1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Linux prova - Melhores coisas na vida são livres

Discussão em 'Novidades GNU/Linux & *nix World' iniciada por APLinhares, 27 de Março de 2009. (Respostas: 31; Visualizações: 2786)

  1. APLinhares

    APLinhares OpenSource Moderator
    Staff Member

    Fonte
    Aproveito a "dica" :D
     
  2. H3llsinG

    H3llsinG Power Member

    Cá em Portugal temos um Parlamento da assembleia todo janota, vestido a rigor com o Windows Vista.

    Nem me atrevo a perguntar quanto pagaram para ter as licensas. Dinheiro deitado fora desnecessariamente.

    Enfim, temos do melhor, nenhum outro País tem um Parlamento tão evoluido... Sera ?
     
  3. John Silva

    John Silva Power Member

    Foi mais de meio milhão de euros mas esse valor não foi apenas o software...pelo menos penso eu de que...
    ( corrijam-me os valores sff se estiver enganado)
     
    Última edição: 30 de Março de 2009
  4. JTorres

    JTorres Power Member

    acho que nao podemos pensar que aquela gente toda trabalhe apenas com software que se destine a enviar/receber e-mail fazer uns trabalhinhos em office e mais umas coisinhas (se bem que acredito que muitos nem metade fazem :p), eles (alguns) devem usar software especifico, que para linux nao existe compatibilidade.....

    mas claro que muitas das maquinas podiam usar OS livre
     
  5. John Silva

    John Silva Power Member

    A maior parte do software "específico" da Assembleia da República poderia ser desenvolvido para qualquer plataforma. Não acredito que trabalhem em Photoshop ou em AutoCAD, portanto, havendo boa vontade e boa gestão financeira, poderia-se muito bem desenvolver um software que funcionasse em qualquer SO sendo ele Windows, Linux ou MacOSX.
    Para alguns essa minha afirmação pode parecer estranha, mas como exemplo dou assistência a alguns equipamentos cujo software funciona através do Browser e toda a informação é canalizada para um servidor.... Resumindo, pode-se trabalhar em qualquer SO desde que o SO reconheça devidamente o equipamento.
    Não conheço em pormenor os contornos desse investimento, nem sequer afirmo que tenha sido um mau negócio mas posso-me questionar se não existiriam alternativas.

    Há países que por necesidade estão a apostar forte no Linux, há outros que apesar de uma aparente boa vontade, pouco ou nada fizeram.
    Para não me acusarem de fundamentalista ou fan-boy, eu acredito que os investimentos não poderão ser apenas meros números na factura! Se há casos que o Linux poderia ser uma alternativa excelente, há outros casos que não.
     
  6. esteves

    esteves Power Member

    Quer queram ou não há interesses monetários por parte do estado com a Microsoft.... podem esperar sentados pois enquanto houver esses interesses nada mudará.
     
  7. LastPride

    LastPride Power Member

    Pelo que li a maior parte dos grupos parlamentares "disseram de forma clara e precisa" que queriam ter windows vista no seus terminais.

    Acho que estes deputados pensam que é o país a trabalhar para eles em vez do contrario, quando vou trabalhar para uma empresa tenho que me sujeitar ás suas politicas, mas aparentemente no estado não é bem assim.

    Sempre pensei que no estado existia uma entidade responsável pelos sistemas informáticos governamentais com tudo planeado e devidamente estruturado, mas acho que tenho vivido uma ilusão e tal não existe...

    http://diario.iol.pt/tecnologia/par...r-informatica-deputados-iol/1041991-4069.html

    --last
     
    Última edição: 30 de Março de 2009
  8. Nuno Brito

    Nuno Brito Power Member

    Software livre encontra-se disponibilizado dentro da intranet do parlamento.

    Foi há coisa de um ano que foi proposta a adopção exclusiva de software livre mas foi acusada de ser uma imposição de estilo comunista e caiu no esquecimento.

    Tenho provas do que digo porque cortei a noticia do jornal e até coloquei no quadro de cortiça da parede para rir de vez em quando. Se quiserem até posso digitalizar para melhor compreenderem as razões porque foi adoptado software da Microsoft em exclusivo.

    -------------

    Se me permitem opinar, nem parece que a MS tenha tido muito trabalho a influenciar directamente o parlamento. O problema é mesmo o conforto fornecido pelos produtos da Microsoft e antipatia generalizada pelas alternativas como o OpenOffice.

    No dia-a-dia encontro tantos casos de pessoas que ficam perdidas sem usar o Office que por vezes desanima logo à partida qualquer tentativa de evangelizar o uso de alternativas.

    É a vida.
     
  9. Underground909

    Underground909 Power Member

    Uma precisão: A gestão da AR não tem a ver com o Governo ;)
     
  10. LastPride

    LastPride Power Member

    Peço desculpa, tentarei me informar melhor da próxima vez :)

    --last
     
  11. John Silva

    John Silva Power Member

    Esta está boa !
    "«O Linux [um exemplo de software livre] não apresenta soluções que resolvam todas as necessidades» dos serviços" :D :D :D
    Falta saber mas que raio de serviços estamos nós a falar !!!

    «Os outros grupos disseram de forma clara e precisa que querem continuar a utilizar o Windows Vista»
    De facto é isto um case study ! Tal como aqui já foi mencionado, não são os responsáveis informáticos à procura das melhores soluções mas são os próprios deputados que exigem este ou aquele software! Para mim, é uma vergonha e desconhecia tal notícia !
    Se usam o Vista por não existirem alternativas, é algo que aceito, usar o Vista e outro software MS por imposição dos deputados, estamos a falar algo de muito grave mas como sabemos, nada que nos surpreenda....
    Vou dizer de forma clara e precisa ao meu patrão que a partir de amanhã passo a ter a minha distribuição Linux instalada no PC do trabalho .... :D
     
  12. Underground909

    Underground909 Power Member

    Agora estiveste mal... então quem é o patrão dos deputados? ;)

    A Assembleia da República é um órgão de soberania, não tem de responder perante ninguém pelas suas deliberações nos termos constitucionais, e se a Assembleia decide usar esta ou aquela solução, tem o poder para o impor, não há ninguém superior que lhes poderia impor o contrário.
     
  13. JTorres

    JTorres Power Member

    ate pode ser um pouco complexo falar nestes assuntos, mas para mim acho que é um "abuso de poder" os deputados exigirem este software (caro) em vez daquele (free), pk estamos a falar de custos que nao sao eles que suportam, mas todos nós.

    em termos de plataformas nao percebo muito..... mas acho que o governo poderia mandar desenvolver uma (por informáticos portugueses), do tipo google maps (espero que seja um bom exemplo) em que qualquer OS o suporte..... ai sim o governo tratava todos de maneira igual e ninguem se poderia queixar de falta de compatibilidade.
     
  14. John Silva

    John Silva Power Member

    É por isso que eles à uns tempos atrás exigiram carros novos e ninguém disse que não ! :D
     
  15. rjtd

    rjtd Power Member

    Vejam lá quanto custa uma subscrição de um Redhat Desktop ou Suse Enterprise.
    Com os preços de volume da MS, estou em dizer que secalhar até ficou mais barato que qualquer um destes.
    Ou estão à espera de ter uma empresa ou instituição a funcionar com Ubuntu/Fedora, sem suporte e sem garantias?
    E depois entrem também com o custo do pessoal de IT. É que o custo de um admin de Linux é maior que um admin de Windows.
    O problema aqui é mesmo o "vendor lockin", e nem tanto o custo do software. Até porque se se fala em custo, convém falar em TCO e não no custo incial de compra.
     
    Última edição: 30 de Março de 2009
  16. AwakE

    AwakE Banido

    Seria interessante saber realmente a diferença entre Vista e essas distribuições. Porque como bem dizes, o mundo Linux empresarial não é grátis.

    Mas parece que a decisão foi mais por capricho do que propriamente por uma razão racional.
     
  17. John Silva

    John Silva Power Member

    É melhor não especularmos sobre valores que não conhecemos mas dizer que é mais caro pagar a um engenheiro de sistemas Linux do que um MS é uma afirmação no mínimo ousada ! O que se passa é que em relação a sistemas MS existem muitos habilidosos que não são propriamente pessoal certificado, não acredito que a Assembleia da República tivesse recorrido a uma empresa que não tivesse pessoal devidamente certificado até porque há certificações ISO obrigatórios para se efectuarem determinados trabalhos.
    Há muitos, mas muitos anos que me cruzo frequentemente com técnicos de software da HP, IBM e da Sun que dão manutenção a servidores Unix, Linux, Novell, Sun etc... Não é por falta de suporte certamente, a assembleia da República não ficaria desamparada. Mas como disse anteriormente, não basta olhar para a factura final mas temos de perceber todo um cenário e eu, como qualquer outra pessoa, poderá levantar suspeições que afinal não serão assim tão descabidas tendo em conta a pressão dos deputados.
     
  18. AwakE

    AwakE Banido

    Pois mas isso é feito com muita frequência aqui. É bastante frequente sugerir que o Windows é sempre mais caro e o Linux quase grátis.

    Ninguém disse que não. Disseram que eram mais caros, e no mercado há muito mais pessoas a trabalhar com Microsoft, logo é normal que essas pessoas se paguem caro.
     
  19. Favas

    Favas Power Member

    Existem enumeros estudos a mostrar que a Microsoft no mercado de servidores é mais barato durante todo o lifecycle que Linux, outros tantos a mostrar o contrario.

    Mas para haver esta discussão, é porque, pelo menos, renhido eles estão.
    Para mim, o decisivo está nos olhos de quem os vê.

    A Microsoft oferece tudo o que Linux oferece e muito mais, aí está o problema, ela é proprietária de tecnologias que Linux não pode ter, já o contrario...
    A Microsoft está muito saudável nesta área. Apache é um bom benchmark sem dúvida, mas o que interessa é o package completo.

    Em workstation, sem duvida Windows, em servidores só uso, e gosto, de linux, tirem-me o terminal, tiram-me tudo, mas é só enquanto for conveniente, deixo de ser o g33k da shell e começo a brincar aos snap-ins do dia para a noite.

    EDIT: chart actualizada
     
    Última edição: 31 de Março de 2009
  20. PrOdG

    PrOdG Power Member

    Inúmeros estudos? Aponta-me aí um ou dois que não venham do getthefacts.com ou que não sejam pagos pela Microsoft. Eu espero sentado.
     

Partilhar esta Página