1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.
  2. Consulta o Portal de Jogos da ZWAME. Notícias, Artwork, Vídeos, Análises e muito mais.

    Remover anúncio

Mais alguém sente que poucos jogos impressionam como antigamente?

Discussão em 'Jogos - Discussão Geral' iniciada por PsychoactivE, 10 de Janeiro de 2005. (Respostas: 79; Visualizações: 7057)

  1. PsychoactivE

    PsychoactivE Power Member

    Antigamente (há uns 8 anos atrás, qdo tinha 16 anos +-) havia sempre aqueles jogos que me viciavam verdadeiramente, que me punham de boca aberta, simplesmente 8o , e eu jogava-os até ao fim sempre com a mesma pica.

    Lembro-me do primeiro (e único) RPG que me fez sentir assim, o Shining Force 2 da Mega Drive. A história, sentimento de aventura, o mundo bastante grande para a altura... Sem palavras, adorei...

    O Doom 1, a primeira vez que o vi fiquei atónito pois foi o 1º jogo FPS que vi, o 1º jogo num mundo tridimensional... e ainda por cima bastante bem feito. Também adorei o estilo e a violência do jogo, espectacular.

    Carmageddon... Conduzir um carro num verdadeiro mundo 3D, ainda com a possibilidade de atropelar pessoas, fazer acrobacias malucas, lutas de carros, carros diferentes possíveis de roubar... Foi a loucura total...

    Depois foi o GTA 1, grande liberdade de coisas para fazer numa cidade bastante grande, e as missões eram excelentes.

    Houve mais jogos que gostei, mas estes foram os principais. Agora pergunto-me, hoje em dia, ainda por cima tendo muito mais liberdade de escolha nos jogos que antigamente, que jogos há que me fazem sentir assim? Três, iguais na sua essência: GTA 3, GTA Vice City, GTA San Andreas. Gosto bastante também de jogar on-line, Enemy Territory e Quake 3 particularmente, mas a sensação não é a mesma de jogar um bom single-player antigamente. Porque é que é raro o jogo que conisgo jogar até ao fim? A determinada altura farto-me sempre... ou então jogo até ao fim só mesmo para "acabar".

    Sinto isto principalmente com RPG's, gosto bastante da ideia dos RPG's mas os que tenho jogado (Wizardry 8, Anachronox, Neverwinter Nights) são demasiado chatos, não têm uma história e ambiente que me consiga envolver, e normalmente têm tanta coisa, tantas armas por exemplo que já não há aquela alegria de guardar dinheiro para comprar aquela arma "espectacular". Alguém sugere um RPG para eu jogar?

    Será que estou a ficar velho, ou tenho tanta liberdade de escolha que já nada me impressiona verdadeiramente, ou são mesmo os jogos que já não são o que eram? Mais alguém se sente assim? Enfim... isto é um desabafo...
     
  2. VinE

    VinE Power Member

    O último jogo que me impressinou foi o Grand Theft Auto, aliás, tem sido unicamente essa série que me tem realmente impressionado....











    Depois o Live for Speed por outras razoes...
     
  3. greven

    greven Folding Artist

    Sim, é verdade, poucos jogos impressionam como antigamente. Mas isto porque no fundo os jogos têm evoluido ligeiramente, de um FPS para outro não há grande diferença, muda a história (a desculpa para matar), os gráficos e pouco mais. No enanto sairam ultimamente uns que marcam a diferença (HL2 e Far Cry).

    Jogos que me marcaram nos últimos anos:

    Final Fantasy X
    Diablo 2 LOD
    Starcraft
    HL2

    Devem ser os pricipais que me marcaram mais nos últimos anos...

    Jogo mais jogado de sempre por mim:

    Diablo2 LOD! :D O vicio! (Agora já não...)
     
  4. El sebasti

    El sebasti Power Member

    Oi,

    Por acaso agora estou a jogar Wizardry8 e estou a gostar, apesar do jogo já ser bastante velhinho. Em termos de RPG's, se não conheces, experimenta os Gothic (1 e 2), o ArxFatalis e o Starwars-KOTOR. Também gostei bastante destes, pode ser que algum te caia no goto.

    Mas respondendo à tua pergunta: sim, são muito poucos os jogos que actualmente que me cativam. Basicamente só jogo RPG's e mesmo estes só alguns titulos é que me prendem ao PC.
     
  5. Sacripanta

    Sacripanta SuperModeradorzinho
    Staff Member

    Isso se calhar deve-se ao facto de "antigamente" qualquer jogo ser mesmo novidade, ao passo que os que saem agora são sempre comparados aos anteriores. Agora é preciso que o jogo seja mesmo um fora de série para que surpreenda.
     
  6. incognito54

    incognito54 Power Member

    acho q o problema também é da idade, começa a faltar a paciência e o tempo...
    por exemplo, os meus primos mais novos, qualquir coisa que apareça jogam aquilo até ao fim, uma duas ou três vezes...
    outro problema é que hj em dia temos muitos mais jogos para jogar, o que leva a uma situação de
    "tou farto vou jogar aquele..
    epah arranjei o n sei q, vou já jogar!
    fartei-me vou jogar ao outro..."
    e por aí adiante e nunca nos chegamos a dedicar a sério a coisa nenhuma...
     
  7. Korben_Dallas

    Korben_Dallas Zwame Advisor

    incognito54 percebo o que queres dizer... mas isso também tem a ver com piratagem... não se dá valor a algo que não custou rigorosamente nada por isso é experimentar e desinstalar :rolleyes:
    Mas claro também tem a ver com a idade.... já sou gamer há muitos anos e não tenho paciência para determinadas cenas... ou se calhar é porque quando mais velhos ficamos menos tempo temos para jogar...

    Quanto aos jogos antigos epá é mt l337 dizer que se é oldskool e q o antigo é que era bom... o que é verdade mas não inteiramente poix muita coisa boa tem saído apesar de ser menos frequente.

    O que está a acontecer é o q aconteceu em no cinema, na música... assim que começa a dar muito lucro atrai logo os tubarões e começamos a ver os jogos com muito marketing e pouca qualidade, muitas licenças de filmes, sequelas feitas à pressa... e claro há sempre 2 ou 3 jogos que vêm de uns desconhecidos e que são realmente originais e nos deixam com aquela sensação que tinhamos há uns anos depois de esperar anos para carregar um Chuckie Egg, Renegade, Attick Attack... ou depois instalar um Monkey Island, um Tie Fighter, ou de jogar Mario Bros e ao Sonic.

    Que me lembre assim dos últimos anos destaco:

    Jet Set Radio
    Shenmue
    Rez
    Metal Gear Solid
    Nights
    Tomb Raider
    FFVII

    E muitos outros q n me lembro agora ou que não tive oportunidade de jogar (Ico, Katamari Da Manshi...)

    E claro há também grandes jogos q não inovaram propriamente mas que deram um grande passo num género existente... jogos como os Halos, Half Life, Gran Turismo, Mario 64, Thief.... (e claro faltam montes q não me lembro).

    O que é preciso mesmo é que os developers tenham jogos super rentáveis e que invistam algum do lucro para desenvolver novas ideias e arriscar!
     
  8. Radeon Force

    Radeon Force I fold therefore I AM

    Para mim o melhor jogo de sempre, lindo,lindo e com uma historia fantastica.
    Um quase tambem á sua altura era o Phantasy Star 4(a saga toda é linda).
    Que saudades tenho dos grandes rpg da megadrive.
     
  9. PJGS

    PJGS Power Member

    Os jogos agora impressionam menos tb pq há uma gde disponibilidade de titulos na net. Nos tempos dos 56K, expremia-se os jogos até a último byte. sempre à procura de niveis feitos pelos outros jogadores, mods, etc. Agora jogar assemelha-se à uma linha de produção em série. Ainda se está a jogar um qlq titulo e já há mais um ou 2 no disco à espera e outros tantos na lista para serem sacados.
     
  10. apocalipsus

    apocalipsus Power Member

    Opa realmente houve um jogo que me surpreendeu muito, e que na altura que saiu deve ter sido algo do outro mundo.

    Lenged of Zelda Ocarina of time

    Eu so joguei num emulador muito depois do jogo ter saido (+- na altura que saiu o ut2003) mas este jogo da n64 espantou-me, era mesmo fantastico. E eu custou-me muito a acreditar que esse jogo tivesse sido feito para a N64
     
  11. Tenebrus

    Tenebrus Power Member

    Eu acho que isso de não se impressionarem é da idade. Quando se é mais novo é mais fácil ficarem impressionados com qq coisa - Os jogos dantes não eram melhores: os olhos com que os viam é que eram diferentes.

    Eu até me lembro de ficar impressionado com um jogo a carregar (a parte em que fazia o desenho linha a linha e depois punha a cor) da primeira vez que vi um zx spectrum...
     
  12. Triston

    Triston Aku Soku Zan SM

    De certa maneira acho q o korben tem razão. Qdo um gajo passa semanas ou meses a juntar para comprar um determinado jogo acaba por lhe dar um valor maior do q se simplesmente o sacar da net a custo 0. Lembro-me de ter gostado de jogos a que mais ng dava valor apenas pq tinha passado pelas passas do inferno apenas para o comprar (ex: turrican para a megadrive). Basicamente qdo um jogo nos sai do bolso damos-lhe bastante mais valor e procuramos sempre maneiras de os valorizar nem q seja pessoalmente mais q nao seja pra admitir q enfiamos um barrete ao comprarmos este ou aquele jogo (ex disso o Manhunt para a PS2 pelo qual paguei um balurdio (65€) pensando q ia ser um bom investimento devido 'a celuma q estava a levantar e agora o vejo a 30€ em versão platinum e acho q nem isso vale)

    Em relação ao topico propriamente dito acho q e' a tal coisa ja ha mto pouco para inovar em termos de videojogos pelo menos nesta geração de maquinas no inicio (altura do pong, das atari de 4 bits e posteriormente no spectrum) havia todo um mundo a explorar ja q nada tinha sido descoberto e cada jogo novo q aparecia tinha uma serie de inovações q toda a gente achava o maximo entretanto apareceram uma nova geração de maquinas q nos levaram a novos niveis em termos de exigencia. Depois chegaram as consolas de 16 bits q mais uma vez nos fizeram subir o grau de exigencia depois as 32... e deu-se outro salto... de repente o 2d era passado e o 3d era o q estava a dar os jogos de plantaformas 2d deixaram de ter interesse e os 3d passaram a rular... saltamos do 32 para o 64 e pouco mudou e depois para os 128 e as coisas mudaram mais um bocado mas n tanto como poderiamos desejar apenas refinamos tudo o q veio das consolas de 32 bits as coisas agora sao mais elaboradas mas basicamente sao mais do mesmo os jogos sao mais bonitos e mais rapidos mas nao mais inovadores acho q aquilo a q te referes e' basicamente a exaustão do q diz respeito aos conceitos q hj em dia existem nos jogos e ao nao aparecimento de novos conceitos verdadeiramente inovadores.

    Nao digo q nao hajam bons jogos novos ... nao ha e' estilos novos de jogo...

    Infelizmente nao estou a ver um salto tao grande assim no q diz respeito 'a nova geração de jogos q vira com a nova geração de consolas (PS3, XBOX2) ou seja sera mais do mesmo (mais bonito, maior, melhor mas nao NOVO) e acho q o proximo passo verdadeiramente inovador sera nao em relação ao aumento de potencia das consolas em si mas em relação a novos interfaces por exemplo novos tipos de feedback e maneiras de jogar (ex: evolução do eye-toy, aperfeiçoamento dos equipamentos de realidade virtual q sairam completamente de moda por terem aparecido demasiado cedo e nao haverem jogos solidos q aproveitem esse sistema) ou (ja entrando num campo semi ficcção cientifica) o passar de um ecrã para sistemas holograficos interactivos.
     
  13. Rudzer

    Rudzer Power Member

    Partilho da mesma opinião...

    No entanto existem MUITOS bons titulos o racio de titulo memorável / numero de jogos maravilhosos lançados é que deixa a desejar.

    Tenebrus, Triston e Korben - grandes posts :D
     
  14. Elrond

    Elrond To fold or to FOLD?

    Gravem este post....daqui a uns anos vai ser como são hoje os filmes antigos da ida do homem a lua...;)

    Bom post triston;)
     
  15. SwimmerBoy

    SwimmerBoy Folding Member

    Sem duvida....Triston, penso precisamente da mm forma! Neste momento os novo hardware pouca coisa trás de novo a não ser dinheiro para os cofres de quem o faz!!

    O software cada vez pesa mais, sem aparentar evoluções drásticas que realmente impressionem!!

    Por exemplo, um jogo que na versão original, nem achei nada por ai àlem (Half-Life original), revelou-se um enorme e fabuloso investimento...

    Paguei somente 15€ por ele e já me touxe imensas horas de diversão e inclusivé ajudou a fazer novas amizades...

    É nestes casos k não compreendo pk é k uma pessoa vai por caminhos ilicitos para ter o jogo uma vez que não têm desculpa k é muito caro... 15€ não é nada!!!
     
    Última edição: 10 de Janeiro de 2005
  16. PsychoactivE

    PsychoactivE Power Member

    Acho que todos vocês têm razão, são várias as razões que nos levam a não ser tão cativados por alguns jogos como antigamente. Com a idade temos menos tempo para jogar e com a pirataria talvez demasiada liberdade de escolha, cada jogo que jogamos é uma pequena melhoria comparado com outro jogo que tenhamos jogado, por isso é natural que já esteja visto e não nos surpreenda. Também acho que há pouca inovação para além de gráficos melhores, se calhar também não há muito por onde inovar... Ou então é como o Korben_Dallas diz, jogos com muito marketing e pouca qualidade, etc.

    Mas curiosamente, os jogos da GTA (do 3 ao San Andreas (que não joguei mas tenho a certeza de que vou gostar)) viciam-me sempre, apesar de não haver grandes melhorias entre eles, talvez tenha mais a ver com o meu estilo de jogo... Gosto do ambiente, das cidades enormes, de conduzir os veículos pela cidade, de se poder fazer tudo e mais alguma coisa. Mas não é que eu goste só deste estilo de jogo, mas os outros géneros deixam-me sempre algo a desejar, principalmente os RPG's como eu tinha dito. Estou a ver se arranjo o Vampire: Massquerade, estou com alguma esperança de que este me agrade.
     
  17. PsychoactivE

    PsychoactivE Power Member

    É, não é? :D Porque é que já não há jogos assim, ainda por cima com a tecnologia que há devia ser possível fazer algo do mesmo género mas muito melhor...
     
  18. S.T.E.E.L.

    S.T.E.E.L. Power Member

    O jogo k mais me marcou e k mais joguei até hoje foi o 4DS (hoje em dia raramente jogo)... k jogão... K jogão... :003:


    those were the days... :D
    [​IMG]
     
  19. moonspell

    moonspell Power Member

    Contem com mais um desiludido.

    Já foi tudo dito mas...
    Penso que há várias razões para a menor "pica" por jogos, mas julgo que as grandes razões são estas:

    - Idade. A principal razão (de longe para mim)
    Quanto mais novos somos, maior facilidade de gostar de "qualquer coisa", mesmo sem estar a falar de jogos.
    Além disso, com os anos a passar já vimos centenas (milhares?) de jogos, e já pouco nos surpreende.

    - Tempo
    Quase sempre relacionado com a idade/vida profissional. Não há tempo para jogar, joga-se pouco, acaba-se por ter pouco "attention span" no jogo especifico, e perde-se o interesse.

    - Quantidade.
    Antes lembro-me de ter um número mais restrito de jogos ao alcance, e portanto tinha que explorá-los mais até ao limite que hoje em dia.

    - KISS (Keep it simple stupid)
    Na generalidade os jogos antigos eram muito mais simples mas investiam muito na jogabilidade. Hoje muitos jogos têm milhares de opções/carecterísticas/imagens/objectos/npcs/whatever, sem aumentar o interesse, sendo o "gameplay" bastante básico e sem graça.

    - Nostalgia
    O ser humano tem a tendência a sobrevalorizar os "bons velhos tempos".
    Aqueles jogos antigos em que perdemos dias/semanas/meses nunca vão sair da nossas boas recordações.
     
  20. PJGS

    PJGS Power Member

    Para mim, esses são os 2 principais motivos.
    Lembro-me q qdo comprei o RA2 e o HL palmilhei a net à cata de mapas/niveis. Agora acaba-se um e começa-se outro.

    Qto ao pouco tempo, acho q deveria funcionar como um estimulante. Afinal qual a pica de fazer maratonas de jogos?
     

Partilhar esta Página