1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Mega operação contra pedofilia online envolve 65 países

Discussão em 'Dúvidas e Suporte—Internet, Redes, Segurança' iniciada por RavenMaster, 25 de Novembro de 2004. (Respostas: 0; Visualizações: 568)

  1. RavenMaster

    RavenMaster Power Member

    "Uma mega operação policial envolvendo 65 países dos cinco continentes está em curso desde esta manhã, tendo já provocado várias detenções e apreensões de material, na sequência das buscas realizadas no âmbito da Grande Canal, nome de código da acção.

    Os alvos da investigações são redes pedófilas que operam na Internet distribuindo material ilegal. A acção foi coordenada a partir de Itália e desencadeada depois de uma investigação da polícia de Veneza, envolvendo mais de 400 agentes e 19 delegações policiais só em Itália, onde foram identificados pelo menos cem suspeitos.

    Fora de Itália o número de pessoas envolvidas é menos claro, já que agências internacionais apresentam números dispares sabendo-se apenas que a acção conta com o apoio das polícias internacionais como a Interpol ou a Europal.

    Maurizio Gasparri, ministro das comunicações do governo italiano congratulou-se com os resultados da operação dizendo que "o Estado mais uma vez mostrou que tem os recursos e as competências para proteger os direitos das suas crianças e assegurar a sua segurança", avançou em declarações citadas pela Agenzia Giornalistica Itália.

    Já no final da tarde a mesma agência faz um balanço da operação de hoje e avançou que nos próximos dias deverão ser ouvidas pelo menos mais 250 pessoas ligadas de alguma forma ao material hoje apreendido.

    Os números oficiais, em termos globais, apontam para 157 computadores pessoais apreendidos, 450 CD ROMs, 740 DVDs, 1670 cassetes de vídeo, 326 cartões de memória e mais 5 mil dispositivos usados para o visionamento de material ilícito.

    A polícia identificou ainda milhares de endereços IP, a partir dos quais era feito o download de imagens e material pornográfico, sobretudo na Europa onde foram identificados 1718 endereços, muitos referentes a países de leste.

    A Agenzia Giornalistica Itália precisava ainda que em Itália foram efectuadas 5 detenções e mantêm-se em curso 100 investigações a outros tantos suspeitos.

    Contacta pelo TeK, a Polícia Judiciária não comentou a operação, escusando-se a confirmar o envolvimento de Portugal na missão de hoje. "

    link
     

Partilhar esta Página