1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.
  2. COVID-19 Mantenham-se seguros: Pratiquem distanciamento físico de 2 metros. Lavem as mãos. Usem máscara.
    Informação sobre COVID-19. Ajuda a combater o COVID-19 com o [email protected] e com o [email protected].
    Remover anúncio

Análise Mini PC Beelink GT-R com AMD Ryzen 5 3550H

Discussão em 'Hardware - Análises, Artigos e Guias' iniciada por Nemesis11, 26 de Agosto de 2020. (Respostas: 3; Visualizações: 604)

  1. Nemesis11

    Nemesis11 Power Member

  2. w@rrior

    [email protected] Power Member

    Boa review, muito completa.
    Acho que o ponto negativo é mesmo o preço.
    Se o fator tamanho não for decisivo, com esse valor dá para montar um pc bastante mais potente.
     
  3. Metro

    Metro Benevolent Dictator For Life
    Staff Member

    A construção é de facto muito boa com a questão do ruído que tem que ser corrigida na BIOS.

    O @[email protected] de facto toca no ponto importante do preço e seria muito interessante ver o produto numa versão barebone e perceber qual o preço.
    É que como foi referido ele tem leitor de impressões digitais, dois microfones um enorme número de portas de expansão e WiFi6. Em todos esses pontos não foram feitos atalhos. Suportar 3 dispositivos de armazenamento neste tamanho também é obra.

    Mas sim, a este preço há muitas opções em particular se o tamanho não for crucial. Pessoalmente fiquei já a pensar como será uma versão com um AMD 4XXXX.
     
  4. Nemesis11

    Nemesis11 Power Member

    @[email protected] Há mais que um ponto negativo, mas na minha opinião, o principal ponto negativo é a brusquidão e o barulho das ventoinhas quando entra em load. Passo a explicar:

    Como fervoroso adepto de Mini PCs, a minha ideia deste mercado é que intercepta muito com o mercado de Silent PCs. Não é exclusivo e há excepções, mas costuma ser bastante importante para quem está no mercado de Mini PCs. Para uso diário, com load, este Mini PC torna-se demasiado incomodativo para quem quer algo mais silencioso que o comum.

    A situação é agravada com o facto da BIOS ter opções que nunca mais acabam, para tudo um pouco. Tem muitas opções de Debug, mas mesmo tirando essas, tem mais opções que qualquer board que já tenha visto, mesmo do mercado entusiasta e servidor. Ao mesmo tempo, não tem qualquer opção para controlo de ventoinhas. Experimentei a BIOS inicial (004) e a ultima (006) e não há diferenças nesse ponto.
    Este facto é uma enorme falha e espero que uma futura BIOS mude esta situação. Por outro lado, percebi porque é que ele tem um botão de "Clear CMOS" na parte frontal. Quem for alterar opções na BIOS, vai precisar. :D


    Em relação ao preço, sim, pode ser um ponto negativo, mas há várias nuances na questão do preço:
    1. Tirando o segmento de Mini PCs com Atoms e semelhantes, é "normal" os Mini PCs mais poderosos serem mais caros relativamente a computadores "normais", se só tivermos em conta a performance. Por exemplo, eu já montei um Mini PC com um Intel i7-4770T de 45 W de TDP e o processador tinha o mesmo preço do 4770K. Logo aí vai perder muito na relação preço/performance.
      Seja pelas quantidades vendidas, seja por outros factores, este mercado costuma ser mais caro em tudo, que o mercado para desktops "normais".

    2. Como referiu o @Metro, torna-se complicado comparar o preço com outros Mini PCs barebone ou mesmo outros Barebones, porque, pelo que percebo, não há versão barebone deste Mini PC. Ele trás sempre 1 SSD NVMe, 1 disco rígido, módulos SO-DIMM de RAM e a placa Wireless, que infelizmente é soldada. Este ponto complica as comparações.
      A meu ver, eles deviam vender uma versão barebone. Acho que perdem parte dos potenciais compradores, ao não vender uma versão barebone.

    3. Há também a questão da qualidade de construção. É mesmo muito boa, com aquela caixa a usar magnésio, tem instruções em vários sítios da caixa, etc. A questão é se muitos potenciais compradores não prefeririam ter um preço mais baixo, com uma caixa com menor qualidade.