1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

MS .NET Framework agora é Open Source !

Discussão em 'Programação' iniciada por blastarr, 5 de Outubro de 2007. (Respostas: 15; Visualizações: 1348)

  1. blastarr

    blastarr Power Member

  2. não, não é open source
     
  3. blastarr

    blastarr Power Member

    in Moderador do DailyTech
     
  4. timber

    timber Zwame Advisor

    É um open source rasca mas é um bom desenvolvimento vindo de quem vem.
     
  5. SoundSurfer

    SoundSurfer Power Member

    Já tinha lido no blog do Scott Guthrie...
    Eu por acaso estou com um bocado de curiosidade de andar a ver o que se passa lá por baixo em algumas situações... deve vir a dar bastante jeito no debug :)
     
  6. b1t dA3m0n

    b1t dA3m0n Power Member

    Embora eu tenha percebido com que sentido é que escreveste "Open", o .Net Framework nao é "Open Source" mas está, isso sim, ao abrigo da Microsoft Reference License.
    Parece a mesma coisa mas nao é, nem de perto.

    Mas é de facto um passo na direccao certa, tens toda a razao.
     
  7. Sandman

    Sandman Power Member

    Visto que a ISO (penso que é esta instituição que aprova as licenças né?) não aprovou essa licença como open-source, então não, o .NET não é open-source...
     
  8. blastarr

    blastarr Power Member

    O ISO não tem nada a ver com licenças Open Source.
    Aliás, a Free Software Foundation tem a mania que é o ISO (uma agência da ONU), e tenta sempre "puxar a brasa à sua sardinha" (leia-se, GPL) deixando as outras licenças numa lista de indesejados.
    Eles não têm que aprovar nada, nem podem fazê-lo (não têm poder jurídico, não são um organismo das Nações Unidas, nem sequer representam a maioria da indústria -longe disso-).
    Um exemplo é o facto de os próprios programadores do mundo Open Source, especialmente em Linux, terem vindo a dizer "não, obrigado !" à última versão da licença redigida pela FSF, a GPL v3.0.


    Para todos os efeitos prácticos, esta licença é Open Source.
    Simplesmente não usa a GPL 2, GPL 3, BSD License, etc, mas sim uma da Microsoft.
     
    Última edição: 6 de Outubro de 2007
  9. Sandman

    Sandman Power Member

    Última edição: 6 de Outubro de 2007
  10. blastarr

    blastarr Power Member

    Nesse caso, o código sob licenças BSD até é mais "livre" o que o código em licenças GPL, mas isso são outras histórias.

    O que interessa é que este acto da MS pode, pelo menos, permitir fazer "reverse engineering" de uma forma muito mais fácil e sempre sem usar uma única linha de código igual (há uma fonte-base à qual se pode sempre ter acesso para conferir isso mesmo).
    Ou seja, o "comportamento" do código é mais facilmente duplicado.
     
  11. alph

    alph Power Member

    Está aqui a lista de licenças que são e não são compatíveis com o conceito de Free Software: http://www.gnu.org/philosophy/license-list.html. E há que ter em atenção na diferença entre open source e software livre. Eles não andam a puxar a brasa à sardinha - apenas classificam bem o código aberto como sendo por motivos éticos ou monetários. A FSF não é chamada para aqui. De quem deveriam estar a falar era da OSI. Aqui está a lista das licensas que eles aprovam e desaprovam: http://www.opensource.org/approval .

    Não, mas podem dar opinião, visto que a licença deles é a mais usada no mundo do free software e é mais usada do que qualquer outra licença open source.

    Mais uma vez, a GPL não é uma licença open source.
     
  12. Sandman

    Sandman Power Member

    Isso é de certa forma verdade mas como o Miguel De Icaza já disse, o facto de a Microsoft pôr o source-code do .Net para todos verem não significa muito para eles visto que não aceitam contribuições com base em reproduções de mecanismos da framework da MSFT, ou seja a implementação tem que ser totalmente diferente de modo a não dar ideias à Microsoft de um dia bombardear o projecto Mono com processos legais.

    Na minha opinião o maior beneficiário é a Microsoft visto existe uma maior possibilidade de serem encontrados bugs e em última instância os developers que veem os bugs corrigidos mais depressa...

    Tirando isso, não vejo mais vantagens. :)
     
  13. Sandman

    Sandman Power Member

    OSI! Era isso mesmo! Confundi com ISO :P
     
  14. HecKel

    HecKel The WORM

    Uma questão, para ver se compreendi bem isto...

    Com esta alteração, o projecto Mono vai ter a vida facilitada, não? Ou isto não tem nada a ver?
     
  15. Sandman

    Sandman Power Member

    Como já referi em cima, muito provavelmente não pois eles temem que se alguem olhar para o código do .NET estas pessoas fiquem com a tentação de reproduzir de alguma forma aquilo que viram e isso pode levar a que código patenteado passa a residir no código do Mono. Eles até desaconselham que vir o código do .NET a participar no Mono...
     
  16. slack_guy

    slack_guy Power Member

    O JAVA até há pouco tempo tinha uma licença semelhante: 'podes ver mas não podes mexer'. Em boa verdade, isto é software proprietário cujo código fonte é aberto. Ou seja, das liberdades que não tinhamos antes, passámos a ter uma: podemos ver o código-fonte. Quanto ao resto, mantém-se fechado como estava.

    O mais 'curioso' nesta jogada é a assumpção, por parte da Microsoft, que a comunidade que gravita em torno do software aberto tem valor e que pode trazer valor ao seu produto. A alteração de mentalidades, por esse mundo fora, que esta jogada vai provocar é o mais delicioso. 2008 promete ser um ano cheio de novidades no mundo do software fechado.
     

Partilhar esta Página