1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Análise OCZ Blade 2000 goes Phenon II

Discussão em 'Análises, Artigos e Guias' iniciada por JPgod, 31 de Maio de 2009. (Respostas: 9; Visualizações: 4228)

  1. JPgod

    JPgod Moderador
    Staff Member

    Autores: João Godinho (JPgod)
    Produto: OCZ Blade 2000 7-8-7
    Data : 31-05-2009



    ZWAME Análise

    OCZ Blade 2000 7-8-7-20

    [​IMG]

    Descrição

    Trazemos para esta review as mais novas memórias DDR3 de topo da OCZ, pertencente a série "Blade", sendo o modelo de topo desta série. Trata-se de um kit triple-channel de 6 GB, sendo assim cada módulo de 2 GB. Apresenta latências de 7-8-7-20 a 2000 mhz e a 1.65v, garantindo assim total compatibilidade com a plataforma Core i7, alem de uma performance máxima.
    Mas como que se portarão estas memórias em AMD AM3? É o que pretendemos com esta review.
    De notar que em AM3, sendo dual channel, um módulo irá sobrar, o que não é essencialmente mau. Pode-se testar e ver qual o par que consegue melhor overclock ou então utilizar o módulo restante para montar outro computador ou ficar com 6 GB, ocupando 3 dos 4 slots. embora apenas 4 GB ficarão em dual channel.

    Aqui está a análise feita pelo colega [email protected] em core i7!

    Especificações

    Links

    Site oficial
    Review Guro3D

    Fotografias

    Nota: As fotos estão em thumb para diminuir o peso da página. Clique na imagem para fotografia maior (1280 pixels de largura)

    [​IMG][​IMG]

    [​IMG][​IMG]

    [​IMG][​IMG]

    [​IMG][​IMG]

    [​IMG][​IMG]

     
    Última edição: 6 de Julho de 2009
  2. JPgod

    JPgod Moderador
    Staff Member


    test bed


    Settings

    Esses são as 4 configurações testadas.
    configuração 1

    • Velocidade CPU: 3438
    • Velocidade BUS: 275
    • Velocidade HTT: 2200
    • Velocidade NB: 2750
    • Velocidade memórias: 1466
    • Timmings: 7-7-7-24 1T

    configuração 2

    • Velocidade CPU: 3438
    • Velocidade BUS: 275
    • Velocidade HTT: 2200
    • Velocidade NB: 2750
    • Velocidade memórias: 1466
    • Timmings: 6-6-6-20 1T

    configuração 3

    • Velocidade CPU: 3450
    • Velocidade BUS: 300
    • Velocidade HTT: 2100
    • Velocidade NB: 2700
    • Velocidade memórias: 1600
    • Timmings: 7-7-7-24 1T

    configuração 4
    • Velocidade CPU: 3450
    • Velocidade BUS: 300
    • Velocidade HTT: 2100
    • Velocidade NB: 2700
    • Velocidade memórias: 1600
    • Timmings: 6-6-6-20 1T

    Everest

    1466 7-7-7-24 1T

    [​IMG]

    1466 6-6-6-20 1T

    [​IMG]

    1600 7-7-7-24 1T

    [​IMG]

    1600 6-6-6-20 1T

    [​IMG]

    Gráficos

    Estes gráficos são um resumo das imagens acima, de modo a comparar directamente.

    [​IMG]

    Aqui a frequência ditou melhor performance, embora os timmings também influenciaram. O teste de write foi melhor a 1466 do que a 1600, provavelmente devido a maior frequência do NB, embora seja apenas 50 mhz (2700 com as memorias a 1600 vs 2750 com as memorias a 1466)

    [​IMG]

    Aqui os timmings tem mais impacto do que a velocidade, embora obviamente a 1600-6-6-6 é melhor que 1466 6-6-6

    Crystalmark memory

    [​IMG]

    Teste de memória do crystalmark. Novamente apertando os timmings e aumentando a frequência, os números aumenta, especialmente o R/W. Já o Read, provavelmente está mais dependente do clock do NB e/ou timmings, daí que a 1466 6-6-6 foi melhor que a 1600-7-7-7

    Sandra memory

    [​IMG]

    Resultados semelhantes ao everest, tirando o facto de aparentemente ter mais largura de banda, ou sejam a frequência tem mais impacto que timmings, com a configuração a 1600 6-6-6-20 1T a ser a mais rápida, quase nos 17 GB/s

    [​IMG]

    Aqui também é semelhante ao everest, ou seja, os timmings tem bastante peso aqui.

    Conclusão dos testes

    Pelos testes, deu para ver o tão dependente das latências os sistemas AMD estão dependentes, embora a frequência também seja importante. Mas provavelmente vão perguntar - "aonde estão os testes a 2000 mhz 7-8-7-20 1T, que elas suportam?" - Pois é, o objectivo era este, mas infelizmente a plataforma AM3 está muito verde no que toca as memórias, bastando ver até pelas velocidades, que em Core i7 são bastante superiores, bem como a maior frequência que se conseguiu testar foi mesmo os 1600 mhz, embora consiga-se entrar no windows na ordem dos 1700 mhz. A partir dos 1800 o sistema simplesmente não faz boot. E para piorar, a 1600 mhz está totalmente instável! Conseguiu-se apenas correr estes testes e com vários resets pelo caminho. O problema é mesmo o sistema board-cpu que não aguenta velocidades na ordem dos 1600, porque testou-se exaustivamente mesmo com voltagens na ordem de 1.8v e latências elevadas (9-9-9-20-2T). Já a 1466 ainda tinha alguma instabilidade, mas com algum ajuste provavelmente conseguia.se. Totalmente estável é a 1333 6-6-6-20 1T.

    Mas quando não vai pela frequência, recomenda-se espremer as latências ao máximo que os sistemas AMD sempre gostaram de latências apertadas.
     
    Última edição: 1 de Junho de 2009
  3. JPgod

    JPgod Moderador
    Staff Member

    Conclusões


    Pontos Positivos

    Pontos Negativos
    Conclusão

    Sem dúvidas dos melhores KIT's DDR3 triple channel do mercado. Se procuram memórias para levar o vosso sistema Core i7 ao MÁXIMO, tem aqui uma excelente proposta por parte da OCZ. Agora para sistema LGA 775 e AM3 talvez seja um bocado overkill utilizar memórias deste calibre, embora pode dizer que são a prova de futuro, porque com o tempo as boards e CPU's deverão aguentar maiores frequências no controlador de memória, alem do que ao ser capaz de aguentar timmings apertados, acaba por garantir máxima performance. Mas existe muito kits bons e baratos, como as Blade 2000 9-9-9 já referidas ou então as OCZ platinium 1600 7-7-7 apresentadas nas fotografias (em testes preliminares também é capaz de fazer 1600 6-6-6 1T).
    Mesmo assim, deixamos a nossa recomendação MÁXIMA!

    Classificação

    [​IMG]

    Agradecimento

    A ZWAME agradece à OCZ pela disponibilidade do material para teste.

    Copyright © Zwame, Lda 2009. Reprodução proibida sem autorização prévia.

     
    Última edição: 6 de Julho de 2009
  4. tiagomiguel

    tiagomiguel Power Member

    Não encontro essas memórias em lado nenhum só encontro as CL9, já se vendem em portugal?
     
  5. JPgod

    JPgod Moderador
    Staff Member

    ainda não acabei de por os testes e texto :p

    as memórias são novas ainda. Mas atenção que estas vão ser bem mais caras que as CL9 e estas são recomendadas para uso em Core i7 high end.

    irei explicar melhor no resto da review
     
  6. Roberto1973

    Roberto1973 Power Member

    Já conseguiste boot 1600mhz com essas memórias na asus M4A79T qual voltagem que precisaste de usar? Bom testes.
     
  7. JPgod

    JPgod Moderador
    Staff Member

    adicionei este ponto na conclusão dos testes. A 1600 mhz não é estável seja qual os settings, embora consegue-se testar na boa, daí que apresentei estes resultados, já que apresentar benchs a 1333 é vergonhoso :D
     
  8. Roberto1973

    Roberto1973 Power Member

    Já desconfiava disso amigo Jpgod o problema da asus Mb+Cpu+790FX ,vai ser preciso esperar pelo 880FX.
     
  9. JPgod

    JPgod Moderador
    Staff Member

    Duvido que o chipset influencie. Isso é board e também CPU's. Há que esperar por cpus com melhores controladores de memória.

    Os Core I7, a maioria não aguenta velocidades na ordem de 1800-2000 mhz, se bem que a nova revisão D0 já aguentam 2000 mhz.

    Vamos ver como vai se portar a GSKILL Trident e Corsair dominator GT
     
  10. RSC

    RSC Power Member

    Aguentam mas com QPI muito acima do recomendado pela Intel (1.35v)...
     

Partilhar esta Página