Não sei se E. Informática será o melhor caminho para o que eu quero...

Olá!
O meu nome é Filipe e entrei neste ano em engenharia informática.

Mas antes de continuar, gostaria de partilhar alguns dos meus interesses: Desde muito cedo desenho e sempre tive um sentido criativo muito forte (adoro design gráfico, fotografia,...), no entanto, sempre soube que a minha principal vocação seria relacionada com o mundo dos videojogos (game design, modelação 3D, programação,...), para além de revelar interesse noutras áreas como a criação de websites e interfaces.

Desde o 9ºano, pareceu me natural seguir engenharia informática porque seria uma porta de acesso para o mundo dos videojogos (mesmo estando perfeitamente ciente que a emigração será muito provável), no entanto, receio que não seja o melhor caminho!

Eu sei que pode ser relativamente cedo para tirar conclusões, mas não estou minimamente motivado! Procrastino muito, e ao contrário de amigos meus que foram para outros cursos, com cadeiras de desenho, por exemplo, para mim estudar está a ser um esforço de vontade muito grande e não gosto das cadeiras lecionadas. É tudo muito seco e baseado em resolver problemas, e nos anos seguintes os veteranos já me avisaram que não vai melhorar.

Eu sempre soube que seria assim, e sempre acreditei que me ia adaptar, mas acho que cheguei à conclusão de que vejo a programação como um complemento e não necessariamente a minha vocação principal, ou seja, se fosse para uma empresa de jogos, por exemplo, muito mais facilmente iria gostar e ser realmente BOM a trabalhar em game design, modelação 3D ou level design do que programar a tempo inteiro, ainda que a licenciatura não nos "prenda" a fazer exclusivamente algo, claro.

Por consequente, estou a ponderar mudar, já falei com algumas pessoas de Design e Multimédia em Coimbra e pareceu-me o caminho ideal. Caso alguém também tenha passado por algo semelhante, gostaria de saber a vossa opinião!
 

X-Blitz

Magazine Addicted
O dilema de procrastinar afecta a todos, mesmo aos mestres da area e não é por falta de motivação. A unica solução para a procrastinação é mesmo a disciplina e é isso que tens de aprender e lidar com isso.

Hoje em dia, a informação está toda na internet, desde aprender 3d a aprender programação. Imagina se mudas para design e multimédia e também não te dás bem ou nao tem nada com jogos, como é que vai ser?

Se me dissesses que nos teus tempos livres, já sabes usar o programas 3D (blender) ou de ilustração, fizeste pesquisas, fizeste concept art de jogos e tens um grande gozo em fazer tal coisa, já seria diferente.

A minha sugestão é experimentar. Mas para isso, não precisas de um curso. As ferramentas já existem. Usa-as. Gostaste, queres mais? Achas mesmo que o teu curso não vai dar para tal? Então ai muda e tens um certo balanço e conhecimento antes de tirar o curso.

Se queres ir mesmo para o mundo dos jogos acho que existe cursos em Lisboa dedicados a isso. Design e Multimédia, é demasiado abrangente.
 
Olá X-Blitz!
Antes de mais, fico muito agradecido pela tua resposta.

Efetivamente, nos meus tempos livres, já trabalhei muito em Level Design (Gameguru, Unreal Engine, Buildbox e Unity). Também adoro desenhar, digital inclusive e já fiz concept arts em Unreal :lick1:.
Sou fotógrafo amador e já trabalhei como fotógrafo e editor de vídeo para a minha escola e para um partido político neste verão.
Tens aqui alguns exemplos do que fiz nos meus tempos livres neste link da Drive (Espero que gostes!):

https://drive.google.com/drive/folders/1MXugjqxgA89Mgbm-bgph_8wKqxUqWDW2?usp=sharing

A única área que eu pouco explorei foi a modelação 3D, é algo que para que sejas realmente bom precisas de muitas horas e dedicação!

Se não fosse pelos videojogos, eu muito provavelmente teria ido para artes no secundário e neste preciso momento estaria em alguma área relacionada com o design! Contudo, não me arrependo absolutamente nada de ter ido para ciências.

Relativamente ao curso em Coimbra, já falei com 4 pessoas de lá, um dos professores inclusive, e todos eles disseram que era o sítio ideal para mim, aliás, existe uma aluna a tirar doutoramento em game design.

Adianto também que esta não é a minha única paixão, web design e design gráfico também são para mim muito apelativos, assim como a parte front-end das coisas, tudo isso coberto pelo curso (que têm algumas cadeiras de programação).

Mas como tu próprio disseste, há outras opções, estrangeiro inclusive, que também ando a pesquisar.

Gostei bastante dos teus trabalhos, fazem lembrar os doodles da Google :hehehmn:

Sinto que nunca serei um programador tão bom como um artista! E a minha escolha de curso foi influenciada pelo mercado de trabalho e pelas pessoas ao meu redor...

Sinceramente, não sei o que hei de fazer ao meu futuro, não sei se faço frequência (pelo que me disseram, não vale muito apena no meu caso), aguento 3 anos e faço mestrado em design e multimédia ou um gap year, por exemplo...

Já vi que estás dentro desta área, podes dar-me mais algumas dicas? Que trabalhos já fizeste e como é o teu trabalho, por exemplo?






O dilema de procrastinar afecta a todos, mesmo aos mestres da area e não é por falta de motivação. A unica solução para a procrastinação é mesmo a disciplina e é isso que tens de aprender e lidar com isso.

Hoje em dia, a informação está toda na internet, desde aprender 3d a aprender programação. Imagina se mudas para design e multimédia e também não te dás bem ou nao tem nada com jogos, como é que vai ser?

Se me dissesses que nos teus tempos livres, já sabes usar o programas 3D (blender) ou de ilustração, fizeste pesquisas, fizeste concept art de jogos e tens um grande gozo em fazer tal coisa, já seria diferente.

A minha sugestão é experimentar. Mas para isso, não precisas de um curso. As ferramentas já existem. Usa-as. Gostaste, queres mais? Achas mesmo que o teu curso não vai dar para tal? Então ai muda e tens um certo balanço e conhecimento antes de tirar o curso.

Se queres ir mesmo para o mundo dos jogos acho que existe cursos em Lisboa dedicados a isso. Design e Multimédia, é demasiado abrangente.
 

X-Blitz

Magazine Addicted
Efetivamente, nos meus tempos livres, já trabalhei muito em Level Design (Gameguru, Unreal Engine, Buildbox e Unity). Também adoro desenhar, digital inclusive e já fiz concept arts em Unreal

E aonde está isso? Aonde está o portfolio?

Tanto programação, assim como design de qualquer tipo, cá fora, o canudo não tem muito interesse. Não te garante trabalho a não ser que a escola tenha uma parceria com alguma empresa. O portfolio é muito importante, passion projects, projectos que envolve pesquisa.

Eu tirei Design e Multimedia na Madeira, e daquelas coisas que estou "arrependido" porque tudo o que eu sei, aprendi no youtube/na internet. Preferia ter tirado, por exemplo, eng informatica porque senti que aprendes mais no geral e os professores estão mais dentro da area. Mas isto pode ser sido a minha experiencia e pode não ser a tua em Coimbra por exemplo.

Em Lisboa tens a Odd School onde o DacaD dava aulas lá acho eu. E pela ideia que tinha, aqueles que tinham talento, era logo capturados por alguém para trabalhar.

https://odd-school.com/en/courses/programs/ Se procurares por mais trabalhos dele. Aqui podes ver o topico da escola.

Tirei o curso na Madeira, e depois fui trabalhar para um bar que nao existia trabalho. Vim para o Uk trabalhar no armazem, fiz trabalhos a parte de animação, até que consegui um trabalho da area, e agora estou como freelancer. Na altura do covid ate fui contactado pela SNS para fazer um video, não sei como. Mas fiz 2 ou 3 para o SNS britanico.

Eu acho que já tomaste a decisão, mas não durmas na sombra da bananeira que o curso vai te resolver o teu futuro, porque não vai. Mas sim a procura do conhecimento, a vontade de querer saber e aprender mais é que vai te vai ajudar.

As skills em Design, e outras areas, sao muitas vezes colocas em forma de T, onde forma geral tens a base e depois exploras a especialidade. Ao contrario dos medicos que tiram o seu curso, depois tiram mais um para ser especialista, em design podes logo te dedicar a uma área de preferência. Não estou a dizer que nao possas fazer tudo no futuro, mas é muito mais facil te vender como especialista de uma certa area. Por isso convém tentar esclareceres essa parte. Gostas de game design/digital art/3D? Perde duas horas por dia e investe nisso. E publica na net (reddit por exemplo). Pede feedback. Expõe-te.

Olha este gajo. Em uma semana criou um jogo clássico numa plataforma moderna como desafio. Depois vê o primeiro comentário.
Esta vontade, ambição não é ensinada na universidade.
 
Por acaso, sempre me disseram, e eu tenho plena consciência disso, que o portfólio e a nossa "bagagem" é extremamente importante para esta área, aliás, quando eu estava a pesquisar empregos e cargos antes de me candidatar, contactei a SCS Software.
Não sei se conheces pelo nome mas foram eles que fizeram o euro truck simulator e o american truck.

A senhora que me respondeu disse o seguinte:

"Thank you for your interest to join our team. For applying to the positions below, you do not need specific education. For the 3D artist you need portfolio with your 3D models (the best if it is realistic architecture). For the Map Designer position it is good if you have experience with our map editor (not necessary). In both cases you need to past the test and recruitment process.

I wish you luck with your study and maybe we will meet in the future."

Isto prova exatamente aquilo que estás a dizer, o portfólio é crucial, mas o ensino superior pode ser um bom bónus!
Sempre acreditei que sabia o que eu gostava de fazer na vida, mas sinceramente cada vez mais coloco as minhas escolhas em causa.

Tendo isto em conta, confesso que, apesar de ser ainda muito jovem e inexperiente, poderia sim ter apostado ainda mais nesta área quando tinha mais tempo.

Um problema da minha geração, que também me afeta a mim, é que nós hoje em dia queremos as coisas muito rápido e que nos saia "naturalmente" sem grandes esforços, daí talvez não me ter aprofundado ainda mais em certas áreas quando tive oportunidade...

Onde eu vivo, no alentejo, também não há muitas aulas/workshops, e por me faltar método de trabalho e alguma disciplina (quando tinha 13-15 também não se pode pedir muito :D...) acabava muitas vezes por desistir de aprender Blender ou aprofundar-me em alguma engine mais exigente...

Não me quero "armar", mas eu sempre fui um muito perfecionista (ao ponto de sofrer um pouco com isso) e sempre acreditei que com dedicação e as pessoas certas, consigo tornar-me num profissional excecional.

Já pesquisei a educação superior de muitos profissionais no LinkedIn, uma área que me interessa muito é o environment artist ou o level designer. Os profissionais desta área têm sempre algo relacionado com design, multimédia ou relacionado diretamente com jogos.

Sinto-me um pouco perdido, sabes? Mas independentemente do meu futuro, quer em engenharia, noutra licenciatura ou no que o futuro me reserve, SEMPRE procurarei fortalecer e muito o meu portfólio!

Agora é escolher e averiguar o que é melhor para mim, vou deixar passar pelo menos o 1º semestre e depois logo se vê.
Veremos...

BTW, a tua licenciatura em puramente design e sem programação? Eu estou a dizer isto porque lá está, Design e multimédia é um nome estupudamente abrangente e em Évora, por exemplo, "multimédia" não têm NADA a ver com "multimédia" em coimbra
 

BioL

Power Member
Estava exatamente como tu, entrei no curso de Engenharia Informática e Multimédia (focado em programação e 3D, aprendemos a utilizar blender e unity) com o objectivo de seguir uma carreira como environment artist. Para contexto, no fim da licenciatura acabei por ser convidado a dar aulas de modelação 3D e criação de jogos, estive lá durante 3 anos enquanto completava o meu mestrado.

Recomendo no entanto, a continuares em informática e ires criando um portfolio no teu tempo livre. Se chegares ao fim do curso com algo de jeito para mostrar, arranjas trabalho de certeza, senão tens sempre a programação como backup.

Acho muito mais relevante teres um diploma para programação (e mesmo assim QB, é mais para Portugal), que te poderá distinguir de outros 3D modelers, especialmente tendo em conta a popularidade que ferramentas como o Houdini estão a ganhar hoje em dia. (Artigo interessante sobre o uso do Houdini no Uncharted 4).

Recomendo-te visitares o forum Polycount, onde conseguirás fazer networking e pedir ajuda a profissionais da industria ou encontrar motivação entre pessoas a começar, como tu. Recomendo também que cries uma conta no Artstation caso não tenhas, para ires colocando os teus projetos (podes inicialmente colocar tudo, mas atenção, com o tempo vai selecionando e deixando apenas os melhores, serás sempre julgado pela tua pior "peça").

Apesar de não gostar de recomendar o Facebook, encontras também comunidades muito boas, nacionais e internacionais. Alguns exemplos: CGPortugal, PTGameDevelopers, ArtJunkies, DailySplitSculpt, BlenderArtists, PolycountersUnite.

Só para fechar, pessoalmente, acabei por apanhar o gosto à programação e acabei por seguir carreira na área mas continuo a fazer 3D modeling como hobby.
 
Última edição:
Estava exatamente como tu, entrei no curso de Engenharia Informática e Multimédia (focado em programação e 3D, aprendemos a utilizar blender e unity) com o objectivo de seguir uma carreira como environment artist. Para contexto, no fim da licenciatura acabei por ser convidado a dar aulas de modelação 3D e criação de jogos, estive lá durante 3 anos enquanto completava o meu mestrado.

Recomendo no entanto, a continuares em informática e ires criando um portfolio no teu tempo livre. Se chegares ao fim do curso com algo de jeito para mostrar, arranjas trabalho de certeza, senão tens sempre a programação como backup.

Acho muito mais relevante teres um diploma para programação (e mesmo assim QB, é mais para Portugal), que te poderá distinguir de outros 3D modelers, especialmente tendo em conta a popularidade que ferramentas como o Houdini estão a ganhar hoje em dia. (Artigo interessante sobre o uso do Houdini no Uncharted 4).

Recomendo-te visitares o forum Polycount, onde conseguirás fazer networking e pedir ajuda a profissionais da industria ou encontrar motivação entre pessoas a começar, como tu. Recomendo também que cries uma conta no Artstation caso não tenhas, para ires colocando os teus projetos (podes inicialmente colocar tudo, mas atenção, com o tempo vai selecionando e deixando apenas os melhores, serás sempre julgado pela tua pior "peça").

Apesar de não gostar de recomendar o Facebook, encontras também comunidades muito boas, nacionais e internacionais. Alguns exemplos: CGPortugal, PTGameDevelopers, ArtJunkies, DailySplitSculpt, BlenderArtists, PolycountersUnite.

Só para fechar, pessoalmente, acabei por apanhar o gosto à programação e acabei por seguir carreira na área mas continuo a fazer 3D modeling como hobby.
Olá BioL,
Eu já falei com muitas pessoas (da área inclusive) e ando a traçar um "plano" sobre o que realmente fazer. Tudo vai depender muito se realmente ganhar o bichinho da programação ou não. Se gostar e se estiver disposto a continuar, avanço.
Caso contrário, vou para uma área mais "artística". Estava a pensar em Artes Multimédia na faculdade de Belas Artes em Lisboa. A grande desvantagem é não ficar com o canudo da programação, mas como disse, ainda é cedo para tirar conclusões precipitadas!

Sobre Portugal, lá está, eu sempre soube que aqui não há futuro no que eu quero, mas o facto de ficar com emprego com relativa facilidade caso queira voltar, também é aliciante.

Só gostava de lhe fazer mais uma pergunta, tirou Engenharia Informática e Multimédia no instituto politécnico de Lisboa, não? Mais uma vez, estou a averiguar todas as minhas possibilidades!

Obrigado!
 

BioL

Power Member
Olá BioL,
Eu já falei com muitas pessoas (da área inclusive) e ando a traçar um "plano" sobre o que realmente fazer. Tudo vai depender muito se realmente ganhar o bichinho da programação ou não. Se gostar e se estiver disposto a continuar, avanço.
Caso contrário, vou para uma área mais "artística". Estava a pensar em Artes Multimédia na faculdade de Belas Artes em Lisboa. A grande desvantagem é não ficar com o canudo da programação, mas como disse, ainda é cedo para tirar conclusões precipitadas!

Sobre Portugal, lá está, eu sempre soube que aqui não há futuro no que eu quero, mas o facto de ficar com emprego com relativa facilidade caso queira voltar, também é aliciante.

Só gostava de lhe fazer mais uma pergunta, tirou Engenharia Informática e Multimédia no instituto politécnico de Lisboa, não? Mais uma vez, estou a averiguar todas as minhas possibilidades!

Obrigado!

Eu acho que vais gastar dinheiro desnecessariamente num curso de Artes, e acredita eu ponderei bastante essa situação.

Sim, é LEIM no ISEL, tens aqui um link. Recomendo-te o curso que tirei, por ser um óptimo intermédio entre ambos os mundos que gostas. Tens várias cadeiras de modelação, criação de jogos e por fim programação. A vantagem do IPL é ser um politécnico, não tendo assim tantas cadeiras teóricas.

Enquanto lá estive, só tive uma cadeira de análise matemática por exemplo, enquanto que outros cursos de informática costumam ter 3 ou 4. É portanto muito focado na aprendizagem por prática.

Alguma questão, ou mesmo materiais de estudo, manda pm que eu tento ajudar.
 

minezone X

Power Member
Não sei se é do teu interesse ou se tens sequer possibilidade de estudar em Barcelos, mas no IPCA, tem Licenciatura em Engenharia e Desenvolvimento de Jogos Digitais.
Tem UCs viradas para a programação mais genérica como Programação Orientada a Objetos, Programação Imperativa, Programação e Desenvolvimento Web, Computação Móvel, mas também UCs muito viradas para os videojogos, como Programação 3D, Efeitos visuais, Ambientes virtuais, Animação 3D, Desenvolvimento de Jogos para plataformas móveis (...)
 
Topo