1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.
  2. COVID-19 Mantenham-se seguros: Pratiquem distanciamento físico de 2 metros. Lavem as mãos. Usem máscara.
    Informação sobre COVID-19. Ajuda a combater o COVID-19 com o [email protected] e com o [email protected].
    Remover anúncio
  3. Informação: A partir da 01:00 (hora de Lisboa) desta Quarta-feira, 20 de Janeiro, o fórum e restantes sites da ZWAME (Comparador, Jogos, Portal, etc) estarão inacessíveis por alguns minutos.
    Se necessário faremos actualizações via Twitter e Facebook.
    Remover anúncio

O que não consegues fazer em LINUX?

Discussão em 'Novidades GNU/Linux & *nix World' iniciada por InforMed, 23 de Dezembro de 2007. (Respostas: 450; Visualizações: 1334446)

  1. Rui Marto

    Rui Marto Power Member

    Em linux (Ubuntu) não consigo:
    - Usar o Solidworks/CATIA
    - Usar o DreamWeaver (amanhã vou experimentar o Kompozer mas gosto muito do DW)
    - Sincronizar agenda do telemóvel com PC por BT
    - Ver televisão com a placa TV
    - Usar o PC como média center e com controlo remoto
    E é capaz de haver mais uma coisa ou outra que não me lembro porque já não uso linux há uns meses, amanhã jã saberei.

    No portátil não consigo usar o BT, nem o touchscreen, nem o GPS.
     
  2. dvicente

    dvicente Power Member

    Desisti do Windows para quase tudo.
    Linux Ubuntu 7.10 rules.
    Apenas uso o Windows para imprimir, ainda não consegui por a minha Lexmark X2300 a bulir no Ubuntu. E duvido que consiga.
     
  3. DanielGomes

    DanielGomes Power Member

    Antes de mais, para quem fala aqui de problemas a usar o Dreamweaver, Photoshop, Corel, Flash, etc (pacote típico de Web Designer) há algumas alternativas (tirando o Flash) que podem ser usadas em linux e que tenho usado no vista.

    O Inkscape para desenho vectorial é uma excelente alternativa ao Corel Draw - que usei durante muito tempo - e é em muitos pontos mais intuitivo. Tenho o X3 instalado só mesmo por causa de ficheiros antigos.

    Nunca me entendi com o Photoshop e usava o Corel Photo Paint para as minhas edições de imagem. Neste momento o GIMP tem feito tudo o que preciso.

    Usei Dreamweaver durante alguns anos (e ganhei maus hábitos) mas acabei por desistir pois adoptei algumas práticas mais em voga actualmente (CSS, Tableless, XHTML) e como ainda por cima uso templates Smarty, trabalhar com um WYSIWYG nem sempre é uma ajuda. Como programo em PHP, uso o Eclipse PDT para fazer tudo à unha (css,html,xml,php,etc.) e estou satisfeito. Para fazer edições rápidas uso o Pspad.

    A razão de não mudar para o Ubuntu deve-se à minha falta de paciência para puxar cabelos até conseguir usufruir das coisas mais simples que tenho no windows. Falo de drivers, codecs, etc. E também não é nada prático saltar de um SO para o outro em dual-boot só para usar um ou outro programa.

    Mas já tive mais longe de mudar completamente para o Ubuntu, também por pensar que sem Dreamweaver, Corel e Photoshop não podia fazê-lo. Talvez quando tiver mais tempo instale o Ubuntu para ver como se porta no meu portátil.
     
  4. EC85

    EC85 Power Member

    qualquer utilizador avançado de Photoshop e Corel Draw não fica satisfeito (nem pode) com o Gimp e o Inkscape.

    Agora para coisas básicas de desenho, claro que esses 2 programas são mais que suficientes.

    Tal como referi em outro post, para mim o ideal seria correr o linux para usar os programas básicos do dia-à-dia (música, chat, torrents, etc) e ter o Windows XP "light edition" no virtualbox a correr os programas indispensáveis (no meu caso: Photoshop, Corel Draw, Visual Studio, entre outros), mas mal ligo o virtualbox o gajo passa de 500MB de uso de memória física para 2.6GB.

    Se alguém tiver solução pra isto (de forma a que fique a "comer" apenas uma quantidade razoável de memória ram, tipo 1-2GB), fico bastante agradecido pk se n fosse isso, o mr bill nunca mais via tostão meu (apesar de ser programador ASP.NET, VB.NET, and whatsoever that ends in .NET and has Mr. Bill as father...) a nível de SO :D. mas por enquanto lá tenho de usar o meu XP SP2 :(

    beijinhos **
     
  5. InforMed

    InforMed Power Member

    Qual foi a quantidade de ram que deste ao XP na VirtualBox?? Isso pode ser confgurado! Tenta ceder-lhe menos!

    Como tens 3 gigas de ram podes ceder 1gb ao xp... e acho que já lhe chega bem!
     
  6. EC85

    EC85 Power Member

    ahhh tá certo lool aquilo é ceder ram, pensei que era o limite máximo que ele poderia usar e tava a por 2GB loool

    tem lógica... granda nabo que sou lol :P

    vou ali matar-me num instante :P
     
  7. ErrorTerror

    ErrorTerror Power Member

    O que não consigo fazer/usar em Linux (Ubuntu):

    - Edição de vídeo (uma das grande lacunas do OS a meu ver para mim)
    - Photophop CS3
    - Flash CS3 (se bem que dá para usar o 8 em WINE)
    - Jogos

    Mas a coisa está a mudar. Um dos programas que uso frequentemente, Maya, já tem versão para Linux nativa... :)
     
  8. slack_guy

    slack_guy Power Member

    Parece-me que se está a confundir o que não se consegue _fazer_ com o que não se consegue _usar_.

    Há software proprietário que só funciona em sistemas operativos proprietários. <-- ponto final

    Isso não significa que não seja possível fazer o mesmo em ambiente Livre. O que acontece é que se pensa que só se pode fazer X com a ferramenta Y, o que, obviamente, é falso.

    Vejamos: não é possível jogar em Linux? disparate! existem milhões de jogos! talvez não exista aquela meia dúzia de jogos proprietários que a rapaziada mais gosta... azar.

    Não é possível criar/editar (profissionalmente) imagens? disparate! claro que é! não é é possível usar o Photoshop nem o Corel Draw nem a outra meia dúzia de aplicações proprietárias.

    Muda-se de plataforma, mudam-se os hábitos :-)
     
  9. Rui Marto

    Rui Marto Power Member

    Muitos dos programas disponiveis para Linux quando usados a nivel profissional têm limitações, logo há coisas que não conseguimos fazer. Se me arranjares um software de CAD que faça metade do que faz o Solidworks, e com metade da simplicidade, já fico contente.
     
  10. neonl

    neonl Banido

    Em relação à questão do CAD concordo plenamente com o Rui Marto. Em relação a todas as outras concordo plenamente com o slack_guy.

    Não digo que o CAD seja a única porque me pode(m) estar a escapar outra(s) mas é uma das principais lacunas do GNU/Linux.

    Edição de imagem bitmap. Tão bem como em windows. Edição gráfica vectorial do tipo design gráfico (Corel Draw, Illustrator e afins): tão bem como em Windows. Até melhor talvez :P.

    É uma questão de ir descubrindo. Só vai quem quer, e lhe apanha o gosto. Reconheço que não é fácil. Tive de fazer varias abordagens até me fixar. Mas agora sinto, que estou melhor :)
     
    Última edição: 5 de Janeiro de 2008
  11. casdio

    casdio Power Member

    Não consigo jogar isto, faz-me falta o plugin e não sei qual é (segundo li o macromedia nao da para ubuntu)
    =/
     
  12. petersaints

    petersaints Power Member

    Shockwave Player é Windows Only (nem para Mac há)
     
  13. slack_guy

    slack_guy Power Member

    Manda e-mail para Adobe a reclamar que há mais gente no mundo além dos microsofts. A responsabilidade por não existir o plugin não é dos 'ubuntus'.

    Não vejo porquê. Não tem de existir uma aplicação Livre para cada aplicação proprietária. Por outro lado, cheira-me que essa 'lacuna' será resolvida nos próximos tempos.... os chineses já andam a expolorar esse território.
     
  14. Rui Marto

    Rui Marto Power Member

    Porque quando trabalhas com CAD convém teres a melhor ferramenta possível. Os softwares de CAD que experimentei para Linux mal servem para desenrascar. E isto é a opinião de várias comunidades de engenheiros que vejo pela internet. Enquanto não houver uma app de CAD do calibre do Solidworks, CATIA ou AutoCAD (embora não ache este nada de especial), não se larga o XP.
     
  15. casdio

    casdio Power Member

    Tenho que tentar meter aqui o windows tou a ver :|
     
  16. slack_guy

    slack_guy Power Member

    Em Dezembro (ou Novembro) passado segui com atenção uma entrevista (na 2) com o Engenheiro António Segadães Tavares onde, entre outras coisas, falava precisamente sobre o ensino da engenharia voltada para a utilização de ferramentas de determinadas marcas, e da consequente limitação dos engenheiros saídos das universidades que só sabem engenhar com as ferramentas que aprenderam na escola: tirem-lhes as ferramentas e os homens deixam de ser engenheiros.

    Tudo isto é compreensível, afinal de contas as marcas injectam muito dinheiro neste mercado. O que não é aceitável é que as nossas universidades públicas estejam a formar 'profissionais das marcas', autênticos 'delegados de propaganda' das marcas.

    Resumindo: custa-me a acreditar que nenhuma destas ou destas aplicações mal sirva para desenrascar.
     
  17. MisterEd

    MisterEd Power Member

    O que não consigo fazer no linux, nem ninguém e que gostava de fazer

    Edição de Vídeo, seja corte e costura ou pós-produção

    É para mim a maior lacuna, n há uma alternativa real.

    E é rídiculo porque a hegemonia da adobe é total, desde que adquiriu a macromedia então é absurdo. No linux existe esse hiato que poderia ser aproveitado comercialmente por companhias concorrentes
     
  18. Rui Marto

    Rui Marto Power Member

    Pelo menos no meu curso, no IST, e com os professores que tive, isso está bastante longe de ser verdade.
    Nenhum professor te exige que uses um programa especifico, apenas pedem para que o formato final dos ficheiros seja um formato que eles consigam abrir. E nas aulas ensinam normas e regras de desenho técnico, não andam a perder tempo nas aulas a explicar como é que funcionam os programas, até porque muitos dos trabalhos são feitos à mão, com lapiseira e papel.
    Há tutorials na internet e há pequenos cursos extra-curriculares (que não são caros, eu paguei 20€ pelo de Solidworks) para N programas diferentes (Solidworks, SolidEdge, CATIA, Inventor, etc).
    Apesar de haver seminários de Solidworks, onde incentivam o uso deste programa, e de oferecerem licenças à universidade, a universidade não deixa de te disponibilizar alternativas.
    Portanto qual o programa que usas e quais os que sabes usar só depende de ti.

    Quanto a essas listas, já tinha visto num fórum para engenheiros um artigo de um eng que dediciu partir em busca de uma boa alternativa, onde a conclusão a que ele chega é simples. Quantidade não é qualidade.
    Desses programas todos o melhor deve ser sem grandes dúvidas o Pro/E, mas é um programa comercial, bastante caro, e que em muitos pontos continua a ser pior que o Solidworks. Mas pronto, já não se pode dizer que não há um software decente de CAD para Linux.
     
  19. EC85

    EC85 Power Member


    afinal este problema continua... usei 1GB de memória para o windows no virtualbox e os problemas de "breaks" continuam :(
     
  20. InforMed

    InforMed Power Member

    Qual o processador que tens? Se tiver capacidade de virtualização no processador activa isso no VirtualBox! Eu tenho um C2D 7200 com 1gb de ram e não tenho problemas... não uso software muito pesado em windows. Tenta ceder menos ao windows...

    Não sei mais como ajudar!