1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Motherboards actuais não suportarão Smithfield

Discussão em 'Novidades Hardware PC' iniciada por RavenMaster, 1 de Fevereiro de 2005. (Respostas: 8; Visualizações: 1182)

  1. RavenMaster

    RavenMaster Power Member

    "As atuais placas-mãe não suportarão os futuros chips de núcleo duplo Smithfield. Os processadores da Intel, previstos para o segundo trimestre, terão consumo em torno de 130 W (ver boletim 422) e só deverão funcionar com os novos chipsets i945 e i955. Segundo o site Xbit Labs, mesmo que algumas placas i915 e i925 mais avançadas suportem os Smithfield, é improvável que isso seja reconhecido oficialmente.
    Inicialmente, serão lançados três chips Smithfield: 820 (2,8 GHz), 830 (3 GHz) e 840 (3,2 GHz). Todos terão soquete 775, barramento externo de 800 MHz, memória DDR2 de 667 MHz, 2 MB de cache L2 (1 MB em cada núcleo) e tecnologia de virtualização Vanderpool. Uma curiosidade é que os processadores não deverão dispor de Hyper-Threading. Como os Smithfield possuem dois núcleos, o HT permitiria, em tese, a realização de até quatro tarefas simultaneamente."

    link
     
  2. danizito

    danizito Power Member

    Lá vão eles a obrigar o ppl q keira a trocar a motherboard... até mete nojo... qq dia pa s trocar pa 1 cpu igualzinho mas só com + 2 mhz já é preciso trocar a board...
     
  3. DaMan

    DaMan Power Member

    Isto já começa a ser um ritual de todos os anos... -_- Ano novo, Chipset novo..

    P.S. Editado ;)
     
    Última edição: 1 de Fevereiro de 2005
  4. El sebasti

    El sebasti Power Member

    O socket parece ser o mesmo os chipset 915 e 925 é que não vão suportar os novos processadores.
     
  5. Koncaman

    Koncaman Utilizador Saloio

    a intel é lixada, uma board tem uma esperança de vida ai de uns 6 meses... para alem disso as boards são caras.

    e por agora os dual core da intel vão usar o lga775, mas acredito que muito em breve irão mudar de socket, por causa do aumento da largura de banda da memoria (esperado) , e consequentemente por o pessoal a mudar outra x de board.

    quanto ao HT... na volta acaba por ser uma decisão facilmente perceptivel... ate pk nem tds os programas se dão bem c/ o HT. tenho pena é que o fsb n tenha aumentado...
    quero ver os resultados desta nova tecnologia...
     
  6. Ghost021

    Ghost021 Power Member

    Ah ya a mensagem era too short. :D
     
  7. sike

    sike I'm cool cuz I Fold

    Enfim sempre a sair coisas novas e eu sempre com a carteira vazia :(
     
  8. Koncaman

    Koncaman Utilizador Saloio

    ghost021 tudo bem que os extreme edition trabalham a 1066mhz de fsb, mas para ja são so os extreme edition, que diga-se são cpu's bem caros, e para alem disso ainda são baseados no nucleo northwood.
    os cpu's dual core de que se fala parece ke vêm c/ 800mhz de fsb, o que acaba por resultar em 400mhz de fsb para cada nucleo... e se formos a ver o fsb actual de um p4 c/ um unico nucleo vai em 800mhz (tirando o extreme edition, que tem mt pouca expreção)
    quanto ao socket... é de esperar que aumente a largura de banda, para alimentar convenientemente os 2 nucleos, pelo que se aumentar para o dobro a largura de banda da memria não expantaria ninguem, pois mai tarde ou mais cedo a intel vai incluir o controlador de memoria no cpu, o que toranara o sistema muito mais eficiente (como se esta a comprovar c/ o a64) e isto implica mais pinos no socket, para alem disso pode-se ainda possibilitar uma tecnologia tipo quad-channel (um dual channel por nucleo) que apesar de tudo me parece pouco provavel, não não inpossivel.
    mas creio que o DDR2 esta ai para durar...

    quanto ao HT, não pus em questão o facto de o HT ser uma boa ou ma tecnologia, mas era certo que a analise da utilização do cpu em tempo real, ocupava alguns recuros ao cpu, pelo que o HT não era especialmente leve na sua execução. mas agora com a inclusão do dual core simplesmente optou-se por retirar esta tecnologia de cada nucleo, pois na verdade passaram a haver 2 nucleos reais por onde se pode distribuir informação, que era o efeito HT nos cpu's p4 de um core 'apenas' (criar duas linhas de processamento)
    quanto ao preço das boards... sim, é certo que ja foi pior, mas tb é certo que continuam a ser caras.
     
  9. Ghost021

    Ghost021 Power Member

    Na boa koncaman, eu quando falei nos EE foi simplesmente naquela de referir que existir já existia um processador assim, pena é que a Intel não ande virada para tirar partido das vantagens de ter mais bandwith.

    HT epá varia no ponto de vista, eu curtia a ideia de se usar a divisão de instruções a serem executadas...não fosse isso por vezes originar crashes no sistema quando o processador se punha a adivinhar qual a instrução a seguir. :P

    De resto, espero que alguém da Intel esteja a ler o que disseste e a tomar umas valentes notas no bloquinho porque tens ai ideias bastante boas.
    Vamos a ver o que a Intel nos reserva de novo.

    Cumps. ;)
     

Partilhar esta Página