1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.
  2. Consulta o Portal de Jogos da ZWAME. Notícias, Artwork, Vídeos, Análises e muito mais.

    Remover anúncio

Opinião Melhores Jogos de 2017

Discussão em 'Jogos - Discussão Geral' iniciada por NuKER, 17 de Dezembro de 2017. (Respostas: 46; Visualizações: 3705)

  1. NuKER

    NuKER Colaborador Editorial

    Tal como no ano passado nós, a equipa responsável pelo portal de jogos ZWAME, apresentamos a nossa selecção pessoal dos melhores jogos do ano. Esta selecção é pessoal e resulta das experiências que cada um de nós teve, tendo em conta que nem todos temos todas as consolas ou mesmo um PC competente para jogar.

    Ao contrário do ano passado decidimos escolher apenas um jogo cada um, portanto é o chamado GOTY pessoal de cada um de nós. Estando 2017 a chegar ao fim só nos resta salientar que este foi um dos melhores anos para os videojogos, tanto em oferta como em qualidade, portanto, sem mais demora, aqui ficam as nossas escolhas:

    Os melhores jogos de 2017 pela equipa do portal Zwame Jogos.

    Gostaríamos que participassem no tópico e dessem a vossa opinião sobre qual o melhor jogo que jogaram este ano, justificando a escolha com um pequeno parágrafo.

    Regras:
    - 1 único jogo
    - porquê dessa escolha num pequeno parágrafo
     
  2. silverio

    silverio Power Member

    - Rocket League (PC)

    Já o tinha jogado na PS4 quando saiu free, depois voltei á carga este ano mas no PC e só posso dizer que é para mim neste momento o melhor jogo competitivo. Um jogo muito simples mas que por outro lado é extremamente difícil de dominar, com o tempo melhoras as tuas habilidades e depois chegas a um ponto onde cada partida é um verdadeiro desafio, não existem jogos a partida ganhos e isso eleva o jogo para todo um novo patamar. De resto o suporte é magnifico, a comunidade não é má e o futuro do jogo parece ter tudo para continuar a ser um sucesso. É provável que assim que tiver a Switch seja o meu primeiro jogo. :)
     
  3. Exhit

    Exhit Power Member

    Estou indeciso por 2.

    Para mim os melhor jogos do ano estão na Switch. Eu tenho que fazer aqui uma espécie de comparação porque eu acho que os 2 merecem ser mencionados, mas no final vou escolher só 1. Deixo então o "loser" entre spoilers para não fugir às regras (demasiadamente).

    São eles o The Legend of Zelda: Breath of the Wild e Splatoon 2.

    O Splatoon 2 é um hino à diversão. Já desde o Team Fortress 2/WoW que não tinha este vício por um Multiplayer (infelizmente o tempo é curto). Nos primeiros tempos foi difícil habituar aos controles com gyro (sempre fui PC Master Race), mas agora com a prática, até acho que os controles estão brilhantes, tão bons como rato e teclado (wow, eu sei). Tem "um porradão" de customização, uma arma para todos os gostos, é anti-stress, os jogos são curtos, etc... Peca só nalguns pormenores, como jogar com amigos SEMPRE na mesma equipa. Tem é que ser em competitivos. Jogo multiplayer do ano, imo.


    No entanto...




    O The Legend of Zelda: Breath of the Wild é para mim o jogo do ano. É um jogo algo incompleto em algumas frentes (história, variedade de mobs, soundtrack um pouco underwhelming), porém, o Gameplay e o art-style são de outro nível. É um jogo que surpreende constantemente e vemo-nos sempre a pensar: o que vamos descobrir a seguir. Já o acabei, todas as 120 shrines, mas continuo com montes de sítios por descobrir. Para além que foi o único Singleplayer que joguei mais que 40 horas. 100 horas para ser mais preciso. Isto para mim é impensável! E ainda quero lá voltar, mas tenho outros jogos para jogar bolas!
     
  4. Zeckett

    Zeckett Power Member

    Super Mario Odyssey

    Porque tem tudo o que eu procuro num jogo Mário 3D.
     
  5. David.S

    David.S Power Member

    Resident evil 7

    Após terem mudado a fórmula no 4 o jogo foi de certa forma perdendo as suas raízes e tornou-se mais num jogo de acção que num survival horror.

    Agora no 7 foram buscar muitos elementos do primeiro e juntam o facto de ser em primeira pessoa que tiraram a ideia muito provavelmente do muito bem sucedido Outlast.

    E resultou, grande jogo.
     
    Última edição: 17 de Dezembro de 2017
  6. gif

    gif Power Member

    O meu GOTY de 2017 é o Star Wars Battlefront II.

    - Gráficos e Banda Sonora únicos. A DICE (principalmente) faz maravilhas. (E jogo numa PS4 original. Imagino numa Xbox One X ou num PC de topo.)
    - ‎Jogabilidade simples para qualquer um jogar um FPS/TPS divertido.
    - ‎Tem uma campanha single-player competente.
    - ‎Multi-player é Play 2 Win (e não Pay 2 Win).
    - ‎Multi-player com DLC grátis.
    - É Star Wars.

    O tempo é uma das coisas mais valiosas que temos na vida. E este jogo é aquele que consegue fazer gastar-me bastante desse tempo. (Quando eu não tenho quase tempo livre e acumulo um backlog enorme de jogos PS3/PS4/PS Vita.)
     
  7. Snake Link

    Snake Link Power Member

    Dos poucos que joguei para mim o GOTY é o Uncharted Lost Legacy. Podem dizer que é um DLC mas parecia mais um jogo completo.
    Gostaria de ter jogado o Nier Automata mas nunca o encontrei a um bom preço, Nioh e Resident Evil 7 já os tenho mas acho que não os consigo jogar este ano.
     
  8. Miguellt

    Miguellt Power Member

    Assassin's Creed Origins

    É um jogo fantástico! Rico em termos históricos, com uns gráficos fantásticos, num cenário belíssimo e com melhorias em termos de combate e desenvolvimento do "boneco" que são de louvar. As side quests tornam-se repetitivas mas ainda assim são bem mais interessantes que a generalidade dos jogos de mundo aberto. A história principal também está muito boa, misturando factos históricos com o desenvolvimento das personagens do jogo.
     
  9. Sakonji

    Sakonji Power Member

    Honestamente, não me consigo decidir.
    Com Persona 5, Nier, Horizon e Super Mario (ainda quero pegar no novo Uncharted), há que dizer que foi realmente um ano fantástico.

    Creio que acabarei por pender para o jogo que é um hino aos amantes de jrpgs, o fabuloso Persona 5.
    É realmente uma obra-prima, com uma história fantástica e viciante, uma arte sem igual e uma OST divinal (ainda a ando a ouvir :D).

    Posto isto, continua a ser difícil definir qualquer tipo de ordem no top que envolve estes 4 jogos, não podendo por isso deixar de os referir a todos.
    Venham mais anos assim.

    Edit: Ainda não o acabei, mas uma menção honrosa para o Yakuza 0. É outro jogão.
     
    Última edição: 29 de Dezembro de 2017
  10. thendless

    thendless Power Member

    Zelda: Breath of the Wild

    A Nintendo conseguiu criar um jogo onde, a partir do momento em que abandonamos a área inicial, que serve de introdução às mecânicas e ao enredo do jogo, temos a liberdade de irmos onde quisermos sem a imposição de qualquer tipo de barreira artificial ou natural. Um jogo em que, ao contrário do que sucede em jogos com área idêntica, cabe ao jogador explorar e popular o mapa com os pontos de interesse que ele acha relevantes.

    A acompanhar esta liberdade em termos de movimento, temos um mundo fisicamente coerente onde as coisas funcionam por intuição. Uma árvore, por exemplo, em qualquer outro jogo é apenas um objecto ornamental; aqui não: o jogador pode subir à árvore para ter uma visão alargada do horizonte, pode colher frutos da árvore, pode cortar/explodir/queimar a árvore, colher a madeira resultante e usar os galhos como uma arma rudimentar ou como uma tocha.

    E isto para falar apenas de uma árvore.

    Graficamente, o jogo é, outra vez, coerente e deslumbrante e uma prova que a direcção artística é e deverá ser sempre o foco de qualquer jogo, independentemente da resolução a que ele corra.

    É o melhor sandbox que alguma vez me passou pelas mãos.

    O meu desejo para 2018: que a Nintendo honre a série Metroid da mesma forma que honrou este Zelda e o Mario (que ainda não joguei).
     
  11. sotil

    sotil Power Member

    Independentemente da escolha pessoal de cada um, acho que o que há a salientar é mesmo isto. Foi um ano completamente absurdo, no bom sentido, no que diz respeito à qualidade e quantidade.

    Pessoalmente o início do ano foi insano, com Nioh, Nier a Persona 5 assim de rajada. Só posso falar do que joguei e apesar de Nioh ter um lugar especial, tal como o WipEout, e do Persona me ter arrebatado, a minha escolha vai para o Nier Automata. Não é o melhor sandbox do ano nem sequer tem o melhor combate da Platinum Games, para além disso a performance arrasta-se e não são poucas vezes. Mas o que normalmente me passa despercebido e me esqueço nos dias seguintes ao ter terminado, desta vez ficou e agradou-me de tal maneira que consegui, através de uma maneira muito peculiar de nos contarem as coisas, ficar surpreendido, apesar de alguns clichés que eram mais ou menos previsíveis.

    Não é algo que muitos jogos, sobretudo hoje em dia onde pensámos que já vimos tudo, me consigam fazer. Revela, acima de tudo, que ainda gosto muito deste hobbie. Apesar de algum cansaço que por vezes tenho de determinadas experiências, ainda há coisas que nos deixam maravilhados.
     
  12. Snake Link

    Snake Link Power Member

    Bem, eu disse que para mim o Uncharted Lost Legacy foi o GOTY? É que acho que vou mudar isso... Em 1h de Resident Evil 7 que comecei hoje, já estou a adorar o raio do jogo.
     
  13. haxterwolf

    haxterwolf Power Member

    Para mim, o melhor jogo de 2017 é o Persona 5. É um jogo que inova, mantendo-se fiel à série. E o estilo anime assenta muito bem no estilo do jogo :) Para além disso, tem uma excelente história, banda sonora e jogabilidade! Eu, que normalmente farto-me dos jogos longos, diverti-me muito ao longo das mais de 100 horas deste jogo :) Sem dúvida, o meu GOTY!
     
  14. Shiny

    Shiny Power Member

    O João e o NuKER foram os únicos que acertaram, e os outros estão objectivamente incorrectos :hehehmn:

    Agora falando a sério, este ano foi simplesmente fenomenal para videojogos com tanta coisa de qualidade mas o Zelda e o Mario, na minha opinião, estão num nível superior. E entre os dois eu voto no Zelda, por ter não só feito uma experiência que eu e muitos fãs da série queríamos há anos mas também por ter superado muitas expectativas.

    Mas também há que reconhecer o Mario, que fez o mesmo para os fãs do 64 como eu :D
     
  15. Medievil

    Medievil Power Member

    Uncharted: Lost Legacy

    Ainda joguei poucos de 2017, mas Uncharted é daqueles jogos que não consegue parar de me surpreender, mesmo quando já vamos com as expectativas altas. Lost Legacy consegue apresentar uma qualidade extraordinária para um jogo que, inicialmente, começou por ser um DLC do meu jogo preferido desta geração até agora. Com personagens diferentes e um enredo substancialmente diferente face aos anteriores, é possível sentir uma enorme lufada de ar fresco e uma melhoria significativa de alguns aspetos que já pareciam perfeitos no 4º. Acho notável este jogo ter sido lançado com um preço reduzido face a muitos outros que não conseguem apresentar uma qualidade semelhante.
     
    Última edição: 29 de Dezembro de 2017
  16. Jack-O-Lantern

    Jack-O-Lantern Colaborador
    Staff Member

    2017 IN REVIEW (Honest Game Trailers)

     
  17. lpmacedo

    lpmacedo Power Member

    Nier Automata.

    Não joguei muitos dos candidatas de 2017, uns por falta da consola para os jogar, outros ainda estão a ser jogados, outros entraram para 2018. No entanto tenho alguma confiança que o Nier se manterá na primeira posição. O jogo além de uma história complexa, e de uma temática que me agrada, apresenta-a de uma forma fabulosa, infelizmente criou-se o mito de que se tratam de várias playtroughs. As personagens, principalmente as femininas estão perfeitas a todos os níveis, para quem acha que só me refiro as curvas da 2B e da A2, trata-se muito mais que isso. Até incluo aqui a Pascal que é um robô muito pouco moderno/sexy. O jogo tem vários estilos é alterna bem entre eles, até nos créditos inova. Isto tudo acompanhado de uma OST fabulosa.
     
  18. thendless

    thendless Power Member

    Melhores jogos para a PCGamer:

     
  19. Tiagol29

    Tiagol29 Power Member

    Horizon: Zero Dawn

    Para mim este jogo foi não só dos melhores jogos que joguei como dos mais originais. Não estou a falar em termos de Gameplay, mas sim em termos de história. O mundo de jogo é dos melhores que já vi, simplesmente lindo e cheio de detalhes. A banda sonora também é muito boa. E o Gameplay, mesmo não sendo o mais original, está muito bom, com controlos excelentes.
    Sem dúvida, um dos melhores jogos da geração e um exclusivo de peso da PS4.


    Menções Honrosas: Assassin's Creed: Origins, Resident Evil 7 e Uncharted: The Lost Legacy.


    Ainda me faltam jogar alguns jogos de 2017 como o Nier Automata, Prey, Hellblade, entre outros por isso quem sabe se algum destes poderá ultrapassar o Horizon.
     
  20. Power-Hungry

    Power-Hungry Power Member

    Assassin's Creed: Origins

    A experiência de jogo é fluída, o mundo aberto é gigantesco e impressionante (diferentes efeitos climatéricos, as tempestades de areia estão sensacionais, grande detalhe na iluminação e nas personagens). O novo sistema de combate é sem dúvida um avanço relativamente aos AC anteriores. A história está bem conseguida, repleta de intrigas e drama.
    As horas passaram a voar enquanto jogava AC:Origins.

    No entanto, como já foi dito, 2017 foi um dos melhores anos para os jogos, tanto em quantidade como em qualidade e ainda me faltam jogar muitos deles.
     

Partilhar esta Página