1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Magalhães - o mais escandaloso golpe de propaganda do ano

Discussão em 'Novidades Portáteis' iniciada por CT1AAA, 16 de Agosto de 2008. (Respostas: 6; Visualizações: 1158)

Estado do Tópico:
Fechado a novas mensagens.
  1. CT1AAA

    CT1AAA Power Member

    Sem querer entrar em politicas, mas deixo aqui um artigo interessante, ao critérios dos Administradores ou moderadores do fórum, retirado de:
    http://pt.wikipedia .org/wiki/ Nicholas_ Negroponte# O_PC_de_USD_ 100
    Transcreve-se:
    Os noticiários abriram há dias, com pompa e circunstância, anunciando o lançamento do 'Primeiro computador portátil português', o 'Magalhães'.
    A RTP refere que é 'um projecto português produzido em Portugal'
    A SIC refere que 'um produto desenvolvido por empresas nacionais e pela Intel' e que a 'concepção é portuguesa e foi desenvolvida no âmbito do Plano Tecnologico.'
    Na realidade, só com muito boa vontade é que o que foi dito e escrito é verdadeiro. O projecto não teve origem em Portugal, já existe desde 2006 e é da responsabilidade da Intel. Chama-se Classmate PC e é um laptop de baixo custo destinado ao terceiro mundo e já é vendido há muito tempo através da Amazon.
    As notícias foram cuidadosamente feitas de forma a dar ideia que o 'Magalhães' é algo de completamente novo e com origem em Portugal. Não é verdade. Felizmente, existem alguns blogues atentos. Na imprensa escrita salvou-se, que se tenha dado conta, a notícia do Portugal Diário: 'Tirando o nome, o logótipo e a capa exterior, tudo o resto é idêntico ao produto que a Intel tem estado a vender em várias partes do mundo desde 2006. Aliás, esta é já a segunda versão do produto.'
    Pelos vistos, o jornalista Filipe Caetano foi o único a fazer um trabalhinho de investigação em vez de reproduzir o comunicado de imprensa do Governo.

    A ideia é destruir os esforços de Negroponte para o OLPC. O criador do MIT Media Lab criou esta inovação, o portátil de 100 dólares...
    A Intel foi um dos parcceiros até ver o seu concorrente AND ser escolhida como fornecedor. Saiu do consórcio e criou o Classmate, que está a tentar impor aos países em desenvolvimento.
    Sócrates acaba de aliar-se, SEM CONCURSO, à Intel, para destruir o projecto de Negroponte. A JP Sá Couto, que ja fazia os Tsumanis, tem assim, SEM CONCURSO, todo o mercado nacional do primeiro ciclo
     
  2. ThatsMe

    ThatsMe [email protected] Member

    Tudo isto, mais coisa menos coisa, já foi dito aqui.
     
  3. MANAGER

    MANAGER Banido

    Este só vai custar 50 euros e destina se aos mais novos , nao percebi mas este post parece anti ps.
     
  4. ThatsMe

    ThatsMe [email protected] Member

    Está-se mesmo a ver o destino desta thread. Uns a puxar para um lado, outros a puxar para outro.
     
  5. wrproject

    wrproject Power Member

    sinceramente nem sei o que dizer.
     
  6. Gambit77

    Gambit77 Power Member

    Ver a realidade é anti ps?!?!
     
  7. MANAGER

    MANAGER Banido


    Qual realidade ?? Antes do PS quem quisesse um portatil e net tinha de pagar mesmo nao tendo possibilidades agora qualquer um por 150 euros tem portatil com placa de bandalarga e os mais necessitados de borla , agora com esta medida até os alunos da primaria vao benefeciar com isto por apenas 50 euros e os mais necessitados de borla .
    Por mim o Socrates pode copiar o que quiser desde que sejam coisas boas .
    Havia de lá estar o PSD Manuela Ferreira Leite , Santana Lopes ou Paulinho das Feiras , se quisessem portateis iam a loja acho que este governo nao está a ser assim tao mau , se nao fosse muitas medidas esta crise internacional que passou iamos ao fundo e sobrevivemos e estamos a levantar.
    Já tive uma ideia má do Socrates mas entre ele e outros prefiro ele nao vejo ninguem com as capacidades dele.
     
Estado do Tópico:
Fechado a novas mensagens.

Partilhar esta Página