Análise Motherboard Gigabyte P55A-UD7, SATA3/USB3

[email protected]

Power Member
Autor: Vítor Antunes ([email protected])
Produto: Gigabyte P55A-UD7
Data : 31-03-2010


logo_Gigabyte_250.png


logo.jpg


ZWAME Análise

INTRODUÇÃO

A empresa GIGABYTE, com sede em Taipei, Taiwan, é conhecida como uma marca líder global na indústria de TI, com empregados e canais de negócios em quase todos os países. Fundada em 1986, a GIGABYTE começou como uma equipa de pesquisa e desenvolvimento e, desde então, com crescimento sustentado, assumiu a liderança no mercado mundial. Além do fabrico de placas-mãe e placa gráficas, a Gigabyte ampliou a sua carteira de produtos e inclui notebooks e desktops, dispositivos de entretenimento digital em casa, servidores de rede, comunicações, dispositivos móveis e portáteis, atendendo cada faceta da vida das pessoas na casa ou empresa.
Continuando a tradição UD7 (após o lançamento da GA-X58A-UD7), a Gigabyte GA-P55A-UD7 oferece recursos incríveis para os utilizadores mais avançados, overclockers extremos e entusiastas de jogos, como por exemplo a alimentação de 24 fases, NVIDIA ® 3-Way SLI / ATI ® CrossFireX, bem como suporte para USB 3.0, 3x USB Power Boost (exclusivo da Gigabyte), e SATA 3,0 (6Gbps).
Hoje vamos ter o prazer de testar uma das suas placas-mãe de topo de gama para a plataforma P55, a GA-P55A-UD7.
A Motherboard Gigabyte P55A-UD7 é uma das soluções de topo deste fabricante. para a nova plataforma Lynfield.
Com um público-alvo que são os Gamers e os Entusiastas do Overclocling, a Gigabyte pretende apresentar uma plataforma com uma boa relação qualidade/preço, carregada de "features" ao mesmo tempo que proporciona uma excelente performance, com alguns aspectos inovadores e muito apelativa com suporte para os processadores, Intel Lynnfield Processor também denominados;

  • Core i5-750 com 4 cores e 4 threads com "clock" de 2,66GHz.
  • Core i7-860 com 4 cores e 8 threads (HT) com "clock" de 2,80GHz.
  • Core i7-870 também com 4 cores e 8 threads (HT) mas com um "clock" um pouco superior de 2,93GHz.
Passamos a assinalar algumas das principais diferenças entre o chipset P55 e o X58:

  • A comunicação com o CPU, o P55 usa DMI (Direct Media Interface) com um máximo de largura de banda de 2GB/s de largura de banda, enquanto o X58 usa o Intel QPI (QuickPath Interconnect) máximo de largura de banda de 25.6GB/s bastante mais rápido. O X58 também usa DMI mas apenas para comunicar com o conhecido chipset ICH10.

  • Outra diferença assinalável, é o suporte de PCI Express, o P55 apenas suporta uma slot de 16x ou duas de 8x, comparado com o X58 que pode suportar duas slots de 16x ou até quatro de 8x.

  • Não podíamos deixar de fazer notar que o P55 apenas suporta Dual-Channel e o X58 suporta Tri-Channel.
Especificações

CPU
Intel® Socket 1156 Core™ i7 Processor/Core™ i5 Processor/
Supports Intel® Turbo Boost Technology

Chipset
Intel® P55 Express Chipset

Memory
4 x DIMM, Max. 16 GB, DDR3 2133(O.C.)/2000(O.C.)/1800(O.C.)/1600/1333/1066 Non-ECC,Un-buffered Memory
Dual Channel memory architecture
* Hyper DIMM support is subject to the physical characteristics of individual CPUs.
* Supports Intel® Extreme Memory Profile (XMP)

Expansion Slots
2 entrada para PCI Express x16, execução a x16 (PCIEX16_1/PCIEX16_2) ŠŠ(Nota 2)
2 entrada para PCI Express x16, execução a x8 (PCIEX8_1, PCIEX8_2)ŠŠ (Nota 3)
1 x fenda PCI Express x1
2 PCI slots

Multi-GPU Support
Supports NVIDIA® SLI™ Technology / ATI® CrossFireX™ Technology

Storage
Intel® P55 Express Chipset built-in
6 x SATA 3Gb/s conectores (SATA2_0, SATA2_1, SATA2_2, SATA2_3, SATA2_4, SATA2_5) suportando até 6 dispositivos SATA 3Gb/s
- Aceita SATA RAID 0, RAID 1, RAID 5 e RAID 10
Chip Marvell 9128:ŠŠ
- 2 SATA 6Gb/s conectores (GSATA3_8, GSATA3_9) suportando até dispositivos 2 SATA 6Gb/s
- Suporte para SATA RAID 0 e RAID 1
Chip GIGABYTE SATA2:ŠŠ
- 1 conector IDE que aceita ATA-133/100/66/33 e até 2 dispositivos IDE
- 2 x SATA 3Gb/s conectores (GSATA2_6, GSATA2_7) suportando até dispositivos 2 SATA 3Gb/s
- Suporte para SATA RAID 0, RAID 1 e JBOD
Chip JMicron JMB362:ŠŠ
- 2 x conectores eSATA 3Gb/s (Combo eSATA/USB) na parte traseira do painel suportando até 2 dispositivos SATA 3Gb/s
- Suporte para SATA RAID 0, RAID 1 e JBOD
Chip iTE IT8720:ŠŠ
- 1 conector de drive de Disquetes suportando até 1 drive de Disquetes

LAN
2 x chip Realtek RTL8111D (10/100/1000 *****)ŠŠ
Suporte para TeamingŠŠ
Suporte para LAN Smart Dual

Audio
Realtek ALC889 codecŠŠ
Áudio de Alta DefiniçãoŠŠ
Configuração de áudio de 2/4/5.1/7.1 canaisŠŠ
Suporte para Home Theater DolbyŠŠ®
Suporte para entrada/saída de S/PDIFŠŠ
Suporte para CD In

IEEE 1394
Chip T.I. TSB43AB23ŠŠ
- Até 3 portas IEEE 1394a (2 no painel traseiro, 1 pelas braçadeiras IEEE 1394a conectadas ao cabeçote IEEE 1394a)

USB
ChipsetŠŠ
- Até 14 USB 2.0/1.1 portas (10 no painel traseiro, 4 via cabo ligado aos conectores internos USB)
Chip NEC D720200F1ŠŠ
- Até 2 portas USB 3.0 no painel traseiro

Back Panel I/O Ports
1 porta PS/2 para teclado/mouseŠŠ
1 conector coaxial de saída S/PDIFŠŠ
1 conector óptico de saída S/PDIFŠŠ
2 portas IEEE 1394aŠŠ
6 portas USB 2.0/1.1ŠŠ
2 portas USB 3.0/2.0ŠŠ
2 conectores Combo eSATA/USBŠŠ
2 portas RJ-45ŠŠ
6 entradas de áudio (Centro/Saída de alto-falante subwoofer (de sons ŠŠgraves)/Saída de alto-falante traseiro/Saída de alto-falante lateral/Entrada de linha/Saída de linha/Microfone)

Internal I/O Connectors
1 conector principal de energia x 24-pinos ATXŠŠ
1 conector principal de energia x 8-pinos ATX 12VŠŠ
1 conector de drive de floppy diskŠŠ
1 conector IDEŠŠ
8 conectores SATA 3Gb/sŠŠ
2 conectores SATA 6Gb/sŠŠ
1 conector de alimentação da ventoinha da CPUŠŠ
3 conectores de alimentação da ventinha do sistemaŠŠ
1 conector de alimentação do coolerŠŠ
1 cabeçote da ventoinha do ChipsetŠŠ
1 conector painel frontalŠŠ
1 conector painel áudio frontalŠŠ
1 conector CD InŠŠ
1 conector de entrada S/PDIFŠŠ
1 conector de Saída S/PDIFŠŠ
2 conectores USB 2.0/1.1ŠŠ
1 conector de IEEE 1394aŠŠ
1 conector de porta serialŠŠ
1 botão de limpeza CMOSŠŠ
1 botão de energiaŠŠ
1 botão de reinício

Form Factor
ATX Form Factor
12 inch x 9.6 inch ( 30.5 cm x 24.4 cm )


FOTOS

CAIXA
bx.jpg


bx1.jpg


bx2.jpg


bu.jpg

bu0.jpg

Igual a si própria a GIGABYTE presenteia-nos com excelente bundle, nesta imagem podemos observar o modulo eSata, os cabos Sata, o Manual do utilizador, entre outros.


BOARD

Board.jpg

A Gigabyte apresenta um PCB dentro do que nos tem habituado bem estruturado, muito bonito e funcional.
Ao apresentar uma board em tons de azul e prata, conseguiu um conjunto apelativo e que desperta a atenção.
O conector PCI-Express 2.0 principal fica longe da zona do CPU, o que permite uma melhor refrigeração de toda essa zona e também a montagem de coolers de CPU de grandes dimensões.
O cooler do Southbridge é bastante bonito e chega perfeitamente para o trabalho que lhe é pedido, nunca conseguimos aquecer este cooler de maneira a parecer quente ao toque, talvez também, devido ao espaço livre que tem à sua volta.
A motherboard P55A-UD7 possui o aclamado chip “GIGABYTE 24 Fase VRM” ao qual tem sido atribuído uma notável estabilidade das motherboards da série UD7 durante Overclockings extremos.
board1.jpg


A largura de banda necessária para a capacidade 3-Way SLI é possível graças à aplicação de um chip onboard pela Gigabyte, o NVIDIA NF200 que permite que a P55A-UD7 possa oferecer o máximo em gráficos e desempenho para entusiastas de jogos que exigem mais elevadas taxas de frame sem comprometer a resolução. A largura de banda adicional é fornecida pelo chip “GIGABYTE 333 SuperSpeed” USB 3.0 e pelo Serial ATA 6Gbps Marvell 9128, proporcionando à P55A-UD7 uma largura de banda incrível, que se reflecte na performance dos gráficos e dos dados.
cooler1.jpg
cooler2.jpg

cooler01.jpg
bu1.jpg


det2.jpg


Board3.jpg


board2.jpg


Outra característica que a série UD7 oferece e que proporciona uma melhor estabilidade é o “GIGABYTE Hybrid Silent-Pipe 2”, originário da Gigabyte X58-Extreme, é uma solução térmica de fusão que inclui líquido de arrefecimento, é uma solução que permite o arrefecimento a ar ou a água, podendo ser ligado a qualquer sistema de arrefecimento por água.
A P55A-UD7 obteve vários recordes mundiais antes mesmo do seu lançamento oficial, incluindo uma pontuação SuperPi de 5,944 segundos e um PiFast de 13,42 segundos, com o processador Intel Core i5 670 a 7.098 MHz e 6.906 MHz respectivamente.

Backpanel.jpg


Nesta imagem, podemos observar o painel traseiro, composto por, duas placa de rede 10/100/1000Mbit, 1 porta PS/2 Keyboard ou Mouse, podemos observar ainda 8 portas USB e duas Power e-SATA, 2 firewire iEEE 1394a uma mini e outra normal, a placa de som entre outras.

Alguns pormenores da Motherboard e do Layout


det.jpg


Esta é a zona do CPU, onde podemos observar as 24 várias fases e todo o espaço à sua volta, bem como o hybrid cooler.
det1.jpg


Nesta imagem podemos observar o botão "Clear CMOS", as ligações à caixa os USB, os SATA, (as ligações brancas junto à ficha de 3 pinos são SATA 6GB)

Particularidades



ultra_durable_3.jpg

O design Ultra Durable 3 Classic que usa 2 oz (2 oz = 56.7 gr) de cobre no PCB, com a finalidade de arrefecer
melhor toda a motherboard, melhora a eficiência energética e melhora a capacidade de Overclocking.



motherboard_overview_50000hrs-1.jpg

100% High-quality Japan-made Conductive Polymer Capacitors!
VRM 5000hrs lifespan @105°C, 500,000hrs @65°C​
 
Última edição:

[email protected]

Power Member
Programas
Dos Programas que a Gigabyte põem à nossa disposição no CD de Drivers e utilitários que acompanha esta board, destacamos o EasyTune6, que nos pareceu uma ferramenta muito interessante pelas suas características. O EasyTune6 é composto por 6 abas que nos permitem controlar ou ter acesso a informação bastante útil sobre o nosso computador.
Easytune.jpg


A primeira aba (CPU) faz lembrar o CPU-Z e contém informações sobre o CPU, como a voltagem, os clocks, o tipo de CPU e a versão da bios entre outras.
Easytune1.jpg


A segunda aba (Memory) dá-nos informações sobre as memórias.
Easytune2.jpg


A terceira aba (Tuner) serve para fazer overcloking de uma maneira simples e prática, em especial para quem não tem experiência de mexer na bios.
Easytune3.jpg


A quarta (Graphics), permite-nos controlar os clocks da placa gráfica e guarda-los para posteriormente os usar se necessário.
Easytune4.jpg


Na quinta aba (Smart) temos uma ferramenta bastante interessante, que permite controlar dinamicamente por software, a carga de overclock que o CPU precisa, tendo em conta o trabalho que está a executar.
Easytune5.jpg


A sexta e última aba (HW Monitor), contém informações sobre as voltagens do Computador, as velocidades das ventoinhas, as temperaturas do sistema e do CPU, e permite-nos programar alarmes para as velocidades das ventoinhas e para as temperaturas.
Sem dúvida muito útil o EasyTune6 é um programa a instalar e a usar.




 

[email protected]

Power Member
Bios

Uma Motherboard bem concebida, pode-se tornar facilmente um fracasso, se a sua BIOS for de fraca qualidade, felizmente isso não é o que acontece nas já bem conhecidas BIOS que acompanham as boards da Gigabyte.
Nesta motherboard, Topo de Gama a Gigabyte equipou-a com uma BIOS da Award, intuitiva, e user friendly, como já vem sendo hábito.

DSC_4003.jpg




Ao entrar na BIOS, é apresentada a secção MB Intelligent Tweaker (MIT), que é onde toda a diversão acontece.

DSC_4004.jpg

Na Secção MIT Current Status permite-nos fazer uma leitura global dos settings da bios.
Algumas informações úteis, como a versão da bios, as frequências e voltagens mais usuais e as temperaturas do CPU e do Chipset.
Inclui ainda "links" para todos os controlos de frequência, da memória de das voltagens.

DSC_4005.jpg
DSC_4007.jpg

Na secção "Advanced Frequency Settings", que é onde a BIOS se abre para revelar todas as opções essenciais do sistema de controlo: o multiplicador do CPU, frequência BLCK, e as frequências PCI-E, de memória, do QPI, e as várias opções de ajuste das voltagens.

Podemos ainda encontrar uma secção onde podemos controlar todas as voltagens da nossa board, e que se intitula "Advanced Voltage Settings"


DSC_4009.jpg
DSC_4010.jpg


DSC_4011.jpg


Nas secções mais usuais em como a "Standard CMOS Features" e "Advanced CMOS Features" estão os settings dos dispositivos de armazenamento e algumas informações básicas do sistema.

DSC_4013.jpg
DSC_4014.jpg


DSC_4016.jpg
DSC_4015.jpg


A secção “PC Health Status” é bastante completa, tem todos os requisitos essenciais e leituras de temperaturas e de tensão, e funcionalidades de controlo de ventoinhas.

DSC_4017.jpg
DSC_4018.jpg


O Save CMOS to bios é excelente utilitário que permite o guardar os settings da Bios até 8 diferentes nos permite escolher entre os melhores ou mais apropriados.

Destaco nas bios da Gigabyte uma ferramenta que se intitula Q-Flash e nos permite mudar a bios da board através de uma pen drive ou mesmo do HDD, em pouco tempo e de maneira segura.

Em resumo, o nível de afinações e funcionalidades é perfeita, esta BIOS tem tudo o que podemos esperar de uma Motherboard de topo da Gigabyte.
 

[email protected]

Power Member
BenchMarks Default/OC

Hardware Utilizado
Motherboard: Gigabyte P55A-UD7
Placa Gráfica: Gigabyte HD5670
CPU: INTEL Core i5
Disco Rígido: OCZ Vertex 120GB
Memórias: GSkill PC12800 4Gb Eco 1.35v CL7 (2x2Gb) DDR3
Fonte de alimentação: Gigabyte ODIN 1200Pro
Cooler: WC da Caixa Gigabyte 3D Galaxy
Caixa: Gigabyte 3D Galaxy


NOTA: Todos os testes foram realizados com o SO Windows Home Premium 64

cpuz_val.jpg

CPU-Z OC


BenchMarks Default/OC



CB11.5_logo.jpg

CB11.5.png




rar_logo.png

Rar.png




super-pi.png

Pi.png



HD_Tach1.png

HDT.png

Por estes gráficos podemos perceber que o SATA3 veio aumentar também a performance dos HDD SATA2, apesar de gastar um pouco mais de recursos do CPU.
usb3vsusb2.png

Com o aparecimento do USB3 nesta Motherboard, testámos uma Pen-Drive USB2 para tentar perceber se o aumento de performance era igual ao do interface SATA3 vs SATA2
Na realidade não nos parece que assim seja, se analisarmos o gráfico acima, podemos observar que o USB3 ganha com um resultado residual em Avg. Read mas que perde na Utilização do CPU, sendo os outros resultados exactamente iguais, podemos daqui tirar a conclusão que apenas se vai notar a diferença de performance, quando estivermos a utilizar periféricos com suporte para USB3.
SpecV10_logo.png

Spec10.png



wprime.jpg

wPrime.png


CrystalMark
CM.png

Também neste teste, se verifica que SATA3 aumenta a performance nos HDD SATA2

everest_ultimate_logo.jpg

eveC.png
eveE.png


eveL.png
eveLat.png



Jogos


CrysisWH.jpg

CW.png



farcry2.jpg

FC2.png


 

[email protected]

Power Member
Future Mark

03.png

3DM03.png


3DMarkVtgLogo.png

3DMvtg.png





PCMVantageLogo1.png

PCMvtg.png




Conclusão

Sem surpresa, a Gigabyte volta a fazer uma Motherboard de topo com muito boas capacidades, bem arrumada no que ao PCB diz respeito e com as cores que já conhecemos e de que pessoalmente gosto.
Com um preço aproximado de cerca de €290, é uma board de topo de gama com uma relação qualidade/preço bastante alta, carregada de features e muito bem estruturada. Com algumas novidades como são o SATA3 e o USB3 e o Power eSATA3, é na nossa opinião uma board a ter em conta na altura de fazer compras em especial se procurar uma boa relação qualidade/preço com a possibilidade de fazer Overclocking com facilidade e bem equipada.
Razão pela qual merece o Selo ZWAME RECOMENDADO.
recomendado_zwame.png

attachment.php

Agradecimento

A ZWAME agradece à GIGABYTE pela disponibilidade da Motherboard.

Gostou desta análise?
Pode ver mais aqui.
Copyright © Zwame, Lda. 2010. Reprodução proibida sem autorização prévia.​

 
Topo