1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

MSI Working on ‘Powereless’ CPU Cooler

Discussão em 'Novidades Hardware PC' iniciada por mascarilha, 29 de Fevereiro de 2008. (Respostas: 35; Visualizações: 3402)

  1. mascarilha

    mascarilha I folded Myself

    cumps
     
  2. Woodz

    Woodz Power Member

    É uma ideia bastante original (Sim foi criada á nao sei quanto tempo,Mas é um bom conceito na mesma) , mas falta ver mais testes acerca da sua eficiencia bem como o preço de venda.
     
  3. lohka_86

    lohka_86 Banido

    O melhor disto tudo, é que, teoricamente, o CPU ficará uma temperatura próxima entre idle e load, pois se gera mais calor, mais fresco fica, se gera menos calor, mais quente fica :D
     
  4. apmm17

    apmm17 Power Member

    Forma interessante de dissipar o calor, neste exemplo esta aplicado ao ***** mas pode vir a ser utilizado no cpu?
     
  5. lohka_86

    lohka_86 Banido

    Teoricamente pode ser utilizado em qualquer fonte de calor...
     
  6. Blutrunstig

    Blutrunstig Power Member

    Uma invenção interessante, gostei principalmente do aproveitamento da energia, assim economiza bastante mais, algo semelhante a sitemas eólicos.
    O mais importante sempre é que mantenha boas temperaturas.

    OFF-TOPIC: Parece um hovercraft. :D
     
  7. JPgod

    JPgod Moderador
    Staff Member

    Só não acerto no euromilhões (tenho que começar a jogar)

    Já a muito tempo que "pensava" num cooler que era "auto alimentado" pelo calor do cpu :D

    No fundo é uma aplicação de termodinâmica, já tinha visto um dispositivo do género na FCT, mas infelizmente precisava de um diferencial muito grande de temperatura (precisa de uma fonte quente e outra fria, só que a fria era LN2 e a quente uma lâmpada de infravermelho).

    Neste caso, a fonte quente é o CPU/CHIPSET e a fria deve ser a temperatura do ar, pelo o que a potência da ventoinha deve ser muito fraca, mas provavelmente para arrefecer um chipset será suficiente.

    se consegue converter 70% da energia em calor já não é mal, agora se isso pudesse der utilizado na ordem dos 90% e em larga escala, bem, era só ligar isso numa caldeira de uma térmica e já não precisava de enormes geradores de vapor, atingindo eficiências brutais e acabando com problemas energéticos vs poluição vs arrefecimento das centrais com torres + rios (aquecer um rio não é bom para o ambiente)

    podem ver aqui o funcionamento deste tipo de "motor" Stirling engine
     
    Última edição: 29 de Fevereiro de 2008
  8. Favas

    Favas Power Member

    Embora o consumo da fan seja uma gota de agua no consumo total do computador a ideia é sempre bem vinda.
    Gostava de saber a longevidade da fan/equipamento geral.

    No entanto há coisa que não entendo bem "MSI’s fan is capable of converting 70% of the heat energy given off by the CPU into kinetic energy".
     
  9. Blutrunstig

    Blutrunstig Power Member

    Basicamente lê o post anterior, está bem resumido.
    Kinetic energy corresponde à energia cinética, penso eu... Física e Química!:D
     
  10. Favas

    Favas Power Member

    Sim eu sei, as minhas contas é que não batem certo, acho muito 70%.
    Repara, um cpu liberta +- 80 watt em calor, esta enginhoca aproveita 70% que dá 80*0.7=56watt
    Uma Smartfan2 consome no max 8.40watt a full power que é uma autentica turbina.
    Para não falar que se em 80watt, 70% forem consumidos para energia cinética, então 80-56=24watt e 24 watt até cooling passivo dá bem lol.

    Tive 15 a Fisica no 1º ano da univ, mas não abordamos nada disto... :zzz:
     
  11. lohka_86

    lohka_86 Banido

    Um CPU dissipa 80W? Tanto???
     
  12. JPgod

    JPgod Moderador
    Staff Member

    Isso de momento é para cooler de chipset ;)
     
  13. FerCam™

    FerCam™ Banido

    mas esses 80w n sao conduzidos na integra para o dissipador, eles devem estar a falar do calor que chega à vizinhança do pistão.

    Cumps
     
  14. cL!cK

    cL!cK Power Member

    epa, na minha opinião, para se chegar aos 90% de eficiência era preciso ter o pistão imbutido num sistema de arrefecimento baseado na vapour chamber technology, em vez de um dissipador de cobre ou lumínio..

    eficiência na transformação de energia térmica em energia electrica é algo muito dificil de alcançar, especialmente p causa da resistência térmica que as matérias primas têm..
     
  15. rav3n

    rav3n Power Member

    um cpu dissipa praticamente o consome

    @ click: eficiencia há sempre, nao há é 100%. na conversao de calor em trabalho e vice-versa há sempre a entropia a "perder-se"

    /Grande Off
    lembro-me do meu prof de CEA(ciencia e engenharia dos alimentos) dizer que o reaproveitamento de calor no processamento(esterilização) do leite chega aos 90 ou 95%
    estou-me a referir especificamente ao facto de aquecerem o leite nao esterilizado com o calor do leite que ja foi esterilizado
    /Grande Off

    portanto esses tais 70% de conversao(calor em enegia cinetica), nao me surpreendem
     
    Última edição: 29 de Fevereiro de 2008
  16. wodahSShadow

    wodahSShadow Power Member

    OFF:
    A entropia não se perde, quem nos dera que isso fosse possível.


    Parece-me uma boa ideia mas aquela fan parece-me "rasca", e agora com processadores que aquecem ainda menos se calhar aquilo nem consegue energia suficiente para girar lol.
     
  17. rav3n

    rav3n Power Member

    quando digo perder-se nao é desaparecer, é no sentido de ser energia que nao é "possivel" de ser aproveitada
     
    Última edição: 29 de Fevereiro de 2008
  18. cL!cK

    cL!cK Power Member


    exactamente..p isso é que eu acho que com dissipadores de cobre e alumínio não vão lá..é preciso algo substancialmente melhor a conduzir energia térmica po pistão se querem atingir 90% de condutividade.

    70% acho que n é muito difícil..o problema é quando se chega aos limites das matérias usadas, o que acontece a +-85% visto que é impossível na prática conduzir todo o calor criado para o pistão
     
  19. Warlord

    Warlord [email protected] Member

    o "CPU" referido no artigo é o chipset da board.

    o principio pode ser aplicado ao CPU real, mas os resultados seriam "maus", a performance e mais eficiente k cooling passivo, mas a diferenca nao deve ser por ai alem...
    Da para aplicar nos chipsets, cm disse e melhor k cooling passivo, usado sem problemas na grande maioria das boards...
     
  20. Make.Love

    Make.Love Banido

    eu pergunto se esta ideia foi bem pensada para ser aplicada em algo que normalmente nem 1W gasta...
     

Partilhar esta Página