1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.
  2. Consulta o Portal de Jogos da ZWAME. Notícias, Artwork, Vídeos, Análises e muito mais.

    Remover anúncio

Wii U/3DS [NDS] The Dark Spire (RPG, Atlus)

Discussão em 'Nintendo' iniciada por Bruno-G, 18 de Abril de 2009. (Respostas: 11; Visualizações: 1318)

  1. Bruno-G

    Bruno-G Power Member

    Dungeon Crawl RPG na primeira pessoa focado principalmente na exploração e no desenvolvimento das personagens, com um toque old-school baseado de jogos como Dungeons & dragons e Wizardry.

    [​IMG]

    [​IMG] [​IMG]

    [​IMG] [​IMG]

    [​IMG] [​IMG]

    Dois modos de jogo:

    Classico ou Moderno

    [​IMG][​IMG]

    Review

    Website Oficial

    Video gameplay - 1 , 2
     
    Última edição: 18 de Abril de 2009
  2. EagleEye

    EagleEye Colaborador
    Staff Member

    Este é um daqueles jogos bastante especificos e para chamar o espírito retro, ma suma coisa é certa, a música da batalha é simplesmente espetacular! É daquelas que consigo ouvir várias vezes e não me canso de ouvir :)

    Apesar de não ser fã do género, muito por culpa de ter pegado tarde ou por nunca me dizerem grande coisa os jogos muito parados (bem mais que S-RPGs) e estáticos no que toca ao combate. Esse é o único problema que tenho com estes jogos :( Dou-lhe uma grande nota a nível artístico que as dungeons/inimigos têm a o movimento coerente nas dungeons.

    Até hoje, o único que realmente me chamou foi o Shining The Holy Ark e recentemente o Dragon Quest V, embora tenham as suas diferenças bem assinaláveis. Vídeos dos 2 jogos:

    -> Shining the Holy Ark - Final Dungeon
    -> Dragon Quest V Review

    Bom tópico! E se não me engano, anda por aí uma edição especial ou de pre-order:)


    *edit* - Samples da música: Dark Spire

    [​IMG]

     
    Última edição: 18 de Abril de 2009
  3. Garm

    Garm Power Member

    Nunca fui grande fã destes dungeon-crawlers na 1ª pessoa mas a aspecto visual deste The Dark Spire deixou-me bastante curioso.
    Já para não falar que também achei a música de combate fantástica, talvez torne os possivelmente frequentes combates mais toleráveis. E a música do 2º video no post inicial tem um grande groove, eh.

    Por razões misteriosas (:() nunca tive a oportunidade de jogar o Shining the Holy Ark mas fiquei intrigado com esse vídeo. Aquele tipo que aparece no fim desse vídeo não é o Vandal que combatemos em Quonus Village no cenário 1 do Shining Force III? Não sei porquê sempre assumi que o boss final do Shining the Holy Ark fosse o Galm.
     
  4. EagleEye

    EagleEye Colaborador
    Staff Member

    Quando aparecem músicas destas é raro , no meu caso, fartar-me. Torna-se logo numa experiência completamente diferente e encaramos o jogo doutro modo, e ainda bem.. aé isso que se pede da música de um jogo :D

    Falando do Shining... :D

    Resposta curta, não são os mesmos. A do STHA chama-se Rilix e o do Shining Force 3 chama-se Abdark (Não me recordo se é esse o nome que lhe dão na versão inglesa, ou é Vandal ou Inferior Vandal... ou algo desse género :p) - E... o porquê de o fazerem? Chamar-lhe só Vandal? Porque não tinham ideias de traduzir os outros e acabou apenas por ser Shining Force III (sem distinção de cenários).

    Não me recordo do relacionamento entre a Rilix e o Abdark mas, são ambos Inferior Vandal, ou seja versões fracas quando comparados ao Galm e a outra personagem que aparece no vídeo, a Elise.
    A Elisa volta a aparecer novamente no Shining Force 3 e as intenções dos dois é desconhecida... ou podemos dizer que... não têm as mesmas intenções que outras personagens que não refiro :p Uma das muitas coisas que ficou por contar, com o fim da saga Shining Force...

    Nota: A Rilix (Inferior Vandal) é irmã mais velha da Elise (Vandal ou 'True' Vandal). O Abdark faz parte da família dos Vandal que já vinham do STHA (se não estou em erro), mas com a idade já bem avançada, enfraquecimento do espirito e o Kahn (Shining Force 3) pelo meio a intrometer-se (devido ao Elbessem Orb) -> perde a barreira protectora que todos os Vandal (Inferior ou não) possuem.

    Com a destruição da Elbessem Statue, lembras-te disto? :D Essa barreira deixa de ser quebrável pelo Orb do Kahn, e a única maneira de o destruir é através do poder do Innovator (not cenário 1 :007:)

    Nota: Vandal - Usa ao máximo o poder dos Espiritos (Spirit) -> explicado no STHA
    Inferior Vandal - Por várias razões, entre elas a de não serem completamente aceites pelos Espíritos, não podem usar o poder total dos mesmos.

    PS: Nas férias de verão, se ainda não tiveres o STHA eu convenço-te com um tópico da saga hehehe


    *edit* - Como disse no tópico do Shining Force Gear, a distinção entre aqueles que possuem os Espíritos depende da pessoa em si... se for alguém "maléfico" torna-se Vandal, caso contrário chamam-lhe de Innovator.
     
    Última edição: 18 de Abril de 2009
  5. Bruno-G

    Bruno-G Power Member

    Eu por acaso também não sou muito fâ deste tipo de jogos mas o jogo cativou a minha atenção, tem uma musica muito boa e o nível artístico dos vários niveis e simplesmente excelente, depois algumas mecanicas no jogo que me deixao bastante interessado.

    Deixo aqui um video com algumas impressoes e varios exemplos de gameplay de um "gamer" que ja tem o jogo, por acaso muito interessante.

    http://www.youtube.com/watch?v=9q9n9zBJDLc

    Tem samples das duas versões da clássica e a da moderna.
    Cada uma tem a sua própria musica, muito bom.

    A ediçao com o soudtrack ao que parece vai ser só mesmo existente nas primeiras versoes do jogo.


    Interessante o video do shining the holy ark, é pena nunca joguei nenhum jogo da saga Shining, em parte a culpa foi porque das consolas da sega so tive mesmo a Master System II. :sad:
     
    Última edição: 18 de Abril de 2009
  6. Garm

    Garm Power Member

    Antes de mais peço desculpa por continuar com o off-topic.

    Depois dessa dose de lore de Shining Force não te resta grande alternativa senão fazer mesmo um tópico da saga. :D

    Escreveste aí muita coisa que eu só sei por alto porque ainda não tive o prazer de jogar os cenários 2 e 3 (conto com o legalize_freedom e companhia, eh). Embora o cenário 1 não tenha muita informação sobre os Vandals parece que era suposto já saber muito disso após jogar a "prequela" STHA. Aquele puto de cabelos brancos do cenário 3 é um Innovator, não é?

    Outra coisa que me chamou a atenção nesse vídeo é a música que começa quando a tal Rilix aparece é igual à música que passa no SFIII (cenário 1) quando aparece o Galm e leva ao mergulho do Julian no rio. (não consegui encontrar a música no YouTube mas como tu deves ter as músicas do SFIII (:D) falo da The Shadowy Onlooker).

    Enfim, lá vou eu ao ebay procurar o Shining of the Holy Ark...
     
  7. EagleEye

    EagleEye Colaborador
    Staff Member

    Mas onde ´q que eu vou buscar dinheiro para comprar tanto jogo DS? :sad: Meu deus que tortura, tanto jogo para comprar :sad: (sim 2 smilies, tal é o choro)

    Ora bem... o que dizer de mal... talvez apenas nunca chegar a ver como são as minhas personagens e, tal como disse antes, o facto de ser muito estático. No entanto, a partir dessa review, nota-se claramente que os pontos fortes está na forma como temos de abordar o jogo... ou seja, sem facilidades.

    A partir do momento que naõ temos info sobre armas no que toca a stats, raramente sabemos onde estamos na dungeon (a não ser nos tais pontos), zonas secretas que ficam escuras e nós ficamos à nossa mercê ou à boca do lobo (algo que nunca pensei usar.. a minha audição para saber por onde andava, pelo menos não me recordo de tal coisa). Mais, a música pelos samples também é, e reforço de novo, um espetáculo e é complicado dizer mais do que estas simples palavras.

    Depois temos os vários tipos de ataques e a forma como se faz level up, usando a experiência que se ganha. Isto adiciona uma grande componente de estratégia na minha óptica sobre o jogo porque por exemplo, podemos criar um gajo cheio de STR mas só fazer Swift Attack - isto permite (em príncipio) que atacamos primeiro (mesmo se a DEX não tiver nada de especial) e assegura de que tiramos mais energia do que outro que faça um Normal Attack e que possivelmente acerte mais vezes (não cheguei a entender se o último tipo de ataque é que afectava a pontaria, ou se não chega a ser afectada).

    É possível de ser um grande jogo e que vá escapar... tenho de ver se ganho uns trocos rapidamente ou faço o sacrifício agora :005:

    Podem comprar entretanto (c/ soundtrack):

    Dark Spire (26.7€ s/portes)

    É com pena minha que não vás poder jogar :( Primeiro o preço dos jogos, sem consola... e depois ainda o entrar numa saga que se desconhece compeltamente e já bem velha, quando já é dificil entrar em novos jogos/franchises que vão surgindo hoje em dia.



    Desde quando falar de Shining Force é offtopic? Mwahahahaha (Se o papa_tudo vê isto já me vai dar nas orelhas :005:)

    Esse tópico será o primeiro dos jogos "desconhecidos", a aderência deve ser 5 pessoas... tops para jogos assim :p (Mas será feito, e o melhor de todos será com certeza)

    É mais uma das características da história e de ver o jogo pela perspectiva de 3 pessoas :D
    Neste caso concreto, a SEGA fez dos 3 cenários um único... e isto provocou alterações na tradução e até em objectos/nomes dos inimigos/final do cenário 1 - coisas essas, que tinham ligações aos outros 2. Acaba-se o SF3, fica-se com a ideia "acabou?" Sim, de facto acaba, só porque Imperador decide voltar atrás e acima de tudo, então o que aconteceu aos outros? O Medion? O Julian? O Galm? Bulzome? :p

    É um Innovator sim senhor, chama-se Gracia mas ainda não é um True Innovator :D
    Also, estava previsto ele aparecer no Cenário 1, mais concretamente em Railhead (a cidade dos comboios), numa das casas que está fechada :)

    Nota: Cá está, só lhe chamam Vandal ao Abdark (Eeeeviil? My Power!!) :confused: - uma das enormes falhas técnicas a nível da versão. E, o Elbessem Orb do Kahn é chamado de Treasure Orb (já nem me lembrava) - Elbessem está relacionado com o Innovator e a força positiva do mundo :)

    Ora vê lá a batalha a ver se não é :P (Let's Play Shining Force III - Battle 12)

    As músicas facilmente te arranjo, é só pedir :D E, bom ouvido! É de facto, a mesma e sem dúvida uma das que cria grande ambiente. Mas neste caso sou fanboy, para mim "o" jogo em que facilmente se liga uma música a uma vila/cidade, são todas de uma qualidade extrema em termos de caracterização. Isto sim é trabalho de qualidade por parte do Sakuraba... desconhecida por 95% de quem diz mal das suas músicas :D


    PS: No youtube ainda só meti umas 3 penso eu :( Vou ter de resolver isso uma dia destes.
    PS2: Julian rocks on the 2nd Promotion! Ouve a Apostle of Light, é a música dos gajos promovidos :D
     
    Última edição: 19 de Abril de 2009
  8. Bruno-G

    Bruno-G Power Member

    Tal e qual como eu :p, tanto jogo e tão pouco dinheiro, e ainda tenho o Professor Layton, Rhythm Paradise e Chrono Trigger para comprar.

    Quando mais vejo deste jogo mais o quero comprar.
    Gosto principalmente da dificuldade do jogo, nem no mapa temos a localização de onde estamos.

    Por acaso também estou a pensar manda-lo vir da play-asia com o soundtrack e tudo, 30€ com portes.
     
  9. EagleEye

    EagleEye Colaborador
    Staff Member

    O Chrono Trigger qualquer um deveria ter.. e sinceramente colocava-o à frente de muitos jogos que têm "nome" :p
    Só experimentei um pouco o Layton e gostei, mas ao preço que o tenho visto dou prioridade aos outros.

    A Play-Asia é costume ter sempre as versões especiais, foi daí que arranjei a versão FES do Persona 3 e onde estava mais barato (comparado com todos eBay). Das plataformas recentes é raro ver estas versões já "fora de circulação", agora das outras já se torna mais complicado.

    Quanto ao Dark Spire, tem recebido boas reviews, embora aqueles que dão notas bem baixas (5-6) queixam-se da dificuldade e da complicação dos menus (já vi na NeoGAF a referirem o problema na organização dos itens e que andam sempre a carregar no B, mas foi só um ou outro).

    A review da IGN demonstra o porquê de afastar muitas pessoas:

     
    Última edição: 19 de Abril de 2009
  10. AwakE

    AwakE Banido

    Este é mesmo hardcore. Até o help é do genero "Aprende a jogar carago!". E os menus são um inferno.
     
  11. EagleEye

    EagleEye Colaborador
    Staff Member

    No meio disto, os menus são uma brincadeira diria eu. Ora vejam lá as limitações que nos impuseram:

    Há ali umas coisas que poderiam ter metido mais meigos ^^'. Also, já tive a ouvir mais umas músicas do jogo e estão simplesmente fantásticas!!! Que grande trabalho! :wow:
     
    Última edição: 22 de Abril de 2009
  12. Garm

    Garm Power Member

    Ehr...acho que vou "arranjar" a banda sonora e fico-me por aqui. :o

    Já não basta não ser grande fã do género ainda me querem frustrar a fazer uma coisa que supostamente seria entretenimento. Ainda para mais tenho os Dragon Quest IV e V na lista de compras.


    PS: Evitei prosseguir a discussão off-topic de Shining Force a muito custo...
     
    Última edição: 22 de Abril de 2009

Partilhar esta Página