Localização das antenas MEO/NOS/VODAFONE

mipsuc

Power Member
Útil para escolher o melhor operador com base na localização e distribuição das antenas dos três grandes :P

Meo:
http://www.google.com/fusiontables/DataSource?docid=1wtzOwnNEMpv9tkRgoCsErKXflmiiNhFne-RyseI#map:id=3

NOS: http://www.google.com/fusiontables/...6jjIUV2cqhVj34-EpBae3rSakF-rugL6vsj4#map:id=3

Vodafone: http://www.google.com/fusiontables/...XTsIJyCeu9fSuRdl_XSoCaM7OFNt6H-KeJe8#map:id=3

Parece-me que estes mapas estão actualizados. Só falta mesmo a informação das redes de cada antena (4G, 3G, 2G). Mas pelos testes de cobertura dá para ver quais têm! Se já houver algum tópico no fórum com este tipo de informação peço desculpa!

Daniel

 
Última edição:

Speciale

Power Member
Dados a reter:
* MEO tem 35 mil e 662 antenas
* Vodafone tem 29 mil e 471 antenas (83% em relação ao líder)
* NOS tem 18 mil e 155 antenas (51% em relação ao líder).
 

rmirandes

Power Member
Mas essas "antenas" indicadas não são bem antenas.

Por exemplo:
Gsm com 3 sectores -> conta 3 antenas
Gsm com antena omni -> conta 1 antena

Mas sim, é notório o número superior de antenas da MEO (e Vodafone) em relação à NOS
 
Última edição pelo moderador:

BBM

Suspenso
A tmn/meo possui muitas antenas dentro de Hospitais, Centro Comerciais, Agências Bancárias, Hóteis, Parques de Estacionamento, em muitas ruas usam antenas omni ou bi-direccionais.

Há locais no entanto onde a optimus continua a ser a única a possuir cobertura nas várias tecnologias, Túnel do Pragal e Praia do Magoito em Sintra são alguns dos exemplos.

Há uns tempos atrás alguém com quem mantive contacto realizou uns testes em Lisboa, muito antes da modernização da rede da tmn e da optimus - http://cosconor.fr/GSM/Netmonitor/Photos/2011/Lisbonne/+Lisbonne.pdf
 

bernardo11

Power Member
O Orange em Espanha tem 26.000 estações (incluindo ilhas).

O problema cá é que é mais fácil meter estações em todos os lados (€€) do que ter boa malta de Planeamento e Optimização.
 

BBM

Suspenso
Onde moro a optimus foi a única a ter em consideração a topologia do terreno e construção dos edifícios, sabendo que há muitas lojas e caves colocaram as estações deles em locais estratégicos. Na minha rua de um lado tenho um site com 2G/3G/4G e a menos de 300 metros do outro lado da rua tenho um site light só com 3G. Em outra rua optaram por ter um site com apenas 2 sectores permitindo quem mora em caves ter rede.

A tmn/meo onde moro é uma desgraça, reclamei várias vezes mas disseram sempre que a rede é muito boa, mas os testes que realizei e publiquei no meu blog mostram o contrário - smscellbroadcast.wordpress.com/2013/09/06/ma-cobertura-indoor-2ggsm-tmn-moche-portugaltelecom-uzo-meo-madorna-cascais/

No caso da Optimus pecam por não terem micro dentro de Hospitais e em muitos locais públicos onde a tmn e vodafone estão lá presentes.
 
Última edição pelo moderador:

bernardo11

Power Member
O problema das micros (tipo as RBS6000 da E///) nem é o espaço que elas ocupam que é muito reduzido é mesmo como é que fazes chegar a transmissão a uma estação dessas, por radio enlaces é muito difícil, passar transmissão por fios é a melhor solução, mas de quem são os circuitos? Isso mesmo.. da PT. Ou seja, implica que vás ter de alugar um circuito, ou seja, gastar €. E isto não são circuitos "caseiros" são circuitos com SLA muito rigorosos que se for preciso custam 500€ mês por 20/20MBps.

A NOS agora já se percebeu que vai investir forte na rede a começar pelas ilhas onde a cobertura deixa muito a desejar, a ZON tinha já antes da fusão muitos circuitos próprios pode ser que ajude agora nesta nova vida da Optimus. Mas eu continuo a dizer, não no caso das ilhas onde pelo relevo do terreno é efectivamente necessário colocar mais equipamentos para as zonas sombra falo mais no caso do continente, há muita optimização para se fazer à rede.

Para quem não esta muito por dentro do assunto uma estação consegue enviar sinal a uns 20-40Km tranquilamente (dai ter sido tão fácil os operadores terem uma cobertura rapida do LTE :D ) a questão é que ha outras variáveis, as frequências são limitadas e há as zonas sombra, ou seja, no Alentejo podes ter 1 estação para 1 aldeia mas em Lisboa na mesma area tens de ter umas 4 ou 5 só pelas zonas sombra e pela utilização das frequências.
 

BBM

Suspenso
No caso do LTE tal situação deve-se ao facto de se ter usado frequências baixas, 800 MHz e 1800 MHz.
 
Última edição pelo moderador:

Speciale

Power Member
Mas essas "antenas" indicadas não são bem antenas.

Por exemplo:
Gsm com 3 sectores -> conta 3 antenas
Gsm com antena omni -> conta 1 antena

Mas sim, é notório o número superior de antenas da MEO (e Vodafone) em relação à NOS
Engraçado que pela cobertura 4G tinha a ideia de que quem tinha maior número de antenas era a Meo, depois Nos e depois Vodafone.

O Orange em Espanha tem 26.000 estações (incluindo ilhas).

O problema cá é que é mais fácil meter estações em todos os lados (€€) do que ter boa malta de Planeamento e Optimização.
Vou ter que rejeitar, pertenci a uma equipa de Planeamento de Rede Móvel e nada era feito ao acaso. Implicava pesquisa de campo, recolher dados e informações junto da Câmara, etc. E depois escolher os melhores locais para a instalação.

No caso da Optimus pecam por não terem micro dentro de Hospitais e em muitos locais públicos onde a tmn e vodafone estão lá presentes.
É uma das lacunas que também noto, Hospitais, Centros Comerciais, Edifícios Públicos relevantes, etc.
 

Speciale

Power Member
Eu mantenho-me com a mesma ideia, o planeamento e optimização dos operadores portugueses é fraquito, tanto em campo como em NOC
Por vezes o planeamento pode parecer feito em cima do joelho, mas olha que não. Às vezes a localização ideal para instalação ou reforço não está disponível e aí tem-se que optar pelas alternativas viáveis. Não sei se imaginas as burocracias que são necessárias, mas é uma trabalheira desgraçada. Chegar a acordo com os condomínios, câmaras, etc.
 

BBM

Suspenso
Por vezes o planeamento pode parecer feito em cima do joelho, mas olha que não. Às vezes a localização ideal para instalação ou reforço não está disponível e aí tem-se que optar pelas alternativas viáveis. Não sei se imaginas as burocracias que são necessárias, mas é uma trabalheira desgraçada. Chegar a acordo com os condomínios, câmaras, etc.

Onde estou a morar chegou-me aos ouvidos que a tmn tentou negociar a instalação de uma estação aqui perto para reforço de rede, não foi aceite, a tmn pagaria 200 Eur mês, não aceitaram o valor. A cobertura indoor aqui é uma miséria chegando a ficar sem rede e segundo a tmn não haverá reforço da cobertura. Após uma pesquisa no google verifiquei que a Optimus também não teve a vida fácil nesta zona, chegaram mesmo a ter que retirar uma estação porque um grupo de pessoas reclamou do local onde a estação estava e que lhes afectava a saúde.
 
Topo