1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.
  2. Consulta o Portal de Jogos da ZWAME. Notícias, Artwork, Vídeos, Análises e muito mais.

    Remover anúncio

O Futuro dos Jogos

Discussão em 'Jogos - Discussão Geral' iniciada por Korben_Dallas, 2 de Julho de 2003. (Respostas: 17; Visualizações: 1003)

  1. Korben_Dallas

    Korben_Dallas Zwame Advisor

    Já algum tempo que se têm verificado várias mudanças no universo dos videojogos... a indústria passou a ser das mais rentáveis e cada vez mais se vêm produções mais caras e alguns "gigantes" estão a entrar no negocio (Nokia, MS).

    Ou seja isto dá dinheiro e pelos vistos não é pouco!

    Numa primeira análise até vi isto de forma positiva... mais dinheiro significa (ou deveria significar) melhores jogos com melhores actores, melhores enredos e melhores efeitos visuais.

    Depois de ter visto o estrondoso sucesso do Enter the Matrix é que comecei a pensar no "perigo" que correm os gamers.

    É que antigamente os jogos pouco marketing tinham e normalmente os melhores jogos eram mesmo os que mais vendiam... mesmo assim já na altura haviam os movie licenced games (Terminator, Jurassic Park, Home Alone...) mas não faziam grande mossa.

    Tal como em todas as coisas mta gente compra games sem sequer se informar antes sobre eles... simplesmente vão à loja e se gostarem da capa e das pics levam o jogo.
    Isto não quer dizer que nos devemos guiar cegamente pela imprensa... devemos consultar várias fontes e obter o maior número de opiniões e se possível recorrer a demos.

    O problema é que hoje em dia até as revistas/sites são biased e muitos deles só dizem barbaridades.

    A questão que coloco é se os bons jogos vão conseguir sobreviver ao marketing das produções big budget. Será que o conceito de qualidade de um jogo vai mudar de "jogabilidade" para a "super produção hollywoodesca"?

    O Enter the Matrix é um bom exemplo de como um jogo não precisa de ser bom para vender... basta ter o nome X na capa que se vendem logo 3 milhões.

    Se continuarmos assim as pequenas companhias não vão sobreviver e os jogos vão passar a ser feitos apenas por quem tem os milhões para investir.

    Será que isto vai ficar como o cinema, onde filmes como o Donnie Darko, White Oleander e afins passam despercebidos?
     
  2. estigma

    estigma Power Member

    É verdade os jogos estão cada vez mais Hollywood!
    Exemplo mais flagrante é o proximo jogo do...

    Bond, James Bond.


    Mas como no cinema, haverá sempre excelentes produções independentes :D
     
  3. Nemesis11

    Nemesis11 Power Member

    O pior desta "massificação" dos jogos é que a diversidade é muito menor. Há mais jogos, mas são todos iguais.
    Para não falar nas partes 2, 3, 10, etc. de alguns jogos, que em vez de melhorarem o conceito inicial, só pioram.

    Inovação é quase 0. Há alguns que ainda apostam, mas normalmente saem-se mal ( em termos de vendas ). Há quanto tempo não aparece um novo género de videojogo?

    É Fps's, rpg's, plataformas aos pontapés.....Alguns géneros já desapareceram por não dar $.

    Tenho a impressão que há certos jogadores que estão a ser "empurrados para fora" ( quem gosta de simulações por exemplo ), porque não são em numero suficiente.

    Concluindo, o meu medo é o seguinte: É que as próximas gerações de gamers só conheçam o "lixo" e que cada vez que saia um "blockbuster" vão a correr para comprar ( isto já acontece, não é? )

    Edit: Ando a jogar mais num K5 75, que nos outros comps que tenho.
     
    Última edição: 2 de Julho de 2003
  4. JCmendes

    JCmendes Power Member

    Vou ser breve.

    Os jogos mais esperados e mais "badalados" estão a ser os mais
    decepcionantes, no termos de nós ESPERARMOS muito mais deles!!

    Não quer dizer que n sejam bons jogos, epá mas podiam ser muito melhores, tendo em conta o que se falou.

    Mas a verdade é que o marketing , o dinheiro e o nome contam muito.

    Vamos ver como será o half-life2 o Doom3 o Deus Ex, vamos ver depois falamos...acho que se cria demasiadas espectativas nos
    jogos depois temos uma desilusão entre "".

    Vamos ter em atenção os jogos menos badalados....e outra coisa, em função do HARDWARE os jogos em meu ver estão muito atrasados, para quê uma ATI9800PRO ou uma FX5900??

    Não é que n compre uma....mas prontos coloca-se aqui a questão, acalme-se um pouco o avanço tecnológico.

    A PS2 já saiu à 2 anos salvo erro e nessa mesma plataforma ainda estão e vão sair jogos bem melhores gráficamente, ou seja, estão a proveitar e a espremer ao máximo o que uma PS 2 pode oferecer.

    cumps
     
  5. Sub_Zer0

    Sub_Zer0 Guest

    Enquanto houver creatividade e imaginação e inovaçoes tanto a nivel de hardware e software, penso k o futuro dos jogos ira ser mto bom e k grandes jogos, mas se nesse futuro o €€ for + imp. do k a kualidade do produto entao aí as coisas podem inf. ir para outro rumo, como ja foi mencionado o Enter the Matrix foi o ultimo grande exemplo disso, onde 1 jogo foi levado ao colo apenas pelo nome do filme em k se baseava e pela grande expectativa k tinha sido posta no msm!

    Mas penso k enquanto genios como Will Wright, Hideo Kojima, Peter Molyneux, John Carmack e Shigeru Miyamoto andarem por ca o futuro dos jogos so pode ser de grande kualidade(ou pelo - assim o espero:D )

    Ja agora como se estava a falar do money involvido na industria dos jogos, vejam nesta noticia kuanto ganham os top executives da EA

    source:Gamedaily
     
  6. Sadino

    Sadino I'm cool cuz I Fold

    Os jogos são uma forma de entertenimento como os filmes, a música, a literatura e como tal à medida que vai amadurecendo é normal que começe a tomar certas características que as outras também têm.

    O facto de "Enter the Matrix" não ser um grande jogo não quer dizer que as pessoas que o compram não se divirtam. Pode-se fazer um paralelo entre os jogos, os filmes e a literatura em que podemos comparar:

    Conjunto do popularusco (do Pimba):

    "Enter the Matrix" (o jogo)
    um filme qualquer do Van Damme, Stallone, filmes cor-de-rosa
    Músicas da Shakira, J.LO., Mariah Carey, música Pimba
    Revista Caras, VIP, LUX, Jornais 24 horas, Tal&Qual
    Romances Cor-de-rosa


    Conjunto do resto com mais conteúdo (IMHO):

    Hitman 2
    "Beleza Americana", Seven, O gosto dos outros
    Nirvana, Placebo, Gift
    Revista Visão, Focus, grande reportagem, Jornais Expresso, Público
    Senhor dos Anéis, Ulisses


    O segundo conjunto deverá ser a preferência da maioria deste fórum (é claro que não é consensual), mas a verdade é que há mercado e muito para o primeiro conjunto :)

    Penso que haverá uma segmentação cada vez maior do mercado, mas isso não quer dizer que os bons jogos acabem.
     
  7. Rudzer

    Rudzer Power Member

    Exactamente sadino....este tipo de jogos (como são os Fifas e Tony Hawks e afins) são os chamados sellouts...feitos pra vender as massas, diria mesmo "patos", ker dizer pessoas que ñ tão dentro disto como nos, jogadores casuais, com pouca vontade propria,etc..

    fruto do mundo actual é que o marketing muda a cabeça de muita gente!

    OBS: Acho que pores Gift e Nirvana no grupo 2 é muito relativo:D :-D
     
  8. SoundSurfer

    SoundSurfer Power Member

    E RadioHead?

    E TODOS os Filmes dos Coen?

    :D :D

    O que ando a ficar farto MESMO é de agora a maior parte dos jogos para PC seja apenas a adaptação dos que saem para Consola... completamente despidos de features que normalmente todos os jogos para PC tinham... veja-se o exemplo do Colin3... nem Multiplayer tem.. pelo que parece o mesmo se passa com o TombRaider em termos de adaptação... and so on, and so on...
     
  9. Sadino

    Sadino I'm cool cuz I Fold

    " As pessoas preferem ser conduzidas a ser geridas."
    Sir Peter Parker (n. 1924), executivo britânico

    Rudzer,
    nem sempre as pessoas que preferem o 1º conjunto são necessáriamente patos, acontece é que às vezes preferem se divertir/passar o tempo/descontrair sem ter que puxar muito pela carola.

    obs: Também gosto de Radiohead :) e de Pearl Jam, U2, Gun, Manowar, Sisters of Mercy, etc... :) era apenas um exemplo não muito exaustivo :)
     
  10. Everquester

    Everquester Power Member

    Apesar desta indústria estar a crescer, ultimamente tem-se assistido ao fim de muitas produtoras.

    Os designers mais criativos e competentes estão a ser "engolidos" pelas grandes produtoras.

    É bom porque existem equipas bastante creativas e ao mesmo tempo muito competentes ao nível da programação.

    É mau porque muitas vezes esses óptimos profissionais estão a ser desperdiçados em jogos tipo "blockbuster".

    Pondo tudo isto na balança será que a qualidade dos jogos tenderá a aumentar?

    Eu penso que nunca parou de aumentar e assim continuará, no entanto, nós não temos essa sensação porque nós próprios também evoluimos como jogadores. Por outras palavras, depois de jogar Half Life, CM, Everquest........ (incluir aqui os vossos jogos favoritos) a exigência aumenta.

    Poder-se-ia dizer que este principio também pode ser aplicado à musica ou ao cinema, mas, na minha opinião, a indústria dos jogos é diferente porque o jogador não tem uma atitude tão passiva como na musica ou cinema. Logo o grau de envolvimento é bastante superior, daí esta indústria ser bastante mais complexa. Um bom jogo inclui musica e filmes mas o contrário já não é possível.

    Ainda estamos nos primórdios daquilo que pode ( e deve) ser a 8ª arte.
     
  11. Morais

    Morais Power Member

    Se é para impedir grandes decepções vamos a uma pequena previsão pessimista dos jogos futuros que são tão esperados, isto é, se é para falhar, é aqui onde irão falhar:

    - Doom III: Com o tempo torna-se monotono, não tem MP e a historia é pouco original e o enredo aborrecido, pode também ter o sindroma Max Payne (demasiado curto).

    - Deus Ex II: O sistema de experiencia é decepcionante, para não falar no design "futurista" das armas, o jogo pode não ser tão envolvente como o primeiro em termos de historia e dialogos. E claro, tem sempre a possiblidade de ser curto.

    - Half-Life II: Outro com o sindroma Max Payne, o fim pode ser decepcionante.

    Enfim, é isto o que eu acho que pode acontecer de mau nestes jogos, é só uma opinião.
     
  12. Crusher

    Crusher Power Member

    Bem concordo com o Korben no que disse sobre o estado actual dos videojogos... mas não se esqueçam que mesmo que o marketing seja muito feroz haverá sempre algumas pessoas capazes de fazer maravilhas como o Mafia, o Hitman, Splinter Cell (embora este último seja de uma editora já com bastante $)...

    Se repararem algum dos últimos bons jogos estão a sair de algumas pequenas editoras não Americanas... é bom :D

    Outra coisa... a medida que os níveis de processamento vão aumentando (CPU/Gráfica), apesar da história ser praticamente a mesma acho que a jogabilidade sempre evolui... e acho que será mais a jogabilidade do que a história em si que ditará comprar os bons jogos.

    Gráficos é secundário embora não adbique de tostar algum dinheiro em alguma coisa... se houver uma boa oportunidade claro.:cool:
     
  13. soundlover

    soundlover Banido

    Futuro dos jogos..Realidade virtual,sem duvida :cool: Os 5 sentidos envolvidos numa experiencia de proporções hollywdescas,deve ser fenomenal :D
     
  14. Shakawkaw

    Shakawkaw Suspenso

    Mas tambem as ideias contam muito... grandes jogos de antigamente que eu preferia jogar (ate mudar de w98 p/ w2k) do que os mais recentes... nao pelos graficos, nem por serem todos xpto... tinham algo mais, uma consistencia e especialmente originalidade... dou exemplos:

    -Civilization (o melhor exemplo... a ideia que revolucionou... Sid Meier... :D )
    -UFO (nunca entendi porque e que nao continuaram com o JOGO e puseram aquelas tretas a la flght simulator (not))
    -Dune (mudou bastante do 1º pro 2º, mas ambos lindos... quantas vezes acabei os 2...):rolleyes:

    e muitos outros...

    Estes jogos nao eram mega-producoes, mas alguem vai dizer que nao eram obras-primas??? outro ex. mais recente... quantos de voces se viciaram totalmente no Elifoot... nao era original, nao era nada xpto, era extremamente simples, no entanto proporcionou horas e horas de puro vicio e diversao a muita gente...

    A industria (ate custa dizer, mas temos de aceitar a realidade) dos jogos deve aperceber-se que graficos xpto (apesar de muito interessantes) e nome, nao e tudo nos jogos...
    assim como na musica, aqueles que se destacam agora nao sao (a maior parte das vezes) aqueles que ficam pra historia... os que ficam sao aqueles que trazem algo de novo, e especialmente, que nao se limitam a pensar nos €/$...

    Fiquem bem
     
  15. BlueBird

    BlueBird Power Member

    A falares assim até parece k sabes o k s vai passar...

    Eu penso k actualmente dixemos k os jogos têm menos kualidade e são menos viciantes k os antigos jogos DOS (e alguns Win 9x) pk havia menos quantidade, os que haviam levavam mt tempo a serem contruidos logo eram "afinados" ao promenor, e uma productora não s podia arriscar a lançar um jogo kalker já k o mercado era mais fraco e gerava menos €€€ que o actual. Actulamente um jogo pode até ser da treta ms com uma boa campanha d markting vende mt, isto nao ker dixer k nao s façam grandes jogos (exemplos para k^? :) ). Com o passar do tempo e de jogarmos tanto vamo-nos tordando mais exigentes (komo já referiram) kerendo kada vex melhor, é claro k nem todos conseguem acompanhar. Actualmente tem s mt a mania d faxer uma data de "partes" para um jogo, e mts kanto mais partes têm menos "apetitosos" s tornam, vão s tornam pouco inovadores.
     
  16. Everquester

    Everquester Power Member

    Por momentos pensei que por engano tinha ido parar a um forum estrangeiro. :rolleyes:

    Ok, o português pode não ser a língua mais prática mas qual é o objectivo em substituir os z's pelos x's? Porque é mais cool? Is this a "WTF dude dah rulest, coolest talking"? Acho que estou a ficar velho :'(
     
  17. Rudzer

    Rudzer Power Member

    por acaso, eu costumo substituir cenas nas palavras quando é pra ser mais rapido não pra ser "diferente" anyway lets not go offtopic ;)
     
  18. Everquester

    Everquester Power Member

    Rudzer, formato à parte até concordo com parte do conteúdo do teu post. No entanto tenho muitas duvidas se os jogos antigos saíam para o mercado com menos buggs que agora.

    Existe também uma carga afectiva quando nos lembramos, por exemplo, dos velhinhos jogos do spectrum.

    É verdade também que actualmente os jogos não primam pela originalidade, já agora aqui fica uma excepção que confirma a regra:

    http://www.atitd.com/

    Tive a sorte de fazer parte da fase beta test , já não jogo porque não é bem o meu género mas é mesmo muito original. Aliás a Gamespot é da mesma opinião:

    http://www.gamespot.com/pc/rpg/taleinthedesert/review.html
     

Partilhar esta Página