1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Notícias

Discussão em 'Novidades GNU/Linux & *nix World' iniciada por Gotham, 22 de Outubro de 2015. (Respostas: 341; Visualizações: 36284)

  1. slblxs

    slblxs Power Member

    Saiu mais uma versão da família Ubuntu, a beta 2 com previsão de sair as versões finais para dia 26 do corrente deste mês. Esta será a chamada versao LTS, ou seja, as chamadas estáveis com suporte de 5 anos. Deixo um vídeo com algumas novidades, com versão Mate, na minha opinião seria esta a que a Canonical devia apostar, em detrimento do gnome.

     
  2. slblxs

    slblxs Power Member

  3. Minguno

    Minguno Power Member

    Inquérito Distrowatch - Quão longo costuma ser o tempo que um usuário usa uma mesma distribuição?

    Essa é última questão do Distrowatch weekly opinion.

    Á qual a maioria dos usuários responde →

    [​IMG]

    Mais do que um ano.
    Bastante seguido de perto pela opção mais do que 5 anos e só depois aparecem as opções que provavelmente pensariamos nõs à prióri poderem elas ser as mais votadas , as dos chamados Distro Hooper (pesso que constantemente muda de distribuição , semanalmente, mensalmente, dentro de um ano) .

    E assim se volatiliza um mito - quem usa Linux está constantemente a mudar de distribuição.

    Interessante questão a da Distrowatch e surpresa para todos os usarios GNU/Linux afinal usamos as distribuições na nossa maioria por longos períodos de tempo algo que nos faz pensar no fiel que é o GNU/Linux e no efectivo que também é - poucos erros pouca manutenção e uso.

    Fica a info que chei curiosa e quem quiser pode votar.
     
  4. slblxs

    slblxs Power Member

    Por acaso li essa noticia e coloquei o meu voto. E também fiquei admirado com quem utiliza a mesma há mais de 5 anos, eu sou um deles.
     
  5. slblxs

    slblxs Power Member

    Não é um browser novo, é apenas uma mudança de nome, o anterior era qupzilla. A diferença é que agora quem está por traz deste browser é a equipa que constrói o kde. Já testei e apesar de um outro bug, achei leve, rápido e bastante estável.




    Aqui um teste/utilização de Arch linux com o kernel 4.16, num Ryzen 3 2200 G, ao fim de seis semanas de utilização.

     
    Última edição pelo moderador: 19 de Abril de 2018 às 06:01
  6. slblxs

    slblxs Power Member

    Para quem utiliza Manjaro não deverá ser novidade. Mas curiosamente um destes dias fui testar uma iso, plasma 5 e descobri que o Manjaro traz o microsoft office online. Curioso, mas deixo aqui um video onde podem comprovar isso.

     
  7. Minguno

    Minguno Power Member

    Uma muito má prática por parte da equipa responsável pelo Manjaro . Deveriam de rever o código ético da distro dentro do âmbito GNU/Linux.
    Absolutamente deplorável.
     
  8. Gaugamela

    Gaugamela Power Member

    Que parvoíce. Até parece que estão a converter um crime por porem links para as web apps do Microsoft Office Online.
    Fizessem todas as distros isso.
     
  9. Dark Kaeser

    Dark Kaeser Power Member

    Mas a questão é essa, uma questão de princípios.
    Por princípio as distros não deviam disponibilizar programas de código fechado nas ISO das suas distros, que é isso que se está a criticar, quando muito deveriam fazê-lo nos seus repositórios, havendo mesmo determinadas distros (podem-lhes chamar fundamentalistas Open Source) que até aí se recusam a disponibilizá-las.
     
  10. slblxs

    slblxs Power Member

    Concordo, mas para os "fans boys" do office agora não tem desculpa... ou tem?
     
  11. blaster_00

    blaster_00 Power Member

    É um bom sinal, que a m$ está com medo do libreoffice.
     
  12. Minguno

    Minguno Power Member

    Caro slbxls . Mandei-te a resposta em mensagem privada resolvi fazer assim para não alimentar polémicas e porque depois virá aqui algum comentar sobre isto sem ter lido algumas coisas, ou mesmo sem saber sequer o que é um programa ou o que é programar em comunidade com valores , partilhas, ética segundo preceitos de ideias etc ... .

    A questão abarca muita coisa mas o usuário Dark Kaesar resumiu-o em muito poucas palavras e de forma bastante concisa. Lê com atenção a resposta dele.

    Força amigo , em nenhum momento te estou a criticar a ti aliás agradeço-te teres aqui colocado a notícia.
     
  13. slblxs

    slblxs Power Member

    Li e aprovo cada frase. Outra questão que está em parte, a colocar com alguma estranheza é a microsoft, "deixar" correr linux... Se nos lembrarmos que os windows são "copiados" do ambiente de trabalho kde, existem vídeos em que perguntam aos utilizadores se o novo windows é funcional. Quando na verdade estão é com uma distribuição kde em maos. Outra coisa que também tenho ficado triste é o pessoal da Opensuse ter um contrato com a microsoft.
     
  14. Minguno

    Minguno Power Member

    Sim a Microsoft tem desde à muito tempo um projecto dentro do Open-Source fê-lo com a Suse, era tempo em que a Microsoft agia mas como que um investidor - deixa ver se isto aqui dá ou pode ser estrategicamente vantajoso.
    A Microsoft é hoje dos principais contribuidores financeiros do Kernel Linux .
    A Microsoft hoje emula Windows e diz "amamos Linux"
    A Microsoft começa a preparar os seus próprios usuários para - o mito do fim do desktop - tudo via cloud onde provavelmente seguirá com dois tipos de plataforma a desktop especifico (caros pcs com enfoques de produção e desempenho multimédia e outros) e um enfoque mais de cloud e serviço web com equipamento mais barato (o grosso da moda de usuários) dentro deste ponto a Microsoft estará a prepara-se para facilitar 2 coisas web service - mais dados e mais rasto com enfoque económico. Sistemas tradicionais caros e muito provavelmente um dia trarão Linux devido à batalha que ganhamos - bola de neve - Softare comunitário e Kernel seguro e efectivo comunitário.

    Na parte dos escritórios penso que devemos ser justos houve um tempo em que a Microsoft era um criador de moda e o Linux não copiava mas sim via a ideia do escritório e como que desenhava coisas muito parecidas visualmente , painéis, pastas, etc... ou seja não sendo igual era parecido a ideia vinha do - como aparentava o escritório.
    As cópias entre software ou ideias esboço baseadas em são muito comuns , por xemplo se vẽs a disposição de um LibreOffice e um MS Office vais dizer são parecidos na disposição de clicks.
    Hoje em dia isto mudou muito alcançamos um nível de idependencia para criarmos nós as nossas modas daí que hoje vejas semelhanças de produtos privados a softwares que primeiramente surgiram dentro do GPL ou outras similares.

    E com isto podemos daqui tirar a ilação de que devemos fazer este caminho que alcançamos não é agora hora de fazer como no Manjaro poluir o sistema esperando não sei bem o quê...

    Deixo aqui um video de um outro canal sobre o tal Manjaro e vejam a reacção do usuário GNU/Linux no momento do tal Office , faz um - Errh::: Ah I wouldnt .. (não usarei isto para que está aqui?) → pensando que fazes Manjaro - tu que fazes???

    Acho que esses pequenos segundos demonstram bem como ficamos nós usuários quando vemos estas ideias ... .

    [youtube]

    E olha a bola de neve -------
    --------------------------
    "Tras 43 años de historia, Microsoft distribuirá por primera vez su Linux Kernel personalizado. Una nueva victoria para nuestro sistema. A este paso acabarán en Redmond haciendo una distro para el escritorio"

    - Microsoft construye su propio Linux para el internet de las cosas

    Ref: http://lamiradadelreplicante.com/20...u-propio-linux-para-el-internet-de-las-cosas/

    "Love, exciting and new. Come Aboard. We’re expecting youuuuu…Queridos amigos, seguramente habréis notado en las últimas horas una cierta perturbación en la Fuerza. Es el infierno que se ha congelado de repente, al saber que Microsoft está desarrollando su propia versión de Linux.

    Un Linux muy especial que formará parte de Azure Sphere, una plataforma para el internet de las cosas construida sobre la base de un nuevo tipo de microcontrolador (MCU) más potente que generaciones anteriores y con conexión a la nube de Azure.

    Destaca el enfoque en la seguridad, proporcionando las debidas actualizaciones para evitar botnets y problemas similares, punto débil habitual de este tipo de juguetes. También como la pronta detección de amenazas, múltiples capas de seguridad y control de de las comunicaciones con la nube u otros dispositivos. Lecciones según ellos aprendidas durante el desarrollo de la Xbox.

    La elección de Linux se debió a dos razones principales: su eficiencia energética y la necesidad de construir un ecosistema donde los fabricantes de chips se sintieran cómodos a la hora de aportar sus innovaciones. ... ."

    --------------------------
    Coloco alguns dos comentários à notícia não têm perda , temos o espelho do que todos pensamos um pouquinho de cada.
    ---------------------------

    "Respecto a Microsoft, que da igual lo que hagan, yo tambiens se lo que hago, y si todos supieran lo que hacen probablemente su imperio duraria semanas…, pero como tienen que haber sistemas operativos para toda clase de inteligencias (o ausencia de), pues tenemos una amplia variedad XDDDD."

    "Ninguna buena noticia, caso calcado al de Google y su proyecto de OS Fuchsia. El problema de fondo entre los gigantes sospechosos que entran inflados y pechofríos al ecosistema de Software Libre es el licenciamiento. El bendito San Benito de las licencias GNU/GPL y su copyleft que permiten manosear el código, luego de unos años de experiencia y “acompañamiento” nos mandan a la porra desarrollando su propio sistema. Claro está, toman todo lo aprendido, le ponen maquillaje, añaden cosas propias y luego lo hacen suyo. Y todo un mundo de desarrolladores creativos y desinteresados que donan su tiempo y trabajo a nosotros terminan sus líneas de código inspirando a quienes sí tienen cómo monetizarlas y cerrarlas."

    "Antes no le da interés, pero ve que puede hacer dinero entoces se mete, por mete sus narices donde no lo llamas más bien es por su afán de estar en todo sitio para seguir ampliando su monopolio."
     
    Última edição pelo moderador: 19 de Abril de 2018 às 06:00
  15. Gaugamela

    Gaugamela Power Member

    Não está a disponibilizar programas de código fechado na ISO do Manjaro. O que estás a dizer é que deviam bloquear os utilizadores do Manjaro de usar o site do Microsoft Office Online. Pois eles estão a disponibilizar o website de cada um dos componentes do Office online no seu wrapper próprio. Neste aspecto concordo por completo com o Dedoimedo.

    Está aqui mais informação sobre isso.

    Ai cruzes, que heresia!!! Ter atalhos para o Office Online na taskbar e no menu. Minha nossa, venderam-se á Microsoft. Até já podias fazer o mesmo com o Chrome, sacavas as web-apps da Chrome Store e fazias pin como icone á taskbar dos sites específicos. Enfim. Deixem-se de armar em virgens ofendidas.

     
  16. Dark Kaeser

    Dark Kaeser Power Member

    Para mim ser um link ou o programa é indiferente - aliás se é online deve ser cá de uma utilidade ter um shortcut - o ser o MS Office para mim até é irrelevante, é para o lado que durmo melhor, não uso há mais de uma década ;)
     
  17. Minguno

    Minguno Power Member


    Bom se assim queres toma lá →
    https://www.traficantes.net/libros/software-libre-para-una-sociedad-libre
    https://pt.wikipedia.org/wiki/GNU_General_Public_License
    https://pt.wikipedia.org/wiki/Binary_blob
    https://www.gnu.org/gnu/why-gnu-linux.html
    https://ansol.org/filosofia
    https://www.gnu.org/philosophy/who-does-that-server-really-serve.html

    "Quando o “add-on” não livre é uma biblioteca ou ferramenta de desenvolvimento, ela pode se tornar uma armadilha para os desenvolvedores de software livre. Quando eles escrevem software livre que depende de um pacote não livre, o seu software não pode ser parte de um sistema completamente livre."

    "O movimento "Open Source" tem por objectivo ser um programa de marketing do Software Livre. Esse objectivo deliberadamente ignora todos os aspectos filosóficos ou políticos; estes aspectos são considerados prejudiciais à comercialização.

    Por outro lado, o movimento Software Livre considera o ambiente filosófico/ético e político como uma parte essencial do movimento e um dos seus pilares fundamentais."

    Sem entenderes a filosofia SL e sobretudo as linhas orientadoras de desenvolvimento comunitário segundo essas regras com maior ou menor seguimento exacto, não podes infelizmente entender o que tanto eu como o Dark Kaesar quisemos transmitir, já me aconteceu muitas e muitas vezes calar-me por perceber que jamais me iriam entender dentro de discussões parecidas. E tanto eu como o Dark Kaesar não iremos alimentar aqui flame war sobre o tema, poderiamos colocar-te num grupo de usuários Linux alinhados no Open-source - talvez.
    Dentro dos alinhados na ética comunidade livre , não claramente.

    O único que eu te posso dizer é que por exemplo objectivamente o tal office é servido via ligação com login etc etc etc , tinham os desenvolvedores do Manjaro que estar num dia em que certamente não pensavam bem no que realmente estavam a fazer tendo em conta a existência de projectos livres alternativos e que nascem dos mesmos princípios e portanto são afins.
    Uma situação é aquela em que não existe alternativa temos o exemplo dos Blobs , havendo e sendo de um sistema concorrente a única coisa que conseguem é anular-se a eles próprios mais nada e lá tens no fórum deles - usuários a pedir suporte à referida aplicação.

    [youtube]

    Ah! e para não haver mal entendidos mesmo divergindo de opinião neste ou noutros temas não significa que ajamos como "antis" se em função disto ou daquilo de uma distro, desta ou aquela opinião. São opiniões diferentes apenas.
     
    Última edição: 18 de Abril de 2018 às 23:02
  18. Gaugamela

    Gaugamela Power Member

    Bem meu caro, então espero que estejas a usar Trisquel porque tenho muita pena em dizer-te que de certeza que não usas só software livre. Ou se tiveres uma gráfica Nvidia se quiseres usar por inteiro o teu hardware não te vais ficar só pela alternativa livre, mesmo existindo.

    E uma coisa: GNU=/=Linux. Não são a mesma coisa. E já agora:

    Os desenvolvedores não estão dependentes do Microsoft Office Online. Continuam a disponibilizar o Libre Office e toda uma panóplia de alternativas. Se a Microsoft quiser quebrar a compatibilidade com isso, podem fazê-lo que não era daí que o Manjaro morria. Existem casos bem mais perniciosos. Para software para o utilizador final isso não é problema.

    E quanto ao Stallman, pode ser um "guru" do software livre mas também diz umas burrices de vez em quando.
    E quanto a ser usuário Linux ou não, por acaso de momento não sou. Mas contribuo para o desenvolvimento do Libre Office. Por isso vê lá.
     
  19. INDRO

    INDRO Power Member

    Nunca percebi essa panca do anti software proprietário de alguns muitos users de linux. Só teriamos a ganhar enquanto comunidade em poder ter mais softwares desses disponivel (office, photoshop etcetc ) a correr na plataforma em vez de ter versões a correr em wine ou alternativas, pois por muito bom que seja o libreoffice, não chega sequer perto do microsoft office, isto para não falar da compatibilidade (E sim já sei que vão dar 1001 razões a tentar provar o contrario e para muitos users é verdade que chega (eu incluido) mas para outros nem por isso, é essa a realidade, ponto). Para mim, quanto mais opcões houver melhor, seja livre ou propriétario ;)
     
  20. Dark Kaeser

    Dark Kaeser Power Member

    Eu percebo, chama-se Liberdade de escolha. Não se trata de panca ou fundamentalismo, grupo no qual nem me incluo.

    Os produtores de software, seja livre ou proprietário, estão no seu direito de disponibilizar os seus programas da forma que bem entenderem a quem entenderem. Acho que em relação a este ponto nem haverá discussão.

    Se entenderem disponibilizar o mesmo na forma OS, então estes podem integrar as Distros sem problema.
    Se entenderem que o seu software é proprietário e assim o querem, mas gratuito com suporte em Linux, então vai para os repositórios, havendo distros que até diferenciam com repositórios livre/OS e repositório de 3os.
    Software proprietário e pago, por razões óbvias não pode ser disponibilizado nos repositórios, simples. Se a acrescentar a isto nem suporte a Linux tem, pá é uma escolha que o produtor fez e está no seu direito de a fazer.

    Agora tem é de se acabar de vez com a ideia de que tudo no Linux é ou devia ser livre = gratuito!
    Não é por teres um SO Linux que passas a ter tudo de graça, tens algumas coisas, se precisas de algo mais, com outras funcionalidades, mas só existe proprietário e a pagar, bom é a vida.
     

Partilhar esta Página