1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Notícias

Discussão em 'Novidades GNU/Linux & *nix World' iniciada por Gotham, 22 de Outubro de 2015. (Respostas: 292; Visualizações: 32427)

  1. Minguno

    Minguno Power Member

    Santamarcanda , Helena a portuguesa da wikimedia , podeis escutar no último Podcast Linux relativo à wikimedia espanhola →

    http://pt.ivoox.com/pt/38-linux-connexion-wikimedia-espana-audios-mp3_rf_21944072_1.html

    "Helena, alias Santamarcanda en las redes, es portuguesa, aunque ahora reside en Canarias al quedarse enamorada de sus islas. A sus 24 años colabora con la asociación Wikimedia España para poder llevar a cabo proyectos relacionados con el conocimiento libre, tanto aportando contenido multimedia como mejorando y traduciendo artículos en 3 idiomas (español, Inglés y Portugués). "
     
  2. slblxs

    slblxs Power Member

    Nao e a primeira vez que anuncio, formas de instalar facilmente o Arch linux. Mas desta vez venho mostrar um live install baseada em Arch linux, onde a diferença traz uns scripts de como "construir" um conky a nossa imagem. Deixo o link para download, assim como alguns videos para configurar.

    https://archmerge.com/
    https://www.youtube.com/user/maclover696/videos


     
    Última edição: 19 de Novembro de 2017
  3. blaster_00

    blaster_00 Power Member

  4. slblxs

    slblxs Power Member

  5. joaozitoo

    joaozitoo Power Member

    Pelo que li num grande fórum internacional, eles desenvolviam a sua própria distribuição ... provavelmente tornou-se incomportável lidar com todas as tarefas que isso acarreta
     
  6. blaster_00

    blaster_00 Power Member

    Se funcionou durante 14 anos não consigo perceber bem essa hipótese ventilada.
     
  7. nerds

    nerds Power Member

    Pelo que li, fizeram as contas e o que andam a gastar por ano acaba por ser mais caro do que pagar o pack da Microsoft com Windows, office e derivados
     
  8. bmpv666

    bmpv666 Power Member

    Não era possível mudarem para uma distro já existente? Ubuntu, Fedora, RHEL, Oracle Linux, you name it!
    Nunca percebi o porquê de terem que desenvolver uma distro à medida, é claro que isso tem custos, e que pode não compensar como aparentemente foi o caso.
    Mas nem sequer considerar uma outra distro, com suporte comercial, e ir para windows atirando ao lixo o trabalho de 14 anos que custou bastantes €€ à cidade é no mínimo estranho...
     
  9. É o que penso. Mais, quando iniciaram a mudança de windows para linux, porque não começaram de raíz com uma solução enterprise? A cannonical, a suse e a redhat de certeza que conseguiriam fornecer uma solução consistente. Nâo, implementaram o tal limux, se não me engano um fork do ubuntu da altura (12xx?) e depois para manter, patches, etc., ficou pandemónio. E não a evoluiram, quando o resto do mundo linux foi evoluindo. Sendo alemães, tinham a suse (não é preferência minha, apenas são "da casa"). Porque não avançaram?

    A minha opinião desinformada aponta para, quem apresentou a solução de mudar para linux, originalmente, focou fortemente o fator dinheiro. Mas se calhar quando questionou as empresas acima citadas deve ter recebido valores bem acima do expectável, e para poder dar seguimento ao projecto optou pelo limux. Soa a solução política, e não a solução técnica. Deu raia, políticos a decidir é sempre... interessante.

    Agora querem mudar para MS. Com um novo presidente da camara fortemente pró microsoft, e com uma empresa auditora que fundamentou a decisão, da esfera MS. O jogo parece-me viciado logo desde o princípio. Vai ser uma fortuna em hardware (windows 10 assim obriga) e em licenças MS. Ganham todos menos o contribuinte alemão, e o software aberto leva mais uma tacada. Pena não terem abordado uma red hat, open suse, uareva, para uma auditoria adicional, e comparar. Pelo menos no hardware deviam poupar valente dinheiro.

    Resumindo, parece-me projecto bem intencionado (a implementação do limux) mas mal pensado para o longo prazo (só olharam para os custos a curto prazo) e agora vai de encher de dinheiro publico várias empresas, a começar pela microsoft.

    Bah!!
     
  10. blaster_00

    blaster_00 Power Member

    Por acaso a Accenture (coincidentemente, ou não, parceiro oficial Microsoft) até recomendou a continuação de linux a par com windows

    https://blog.documentfoundation.org...munich-to-step-back-to-windows-and-ms-office/

    Por isso não é plausível que o limux estivesse a custar mais que a solução proprietária.
     
  11. Minguno

    Minguno Power Member

    Barcelona apostará pelo Software Livre.

    [​IMG]

    La ciudad de Barcelona, con el objetivo de conseguir un gobierno digital de código abierto, ágil y participativo, comenzará una migración digital que apuesta por el software Libre como pilar central.



    Según informan, para alcanzar la soberanía tecnológica es necesario un gobierno fundamentado en la transparencia y la rendición de cuentas en todos los aspectos, incluido el digital.

    Esta opción da la posibilidad de auditar a fondo (y de manera pública) lo que hacen los aparatos y el software con los que trabaja día a día el Consistorio, de ampliar sus funcionalidades y de poder contar con cualquier comunidad local interesada en mejorarlos.



    El Ayuntamiento tiene la intención de publicar todo el software y código desarrollado/modificado en este proceso repositorios públicos con licencias Libres para que terceras personas puedan usarlo, ampliarlo y reutilizarlo, tanto si son otras administraciones públicas como particulares o empresas.



    Esta nueva política tecnológica política permitirá ahorrar dinero a la ciudadanía al evitar el pago de licencias privativas acabando al mismo tiempo con la oligarquía de los proveedores, asegurará y mejorará la seguridad y fiabilidad de los sistemas, generando al mismo tiempo trabajo a nivel local (El IMI incorporará en este mandato 64 nuevas plazas de técnicos informáticos (superiores y medios), reduciendo la dependencia de proveedores externos. También ayudará a crear red con otras administraciones para compartir tecnología y que así el proyecto sea extensible a otras entidades, ciudades o comunidades. Redundando todo esto en la mejora del acceso a datos de la Administración y garantía de los derechos fundamentales de la ciudadanía.



    Se trata, en efecto, de un cambio tecnológico, pero también de un cambio en la forma en la que se diseñan los servicios públicos de la ciudad; un cambio de cultura y de planteamiento de los procesos internos de la organización.



    La ejecución de la medida se materializa a través de seis guías que definen la dirección y las normas que deben ser seguidas e implementadas por el Ayuntamiento, en particular en materia de contratación pública de tecnología, exigiendo la implicación de los funcionarios administrativos.

    Ref: https://gnulinuxvagos.es/topic/6526-barcelona-apostará-por-el-software-libre/

    http://ajuntament.barcelona.cat/dig...nologia-para-un-gobierno-mejor/software-libre
     

Partilhar esta Página