1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Maiores operadores estudam rede fibra óptica única

Discussão em 'Dúvidas e Suporte—Internet, Redes, Segurança' iniciada por Vitinh@, 17 de Dezembro de 2008. (Respostas: 16; Visualizações: 1054)

  1. Vitinh@

    Vitinh@ Power Member

    Fonte: http://exameinformatica.clix.pt/noticias/mercados/1001123.html

    Fico feliz por esta noticia:D
     
  2. Make.Love

    Make.Love Banido

    ja tou a ver bem o cartel que vai sair dai... tenho 1 dedinho que advinha!
     
  3. Vitinh@

    Vitinh@ Power Member

    Pensando bem és capaz de ter razão :(
     
  4. lfernandes

    lfernandes Power Member

    era uma boa altura para a cabovisao se afirmar no mercado, já que detém o maior anel de fibra do país. parte do investimento já o tem feito quando os outros têm de o fazer
     
  5. Seavoices

    Seavoices Power Member

    Cabovisão? Maior anel de fibra? Gostava de saber como se sentiria a Brisa com esse teu comentário quando todos os KM de auto-estrada existentes têm fibra óptica nas suas condutas técnicas, utilizadas por alguns operadores nacionais.

    A fibra não é uma inovação de agora...
     
  6. TuxBoss

    TuxBoss Power Member

    Ou como se sentiria a Refer ou a REN ou a EDP...

    A maioria da fibra neste país não é dos operadores "tradicionais".
     
  7. Seavoices

    Seavoices Power Member

    Referi a Brisa simplesmente porque penso que seja a maior e aquela que mais dispersão geográfica actualmente tem

    Mas acredito que a PT também tém uma grande rede de Fibra, pelo menos nos grandes centros e no litoral
     
  8. knightmasks

    knightmasks Power Member

    A PT deve ter fibra óptica em todas as centrais de ADSL. Era muito bom se os 4 operadores avançassem com uma rede única. Aceleravam o processo de expansão da rede de Fibra óptica.
     
  9. amjpereira

    amjpereira Folding Member

    Apoio o lançamento da rede de fibra unica se fosse criada uma empresa de gestão da rede independente dos operadores compostos por membros de igual numero de todos os intervenientes, ou seja nao ha ca maiorias de um x nem beneficios para y para haver descrepancias aquando a decisão de tempos de resolução de problemas, sejam eles tecnicos ou outros.

    Tudo igual no que toca a nivel tecnico e tempos de resolução, depois os serviços disponibilizados por cada um e os preços é com eles.

    Cumprimentos
     
  10. Pois eu concordo com a rede partilhada mas desde que não fiquem dependentes da pt como a clix esta...(entre outros).
    Quer dizer falo do meu caso tive uma avaria em casa veio cá 3 técnicos da clix para se finalmente poder xamar um da pt para xegar a conclusao que a linha estava estragada.Isto tudo fez demorar o processo de reparação em 2 semanas :X
     
  11. mr_zener

    mr_zener Power Member

    a solução é simples e clara como água... assim como há a SIBS -Sociedade Interbancária de Serviços, onde todos(ou quase todos) os bancos são accionistas da empresa que mantém a rede de multibanco e pagamento automático do país.
    Assim como esta existe a solução passaria por criar uma entidade similar á gestão da SIBS mas para uma rede de fibra óptica.... só que parece que é uma solução que poucos querem
     
  12. dvfer

    dvfer Power Member

    Acho o exemplo da SIBS muito bem conseguido. Montar e manter uma rede de fibra optica é muito dispendioso e só uma parceria entre as maiores empresas iria conseguir viabilizar o projecto actualmente.
     
  13. TuxBoss

    TuxBoss Power Member

    O exemplo da SIBS não é o mais próximo da realidade por uma razão simples.

    A SIBS foi algo que surgiu de um desejo comum entre as várias entidades bancárias, num cenário em que o mercado estava tão fragmentado e distribuído (e tão numa fase inicial) que beneficiou todos os envolvidos.

    No caso da fibra a coisa não é assim. Há operadores que têm boa parte dos seus lucros a alugarem ou vender fibra escura ou até mesmo circuitos próprios. Se uma entidade assim acontecesse, era uma quebra grande nesse negócio.

    O ideal mesmo era que cada operador pudesse escolher caso a caso o que é que lhe interessaria mais, se fosse ir a jogo com outro operador ou sozinho.

    Dessem o controlo das condutas a entidades externas, para garantir acesso justos e igualitários e aí sim haveria concorrência.
     
  14. Sem duvida, tenho de concordar com o que dizes.

    Nos 80% da fragil concorrência que existe é baseado nas passagens (monopolizadas) das infraestruturas. Mas mantenho a minha aposta, o cobre existente (CATV) e 'passado' pelos centros urbanos é mais que suficiente para se fazer o que se quiser (nos proximos 5 anos). O cobre tem muito mais a dar que muitos de nós pensa. É uma questão de «eles» abrirem mão e começar a jogar 'limpo'.
     
  15. dabysk

    dabysk Power Member

    Muita coisa está dependente da PT ( uma vez que é o operador incumbente ). A PT não é quem mais sujo joga. A Anacom é senhora de todas as regras do jogo. por exemplo a PT é obrigada a alugar as ligações de cobre do lacete local.. se lhes apetecesse meter fibra até cada sub-repartidor podia negar-se a alugar.

    Como consumidor só espero que os serviços fiquem cada vez melhores e mais baratos ( que é o que tem acontecido até aqui).

    Cumprimentos
     
  16. SuperLuis

    SuperLuis Power Member

    E em que aspecto, falo do financeiro, isso vai ser bom para os comuns utilizadores da Internet de banda larga em Portugal? Porque uma associação de empresas num projecto deste tipo quase nunca dá nada de bom para os utilizadores domésticos.

    Mas vamos lá esperar para ver o que dai virá.
     
  17. amjpereira

    amjpereira Folding Member

    O que pode trazer do bom?

    Se for uma empresa independente que trate apenas da gestao da rede, garante que os tempos de instalação e resolução de avarias seja igual para todos, que é de onde vem grande parte das reclamações dos fornecedores fora do grupo PT.

    Quanto a preços ai como será normal cada um decide o seu, tendo em conta que depois nao esta dependente de nada nem ninguem, apenas tem que se preocupar com a manutenção da ligação e prestação do serviço.

    Cumprimentos
     

Partilhar esta Página