1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.
  2. Consulta o Portal de Jogos da ZWAME. Notícias, Artwork, Vídeos, Análises e muito mais.

    Remover anúncio

Mais de 2 milhões de portugueses têm consolas de jogos em casa

Discussão em 'Jogos - Discussão Geral' iniciada por Korben_Dallas, 25 de Junho de 2007. (Respostas: 48; Visualizações: 3185)

  1. Korben_Dallas

    Korben_Dallas Zwame Advisor

    http://tek.sapo.pt/4Q0/689817.html

    É uma sondagem, mas não deixam de ser números interessantes :)
     
  2. RavenMaster

    RavenMaster Power Member

    quando começarem a implementar telemóvel em consolas (e não tentar o oposto como com a Ngage), penso que este número ainda subirá mais ;)
     
  3. nub

    nub Power Member

    Então devo ser dos poucos que nunca tive nem tem uma consola em casa :)

    O pc vai dando para os "gastos", uma vez que não passo muito tempo a jogar.
     
  4. Pallad1um

    Pallad1um Power Member

    E só contam eles as consolas: se incluissem as pessoas que usam computador só para jogar (ou maioritariamente para isso) provavelmente chegavam aos três milhões. A crise anda aí ...:-D
     
  5. ]cool[

    ]cool[ [email protected] Member

    Pode não haver dinheiro para bens essencias, mas para consolas (e afins, bens de luxo) existe sempre... :wvsore:

    Sejamos sinceros, desse 2M nem todos se podem dar a este luxo...

    Fikem bem!
     
  6. HyperRush

    HyperRush Power Member

    Devem ter encostadas as Masters Systems e as Mega Drives no báu.

    "Consola? ah sim , tenho uma SEGA ou PAYSTATIONE lá em casa"
    :x2:
     
  7. Yggdrasil

    Yggdrasil Power Member

    É só um número, não sabemos até que ponto esses 2,1 milhões levam os jogos a sério ou quantos deles é que ainda jogam ou quantos têm apenas uma consola comprada há 15 anos arrumada na arrecadação. Ou pior, quantos deles é que praticam actos de pirataria.

    Seja como for, indica que é um mercado grande, mas é muito heterogéneo.
     
  8. alex02

    alex02 [email protected] Member

    exactamente
     
  9. I_Eat_All

    I_Eat_All Plasma Beam!

    Segundo numeros oficiais venderam-se menos de 800 mil PS2 em Portugal (mas mais de 750 mil) como tal e contando com a natureza do equipamento em que algumas delas inevitávelmente se avariaram e tiveram de ser substituidas, contando para as vendas totais...

    Isto leva-nos a agregados familiares de 3 pessoas, normalmente pai, mãe e filho; ou seja... 2 milhões a dividir por 3... 666 mil. O que coincide com a média portuguesa de numero de filhos por casal.

    Realisticamente não temos 2 milhões de pessoas que jogam, mas temos 2 milhões de pessoas com consolas no seu agregado familiar. Não me surpreende.
     
  10. UnRealPT

    UnRealPT Power Member

    Aposto para cima de 75%...
     
  11. Korben_Dallas

    Korben_Dallas Zwame Advisor

    Pf não vamos direccionar a conversa para esse campo, já que não existem dados oficiais e não é própriamente a intenção da thread :wvsore:
     
  12. Kotor

    Kotor Power Member

    És bruxo... :p

    E não lhes toco a bastante tempo, andam lá por casa a fazer peso, também é bom.
     
  13. Kursk_crash

    Kursk_crash Banido

    mas...

    tal como referiu o I_EAT_ALL

    é indivíduos com consola
    ou pessoas abrangidas por uma consola debaixo do mesmo tecto..

    consolas activas ou desactivadas ?

    3,7% das pessoas com mais de 65 anos têm consola em casa ??? wtf ?? os netos ?? ou eles mesmos ??
     
  14. theghost

    theghost Power Member

    Eu acho que ainda sei ler, e a reportagem fala em consolas, não fala em jogos, o dinheiro pela consola as empresas respectivas receberam, ou achas que andaram a piratear uma consola inteira :rolleyes:
     
  15. Voystice

    Voystice Power Member

    Se se podem dar ao "luxo" ou não eu não sei;... mas consolas não são nenhum objecto de luxo!

    Não confundas consolas de jogos, que são claramente um veículo de cultura tão válido como um livro ou um filme com futilidades tipo Caviar e Diamantes e outras jóias...

    Só numa sociedade retrógadamente fascista e salazarista é que um veículo de cultura pode ser considerado um luxo...

    \w/
     
    Última edição: 25 de Junho de 2007
  16. Bufa

    Bufa Power Member


    Não devem ser poucos aqueles que mudam de telemóvel de 6 em 6 meses...
     
  17. jjmaia

    jjmaia What is folding?

    PS3 é um exemplo. Dar 250€ é bem diferente de dar 600€. Por escudos, que muitas saudades sinto, 50 contos é bem diferente de 120 contos...
     
  18. 6r4ff3r

    6r4ff3r [email protected] Member

    E muitas vezes não é o telemovelzinho de gama baixa que serve para aquilo que todos sabem....

    Não querendo enganar e muito menos defender o user ]cool[, ele apenas quis referir que há quem compre uma consola (mesmo em certos casos, a mais cara do mercado) e nem sempre tem o suficiente para adquirir bens de primeira necessidade. Lembra-te que não são as consolas que dão de comer e/ou de vestir.

    Se fores pelo conceito de cultura, então vou-te dizer uma coisa! No tempo de Salazar poucos tinham acesso a livros de qualquer tipo, havendo quem quisesse e não pudesse por falta de possibilidades. Hoje em dia há cada vez mais acesso a certos e determinados livros....e poucos querem saber.

    Poderei dizer o mesmo de um cd de música ou um dvd. Se estão actualmente caros, é verdade. Mas alguém espera por rebaixas ou tenta arranjá-lo mais barato na net? São poucos...

    Gosto de jogos sem dúvida, mas ainda dou valor a outros meios de cultura.

    Por estas e por outras, quando falares de consolas tenta não usares a palavra cultura em vão.

    Cumprimentos
     
  19. Voystice

    Voystice Power Member

    Só aí já vês um dos motivos para a má performance de vendas da PS3!

    É certo que o hardware da consola não é barato, e que há muita gente que pode pagar os 600 calhaus na boa, mas tambem começa a haver muito boa gente que não quer pagar pelo entretenimento/cultura como se estivesse a pagar um luxo!

    Eu sou uma dessas pessoas...

    \w/
     
  20. Voystice

    Voystice Power Member

    Esses são apenas alguns dos exemplos mais flagrantes da actual sociedade de consumo, e só me estás a dar mais razão; senão vejamos...

    Faz pouco tempo que li aqui no fórum uma thread onde um user comentou exactamente um episódio semelhante a esse que referes; em que um pai de familia comprou uma PS3 no hipermercado/*****/fnac jã não me lembro, e um dos putos nem sapatos calçados tinha,...
    achas que aquele pai precisa realmente de "outra consola nova" (tal como ele referíu ao filho) ou achas que mais valía ir a correr comprar calçado ao filho? aindap or cima sabendo que aquela já não era a primeira consola que o homem tinha em casa!

    Motivos? Para mim só há um; LUXO!!! O homem fez da consola um luxo, provavelmente para se pavonear aos vizinhos e amigos!

    Francamente, não me parece que seja esse o propósito da PS3, ou de outra consola qualquer para todos os efeitos; com 600 mastuços, o homem comprava uma outra consola e ainda lhe sobrava uma batelada de dinheiro para comprar sapatos/tenis de marca, daqueles bem caros, ao miúdo!

    Isto se ele realmente "precisava" de outra consola, porque pelos vistos aquela família carecía mais de outro tipo de coisas!... (e não só materiais)
    E sim, este tipo de mentalidade vaidosa e fútil é o produto da "ratinhisse" salazarista que ainda hoje infecta (p)ortugal! Falta de "cultura" portanto!

    Quanto ao interesse ou falta dele, que os jovens (principalmente estes) tem actualmente pela cultura no seu todo, seja a leitura, o estudo ou a simples pesquisa e informação é mais uma vêz o produto da falta de cultura enraizada e da incapacidade dos pais e tambem do estado de conseguir cativar toda uma nova geração de analfabetos que nem sequer escrever sabem; (tem muitos exemplos neste fórum, infelizmente) e acham mais interessante o debate "big-brotherista", ou o "bancadeirismo" futebolístico em que o que mais importa não é necessáriamente a verdade desportiva mas sim o escândalo da semana para terem algo com que iniciarem uma conversa no bar de engate local... como se tais acesas discussões lhes fossem de alguma maneira "angariar" fêmeas...

    Quando, no ano passado tentei convencer alguem que não necessitava de comprar versões "gordas" ou encadernadas desta ou daquela obra, porque existem sempre os mais chamados "livros de bolso"; essa pessoa respondeu-me o seguinte,...

    "Ah, mas esses livrinhos pequeninos não valem a pena comprar porque não tem lá a história toda! A obra vem toda "abreviada!..."

    Tchau ai!!!:lol:


    Cd's e DVD's? Tenho perto de 450 Cd's (todos originais) e alguns 50 DVD's,... achas que os comprei todos a "full-price"?

    Vou te dar uma dica: Não sou rico!

    Mas esforcei-me para os adquirir a bons preços, em promoção, em segunda mão, ou optei pela troca quando necessário, por isso, até neste capítulo a cultura pode ser acessível; e ainda bem que a música que eu gosto pode ser adquirida em lojas "pequenas" com preços mais em conta, o que muito me felicita porque a última coisa que me apetecía era ter que arrotar 4 contos ou mais em cd's nas grandes superfície como fazem os fans de certos actos de "cultura" tipo britney spears, etc... ( e sim, a cultura é uma questão de conteúdo e não necessáriamente de suporte, o que tambem me agrada bastante!)

    E quanto aos veículos de cultura que prefiro, não faço distinções, acredita, para mim é tão instrutivo ler um bom livro (tipo romance), como uma boa Banda-Desenhada, um bom filme, um bom jogo, um bom documentário, wathever!...

    A cultura está ao nosso alcance de maneiras que muitas vezes nem percebemos e não deixa toda ela de ser cultura, independentemente do suporte que se escolha; e já agora convém tambem relembrar que nenhum dos formatos dispensa o outro, a cultura é multi-facetada e complementa-se a si mesmo!

    E agora? queres saber porque é que a cultura está tão cara em (p)ortugal?

    Decerto que já sabes, mas eu vou responder à mesma:

    A cultura em (p)ortugal está cara, porque os nossos políticos são uma cambada de agiotas, canalhas, bandidos e apóstatas cujo único interesse é fazerem dinheiro ilegal e explorarem as necessidades psicológicas de todo um povo, constantemente "conduzido" com palas que nem uma carneiragem para assim sustentarem os impostos ilegais aplicados à cultura!

    É que se é verdade que antes da cultura vem a alimentação, o vestir e a habitação, tambem não é menos verdade que é a cultura e o desejo de saber e de se entreter do ser humano que nos motiva a andar em frente e a ter um motivo para suportar as dívidas contraídas pela vida toda e de superar toda a sociedade sócio-esclavagista que nos é "imposta"!

    Tenho dito!

    \w/
     

Partilhar esta Página