1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Itanium is 'horrible', says Torvalds...

Discussão em 'Novidades Hardware PC' iniciada por Korben_Dallas, 26 de Fevereiro de 2003. (Respostas: 18; Visualizações: 958)

  1. Korben_Dallas

    Korben_Dallas Zwame Advisor

    Linux creator Linus Torvalds has criticised Intel for not making its 64-bit Itanium microprocessor backwards compatible and trying to make a 'technically pure' chip that ultimately under performs compared to Intel's standard 32-bit microprocessors.

    "[Intel] threw out all the good parts of the x86 [32-bit Pentium-class microprocessors] because people thought those parts were ugly. They aren't ugly, they're the "charming oddity" that makes it do well," wrote Torvalds.

    Torvalds' comments were made in a debate in a Linux newsgroup.

    He likened Intel's development of the Itanium to the development of reduced instruction set computer (RISC) microprocessors in the mid-1980s. Then, chip designers had tried to build a chip that conformed entirely to RISC principles, but found that it did not perform as well as expected in the real world.

    Ultimately, a 1.5 gigahertz (GHz) Itanium microprocessor can only compete with a 1.5GHz Pentium 4 in terms of raw performance because it is given such a large cache. But Pentium 4s can now run at more than 3GHz. "Itanium 2 doesn't hold a candle to a P4 on any real-world benchmarks," claimed Torvalds.

    One of the only advantages of the Itanium 2 is its ability to handle large databases, says Torvalds. However, for most everyday functions, the Itanium is lacking.

    "IA-64 [the Itanium instruction set] simply CANNOT DO the things a Pentium 4 does every single day. You can't put an IA-64 in a reasonable desktop machine, partly because of pricing, but partly because it would just suck so horribly at things people expect not to suck (games spring to mind)," Torvalds concludes.

    Torvalds is a senior technologist at low power, Intel-clone semiconductor designer Transmeta.
    fonte: infoconomy.com

    }>
     
  2. NeoToPower

    NeoToPower 1st Folding then Sex

    Será isto uma batalha perdiada para a intel? Virá a ser a amd a rainha dos 64bit? ñ percam os proximos capitulos desta empolgante serie "E tudo os 64 bit levaram" :D
     
  3. Rudzer

    Rudzer Power Member

    Se o gajo diz mal da Intel é porque é biased :rolleyes: /sarcasm :-D
     
  4. Strakata

    Strakata [email protected] Member

    Oooops, espera, é artigo do The Inquirer, deve ser fake :-D
     
  5. iJFerreira

    iJFerreira Banido

    São poucos mas já vão à frente de muitos outros.
    Eu gostava de saber pq é que se há poucos ia64
    pq é que andam a queimar ciclos em coisas como o seti.
    Enfim!!! Devem ser só os ia64 de testes, possivelmente.

    E ainda nem há cliente para ia64, suponho!


    http://setiathome.ssl.berkeley.edu/stats/cpus.html

    SETI STAT

    CPU types
    Last updated: Wed Feb 26 10:48:43 2003 UTC

    Name Results
    received Total CPU time Average CPU time
    per work unit
    1) Intel x86 685748842 1172496.657 years 14 hr 58 min 40.4 sec
    2) Power PC 50868946 102188.197 years 17 hr 35 min 51.1 sec
    3) SPARC 24516990 43184.533 years 15 hr 25 min 47.9 sec
    4) Alpha 8376832 8450.767 years 8 hr 50 min 14.3 sec
    5) MIPS 8100079 8924.715 years 9 hr 39 min 06.5 sec
    6) HPPA 5068416 6671.199 years 11 hr 31 min 48.6 sec
    7) mips4 1124901 413.880 years 3 hr 13 min 22.9 sec
    8) hppa2.0 609953 733.068 years 10 hr 31 min 41.3 sec
    9) sparcv9 392319 364.629 years 8 hr 08 min 30.1 sec
    10) ia64 275427 109.004 years 3 hr 28 min 00.8 sec
    11) Alpha EV6 237044 36.966 years 1 hr 21 min 57.8 sec
    12) AMD Athlon XP 203043 117.530 years 5 hr 04 min 14.3 sec
     
  6. iJFerreira

    iJFerreira Banido

    A opinião do Linus vale o que vale. Quando as coisas
    não dão jeito ou quando o $ fala mais alto diz-se bacuradas.

    Faz lembrar-me um taralhouco que fazia um emulador de
    uma treta qualquer que fartou-se de dizer mal do Pentium 4
    só pq via-se obrigado a *mexer* em muito código do seu
    *emuladorzinho*.

    Hoje é o que se vê. O tempo dá razão a quem sabe.
     
  7. pnabais

    pnabais Power Member

    Straka,

    Nesses 3.500 estão incluidos aqueles que foram oferecidos? ;)
     
  8. NeoToPower

    NeoToPower 1st Folding then Sex

    Mas ora aí está ferreira..... cliente 64 bit! Ora, como é dito nas afirmações, ele, itanium, só tem algum desempenho em aplicações tipo seti e tem de ser 64bit
    Em 32 bit, que é o standard, actual ele sucka como tudo! Ou seja, ñ serve a ñ ser pra seti e bases de dados a correr api's 64bit e com um OS optimizado com as suas intruções IA-64.
    Isto deve-se ao facto de as instruções 32 bit X86 serem principalmente emuladas!
    Eles deram um salto muito grande e o resultado foi um espalhanço a todo comprimento! O mundo ñ passa a comer 64bit de um dia pro outro e a maioria do ppl ñ vai comprar processadores pra correr bases de dados gigantescas!

    A unica coisa queo safa é a cache que é deveras enorme, coisa que o seti adora! Mas quando comparado com um vulgo PIV 1,5 ghz em 32 bit ele pura e simplesmente arrasta-se:

    Epá, gramava que fosse o contrario e que tivessemos um head to head nos deskop's 64bit, mas tal parece que nem vai acontecer nos servidores medios... talvez nos big's, quem sabe?
     
  9. ptzs

    ptzs Power Member

    Não vejo bacuradas no que disse o Torvalds, e sinceramente duvido que uma pessoa que representa um sistema operativo livre fale por dinheiro. Penso que fala para aconselhar o "user", nada mais.

    Na questão do SETI no top 12 tb temos Alpha's EV6, coisa que só vi uma vez na vida, e foi nos states. Tb temos ali um hppa2.0 que deve ser uma maquina da NASA ou coisa parecida.
     
  10. Tafinho

    Tafinho Power Member

    Ferreira, a arquitectura EPIC depende EXCLUSIVAMENTE do compilador usado...
    Logo este tem de EXISTIR ( existe ),
    Tem de ser à borla ( não é )
    Tem de ser BOM , que tendo em conta a última série de compiladores da intel , não são. Até porque um compilador para EPIC ou é MUITO bom ou ficamos com um 486 de 60 000 us$
     
  11. iJFerreira

    iJFerreira Banido

    Taf,

    se te referes ao SETI, há cliente SETI compilado para ia64
    ou os parcos 100 anos de computing time serão conseguidos
    à custa de um cliente x86? E a correr por emulação já sabemos
    o que a casa gasta.

    Por outro lado isto é irrelevante porque os clientes seti
    estão optimizados para CPU's com pouco cache ~256KB.

    Os 3MB de cache de um ia64 (ou será mais)
    fariam disparar a performance de um cliente SETI, creio
    ou talvez não porque acabo de descobrir que até há
    cliente para ia64 :

    ftp://ftp.cdrom.com/pub/setiathome/setiathome-3.03.ia64-Linux-gnu.tar


    ptzs,

    O Linus é empregado da Transmeta, que por acaso é um CPU
    semelhante ao Itanium mas com outro mercado.
    Também não tem conseguido grandes resultados por causa
    da saga da emulação x86.

    Alphas existem e não são poucos e não precisas de ir aos
    states. Eu próprio tenho um aqui em casa.... parado porque
    a board tá pifada. Agora EV6? Bom, haver há.

    Neotopower,

    as coisas não são assim tão simples. Cpu's de 64bits há
    vários e o King na minha opinião é e será o POWER 4/5
    só que não são para as nossas bolsas (tal como o itanium)
    e a maioria nem precisa de endereçamentos e registos
    tais.
     
  12. ptzs

    ptzs Power Member

    A Transmeta tem o Crusoe que como processador é semelhante ao Itanium 2 sabe-se lá no quê.

    Começando pelo facto de não ser nativo x86, pela tradução e interpretação de instruções, acabando no consumo e arquitectura.

    Aliás a tradução e interpretação de instruções x86 para VLIM (very long instruction word) pelo Crusoe nem é má de todo, com os ultimos aperfeiçoamentos claro. Basta veres Crusoe's a darem luta a processadores nativos x86 no mercado de notebook's ultra low voltage.

    Quanto à opinião do Torvalds, mantenho a posição, não penso que seja "suja" ou desonesta ou "biased".

    Em relação aos Alpha's, eu nunca disse que Alpha's havia somente nos states, referi Alpha's EV6 explicitamente. Alias tanto o EV6 como o Itanium 2 são casos de dinheiro mal investido para 99.9% das utilizações.

    P.S. Darem luta = morder os tornozelos mas quase nunca mais performantes.
     
  13. Tafinho

    Tafinho Power Member

    Bastam 10 maquinas de 32 cpu's durante 4 meses para darem esse resultado...
     
  14. iJFerreira

    iJFerreira Banido

    pt,

    tanto o crusoe como o Itanium são VLIW e ambos traduzem código x86.
    As outras diferenças que enumeras estão relacionados com os mercados
    a que se destinam.

    Obviamente que a afirmação do Linus é biased, só não vê quem não quer.
     
  15. nothing

    nothing Power Member

    estas afirmações do torvald tem um pouco de biased em cima nem que seja pelo facto dele trabalhar para uma companhia rival. agora uma coisa é certa, ao contrário de muitos colunistas de sites que por aí andam que só falam de quem os paga, o torvald é um gajo que pelo menos pode orgulhar-se de ter feito algo de bastante importância no mundo da informática. de qq maneira ele nao diz em nenhum ponto que o cpu da transmeta é melhor que o itanium2, ele limitou-se a apontar (e fundamentar) alguns defeitos do itanium2. não é só ele a falar disso

    Intel's new Itanium 2 microprocessor has already been criticised by analysts as 'not good enough', despite the release of benchmark figures from Intel that suggested that it could out-perform all major rivals.

    The 64-bit Itanium 2 microprocessor was launched yesterday along with performance benchmark results from systems vendor Hewlett-Packard (HP). These suggested that Itanium is significantly faster than Sun's UltraSparc III, and comparable to IBM's fastest Power5 chips.

    However, Richard Fichera, a research fellow at market research company Giga Research Group, has cast doubt over the long-term success of Intel's new chip.

    "Competing processor architectures, especially Sun's UltraSparc IV, which is due out next year, and future enhancements to IBM's Power architecture, will offer substantial performance improvements that will once again reduce Intel to a follower in performance," says Fichera, quoted by VNU Newswire.

    Although Intel dominates the PC chip market, the company has failed to break into the high-end server market. Although Intel accounts for 88% of total server unit shipments worldwide, this represents only 40% of the market by value because of its predominance at the low-end, according to figures from market research company IDC.

    Giga's Fichera points out that Intel's biggest challenge is to keep ahead of the competition in the long-term. So far, the Intel and HP Itanium product announcements relate only to dual and four-way processors for use in low and mid-range servers.

    HP says it will release 8, 16, and 32-way Itanium-based servers in 2003. Sun and IBM already dominate the mid-range and high-end market and both claim to have an edge because they manufacture both the chips and servers, ensuring tighter integration and better reliability, they say.

    Another drawback for manufacturers considering Itanium for larger server configurations is that Intel's chips need different chipsets for different configurations, which will impose a heavy cost in terms of research and development.


    infoconomy
     
  16. iJFerreira

    iJFerreira Banido

    noting,

    Se o Itanium é melhor que os concorrentes é porque
    não é tão mau como o pintam.

    O calcanhar de aquiles dos Itaniuns, Sparcs, Powers5 etc
    são os pesos-plumas de 64bits, como será o Opteron,
    e o conceito de cluster. Os grandes Mainframes podem
    sofrer algumas baixas. :D

    O Linus que se dedique ao Kernel 3.0 e deixe-se de
    brincadeiras. A M$ anda a rondar. :D
     
  17. ptzs

    ptzs Power Member

    Ja agora expliquem o biased. É biased por recomendar o P4 da Intel em relacao ao Itanium 2 da msm Intel? Se ainda fosse buscar um AMD para comparar eu percebia...
     
  18. nothing

    nothing Power Member

    exacto. ele como termo de comparação até usa outro intel....

    ij: 1º dps da mrda (com M grande) que foi o itanium 1 (a vizzavi até tem 1 a ganhar pó) o mercado ficou escaldado e tá numa de ver se akilo rende ou n. a Dell cagou para eles assim cm outros. de qq maneira o itanium 2 e o opteron sempre serviram para agitar as aguas, a sun duplicou o ppl no dpt de i&d, e espera lança em 2005 um ultra-sparc a 3GHz com versoes a 2Ghz em 2004, a propria silicon graphics anunciou novos produtos e a até a ibm está a trabalhar mais depressa. de qq maneira é um facto, construir um cpu de 64bits sem suporte nativo de 32 bits é tiro no pé, ng as vais correr por emulação e só vai aumentar os custos de migração para itanium2 (apesar de ser mais barato que os concorrentes, por enquanto). o maior problema para o itanium2 vingar é que nesse mercado a intel tá a lutar com empresas com tantos ou mais meios que ela.

    ps: Ena ena, até já dás conselhos ao Linus Torvald :D lolol
     
  19. iJFerreira

    iJFerreira Banido

    noting,

    "construir um cpu de 64bits sem suporte nativo de 32 bits"

    não é suporte nativo de 32 bits pq isso não faz sentido.
    O que queres dizer é que não tem suporte nativo x86-32bits
    que é uma coisa diferente. Mas nem o Sparc, Power5, PowerPC,
    Alpha etc tem suporte nativo x86-32bits e cá andam.
    O suporte x86 do Itanium serviu para que ele tivesse
    toneladas de software logo quando saiu dos *estaleiros*.
    Agora que há sistemas operativos, compiladores, base de dados
    etc para ia64 já não serve para muito a não ser para
    eventualmente correr algum programa x86 que possa dar jeito
    sem que a velocidade seja relevante.

    Um dia quando escreverem a história do IA64 vais ver que
    foi a arquitectura que mais rapidamente passou do
    papel ao uso *real*. Agora se tem futuro ou não, não sei.
    Espero que sim pois gosto do conceito VLIW.
     

Partilhar esta Página