1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Nvidia G80 misses tape out

Discussão em 'Novidades Hardware PC' iniciada por Zarolho, 29 de Março de 2006. (Respostas: 31; Visualizações: 1869)

  1. Zarolho

    Zarolho Power Member

    A few weeks late

    WORD HAS IT
    that the Nvidia G80 chip missed tape out a few weeks ago. It was slated to beat the competing ATI part to market by a good margin, but if this slip is real, it should hit the market at roughly the same time.
    It should make for a very interesting fall release schedule.

    http://www.theinquirer.net/?article=30624
     
  2. skandal

    skandal Power Member

    alguém que me traduza isto que não percebi a noticia...... :S

    o G80 não é para sair com o Vista?
     
  3. Zarolho

    Zarolho Power Member

    Eu creio que tanto a Nvidia como a ATI, ambas devem ter recebido a noticia do adiamento do Windows Vista com bastante agrado. Agora ambos os fabricantes tem menos pressão e mais tempo para preparar o lançamento da nova geração de placas confortavelmente antes do lançamento do Vista.

    O inicio de 2007 vai ser excitante...Quad-Core... Vista... DX10... Nova geração de GPUs... :004:

    Cumps
     
  4. Kursk_crash

    Kursk_crash Banido

    "misses tape out", quer dizer:

    a produção das wafers ou a qualidade do chip falhou... ou seja, não está pronto pra produção nem testes...

    foi o que aconteçeu ao mal amando chip da ATI o R520. falhou vários tape out e necessitou de remodelações e mais remodelações e erros e bugs. e saiu 6 meses atrasados..

    tá entendido agora ?
     
  5. skandal

    skandal Power Member

    Perfeitamente :D
     
  6. blastarr

    blastarr Power Member

    "Tape-Out" não tem nada a ver com produção, ou testes de produção.
    Mais uma vez, o The Inq não entende a diferença, e continuam a ser criticados noutros fórums por se recusarem a admitir que estão errados ao usar um termo técnico fora do contexto.

    "Tape-Out" significa que o chip foi enviado para ser, pela primeira vez, criado em hardware físico, isto é, em waffers de silício. Não quer dizer que seja a versão final, ou que tenha de correr à velocidade projectada para o final. Normalmente são feitas apenas algumas dezenas ou centenas de unidades nesta fase, e é comum serem do tipo "socketed", isto é, que se podem trocar como uma CPU num socket, para efeitos de testes internos.

    Nas próprias empresas (Nvidia e ATI) existem supercomputadores e servidores da SUN, IBM e outros que simulam todo o funcionamento do chip por software durante a fase de design, mesmo a velocidades baixas de poucos mhz (o que conta é testar o desenho e verificar que não existem erros, traces com defeito, leakage de corrente eléctrica projectada e real, etc, não o desempenho final).
    Nem a Nvidia, nem a ATI, nem a VIA, nem a SiS, nem a AGEIA possuem fábricas de chips, são empresas "fabless". Só desenham e simulam hardware, não o fabricam físicamente.



    "Test-runs" e "Produção" (RTM) são coisas completamente diferentes e que só acontecem, por vezes, 2 a 3 meses apenas antes da apresentação oficial ao mercado.

    Neste caso, é preferível que tenha falhado o Tape-Out e aperfeiçoar o chip no seu desenho aínda "virtual", internamente, a ter de fazer 3 diferentes (ao custo actual de cerca de 6~8 Milhões de dólares cada, por causa da adaptação do equipamente litográfico em empresas produtoras como a TSMC e a UMC) no espaço de um ano...
     
    Última edição: 29 de Março de 2006
  7. DJ_PAPA

    DJ_PAPA Power Member

    Ainda havia pessoas que pregavam aos 7 ventos as G80´s em Junho e julho.... axo que era mais que obvio que isso era impossivel visto as 7900 ainda agora terem acabado de sair e o lançamento do Vista ainda vai demorar.
    Saem la mais pro fim do ano e ja nao é mau....
     
  8. blastarr

    blastarr Power Member


    Pode ser que desta vez tenhas uma surpresa.
    Relembro que existiu um considerável "overlap" entre as GF6 e as GF7, e nem por isso o mercado se queixou...
     
    Última edição: 29 de Março de 2006
  9. Zarolho

    Zarolho Power Member

    Tape-out

    From Wikipedia, the free encyclopedia


    In electronics, tape-out is the name of the final stage of the design of an integrated circuit such as a microprocessor; the point at which the description of a circuit is sent for manufacture. A modern IC has to go through a long and complex design process before it is ready for tape-out. Many of the steps along the way utilize software tools collectively known as electronic design automation. Tape-out is usually a cause for celebration by everyone who worked on the project, followed by eager anticipation of an actual product returning from the manufacturing facility.

    The term refers to the writing of the magnetic tape with the final data file describing the circuit layout and other details. The term is still used even though magnetic tapes are now rarely used for this process.

    In the computer graphics industry, tape-out refers to the process of transferring video from digital files stored on computer to video tape.

    http://en.wikipedia.org/wiki/Tape-out

    ------------------------------------------------------

    Refers to the completion of the design of a chip. The next stage is to put it into production. The term comes from the early days when designs were transferred to the fabricator via magnetic tape.

    http://computing-dictionary.thefreedictionary.com/taped+out
     
    Última edição: 29 de Março de 2006
  10. blastarr

    blastarr Power Member

    Obrigado, já ía colocar links, mas isto esclarece logo de uma vez, para não haver confusões entre produção do produto final, e produção do desenho do chip em hardware para testes com silício "físico".
     
  11. Kursk_crash

    Kursk_crash Banido

    sim.. mas isso implica produzir pelo menos uma waffer certo ?

    e ver a qualidade dos cores resultantes..
     
  12. timber

    timber Zwame Advisor

    Um tape-out é o equivalente a um protótipo doutro produto qualquer
    Agarras nos teus planos de design todos, constrois um protótipo, rezas umas nossas senhoras de fátima e se correr tudo bem passado uns tempos estás a vender unidades da linha de montagem
     
  13. pnabais

    pnabais Power Member

    blastarr,

    Mas exactamente onde é que o theinquirer se enganou?
     
  14. blastarr

    blastarr Power Member

    Ele enganou-se a pensar que, por não enviar o desenho para ser produzido em reduzidíssimas séries para teste de hardware físico, que a produção "final" tinha sido atrasada, quando são duas coisas completamente diferentes.
    A ATI fez o tape-out do R520, segundo se julga, em Novembro de 2004, e nem assim impediu que passasse um ano sem se lhe por a vista (após mais dois tape-outs entretanto).


    Se "tape-out" fosse o mesmo que "produção", a ATI estava a produzir X1800 XT's desde o natal de 2004 (porque o Fuad diz que Tape-out é o mesmo que produção), acham que faz algum sentido ?
    Só na cabeça do Fuad e companhia...

    Tape-out não tem nada a ver com produção efectiva e/ou de teste do produto com specs finais, repito, são coisas completamente diferentes.
     
  15. pnabais

    pnabais Power Member

    blastarr

    "Ele enganou-se a pensar que, por não enviar o desenho para ser produzido em reduzidíssimas séries para teste de hardware físico, que a produção "final" tinha sido atrasada, quando são duas coisas completamente diferentes."

    Pois são, mas uma fase precede a outra e certamente não há produção sem haver tape out.
    Se a NVidia não cumpriu o prazo para o tape out é logico assumir que estão atrasados em relação
    aos prazos que eram suposto cumprir. Achar que está "tudo bem" é que não é logico.


    "Se "tape-out" fosse o mesmo que "produção", a ATI estava a produzir X1800 XT's desde o natal de 2004 (porque o Fuad diz que Tape-out é o mesmo que produção), acham que faz algum sentido ?"

    Não, mas onde é que viste dizer que tape out e produção são a mesma coisa?
    Eu até diria que no theinquirer já li foi várias vezes que demora sempre um tempo consideravel entre o tape-out e poder finalmente a produzir em massa os chips em massa.
     
  16. blastarr

    blastarr Power Member

    Pensemos:
    Ele diz no artigo que o lançamento de Outono deverá ser interessante por causa do título da notícia.
    Mas alguma vez o facto de não se fazer tape-out levou ao adiamento do chip ?
    Se alguma coisa aconteceu ao R520 foi precisamente um atraso... por causa de ter feito o tape-out demasiado cedo. Aínda não tinham o chip completamente "debugged" (até referiam "3rd party libraries", as in, componentes de software de desenho do chip feitos por um fornecedor externo, como a causa do problema, lembras-te ?)



    Reparem como o tape out não tem nada a ver com a fiabilidade ou não de um chip:

    - http://www.theinquirer.net//?article=22645
    Afirmam que o tape-out do G70/7800 foi em Abril de 2005

    http://www.theinquirer.net/?article=23976
    - dia 22 de Junho de 2005, lançamento (e hard-launch)


    Acham que é a mesma coisa que produção ?
    Se o chip estiver em condições depois do tape-out, regressa à fabricante (TSMC) para testar os limites de clocks, e, só aí, é que se define a performance final e specs do produto (fase de teste de produção), para depois começar de facto a produzir para venda (produção final).

    Como podem ver, são fases que não dependem uma da outra em termos temporais.
    O Tape-out pode ser feito bem tarde ou bem cedo na fase de design, e depois não ter nada a ver com a produção.
     
  17. Zarolho

    Zarolho Power Member

    Ora bem...Eu acho que o pessoal está a "ignorar" (até porque o artigo não é explicito neste ponto) que podem e devem existir mais de que um tape-out á medida que a placa está em desenvolvimento, nomeadamente se a arquitectura for completamente nova como no caso da G80 e R600.

    Por exemplo, creio que o 1º tape-out pode ocorrer ainda numa fase preliminar do desenvolvimento e estudo do projecto, é normal que assim seja nomeadamente quando estamos perante um produto completamente novo.

    Em produtos novos mas com tecnologia já amadurecida, upgrades ou refresh, creio que seja normal existir poucos ou somente um tape-out, antes da aprovação final e sucessivo arranque da produção.

    Dai que, uma vez que o artigo é pouco claro nesta matéria e creio que ignoramos todos o nº médio de tape-outs necessário ao desenvolvimento de um produto novo, creio é não há necessidade de grande discusão á volta desta matéria.

    Sinceramente, não vejo nada de anormal o facto da Nvidia ter falhado este tape-out tendo em conta o timing do lançamento do produto (Vista e DX10 só no inicio de 2007). São "espinhos do oficio" por parte dos fabricantes, creio eu....

    Cumps
     
    Última edição: 29 de Março de 2006
  18. blastarr

    blastarr Power Member

    Ou então poderá ter a ver com o adiamento do Vista.
    Se o fabricante não puder demonstrar com o SO as novas características antes do Natal, a placa é vista, não como uma GPU DX 10, mas sim apenas como uma GPU DX9 mais rápida do que as anteriores, perdendo o "bling-bling" DirectX 10 na fase de lançamento.

    Para o impacto máximo, querem sempre poder demonstrar in loco as vantagens do DX 10 (e isto vale para todos, ATI incluída).
     
  19. pnabais

    pnabais Power Member

    blastarr,


    "Mas alguma vez o facto de não se fazer tape-out levou ao adiamento do chip ?"

    Se levou ao adiamento? Não há é um unico chip a ser produzido em massa sem ser feito um
    tape out. Isso era de loucos.

    Num projecto deste tipo tens um "schedulle" com várias fazes e com varios "milestones".
    O "tape out" é um "milestone" critico.

    Se não o atingiste na altura prevista então o teu projecto está atrasado. Se esse atraso
    é recuperavel ou não isso já é outra conversa.

    Lamento informar-te, mas se o tape-out se atrasou, o projecto todo atrasou-se.



    Zarolho,

    "que podem e devem existir mais de que um tape-out á medida que a placa está em desenvolvimento"

    No caso da R520 ouve 3, mas creio que normalmente não devem ser muitos.
    Deve sair caro e os simuladores usados dever ser bons.

    "Sinceramente, não vejo nada de anormal o facto da Nvidia ter falhado este tape-out tendo em conta o timing do lançamento do produto (Vista e DX10 só no inicio de 2007)"

    Há sempre muitos utilizadores a comprar "para o futuro". Um lançamento cedo e uma boa campanha de marketing pode dar muitas vendas. Isso é importante ... para eles, claro.

    E de qualquer forma, neste caso não é o atraso do Vista que interessa. O que interessa mesmo é o lançamento de jogos em DX10.
     
  20. blastarr

    blastarr Power Member


    Tudo bem, tens direito a ter tua opinião, eu tenho a minha.

    Prefiro que o fabricante desenhe e teste bem o chip por software -virtualização- antes de fazer um tape-out físico (que eu já referi que ficam por 6~8 milhões de dólares cada um, não é nada barato), do que fazê-lo, descobrir que está mal desenhado, redesenhar e voltar a fazer novo tape-out.
    Isso sim, é que atrasa a produção de mercado.
     

Partilhar esta Página