1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

(não)Segurança em linux ?

Discussão em 'Novidades GNU/Linux & *nix World' iniciada por Tonux, 8 de Novembro de 2007. (Respostas: 44; Visualizações: 2897)

  1. Tonux

    Tonux Power Member

    Boa tarde

    Em conversa com amigos e conhecidos, há muitos que se negam a instalar uma distro de linux, pois, dizem, não confiam na segurança do mesmo. Preferem usar o windows com os seus apêndices 'internet security' e outros que tais, que assim têm segurança total no sistema. Mas será mesmo verdade? Para o windows há uma bateria de software ainti-vírus , etc., que além de ser extremamente caro, não sei se garantirá segurança fiável ao SO. Está a pretender-se criar o mito de que o linux é um sistema altamente inseguro e não fiável. Veja-se o problema levantado acerca dos discos rígidos quando estão a funcionar sob o Ubuntu. Diz-se que o Ubuntu estraga os discos rígidos:rolleyes:, etc.
    É curioso como há pessoas que gostam tanto do gratuito, mas noutras ocasiões fogem dele como o diabo da cruz!
    Todos os Sistemas são vulneráveis se não tiverem os programas de protecção adequados. Para o linux basta, creio eu, uma firewall bem afinada; e pode ser usado como servidor de sistemas mais ou menos complexos, sem problemas.
    Por outro lado se o windows recebe actualizações de segurança, também as distros de linux as têm, do mesmo jeito: automáticas.

    Um abraço
     
    Última edição pelo moderador: 10 de Novembro de 2007
  2. [knap]

    [knap] Power Member

    Não, não é verdade.

    Anti-vírus não é preciso.

    Firewall já trás (iptables).
     
  3. petersaints

    petersaints Power Member

    Atenção não digo que na sua essencia o Linux não seja mais seguro que o Windows... mas acredito que também os esforços de quebrar a segurança sempre se centrou mais no Windows como tal o Linux fica protegido pela sombra que o Windows :P
     
  4. slack_guy

    slack_guy Power Member

    e também acreditas no pai natal e no coelhinho da páscoa, certo?

    Repara num pormaior: o código fonte do windows é fechado. O código fonte do Linux é aberto. À partida, qual dos dois sistemas é mais fácil de quebrar? É aquele que expôe o código a quem o quiser ver ou aquele que o esconde? Não é uma pergunta muito difícil, pois não?

    Acreditas que os crackers não sabem programar o suficiente para introduzirem exploits nos sistemas *NIX? É relativamente simples comprometer _um_ sistema *NIX. A questão é que, dada a heterogeneidade das soluções, comprometer sistemas *NIX à escala planetária como fazem com o Windows é uma tarefa que raia as barbas do impossível. Não é por serem muitos ou poucos, porque até são bastantes e em rápido crescimento.
     
    Última edição: 8 de Novembro de 2007
  5. Tyran

    Tyran Power Member

    lol, tantos utilizadores de linux que não tão seguros, os que não utilizam a regra de ouro :P :P
    Epah anti-viruz poderá dar jeito pa scan a partições windows :)
    Firewall, é assim, axo que nunca se deve facilitar, por isso....
    cumpzz
     
  6. slack_guy

    slack_guy Power Member

    e isso é um problema? Já disse várias vezes: o Linux não é para todos, é só para quem quer. Quem não quer não come. Ninguém deve ser 'coagido' a usar Linux - ou há curiosidade ou fiquem lá nas suas conchinhas. É evidente que, se estiveremos a falar de dinheiros públicos, a conversa será outra. Mas na conversa com os amigos... cada um usa o que quer (ou o que pode).

    problema deles. Life goes on :-)

    Não sabes tu nem ninguém.

    Está? quem? essa história do Ubuntu já cheira... O Ubuntu não é _o_ Linux.

    Não basta só a firewall. É indispensável que as aplicações instaladas sejam seguras e que a máquina seja administrada de forma competente. Tal e qual como em qualquer sistema operativo.
     
  7. SoundSurfer

    SoundSurfer Power Member

    [​IMG]

    Para mim, o verdadeiro problema está entre a cadeira e o teclado.

    É sempre engraçado aceder a servidores de produção de clientes e ver no mínimo 3 barras instaladas no IE.
     
    Última edição: 8 de Novembro de 2007
  8. slack_guy

    slack_guy Power Member

    Fonte? sff
    EDIT: Já vi a fonte: "Jeff Jones, a Security Strategy Director in Microsoft's Trustworthy Computing group." link para PDF

    Hum? barras no IE?
     
    Última edição: 9 de Novembro de 2007
  9. petersaints

    petersaints Power Member

    Por acaso já conheço o gráfico e sei que era de um site de confiança... Aliás esse é só o mais recente que vi. Já tinha visto outros... O problema é que em Windows as falhas são exploradas e em Linux muitas são deixadas a apodrecer (sem ofensa)!
     
  10. esquiso

    esquiso Power Member

    O gráfico é em tudo semelhante ao gráfico que aparece nesta thread. Tirem as vossas conclusões.

    Como podem reparar, a thread acabou por ficar fechada, por isso, deixo aqui o repto:
    Não transformem isto numa thread Windows vs Linux: Security Business. Já deviam saber que essas threads acabam, invariavelmente, por ter o mesmo destino: lock.
     
  11. petersaints

    petersaints Power Member

    Exacto eu não sou anti-Linux, nem anti-Windows, nem pro-Windows e nem pro-Linux. Uso e adapto-me ao necessário e tento reconhecer as vantagens e desvantagens de cada Sistema.
     
  12. Cage57

    Cage57 Power Member

    Sabem uma coisa a segurança vem da nossa cabeça, e claro que um anti-virus e uma firewall ajuda, mas depende muito tbm dakilo que se veja ou saque da net, o cuidado tem de vir de nós.
     
  13. skorzen

    skorzen Power Member

    Nem mais!

    Nos tempos em que usava Windows por casa, tinha alguns problemas com vírus mas nada que não se resolvesse e nunca perdi dados nem tive nenhum problema de maior com o S.O. em si, pois tudo o que fazia com o computador estava minimamente vigiado e tinha bastante cuidado por onde andava e o que fazia.

    Desde que mudei para Linux, a situação só melhorou. Tenho aprendido muito e a cada dia que passa aprendo coisas novas que me fazem ficar ainda mais fascinado pelo mundo do software livre.

    Resumindo, cada um usa o S.O. que bem entender e que melhor se adaptar àquilo que pretende fazer no computador. Desde que saibam por onde andam, dificilmente têm problemas de maior.

    É certo que o pessoal que usa Windows se pergunta: "então mas ando eu aqui cheio de ferramentas para desfragmentar o disco, remover bicharada, optimizar o registo e os meninos do Linux não têm nada disto?" mas penso que, de certa forma, o slack_guy já respondeu ao porquê deste tipo de questões nem se levantar. São dois S.O. distintos, com filosofias bem diferentes.

    São dois Mundos, agora cada um que escolha em que Mundo quer viver!
     
  14. madskaddie

    madskaddie Power Member

    Coisas:
    • Para utilizadores ignorantes, kiddies scripts sao muitos faceis de realizar :
    Código:
    #!/bin/sh
    rm -rf /home/$USER/*
    
    • O Linux é naturalmente mais seguro que o windows, no entanto pode ser configurado para ser mais inseguro que o windows (correr tudo como root é um bom inicio ;) ) O windows tem asneiras monumentais com um servidor de janelas no kernel :S Já teve um browser :S (Aqui os adeptos de microkernel vao dizer: e tu tens um sistema de ficheiros, ...)
    • O problema dos discos no Ubuntu até se pode dar no windows...o facto é que por haver uma comunidade a trabalhar... deram por isso e resolveram o assunto. No windows esse tipo de problemas, se alguem de dentro souber, certamente nao sai para fora.
    • Um comentário ao gráfico (se calhar está na outra thread) estão a comparar alhos com bogalhos: existem milhares de apps que são distribuidas com o Red Hat. O mesmo não se passa com o win...
     
  15. SoundSurfer

    SoundSurfer Power Member

  16. slack_guy

    slack_guy Power Member

    O autor do estudo (vê o link no meu comentário anterior) diz que excluiu da análise os 'vários daemons', o OpenOffice e o Gimp, porque, na opinião dele, sem essas aplicações o Linux fica com as mesmas funcionalidades do windows. Se o rapaz diz isto... já podes ver a qualidade dos resultados.
     
  17. O essencial para responder à pergunta está aqui. Só as conclusões que tu retiras daí é que estão completamente erradas (salvo má interpretação minha).

    Quando se fala em GNU/Linux fala-se de código aberto, fala-se de código que todos podem ler, melhorar, e todos têm acesso por ser livre (gratuito). Ou seja, tens mais gente/mais olhos a ver e rever as mesmas linhas de código por forma a contribuir para um sistema melhor.

    Do outro lado, tens Windows que segue um modelo onde há muito menos gente a trabalhar no código e quando alguém quer melhorar alguma coisa, existe uma complexidade gigantesca (nomeadamente em termos de burocracia) para corrigir um simples bug.

    O gráfico não mostra o número nem a gravidade das vulnerabilidades existentes. Mostra apenas o número dos bugs encontrados o que deriva directamente da explicação que acabei de dar. Agora pergunto: o que preferem, um sistema onde se corrigem mais bugs ou outro onde isso acontece mais devagar?
     
  18. RicardoMoreira

    RicardoMoreira Power Member

    Tudo dito...

    Para mim a diferença reside mais no que um utilizador Windows (não server) e um utilizador Linux pretende dos seus sistemas.
    Um utilizador Windows pretende mais "diversão", multimedia, jogos, etc...
    Um utilizador Linux na minha opinião vai mesmo atrás da dita segurança, logo, se preocupa-se mais com este ponto, é obvio que as coisas até lhe corram melhor nesse sentido.

    Trabalho com alguns servidores Windows e posso dizer que até hoje tive 0 problemas no que toca a segurança.

    No entanto, há mais exploits para Linux do que para Windows, tal como há mais servidores "hackados" Linux, do que Windows.

    Depois há também quem diga que um computador com Windows "não aguenta nem dois dias ligado", no entanto nos Longest Uptimes do netcraft, mostra exactamente o contrario, basta olhar para o top.


    Just my 2 cents... :p
     
  19. slack_guy

    slack_guy Power Member

    O facto de a aquisição de software Livre ser gratuita não é uma característica da licença, é um bónus. Sempre que possível, deve compensar-se quem desenvolve bom software. Uma forma de compensar é utilizando o software, outra é pagando por ele.

    Man, o estudo foi feito por um fulano da Microsoft. Estavas à espera de que resultados?

    Show me the numbers, pleeeease :-)

    Once again, show me the numbers.
     
  20. xupetas

    xupetas Banido

    So tenho a dizer uma coisa LOL!

    O linux por ter codigo aberto é e será sempre mais seguro que qualquer windows de código fechado.

    O problema está no utilizador que é burro, preguiçoso e tipicamente influenciável pela propaganda.

    Aos teus amigos tenho uma coisa a dizer:

    Firewall? LOL! Por acaso pergunta a eles se sabem que o que é usado pela m$ nos winblows é um derivado dos iptables... que são de linux....

    Antivirus? outro LOL! Pergunta a eles quantos virus existem para windows... e quantos para linux... 1 milhao para windows, 4 para linux e são todos worms ou seja que só correm se TU os instalares... mas lá tá... é necessário pensar e isso custa mto na sociedade hoje em dia....

    Hacked? Força... quero ver numa instalação de raiz de RH ou Susana, versus uma winstalação (E AMBOS SEM PATCHES) qual é dos 2 grupos o primeiro a ir abaixo...


    Por isso não vão em propaganda de quem não sabe, não quer aprender mas ao mesmo tempo tem medo de estar a perder o comboio o que faz que tentem que todos fikem na ignorancia....

    just my 3 cents

    Ps: ubunto n é "o linux" ... mais uma prova que quem não sabe n fala! Existem distros (nem que seja a LFS) que se adaptam BEM melhor as necessidades de cada um
     
    Última edição: 9 de Novembro de 2007

Partilhar esta Página