1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.
  2. Consulta o Portal de Jogos da ZWAME. Notícias, Artwork, Vídeos, Análises e muito mais.

    Remover anúncio

Mais informações sobre a arquitectura da PS3

Discussão em 'PlayStation' iniciada por ToTTenTranz, 7 de Março de 2003. (Respostas: 84; Visualizações: 7422)

  1. ToTTenTranz

    ToTTenTranz Power Member

    Sony chip to transform video-game industry
    TECHNOLOGY ENVISIONS ALL-IN-ONE BOX FOR HOME
    By Dean Takahashi
    Mercury News

    Sony's next-generation video-game console, due in just two years, will feature a revolutionary architecture that will allow it to pack the processing power of a hundred of today's personal computers on a single chip and tap the resources of additional computers using high-speed network connections.

    If key technical hurdles are overcome, the ``cell microprocessor'' technology, described in a patent Sony quietly secured in September, could help the Japanese electronics giant achieve the industry's holy grail: a cheap, all-in-one box for the home that can record television shows, surf the Net in 3-D, play music and run movie-like video games.

    Besides the PlayStation 3 game console, Sony and its partners, IBM and Toshiba, hope to use the same basic chip design -- which organizes small groups of microprocessors to work together like bees in a hive -- for a range of computing devices, from tiny handheld personal digital assistants to the largest corporate servers.

    If the partners succeed in crafting such a modular, all-purpose chip, it would challenge the dominance of Intel and other chip makers that make specialized chips for each kind of electronic device.

    ``This is a new class of beast,'' said Richard Doherty, an analyst at the Envisioneering Group in Seaford, N.Y. ``There is nothing like this project when it comes to how far-reaching it will be.''

    Game industry insiders became aware of Sony's patent in the past few weeks, and the technology is expected to be a hot topic at the Game Developers Conference in San Jose this week. Since it can take a couple of years to write a game for a new system, developers will be pressing Sony and its rivals for technical details of their upcoming boxes, which are scheduled to debut in 2005.

    Ken Kutaragi, head of Sony's game division and mastermind of the company's last two game boxes, is betting that in an era of networked devices, many distributed processors working together will be able to outperform a single processor, such as the Pentium chip at the heart of most PCs.

    With the PS 3, Sony will apparently put 72 processors on a single chip: eight PowerPC microprocessors, each of which controls eight auxiliary processors.

    Using sophisticated software to manage the workload, the PowerPC processors will divide complicated problems into smaller tasks and tap as many of the auxiliary processors as necessary to tackle them.

    ``The cell processors won't work alone,'' Doherty said. ``They will work in teams to handle the tasks at hand, no matter whether it is processing a video game or communications.''

    As soon as each processor or team finishes its job, it will be immediately redeployed to do something else.

    Such complex, on-the-fly coordination is a technical challenge, and not just for Sony. Game developers warn that the cell chips do so many things at once that it could be a nightmare writing programs for them -- the same complaint they originally had about the PlayStation 2, Sony's current game console.

    Tim Sweeney, chief executive of Epic Games in Raleigh, N.C., said that programming games for the PS 3 will be far more complicated than for the PS 2 because the programmer will have to keep track of all the tasks being performed by dozens of processors.

    ``I can't imagine how you will actually program it,'' he said. ``You do all these tasks in parallel, but the results of one task may affect the results of another task.''

    But Sony and its partners believe that if they can coordinate those processors at maximum efficiency, the PS 3 will be able to process a trillion math operations per second -- the equivalent of 100 Intel Pentium 4 chips and 1,000 times faster than processing power of the PS 2.

    That kind of power would likely enable the PS 3 to simultaneously handle a wide range of electronic tasks in the home. For example, the kids might be able to race each other in a Grand Prix video game while Dad records an episode of ``The Simpsons.''

    ``The home server and the PS 3 may be the same thing,'' said Kunitake Ando, president and chief operating officer of Sony, at a recent dinner in Las Vegas.

    Sony officials said that one key feature of the cell design is that if a device doesn't have enough processing power itself to handle everything, it can reach out to unused processors across the Internet and tap them for help.

    Peter Glaskowsky, editor of the Microprocessor Report, said Sony is ``being too ambitious'' with the networked aspect of the cell design because even the fastest Internet connections are usually way too slow to coordinate tasks efficiently.

    The cell chips are due to begin production in 2004, and the PS 3 console is expected to be ready at the same time that Nintendo and Microsoft launch their next-generation-game consoles in 2005.

    Nintendo will likely focus on making a pure game box, but Microsoft, like Sony, envisions its next game console as a universal digital box.

    A big risk for Sony and its allies is that in their quest to create a universal cell-based chip, they might compromise the PS 3's core video-game functionality. Chips suitable for a handheld, for example, might not be powerful enough to handle gaming tasks.

    Sony has tried to address this problem by making the cell design modular; it can add more processors for a server, or use fewer of them in a handheld device.

    ``We plan to use the cell chips in other things besides the PlayStation 3,'' Ando said. ``IBM will use it in servers, and Toshiba will use it in consumer devices. You'd be surprised how much we are working on it now.''

    But observers remain skeptical. ``It's very hard to use a special-purpose design across a lot of products, and this sounds like a very special-purpose chip,'' Glaskowsky said.

    The processors will be primed for operation in a broadband, Net-connected environment and will be connected by a next-generation high-speed technology developed by Rambus of Los Altos.

    Nintendo and Microsoft say they won't lag behind Sony on technology, nor will they be late in deploying their own next-generation systems.

    While the outcome is murky now, analyst Doherty said that a few things are clear: ``Games are the engine of the next big wave of computing. Kutaragi is the dance master, and Sony is calling the shots.''




    Fonte: http://www.bayarea.com/mld/mercurynews/5311288.htm



    Um trilião de operações por segundo.. é um projecto MUITO ambicioso.. mesmo para 2005..


    Eu nunca sei se hei-de por isto aqui ou no jogos, acho que é aqui.
     
  2. MEIA

    MEIA Power Member

    Uma pergunta à Raptor :D :
    - Quantos 3DMark´s faz isso ?

    Que tal a Sony fazer esses processadores para computadores pessoais? Será que ficará muito caro?
    Acho que é uma ideia a ter um conta.
     
  3. SKATAN

    SKATAN Power Member

    lembram-se do que disse o gajo da ibm sobre a amd daqui a uns tempos ;)
     
  4. abc

    abc [email protected] Member

    Também diziam muito sobre a PS2 antes da consola sair e depois a montanha pariu um rato. Tenho dúvidas sobre a concretização do projecto. E mesmo que seja concretizado, se se tornar díficil programar para a PS3, a "consola" deverá ter o mesmo destino da Sega Saturn, a Sega Saturn tinha duplo processador (2 processadores RISC Hitachi 25 Mhz) superior tecnicamente á PS1 (com apenas um processador RISC 33MHz) mas a díficil tarefa de programar para a API da SS utilizando os dois processadores em simultâneo, acabou por dar aos produtores de jogos tamanhas dificuldades que desistiram de o fazer, ou utilizavam apenas um processador, dando origem aos jogos de péssima qualidade da Saturn (exceptuando os da SEGA que eram feitos utilizando as potencialidades da consola), como é sabido a consola morreu rapidamente. Acho que se insistirem com este projecto sem uma base forte, a SONY pode ter problemas. É sabido que a SONY é uma empresa com grandes sucessos mas também com grandes falhanços (alguém se lembra ou conhece o fim da guerra BetaMAX Vs VHS?).
     
    Última edição: 7 de Março de 2003
  5. ToTTenTranz

    ToTTenTranz Power Member


    Rato? Chamas rato à consola que é a actual lider incontestável do mercado, e que apesar de ter mais ano e meio que as rivais ainda consegue competir com estas graficamente?
     
  6. abc

    abc [email protected] Member

    Chamo rato tendo em conta as expectativas que foram criadas. Penso que a SONY abusou do monopólio que possuia na altura (e ainda possui) e criou uma consola que não apresenta nem apresentou praticamente nenhuma grande novidade sob o ponto de vista tecnológico. A diferença de idades não chega a 1 ano.

    - 4 MB de RAM gráfica é rídiculo além de não possuir GPU independente, o chip PowerVR da DC tinha 8 MB e era independente, a X-BOX que é praticamente contemporânea tem 64 MB de RAM gráfica no seu GPU da nVidia. (Principal crítica feita pelos programadores que se vem com problemas para manter um certo nível gráfico na PS2).
    - Processador a 333MHz, a DC, bem mais antiga, tem um procesador a 200 MHz. A contemporânea X-BOX tem um processador Intel PIII a 733 MHz.
    - Disco, só comprado à parte sabe-se lá por que preço, um miserável cartão de memória de 8 MB custa 45€. A contemporânea X-BOX tem incluído um HDD de GB com interface IDE, perfeitamente substituível por um HDD qualquer.
    - Som Dolby Pro-Logic de 48 canais, a DC tinha Som Dolby Pro-Logic de 64 canais, a contemporânea X-BOX tem som Dolby Digital 5.1.
    - Drive que não lê SVCD. A contemporânea X-BOX lê SVCD.
    - Em benchmarks que foram feitos, a DC provou ser superior em todos os aspectos exceptuando o do CPU.
    - Custa 250 € (50 cts) sem nenhnum jogo, sem Memory Card (mais 45 €), sem nada. A X-BOX tem HDD de 8GB incluído (não necessita de Memory Cards) e com 3 jogos custa 270 € (54 cts), a DC arranja-se por 100€ ou menos (e não precisa de chip para jogar jogos copiados).

    É óbvio que a melhor compra neste momento é a PS2, visto que domina o mercado, a DC morreu, a X-BOX anda a meio gás, a Gamecube é o que se vê. Mas como sabemos, a potência monopolista nem sempre é a melhor, não me venham dizer que o Windows é o melhor OS do mercado. O que digo é que a PS2 não é nada de especial em termos de hardware, que existem muito melhores opções em termos de hardware no campo das consolas. Tu não imaginas o que é possível fazer com uma DC e quanto à X-BOX devido à sua arquitectura parecida com um PC, imagino que deva ter imensas potencialidades.
    A minha opinião é que em termos tecnológicos, a PS2 é um rato.

    Cumprimentos

    P.S. PC Rulez
     
  7. zer0

    zer0 [email protected] Member

    Os 64mb da x são partilhados entre a memoria do sistema, grafica e som.

    Não sei se sabes mas um p4 a 1.7 quase que consegue ser tão rápido como um xp a 1.4ghz

    O disco faz falta, mas presumo que quando queres levar os saves para casa teus amigos levas o caixote atras.

    Na altura não existia svcd, mas tb não existia um leitor de dvd´s no mercado com dts e tivesse aquele preço

    benchmarks...em consolas...lol...link já agora?

    Para um consola a caminho dos 4 anos ainda esta ai para as curvas...but... its all about games

    Quanto a ps3, ainda falta tanto....
     
  8. abc

    abc [email protected] Member

    -Podem ser partilhados, mas são 64 MB Vs 32 MB + 4 MB.

    -Não sabia que o processador da PS2 era um AMD ( :rolleyes: ).

    -Prefiro ter HDD, e se quiser à dos amigos compro um cartão de memória (a X-BOX tem cartão de memória, pura e simplesmente é um acessório enquanto que na PS2 é absolutamente essencial quer vá à dos amigos ou fique em casa)

    - Não existia SVCD !!!!!! O formato VCD existe desde que me lembro e apareceu nos aparelhos CD-I da Philips quando a MegaDrive era rainha. Tenho um leitor de DVD adquirido antes do lançamento da PS2 que lê VCD e SVCD. A única diferença entre VCD e SVCD é este último ser em MPEG2. Qualquer aparelho que leia VCD lê SVCD (pelo menos em teoria).

    - Sim, DTS, que faríamos nós sem DTS ? O que fará uma consola sem DTS ? (Acho que vivo melhor com 5.1)

    - Quantos aos benchmarks admito que a fonte é suspeita, vi no www.DCemulation.com no artigo "DC Vs PS2".

    - 4 anos ?!!! Surgiu nos principios de 1999 ?!!! Só se foi no Press Release da Sony.

    - Quanto à PS3 pode faltar muito tempo, mas só os cegos se recusam a vislumbrar o futuro.

    Como conclusão é incrível como pessoas como tu obriguem a descer o nível da discussão (provavelmente até zer0). Caso não saibas, na apresentação de argumentos deve-se evitar a utilização constante de sarcasmo ou desvalorização idiota dos pontos de vista diferentes dos nossos, pois dessa forma obtemos o mesmo tipo de reacção. Penso que isto é estudado na disciplina de Filosofia durante o secundário, mas pelos vistos deves ter estado ausente nessa aula.
    Aposto que nem deves ter lido os argumentos que postei anteriormente, para rapidamente concluir que a PS2 é a pior consola em termos de hardware mas a melhor em termos de aceitação no público, isto a meu ver, pois deves ser um daqueles fanáticos por PS2 que nem através de factos consegue tirar uma conclusão lógica acerca deste assunto.
     
    Última edição: 7 de Março de 2003
  9. timber

    timber Zwame Advisor

    Se o hardware tivesse grande importância até te dava razão como não tem não dou (não tou a ser sarcastico tou a ser directo)
    Acho engraçado atribuires parte do fracasso à DC ao seu multiprocessamento dizendo que teria grande potencial com mais dedicação dos programadores. Ora a PS2 sofre exactamente da mesma caracteristica com a diferença da dedicação ser bem maior.
    O que é um facto é que o seu hardware ultrapassado permite que jogos como o Splinter Cell (que graficamente é identico às outras versões como vem em vários testes) existem na PS2 além de XBOX e PC. Além disso a tuas comparações de hardware ao kilo não são exactamente cientificas. Comparar um P3 (é mais um Celeron mas pronto) a 733 que é um processador CISC com o processador RISC da PS2 diz tudo. Não que eu não concorde com o facto da XBOX ter melhor hardware apenas acho que tu defendes bastante mal o caso.
    Além disso (sem sarcasmo) comparar ou atacar uma consola pelo hardware so mostra que nao se percebe nada de consolas.
    Esqueces-te de alguns pormenores como por exemplo que a XBOX quando saiu não lia nem DVD's o que só por si pagava bem o cartão de memória.
     
  10. zer0

    zer0 [email protected] Member

    Acho o teu nivel excelente



    SVCD não é a mesma coisa que VCD

    Os 333mhz da ps2 não podem ser comparados com os 733 do celeron da x pq são arquiteturas diferentes.

    DTS é usado no dvd-video, não tem nada a ver com os jogos, mas pensei que " mas tb não existia um leitor de dvd´s no mercado com dts e tivesse aquele preço" fosse suficientemente explicito, a nao ser que jogues nos leitores de dvd video normais

    Se não sabes argumentar, temos pena, mas dizer que andam a baixar o nivel da conversa, ou tentar pseudo-insultos é dispensavel.

    Por acaso até sou fanATIc as vezes, mas como não gosto de bater em mortos <--- NVIDIA
     
    Última edição: 7 de Março de 2003
  11. abc

    abc [email protected] Member

    Lê com atenção, a Sega Saturn foi a consola que falhou devido ao multiprocessamento não a Dreamcast, não sou eu que o digo, foram os programadores, portanto se achas engraçado vai falar com eles.
    Os jogos da PS2 são graficamente iguais aos da X-BOX e do PC ?
    Caso não saibas os jogos da PS2 correm a uma resolução de 640x480 enquanto os da X-BOX correm a 800x600 e os do PC correm a que resolução se quiser (ou poder). Se achas que jogar Splinter Cell a 640x480, a 800x600 ou a 1600x1200 com AA e Anisotrópica a 8x é tudo igual, mais poupas em placa gráfica.
    Se comparar consolas através do hardware não significa nada, então explica-me sem recorrer ao hardware porque é que a PS2 é melhor que a minha Mega Drive, a não ser que consideres apenas o divertimento que proporciona, mas sendo esse o caso, acho que a opinião de cada jogador é muito pessoal e um Spectrum poderia ser melhor que uma PS2; e porque há jogos (como o Fable, um jogo dos criadores de B&W, que promete revolucionar o estilo RPG) que não sairão para PS2 devido a limitações de hardware ?
    Além disso acho que tendo em conta a qualidade gráfica das duas plataformas, acho que a diferença reflecte bem a diferença entre o hardware.
    Reconheço que o facto da X-BOX não ler DVD's quando foi lançada e riscar muitos quando a drive de DVD foi incluída é uma grande barraca.
    Se não defendo melhor, é porque ao contrário de ti, sou apenas um amador, que se baseia no pouco que tem aprendido ao longo dos anos.

    Cumprimentos
     
  12. abc

    abc [email protected] Member

    Nunca o neguei, apenas defendo que o Dolby Digital 5.1 é suficiente tanto para filmes em DVD como para jogos.

    Podem sim, se virmos que a arquitectura da X-BOX é aparentemente mais eficiente.

    Se te insultei, desde já as minhas desculpas, mas penso que não fui eu que comecei, pelo menos intencionalmente, com argumentos falaciosos e até insultuosos.

    Acho que isto não é propriamente uma forma não insultuosa de se referir seja a quem for.

    Nunca disse que o era, explicitei claramente que SVCD é encoded em MPEG2 ao contrário do VCD que é em MPEG1, e se é assim tão diferente porque é que o meu leitor de DVD (que por acaso é Sony) indica sempre VCD tanto para discos SVCD ou VCD ?
     
    Última edição: 7 de Março de 2003
  13. timber

    timber Zwame Advisor

    Extrapolar o todo da parte nao e muito correcto. Se reparares bem dei o exemplo concreto dum jogo. Ainda no outro dia o Korben (se nao me engano) meteu para ai um post duma review do Splinter Cell em XBOX, PS2 que chegava a conclusao de a qualidade grafica ser a mesma.
    Nao deixo de concordar que a XBOX tem melhor hardware como escrevi no outro post.
    Agradecia que tragas uma XBOX para correr a 800*600 na televisão que eu (e para ai talvez 99.99% das pessoas tem) tenho na sala. E daquelas coisas que ate pago para ver.
    A qualidade duma consola para mim vem exclusivamente da qualidade dos seus jogos. O potencial tecnologico obviamente que pode afectar isso ate certo ponto. Se eu gostar de jogos de carros por exemplo obviamente que sera dificil a maquinas mais antigas competirem porque estao muito limitadas em aspectos que afectam a percepçao do jogo. O que nao invalida que por exemplo a PS2 continue a ter aquele que e de longe o melhor jogo de carros que e o GT3 (PC incluido). Provavelmente deves estar a pensar "******* sempre que se fala disto la vem estes gajos com o GT3 e os FF e o MSG, e sempre a mesma *****". Pode ser mas continua a ser a PS2 onde um gajo se deve dirigir para jogar este tipo de jogo ao mais alto nivel. Com hardware ou sem hardware. So dei este exemplo porque gosto mesmo muito de jogos de carros.
    Devias aplicar em ti proprio a tuas proprias regras (foste tu que enunciaste nao?). Eu que nem faltei grande coisa a Filosofia nem me lembro muito de regras dessas mas pronto confio em ti nisso.
     
    Última edição: 7 de Março de 2003
  14. abc

    abc [email protected] Member

    timber

    A advertência realtiva às regras da discussão na filosofia não foi de forma alguma dirigida a ti, mas sim a outro interveniente (zer0) desta discussão. Desde já as minhas desculpas se as interpretaste como sendo para ti.
    Apenas violei as regras que enunciei em relação ao outro interveniente visto que este foi, a meu ver, incoveniente nas suas declarações.
    E vejo que me dás razão neste post, eu só afirmo que a X-BOX tem hardware superior (apesar de pelos vistos achares que a minha defesa em relação ao hardware desta consola seja nula) , e que a PS2 poderia ter sido mais "afinada". É óbvio que concordo que a qualidade de uma consola depende exclusivamente dos jogos que são produzidos para esta, como afirmei no post anterior ao referir o divertimento provocado por uma consola, mas não era isso que eu tinha em discussão, eu só pretendia dizer que o hardware da X-BOX é superior, nada mais nem menos que isso. As minhas desculpas se dei a entender algum ódio anti-playstation, não era de forma alguma a minha intenção.
     
  15. zer0

    zer0 [email protected] Member

    fanATIc (estava mal escrito), se isto é um insulto para outros começo a ficar preocupado.

    Continuo a dizer que svcd não é a mesma coisa que vcd.

    "> Could someone please explain the differences between VCD and SVCD in terms
    > of image quality
    The basics:
    Format VCD SVCD
    System MPEG-1 MPEG-2
    Bitrate Fixed, 1150Kb/s Variable, peak 2520Kb/s
    Resolution 352x240 480x480
    Interlace no yes
    Audio MPEG Layer 2 MPEG Layer 2
    Audio Bitrate 224Kb/s 224Kb/s

    Simply put, VideoCD is a specification based on the notion of putting
    video and audio on a CD that'll play back at the same rate as a standard
    audio CD. They used MPEG-1 then, simply, because MPEG-1 was pretty much
    invented to enable VideoCD.
    VideoCD was a bust in the USA and Europe, largely because the quality,
    while perhaps objectively no worse than VHS, turned out to generally be
    subjectively worse than VHS, at least in a world full of people trained
    since birth to ignore analog artifacts in video.
    In the USA and Europe, of course, the powers that be waffled for
    awhile, but finally settled on the DVD standard, which of course uses
    MPEG-2 (which isn't all THAT different than MPEG-1, but it includes a
    number of enhancements to the basic MPEG-1 idea that really seem to work
    well, including interlace support). But the VideoCD caught on very
    nicely in China and a few other countries, where the personal incomes
    are low and the imaginative interpretations of Copyright law run high.
    VideoCD caught on in China, and they set out to define a followup. The
    first, not widely used, was VideoCD 2.0, which did little more than up
    the speed of a VideoCD to 2x normal CD speeds (as well, dropping the
    video capacity to 37-40 minutes). This was replaced, ultimately, by the
    SuperVideoCD spec.
    SVCD uses MPEG-2 at 480x480 (NTSC) resolution, which is so-called 3/4 D1,
    in a normal 3:4 aspect ratio (it also supports 16:9, in theory, but many
    players ignore that). The nominal speed is 2x that of normal CD, but
    they've also introduced variable bitrate support, like DVD. Thus, you
    can generally fit more than 37/40 minutes of video on an SVCD. I
    sometimes encode TV shows on SVCD, and a full hour show, sans ads, fits
    on an SVCD, with SVHS-class quality, if you do a good capture/encoding."
     
  16. abc

    abc [email protected] Member

    Penso que ambos sabemos que não era em relação a esse erro ortográfico que se dirigiram as minhas afirmações.

    Digo e repito, a diferença entre VCD e SVCD é:

    VCD ---> MPEG1
    SVCD ----> MPEG2

    E penso que todas as outras diferenças são irrelevantes ou derivadas desta diferença principal. Não sei porque insistes em detorpar as minhas palavras insinuando que eu disse que é o mesmo.
     
    Última edição: 7 de Março de 2003
  17. D1S0RD3R

    D1S0RD3R Banido

    Isto veio no TheInquirer?:-D :-D :-D :-D :-D :-D .
     
  18. Elrond

    Elrond To fold or to FOLD?

    "eu so sei q nada sei " sobre o assunto..........mas msm assim, acho q esta discussao, alem de n ter uma finalidade clara(uns falam de hardware, outros de jogos(software)e outros ainda da maneira como estes se relacionam(apesar de estar tdo interligado), para no final divagarem do assunto para irem para insultos(ou pseudo-insultos) e acabarem numa conversa sem sentido nenhum.........

    mto honestamente, eu deixei de me preocupar com as consolas desde q a DC morreu(ainda ca a tenho pra ver DivXs na tv), mas acho q ja ficou claro(pelo inicio da conversa) que a PS2 domina n pelas qualidades em termos de Hardware, mas sim pelos jogos...(ambos custam €, uns no desenvolvimento e pesquisa, outros em contratos), e tb ja ficou claro que a XboX tem um hardware superior que contudo n parece ser totalmente aproveitado....
    ora, se isto ja esta claro.....pq continuarem com estas discussoes???

    N ha nezzezzidade.......

    peace!
     
  19. Rudzer

    Rudzer Power Member

    Alguem se lembra do banho de agua fria que a PS2 foi...andarem a mostrar sequencias com qualidade FMV do FF que os jogos iam ser todos assim e mais não sei o que...bahhh PR bullshit!

    ao ler isso lembrei-me do Jan Su a falar da FX como a proxima maravilha no mundo da informatica ;) :-D
     
  20. nothing

    nothing Power Member

    bem... comparar directamente uma xbox com uma ps2 é o mesmo q tar a comparar uma 9700pro com uma riva 128... o certo é que apesar dos anos q tem em cima a ps2 continua uma pica do caracas e em mts generos detem o melhor titulo(pes2, gt3,...)... comparar uma arquitectura risc com uma x86? entao os alphas n valem nada n? o certo é q a ps2 ainda aguenta mt bem até chegar a ps3, acreditem. ainda à espaço para evoluir.
     

Partilhar esta Página