fonte - 450W

Análise do computador ***** IS-6102

Informação: Apesar de isso não afectar a minha review deste computador, acho que fica bem dizer que a ***** faz publicidade na Zwame e que o meu pedido do sample para review foi pedida através da Zwame.

Antes mesmo de receber o computador, a ***** informou-me que neste momento já estavam a enviar este computador com uma caixa diferente do que a que está no site.
Visto ser um sample, fiquei apenas à espera de ver como seria a nova caixa.

Como podem ver no site do produto, existe a opção de o computador vir com a instalação do Windows Home Premium PT por 99€.
Pedi para que o computador viesse sem sistema operativos, por achar que não é o Sistema operativo mais indicado para este computador e por haver alternativas mais baratas para uso como sistema operativo.

Passado dois dias, recebi via CTT a caixa.

Foto680.jpg


Quando chegou o computador, verifiquei que a caixa é uma Halfmman my-phone, com o título "Mobile phone front panel design".
Antes de abrir o caixote, sinceramente, pensei que com um nome destes, só podia ser uma má caixa.

Foto681.jpg


Fora da caixa, com os devidos avisos de "Frágil", vinham dois envelopes.

Foto682.jpg


No primeiro envelope vinha o cabo de power.

Foto706.jpg


No segundo envelope vinha a documentação e o cd de drivers da Intel. Na documentação vem o esquema detalhado da motherboard, o que é um bom detalhe.

Foto684.jpg


A caixa vem protegida na parte de cima e em baixo por esferovite.

Foto685.jpg


Foto686.jpg


E cá está a caixa ( gata não incluída no preço :p ). À primeira vista a caixa é bastante discreta.
A parte frontal é em plástico e um bocado dada a notar-se bastante as dedadas. O resto da caixa é metal e para meu espanto a construção pareceu-me bastante sólida.
De notar, que depois de andar a mexer no interior da caixa, não tinha nenhum dedo cortado, o que nesta gama de mercado é de salientar.

Foto687.jpg


Primeiro pormenor que reparei, foi a presença de uma ventoinha de 12 Cm na parte frontal, à frente do disco. Parece-me uma boa escolha.

Foto737.jpg


Segundo pormenor. A baía por cima do cd-rom é uma "gaveta" onde se encontram duas portas usb e entrada e saída de audio, devidamente ligados à motherboard.
O Dvd-Rw é um "Super WriteMaster" e mais uma vez fiquei preocupado. No entanto, quando o usei, foi de longe o leitor de Dvd mais silencioso que já usei e não me pareceu que a performance sofresse com isso. A maior parte dos leitores que tenho são LG. Uma boa surpresa.

Foto689.jpg


De lado a caixa tem dois suportes para ventoinhas de 80 e 120 mm. Na primeira está um "tunel" em plástico, onde costuma estar o dissipador do processador. Visto o processador ser passivo, não faz muito sentido a existência deste "túnel".
No site da caixa, diz que uma das entradas só pode levar uma ventoinha de 80 mm, mas as duas têm furos para 120.
Seja como for, não vejo razão para colocar ventoinhas laterais.

Foto690.jpg


Na traseira temos a possibilidade de colocar uma ventoinha de 80 ou 120 mm, apesar do site da caixa afirmar que se podem colocar duas de 80. Não vejo como.
De resto, temos a saída de ar da fonte, quatro portas usb, entradas PS2 para rato e teclado, porta LPT e COM, saída VGA e LAN (gigabit) e as portas de som.
Tudo está integrado na board.

Foto695.jpg


Aberta a caixa, vários detalhes saltam à vista.
Primeiro, parte dos cabos estão arrumados pela parte de trás da caixa. Os cabos que estão na parte frontal, estão organizados com dobradiças de plástico.

A caixa tem arrumação para sete dispositivos 3 1/2 e quatro 5 1/4. Mais que suficiente a meu ver.
Mais uma vez a construção da caixa pareceu-me bastante boa, para o preço que ela custa.

Foto697.jpg


O layout da board não é o ideal, por ser do formato mini-itx.

Foto702.jpg


Por exemplo, o cabo usb está num sitio muito perto da unica entrada Pci. Para colocar uma placa Pci, será preciso colocar o cabo noutra posição. Nada de complicado, mas é de salientar o pormenor.

Foto701.jpg


A board tem uma ventoinha de 40 mm a cobrir a northbridge. É pena ser necessário o uso de uma ventoinha deste tamanho, porque quando se começam a estragar, têm um ruído muito irritante.
De referir que a motherboard tem uma segunda entrada de três pinos para ligar outra ventoinha.

A northbridge é a 945GC e a southbridge a ICH7, que tem disponíveis duas entradas Sata e um IDE, que não é usada neste computador.
Na board encontram-se dois chips Realtek. Um o codec de som, ALC662 e outro a Gigabit lan 8111C, ligados ao bus Pci. É uma pena, numa board da intel não ser usada uma lan gigabit da Intel.
A Ram é da "GoodRam" e são 2 GB PC-6400, que apesar de poderem correr a 800 Mhz, a board limita a correr a 533.

Foto705.jpg


O processador é passivo. Tem um TDP de 8 Watts.

Foto699.jpg


A fonte é de 480 Watts, com duas linhas de 12 Volts. Uma com 15 Amperes e outra com 16. Parece-me mais que suficiente para os componentes em questão.
A nível de cabos, tem cinco Molex, um Sata power e um power para disquetes. O comprimento dos cabos é mais que suficiente.
A ventoinha da fonte é de 120 mm

Foto700.jpg


O Dvd-Rw é sata e tem lá ligado o único cabo power Sata.

Foto704.jpg


O disco também é sata e neste caso, está presente um conversor Molex -> Sata. O disco é um Western Digital Caviar Blue de 320 GB e 8 MB de cache.
Os mais atentos vão notar que no site é anunciado que este computador vem com um disco de 250 GB, por isso perguntei à ***** a razão de ter um disco melhor.
A resposta que me foi dada é que apesar de a alteração não ser oficial, eles no futuro vão mudar para um discos de 320 GB.
A meu ver, isto não muda nada a nível de performance. Quem receber a versão de 320 GB pode ver isso como um bónus.

Foto708.jpg


Ligado o computador é notório o led azul na ventoinha frontal. O led não é dos mais fortes que vi e não é incomodativo. Se gostarem de leds, sintam-se com sorte. Pessoalmente não gosto e gostava de ter algo que desligasse facilmente este led.

A nível de barulho, este é dos computadores mais silenciosos com que já trabalhei. As duas ventoinhas de 120 (frontal e fonte) pouco barulho fazem e felizmente que também quase não se nota a ventoinha de 40 mm da northbridge.
A caixa, com o computador ligado, não transmite qualquer vibração, o que é bastante agradável.

Foto717.jpg


Esta é uma foto de um portátil com Atom, que nada tem a haver com este computador.
Serve apenas para mostrar o tamanho do Atom (chip mais à direita) em relação à northbridge e à southbridge (os outros dois chips).
O computador da ***** tem um cpu com dois cores Atom no mesmo chip.
 
Última edição:

Nemesis11

Power Member
Bios

Para os que não gostam de ver bios quase standard, podem saltar esta parte, porque esta é uma board da Intel de baixo custo. Não esperem ver aqui nada de extraordinário.

Foto709.jpg


O hyperthreading veio ligado de origem, a meu ver bem.

Foto710.jpg


É sempre bom ter a possibilidade de escolher a liguagem da bios, desde que a escolha seja sempre "English".
Intel, um recado, se nos parâmetros só têm uma escolha, nem as coloquem na bios.

Foto711.jpg


O controlo automático da ventoinha vem desligado e está fixo a 50%. Depois de ter experimentado entre automático e fixo, não notei diferença a nível de ruído. Seja como for, mudei este parâmetro para "Enabled".

Foto712.jpg


O IDE vem em modo nativo e o SMART vem activo.
Visto o meu cd do XP ter os inf files da Intel e o SP3, ele detectou a controladora sem problemas. Não sei se sem eles ele iria detectar.

Foto713.jpg


A gráfica integrada vem com 128 MB atribuídos por default. Alterei para 32 MB e tanto em Windows XP como em Linux não notei diferenças de performance, mesmo a 1920X1080.

Foto714.jpg


A leituras das linhas da fonte são um bocado altas, especialmente a linha de 12 V.
A nível de temperaturas, no Windows, os vários programas que experimentei, deram-me valores mais baixos que os indicados na bios.

Foto739.jpg


Para finalizar e depois do update para a última bios disponível no site da Intel, é possível alterar os timmings da memória. Deixei a automático, porque não me parece que vá fazer grande diferença. Seja como, é bom ter essa possibilidade.

Dizer que o update da bios é um processo super simples. Foi fazer o download de um exe, que faz reboot ao computador, aplica a nova bios e no arranque do windows dá o status de como correu.
Para quem não usa windows há outras formas de actualizar a bios.

Instalação de Linux

O primeiro Sistema operativo que instalei foi o Ubuntu 8.04.2

Screenshot.png


Provavelmente quem irá comprar um computador de 188€ não o vai ligar a um monitor que dê 1920X1080. No entanto, o Ubuntu reconheceu perfeitamente o monitor e colocou na resolução nativa.
A qualidade da imagem não é tão boa como a saída digital da Ati Radeon 7500 que se encontra no Pentium IV, mas não posso considerar que seja má.

Screenshot-2.png


Primeira surpresa não esperada. O compiz (efeitos 3D em linux) funciona e com uma performance bastante boa. Não estava à espera que esta gráfica integrada tivesse suporte no Compiz e que a performance fosse boa.

Screenshot-3.png


Ver um filme enquanto é instalado o Ubuntu não é qualquer problema para o processador.

De notar, que em uso de Linux e Windows XP no dia a dia (aceder à internet, editar texto, ver vídeos em resoluções normais) o sistema é perfeitamente capaz e não noto grandes diferenças para o Pentium IV a 2.8.
 

Nemesis11

Power Member
Benchmarks

Nos seguintes benchmarks foram utilizados os seguintes sistemas operativos:
  • Ubuntu 8.04.2 para quase todos os benchmarks em Linux
  • Debian 5.0 para benchmark do Siege
  • Windows XP SP3 para os benchmarks em Windows.

Cpu Geral

image075.png


Tempo que demora a calcular Pi, usando apenas um core. O Pentium IV bate facilmente o Atom.

i
image147.png


Wprime. Igual ao benchmark anterior, mas multithreaded. Neste caso o Atom com quatro threads bate o Pentium IV com duas.

image077.png


Benchmark antigo em *nix que mede essencialmente a performance do Cpu e a copia de ficheiros. Pentium IV ganha facilmente.

image109.png


Benchmark que mede o tempo que o processador demora a converter texto para fala. Victória por larga margem do Pentium IV.

image121.png


Transformação de imagens usando OpenMP. Apesar de o benchmark ser multithreaded, o Pentium IV ganha confortavelmente.

image143.png


Benchmark com 10 anos da Ziff Davis. Pentium IV ganha com alguma margem.

image145.png


Benchmark multithreaded de Xadrez. Começa-se a notar que é nos benchmarks que aproveitam as quatro threads simultâneas, que o Atom tem mais hipóteses.

image149.png


Performance da ALU (Arithmetic-Logic Unit), onde o Atom ganha ao Pentium IV.

image151.png


Performance da ALU (Floating Point Unit), onde o Atom ganha novamente ao Pentium IV.

Cpu Compilação

image049.png


image051.png


Apesar de o GCC usar quatro threads no Atom, os tempos são mais ou menos iguais nos dois processadores, a compilar o Apache e o Php. Talvez o clock mais alto do Pentium IV beneficie no GCC.

image053.png


A compilar o ImageMagick o Atom consegue alguma vantagem perante o Pentium IV.

Cpu Compressão

image057.png


No Gzip o PIV destrói por completo o Atom. Este benchmark não é multithreaded.

image061.png


No Lzma, que também não é multithreaded, o PIV volta a ganhar facilmente.

image055.png


Apesar do 7zip usar as quatro threads do Atom, este não consegue ganhar na mesma ao PIV

image059.png


No Parallel Bzip2 o Atom dá a volta e ganha com larga vantagem ao Pentium IV. Pela diferença, não é apenas o numero de threads que faz o Atom ganhar este benchmark.

Cpu Encriptação

image073.png


Este teste mede a performance de RSA 4096-bit. Apesar de ser multithreaded, o Pentium IV consegue ganhar.

image071.png


Benchmark que verifica o tempo a comprimir um ficheiro com o GnuPG. O Atom é mais de duas vezes mais lento que o Pentium IV

image099.png


Igual ao teste anterior, mas usando Bork, que é escrito em Java. Aqui vemos o contrário do teste anterior, com o Atom a ganhar ao Pentium IV.
 

Nemesis11

Power Member
Cpu Encoding

image035.png


Tempo que demora transformar um Wav em Mp3. Vitória folgada do Pentium IV

image037.png


Tempo que demora transformar um Wav em Ogg. O resultado é igual ao benchmark anterior.

image039.png


Muda o formato, mas o resultado é o mesmo.

image041.png


Tempo que demora a converter um Wav em Ape. A tendência é a mesma.

image043.png


O Atom perde por menos, mas a diferença continua a ser grande.

image045.png


Aqui é testado o encoding de áudio e de vídeo. A performance do Atom é bem mais aceitável.

image047.png


No ffmpeg o Atom volta a ser massacrado.

image137.png


Encoding x264 versão 0.58.747. Este benchmark é multithreaded e o Atom consegue ganhar.

image139.png


Na versão 0.58.819 a tendência é a mesma.

Cpu Rendering

image001.png


Frames por segundo a gerar fractais. Pentium IV ganha com alguma vantagem.

image097.png


Geração de imagens a partir de ray tracing. Este benchmark é multithreaded e o Atom consegue ganhar ao Pentium IV.

image111.png


Raytracer que está integrado no Blender. O Atom perde, mas por pouco o que é algo supreendente visto não ser um benchmark multithreaded.

image163.png


Usando apenas uma thread, no Cinebench, o Atom é destruído pelo Pentium IV.

image165.png


Estando o Atom a usar quatro threads e o Pentium IV duas, a diferença já é muito menor.

Cpu ciência

image003.png


Procura numa base de dados Pfan de modelos markov. O resultado é semelhante entre os dois processadores.

image006.png


Alinhamento de 100 sequências de uma enzima. Pentium IV ganha com larga margem.

image009.png


image013.png


image017.png


image021.png


Teste muito parecido com o core A1 do [email protected] Duas conclusões. O Atom é fraco quando só é usado uma thread e quando é usado dupla precisão.

image079.png


Vários cálculos científicos efectuados em C. Pentium IV bastante à frente do Atom.

image101.png


image103.png


image105.png


image107.png


Mesmo benchmark que o anterior, mas em Java. Os resultados não mudam muito.

image117.png


Análise da sequência de genomas de primatas, para análise da sua evolução. Aqui o Pentium IV volta a ganhar, mas com menos vantagem.

image135.png


Benchmark de "computer fluid dynamics", que é multithreaded e é o único benchmark onde o Atom ganha ao Pentium IV.
 

Nemesis11

Power Member
Cpu servidor

image011.png


Siege é um aplicação que faz stress test a um site. Neste caso um site php, a correr em apache, com uma base de dados mysql de 2 GB por trás. Com 50 utilizadores simultâneos durante 20 minutos, o Atom, consegue mais transacções por segundo com um menor tempo de resposta.

image014.png


Com os mesmo 50 utilizadores, não houve transações falhadas, mas o Atom conseguiu mais transacções no mesmo período de tempo.

image019.png


image022.png


Com 100 utilizadores simultâneos, o cenário mantém-se.

image026.png


Com 350 utilizadores, o Atom ganha, mas na transação mais longa, o Pentium IV ganha com pequena vantagem.

image031.png


Com os mesmos 350 utilizadores, os dois processadores têm transacções com erro. Um pouco menos no Atom.

image091.png


Insert de 12500 dados no Sqlite. Atom ganha com larga vantagem.

image093.png


Escrita de 9000 ficheiros Xml, em php. Pentium IV ganha neste teste.

image095.png


Na leitura, o Pentium IV volta a ganhar.

image113.png


Tempo que demora a gerar 5000 gráficos em php. Pentium IV ganha com larga margem.

image125.png


Teste de Mysql em que é feito 1000 queries por 10 clientes. Alguma vantagem por parte do Atom.

image127.png


Aumentando para 100 clientes, o cenário não muda.

image129.png


Teste de Mysql, em que é feito 1000 updates por parte de 100 clientes. Notória vantagem por parte do Atom.

image131.png


Aumentando para 10000 updates por parte de apenas 10 clientes, a vantagem continua, mas com uma diferença menor.

image133.png


Com 10000 updates por parte de 100 clientes, o resultado é parecido com apenas 1000 updates. Sempre com o Atom à frente.

Temperatura

image141.png


Temperatura lida em Windows em full load. Apesar de o Atom ter um dissipador passivo e o Pentium IV um Zalman 7500, as temperaturas do Atom são bem mais baixas.

Ram

image081.png


image083.png


image085.png


image087.png


image089.png


Em todos os testes com o Ramspeed, o acesso à memória por parte do Pentium IV é mais rápida que o Atom. Isto não é de estranhar, visto que o Atom tem o Front side bus a 533 e o Pentium IV a 800 mhz.

image153.png


O Crystalmark vem confirmar a mesma tendência.

Disco

image063.png


image065.png


Apesar de o Pentium IV ter um Western digital Black edition IDE de 120 GB, no Iomark O Western Digital Blue edition SATA de 320 GB é bem mais rápido tanto em escrita como em leitura.

image067.png


No Fio, simulando um file server, o Atom continua a ser muito mais rápido.

image069.png


No entanto simulando um job por rede, o Pentium IV consegue ser melhor.

image115.png


image155.png


O Hdparm e o Crystalmark vêm confirmar os resultados do Iomark.

image123.png


A criar um ficheiro de 5 GB, o Atom consegue ser duas vezes mais rápido.

Gpu 2D

image005.png


Teste da performance do X. O Pentium IV com uma Ati 7500 ganha ao Atom com a Intel 945 integrada.

image033.png


Teste de performance do X11. Neste teste a diferença é enorme, o que me faz pensar que será problema do benchmark, visto que em uso real, não parece haver esta diferença, nem nada lá perto.

image119.png


Teste da extensão RENDER dos drivers da gráfica. Quase iguais entre os dois.

image157.png


Crystalmark GDI. O Pentium IV duplica o valor do Atom.

image159.png


No entanto em D2D o sistema com Atom consegue ser bem mais rápido.

Gpu 3D

image025.png


Jogo open source, não muito pesado. Mesmo assim, o PIV com uma 7500 consegue bater o Atom com o seu gpu 945.

image029.png


Benchmark OpenGL escrito em Perl. Aqui os dois sistemas ficam quase em igualdade.

image161.png


No Crystalmark OpenGL, o PIV ganha com muita vantagem.

image167.png


Performance OpenGL no Cinebench R10. Apesar do Atom perder, a diferença não é enorme.

Benchmarks que gostava de ter executado

  • Sysbench, mas não consegui compilar o benchmark de forma alguma
  • Vmmark e Dell Store, mas demoravam muito tempo
  • Medir o consumo, mas não tenho forma de proceder a isso. Seja como for é relativamente fácil perceber os resultados.
 
Última edição:

Nemesis11

Power Member
Conclusão sobre o computador ***** IS-6120

Em relação ao computador da ***** pouco posso apontar de errado.

Positivo:
  • Escolha da versão dual core do Intel Atom.
  • Caixa, na maioria, com boa construção, funcionalidades e discreto.
  • Organização da maioria dos cabos.
  • ventoinha frontal de 12 cm.
  • Fonte com ventoinha de 12 cm e com capacidade suficiente para o sistema.
  • Apesar de não ser oficial, um disco maior que o anunciado.
  • Dvd-Rw muito silencioso.
  • Consumo.
  • Preço.

Negativo:
  • O LED da ventoinha frontal tem que vir ligado?
  • Não dar a possibilidade de outro sistema operativo sem ser o Windows Vista
  • O cabo das duas Usb externas passam por cima do slot pci.
  • Apesar de ter quase nada de novo, não tinha a última versão da Bios.

Onde veria este computador a ser usado:
  • Como computador doméstico, se o utilizador não precisar de um uso demasiado avançado.
  • Como computador de escritório, por ter uma performance aceitável para a maioria dos usos e pelo baixo consumo.
  • Como Home Server.
  • Como NAS, se o utilizador adicionar uma controladora pci, a caixa e a fonte levam mais discos.
  • Como computador de testes. Corre facilmente qualquer versão de Windows e *nix e com isso pode ser usado para os mais diversos cenários. Correr também sem problemas Xen Server 5, apesar de não poder correr Vms Windows por não ter VT e com outra placa de rede no slot pci (por exemplo uma intel), corre perfeitamente Vmware Esx 3i.

Conclusão sobre o Atom 330

Não vou fazer grandes conclusões sobre este processador. Cada um pode ver os benchmarks.

Quero só fazer dois reparos:
  • Com a tendência de os programas se tornarem multithreaded, o Atom só tem a ganhar.
  • Enquanto estava a proceder aos benchmarks a este processador, veio-me à ideia que me parecia uma "mini" Sun Niagara ( http://www.sun.com/processors/niagara/ ). Isto é, cores simples, várias threads. Gostava por isso que a Intel apostasse neste processador como um Xeon Ultra Low Voltage, como já existiu um baseado no Pentium M. Este processador, com mais cores e um controlador de memória integrado, podia ser extremamente interessante no mercado de servidores. Na forma como ele está presentemente já o é, visto que várias empresas de hosting já o estão a usar.



Agradecimento

A ZWAME agradece à ***** pela disponibilidade do material para teste.

Copyright © Zwame, Lda 2009. Reprodução proibida sem autorização prévia.​
 
Última edição pelo moderador:

JPgod

Moderador
Staff
Hum...

Só acho mal utilizarem uma caixa FULL ATX para um sistema atom... Pelo menos uma mini-ATX, mas deviam ter utilizado mini-ITX.

A fonte, apesar de ser uma halfmman que até mete medo só de ouvir falar, penso que não deve ter problemas com um atom :D
 
Última edição:

blackcupra

Power Member
Mas que grande review, uma das mais completas que já por aqui vi, os meus parabéns

quando ao desktop da *****, parece que para o preço dele, não esta nada mal, mas eu acho que morria se tivesse um desses loool :D
 

Nemesis11

Power Member
Só acho mal utilizarem uma caixa FULL ATX para um sistema atom... Pelo menos uma mini-ATX, mas deviam ter utilizado mini-ITX.

Eles têm o mesmo computador com uma caixa mais pequena (tipo Shuttle), mas custa 208€ e eu queria o computador mais barato possível.

Obrigado pelo feedback. Se tiverem críticas, digam. É a primeira review que faço para a Zwame.
 

canano

Power Member
Eu ando por cá há pouco tempo, mas a continuares assim parece-me que vais muito bem.

Tenho é de concordar quando dizem que realmente a caixa deveria ser mais pequena, mas para o hardware que tem, acho que possui potencial... acho que vou comprar um destes cá para casa, o meu P4 2.0 já era :p.
 

Metro

Benevolent Dictator For Life
Staff
Não me conseguiste surpreender.
O olhar atento para o detalhe é de quem sabe.

Como ando atrás de um NAS gostava de ver uma board com esse CPU com 4 SATAS em RAID 5. O preço dos NAS que levam 4 discos são pornográficos ao pé destes sistema.


Parabéns mais uma vez pela análise.
 

Nemesis11

Power Member
Não me conseguiste surpreender.
O olhar atento para o detalhe é de quem sabe.

Como ando atrás de um NAS gostava de ver uma board com esse CPU com 4 SATAS em RAID 5. O preço dos NAS que levam 4 discos são pornográficos ao pé destes sistema.


Parabéns mais uma vez pela análise.

Eu não referi na review, mas devia.
Um NAS com 4 discos e uma controladora, vai ficar no Bus Pci (133 MB/s), juntamente com a placa de rede Gigabit e o resto.
Quem for usar gigabit é capaz de ter um botleneck nesta board.
Dito isto, os NAS que andam no mercado (bem caros), com o Atom, não sei se não estarão também a correr no Bus Pci.
 

Metro

Benevolent Dictator For Life
Staff
Eu não referi na review, mas devia.
Um NAS com 4 discos e uma controladora, vai ficar no Bus Pci (133 MB/s), juntamente com a placa de rede Gigabit e o resto.
Quem for usar gigabit é capaz de ter um botleneck nesta board.
Dito isto, os NAS que andam no mercado (bem caros), com o Atom, não sei se não estarão também a correr no Bus Pci.

Normalmente são single core. Mas não deve ser por ai. Mas é realmente um ponto interessante. Se ficarem limitados pelo BUS PCI mata logo tudo á partida.
 

JPgod

Moderador
Staff
Metro, há algumas boards com 4 SATAS e atom... Em PT é bixo raro, só se vende intel.

E sim... Os NAS que se ai vende tem preços mesmo "pornográficos" :mad:

Compras isso, uma coisinha destas

f_KITCHI4HDDSm_e57a6fa.jpg


e tá a andar

mas se queres um NAS um pouco mais poderoso, aposta numa board destas:

8307_zotac9300.jpg


Com gigabit lan, pci-e 1x, 6 SATAS, chipset nforce 730i aka 9300 (o mesmo dos apple de agora), etc :p

tem aquela da ASUS que testei.

a zotac tb tem isto:
Zotac_9300-itx.jpg

metes um celeron 1200 que é bom e barato
 
Última edição:

norim_13

I quit My Job for Folding
Boas,
Parabens pela review. Muita completa, aliás, completa de mais! (não consegui ver os gráficos todos! :D)

Reparei em dois pequenos erros (se calhar há mais):
A caixa tem arrumação para sete dispositivos 3 1/2 e quatro 5 1/14.
onde diz 5 1/14 devia estar 5 1/4

image077.png


Benchmark antigo em *nix que mede essencialmente a performance do Cpu e a copia de ficheiros. Pentium IV ganha facilmente.
Como não conheço o teste, não sei o que é mais favorável (valores altos ou baixos), por isso, não sei o que estará correcto:
- ou na img devia estar "mais é melhor"
- ou no texto devia estar "Atom ganha"

Cumps

EDIT: destroyer @ podes dar links de lojas com os dois primeiros produtos que tens no teu post?
EDIT2: sorry... enganei-me no nick. ainda não me familiarizei com o novo nick. (já agora, pq JP?)
 
Última edição:

Nemesis11

Power Member
Boas,
Parabens pela review. Muita completa, aliás, completa de mais! (não consegui ver os gráficos todos! :D)

Admito que para a maior parte das pessoas, seja uma review chata, mas estava mesmo interessado em perceber os pontos forte e fracos do Atom.

Reparei em dois pequenos erros (se calhar há mais):

onde diz 5 1/14 devia estar 5 1/4

Corrigido. Obrigado pelo aviso.

Como não conheço o teste, não sei o que é mais favorável (valores altos ou baixos), por isso, não sei o que estará correcto:
- ou na img devia estar "mais é melhor"
- ou no texto devia estar "Atom ganha"

A imagem está errada. Devia ter "mais é melhor". Assim que consiga, altero a imagem.
Cumps

EDIT: Já está alterado :)
 
Última edição:
Topo