1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Olympus IS-1000 [apresentação,dúvidas,experiências,etc]

Discussão em 'Fotografia e Vídeo' iniciada por skinnie, 28 de Fevereiro de 2008. (Respostas: 64; Visualizações: 4644)

  1. skinnie

    skinnie Power Member

    Bem já tinha um tópico mais ou menos a falar desta máquina,mas como está decidido pegar nela mais seriamente e aprender algo mais acerca de fotografia venho aqui "apresentá-la" e expor algumas dúvidas á medida que vou começando a fotografar.
    Espero até encontrar pessoal que secalhar já teve este modelo e possa dar umas dicas :)
    Bem a máquina é dos anos 90,e aqui ficam algumas caracteristicas:

    [​IMG]

    [​IMG]

    Os controlos:
    [​IMG]

    A máquina propriamente dita:

    [​IMG]

    [​IMG]

    [​IMG]

    [​IMG]

    Deixo aqui também o manual da bicha,que pode dar jeito a mais alguém

    Here

    Quanto a mim,tenho muito fraca experiência em fotografia,resumindo me ao point and shoot com o telemóvel e com a A430.
    Comecei por dar umas voltinhas por este cantinho da TZ a ler umas coisas,nomeadamente o manual da máquina e este pdf: Tutorial p/ Iniciantes: Exposição, Abertura e ISO e então vieram as dúvidas:

    1) Aperture: é abertura do diafragma,mas nesse tutorial vem um valor f/x,o que eu regulo na máquina é o f,é o x,ou é já directamente f/x?é que parece me ver lá valores muito "grandes",vai de 4.5 a 22 :lol:

    2)Shutter Speed: é o tempo de exposição certo?nas características da minha máquina vem como mínimo 1/2000seg e máximo 15seg,mas no lcd aparece só 2000 e depois abaixo do 2 é que aparece algo como 15'',isto quererá dizer que o 2000 é 1/2000 e 15'' =15seg?

    3)Li por ai algures que podemos "generalizar" um pouco as "settings" da máquina para as situações (isto para iniciantes como eu) e então que obteriamos algo deste género:

    situações de pouca luz =» usar um tempo de exposição alto.
    situações de muita luz =» usar um tempo de exposição baixo.

    Nas primeiras fotos devo considerar isto,e usar já um ajuste manual vendo depois o + e - indicador de exposição no LCD,ou o E.V é mais fiável?
    Dentro deste "campo" ,por exemplo se estiver em manual e tiver de noite,devo ter um "+" no lcd para a foto ficar boa certo?
    4)De inicio devo começar a ajustar só o tempo de exposição ou ajusto também na abertura do diafragma (aperture)?

    Peço desculpa pela noobice de algumas perguntas,mas quando sair para a rua com a máquina queria ter a certeza que não ia tirar fotos ás tresloucadinho,mas sim a saber +- o que estava a fazer.
    Desde já obrigado :D
     
    Última edição: 29 de Fevereiro de 2008
  2. adolfo dias

    adolfo dias Power Member

    1 - o que escolhes é o X o que te vai dar F/x. se metes 8 é F/8

    2 - é possivel. valores seguidos de " significam que a velocidade está abaixo de 1 segundo. valores compostos por 1/x significa que a velocidade está acima de 1 segundo.
    por ex: 2" a máquina tem o obturador aberto durante 2 segundos. 1/10 o obturador abre e fecha em 1 décimo de segundo

    3- a combinação de settings depende de mts variaveis e opdem ser alcançadas de diversas formas.

    num dia de sol n podes usar aberturas altas (valor de F baixo) e velocidades lentas, pois isso iria deixar a foto mt clara, tal como n podes usar aberturas baixas (valor de F alto) e velocidades elevadas pois a foto iria ficar escura.

    o principio da abertura é: valores de F baixos significam aberturas grandes (entra mais luz), valores de F baixos significam aberturas pequenas (entra menos luz)

    o principio da velocidade é: velocidades rápidas o filme tem menos tempo para captar luz, por isso necessita de aberturas grandes e/ou luz ambiente com abundancia. velocidades lentas o filme capta mais luz, logo deve ser compensado com aberturas pequenas e/ou pouca luz ambiente

    4 - o ideal é usar apenas o modo abertura ou velocidade. o modo manual apenas deve ser utilizado em estudio onde temos controlo sobre o objecto e luz
     
  3. skinnie

    skinnie Power Member

    adolfo dias muito obrigado pelas explicações,tenho outra dúvida que me esqueci de postar,a máquina tem um modo chamado double exposure mode,que pelo que percebi é tirar 2 fotos no mesmo "pedaço" de rolo certo?
    Fica aqui a parte do manual onde está isso...é que as imagens também não dão para perceber bem

    [​IMG]

    [​IMG]

    Será que posso fazer essa operação mais do que uma vez no mesmo "pedaço de rolo" ?
    mais uma vez obrigado
     
  4. adolfo dias

    adolfo dias Power Member

    sim, serve para fazer duas fotos no mesmo frame
    julgo que só podes fazer isso uma vez por frame, mas que podes gastar um rolo assim
     
  5. skinnie

    skinnie Power Member

    adolfo dias muito obrigado pela ajuda,quem tiver dicas,experiencias,tutoriais,scans de testes desta maquina,que poste aqui também,nem só de digitais vive o homem :P
     
  6. adolfo dias

    adolfo dias Power Member

    basta leres um pouco pelo forum e pela net.
    o que se aplica ao digital aplica-se ao analogico. a unica diferença é que onde no digital é o iso, no analógico traduz-se em ASA (rolos)
     
  7. skinnie

    skinnie Power Member

    Eu já tinha lido algumas coisitas aqui e ali,mas queria mais era certificar me que era como pensava.
    No manual da minha máquina fala também em iso dos rolos...já ASA nunca vi.
    Já agora se precisar de comprar rolos,devo comprar que iso (queria um assim que não fosse muito especifico) e há alguma marca em particular que seja assim baratita e boa?
     
  8. Rui Marto

    Rui Marto Power Member

    ISO ou ASA vai dar ao mesmo. É o valor da sensibilidade à luz do filme ou do sensor. Hoje em dia praticamente só se usa o ISO, mesmo nos rolos.

    Agora, qual compras? Só depende de ti. Há para todos os gostos e não tem a ver com a especificidade do rolo. Tens rolos para fins genéricos e que encontras com ISO100, 200 ou 400.
    ISOs abaixo do 100, como 25 ou 50, é que normalmente já só encontras em rolos mais específicos, penso que normalmente para paisagens, como por exemplo o Velvia 50.
    Assim como ISOs acima dos 400, como 800, 1600 e penso que também exista 3200, penso que sejam mais comuns em rolos para desporto e fotojornalismo.

    A especificidade do rolo não tem a ver com o ISO. Um rolo não é para paisagens só porque tem ISO baixo, nem é para desporto só porque tem ISO alto.

    O que é que muda, independentemente do objectivo do rolo? A velocidade de disparo. Para a mesma abertura, rolos com ISO mais alto, permitem-te usar velocidades de disparo mais altas. Daí os rolos de desporto serem quase todos de ISO800 ou mais, para conseguirem congelar a acção. Já os rolos de paisagens, andam tudo nos 100 para baixo, porque normalmente a paisagem não foge e até podes usar tripé se for caso disso.

    Em relação à especificidade, vê-se pelo nome do rolo. Não sei todos, mas deixo-te aqui alguns exemplos de que me lembro:
    Fuji Velvia - Paisagens com cores saturadas
    Fuji Velvia F - Paisagens mas com cores mais fieis
    Fuji Reala - Cores mais fieis
    Fuji Superia - Cores mais saturadas
    Kodak Portra NC - Retratos com cores naturais
    Kodak Portra VC - Retratos com cores vivas
    Kodak BW - Preto e Branco para ser revelado em lojas (processo C-41)
    Ilford XP2 - Preto e Branco para ser revelado em lojas (processo C-41)
    Kodak T-Max - Preto e Branco para revelar em casa

    Não sei se estão todos certos, mas é a ideia que tenho. E ainda há os rolos para usar em ambientes com luzes de tungsténio (aquelas lâmpadas normais que usamos em casa) mas não sei o nome desses.
     
    Última edição: 29 de Fevereiro de 2008
  9. skinnie

    skinnie Power Member

    Rui Marto muito obrigado pela explicação :D acho que vou comprar um rolozinho preto e branco :D
     
  10. Rui Marto

    Rui Marto Power Member

    Eu aconselho. :) Devo ter cerca de 1 rolo de cada tipo aqui guardado, mas P&B tenho 3. Isto porque acho os rolos a preto e branco mais versáteis.

    Não sei se a tua máquina deixa tirar o rolo e voltar a usa-lo (quando rebobina deixa uma ponta do rolo de fora?), mas se não deixar não podes andar sempre a trocar de Velvias ou Superias para Portras ou Realas, conforme o tipo de foto que pretendes tirar. Ainda por cima a maioria dos rolos são de 36, ou seja, quando o metes tens que tirar 36 paisagens/retratos/etc ou então desperdiças filme.

    O rolo P&B dá para todo, ou quase todo, o tipo de fotos, logo podes tirar fotos à vontade sem te preocupares com o tipo de filme que estás a usar.

    Outra vantagem é o balanço de brancos. Como não há cor, não há problemas relacionados com o tipo de luz usado, quer seja sol, lâmpadas de tungsténio, fluorescentes, halogéneo, etc..
     
  11. skinnie

    skinnie Power Member

    Ela tem uma função chamada rewind,deve servir para isso,mas não tenho a certeza se fica com a ponta de fora :S tenho de perguntar ao meu pai a ver se ele se lembra....mas tenho a ideia que não deixa :S
    Já agora,numa situação á noite,quando uso o flash devo usar também um E.V. mais alto ou deixo em "zero" ?
     
  12. Rui Marto

    Rui Marto Power Member

    O rewind serve para rebobinar o rolo quando quiseres e não apenas quando ele chega ao fim. O que não quer dizer que te deixe a ponta de fora, e se não deixar, é difícil voltares a usar esse rolo. Acabas por desperdiçar o resto de filme que não usaste.

    As compensações EV (+ ou - EV) serve para sobreexpor ou subexpor a foto, independentemente de usares ou não o flash.
     
    Última edição: 2 de Março de 2008
  13. skinnie

    skinnie Power Member

    Pois foi isso que pensei,até porque na imagem do manual parece me não haver ponta.
     
  14. Rui Marto

    Rui Marto Power Member

    lol Na da minha também não há. Para se ligar a opção para ela não rebobinar o rolo completamente tem que se andar a mexer nas configurações.
     
  15. skinnie

    skinnie Power Member

    Não estou a ver a minha a ter muito mais configurações.Falei hoje com o meu pai e ele acha que quando rebobina o rolo que deixa uma ponta de fora,agora só mesmo testando.
    Hoje fui a fnac e aproveitei para fazer umas quantas perguntas,primeiro se lá faziam limpeza da máquina,pois vejo uns pontos pretos e sujidade (tenho também de revelar um rolo a ver se aparecem),disseram-me que não,só indo á olympus,e que nunca me ia safar de no mínimo 37eur de mão de obra (fiquei logo a pensar,raio se é pa gastar uns 40/50eur ou mais,vendo a máquina num cash converters e com esse dinheiro + os 40/50eur compro mas é uma canon eos ou uma nikon,mas nem sei quanto me dão por esta,e também me custa vende-la,vou esperar a revelação do rolo a ver o que aparece).
    Depois perguntei também o custo de um Ilford XP2,pois tinha andado a ver na net e não achei nada...de momento eles não tinham,mas disseram-me onde arranjar cá em aveiro,e o preço acho que era entre os 4.5 e os 6 eur senão me engano...
    Perguntei também como era o preço das revelações, pois já não revelo rolos há uns valentes anos,e a ultima vez que revelei tinha ideia de ser algo como 50cents cada foto 8| , cores 31cents cada foto,preto e branco ia para os 46 salvo erro...achei relativamente barato,pois pensava que sairia 50cents ou mais....
    Disseram-me também que já é possivel escolher as fotos que se quer revelar,tendo um costuzito adicional (algo como 50cents ou assim) porque as fotos não eram reveladas lá no sitio mas sim num laboratório não sei onde,então tinham de ir,vir uma folha com as miniaturas e depois ir essa folha com as escolhas...mas que também poderia dizer "as fotos que estiverem desfocadas não revelem" e que ai não tinha custo extra.
    Outra coisa,era a digitalização das fotos para cd...essa custa a módica quantia de 5eur,acho abusadito,mas pronto,acho que não faço intensão de digitalizar muitas...
    Com toda esta "conversa" fiquei ainda com mais vontade de continuar no analógico e não ligar muito ao digital,primeiro porque não tenho dinheiro para uma máquina digital "em condições" , segundo porque o tempo também não é abundante,logo ia ser desperdicio,e com um budjet bem mais low,posso ter uma boa máquina analógica e ir sacando umas fotos de vez em quando :D
    Já agora a titulo de curiosidade quanto acham que me davam na cash converters pela minha máquina?e valeria a pena o salto para uma EOS?tive a ver no miau uma EOS300 com lente e bolsa 100eur,se me dessem uns 60eur pela minha ainda era capaz de arranjar o resto..mas não sei...
    Mandem ai uns bitaites :P
     
  16. Rui Marto

    Rui Marto Power Member

    Máquinas como a EOS 300 compras quase a 1€ no eBay. E se for Canon tens uma lente muito boa a 100€ nova, a 50mm F/1.8. Não tem zoom, mas a qualidade é excelente. Para além das lentes que se encontram por lá também a preços baratos.
    Para te dar uma ideia, a minha 50E que está acima da 300, com lente, bolsa, manuais e duas baterias, custou-me cerca de 40€ ou lá o que foi.
    E na minha opinião, da forma que o analógico está hoje, não vejo razões para não se comprar logo uma reflex. O controlo que tens sobre a imagem está noutro nível, e olha que isso é bastante importante, tendo em conta que não vês a imagem.
    Muita gente até aproveitou isso para dar o salto para o médio-formato.

    Não gosto do serviço da Fnac. Fui lá uma vez e o trabalho ficou péssimo, acabei por ter que ir a outra loja para digitalizar o rolo.
    Em relação aos preços, são caros. Tenho ideia que a loja onde costumo ir leva 25 cêntimos à foto. E hoje em dia encontras imensos sítios onde te imprimem as fotos abaixo dos 20 cêntimos.

    Tenho aqui o XP2 Super 400 da Ilford, que comprei na Fnac por +- esses preços, mas que ainda não revelei para te dizer se gosto do resultado. No entanto digo-te que o Kodak Professional BW400CN é excelente, também custa cerca de 5-6€, e tenho ouvido dizer que é melhor que o XP2.

    Em relação à sujidade, não queiras sabem a quantidade de coisas que eu vejo pelo viewfinder da minha. É o focusing screen que está um pouco sujo e não me apetece limpar, mas como não é da lente nem do filtro (esses sim, andam sempre limpinhos) não aparece nada nas fotografias.
     
  17. skinnie

    skinnie Power Member

    Rui Marto obrigado pelas dicas :D recalhar esta semana ainda faço o rewind do rolo que tenho na olympus e vejo se a sujidade aparece...
    Como já te mostrei por pm,vi duas canon EOS-10QD a muito bom preço,secalhar se a olympus mostrar sujidade nas fotos compro a meias com o meu colega de quarto.
    Também anda-mos a ver as Nikon D80/D65/D75,as lentes destas também são compativeis com as nikon digitais?
    Já agora,quais as melhores Canon EOS ou Nikon D?assim em geral...
     
  18. Rui Marto

    Rui Marto Power Member

    Nikon D? Ou Nikon F?

    Em relação às lentes, penso que sim, que podes usar as lentes nas digitais. Não sei é se isto se aplica a todas. Na Canon, desde que seja EF, dá para usar. As lentes Canon EF-S é que não dão para filme. Na Nikon não sei como isto é.

    Em relação às Canon podes consultar o Canon Museum para veres as specs de cada máquina, mas por norma quanto mais alta for a gama, melhor é a máquina. Das Nikon pouco ou nada sei e a pessoas que conheço que mais percebe de Nikons acha que qualquer Nikon F ou Canon EOS são demasiado recentes. Só o vejo usar máquinas com 20 anos ou mais. lol
     
  19. skinnie

    skinnie Power Member

    São as F,enganei me lol,epa acredito que essas com mais de 20 anos sejam rullonas mas ainda não tenho skill para isso..tive devolta da olympus,e saquei fora "a pecinha" por onde olhamos,a fim de limpar,quem sabe a sujidade não seria dai.
    Parece que ficou mais clarinho,mas o raio dos pontinhos pretos continuam lá...
    Ficam aqui imagens do que estou a falar

    [​IMG]

    [​IMG]

    [​IMG]
     
  20. Rui Marto

    Rui Marto Power Member

    Isso é a eyepiece do viewfinder. Se dá para tirar, fizeste bem em limpar. Eu não sei, mas parece-me que a tua máquina é uma reflex de lente fixa, por isso deverá ter um espelho e um ecrã de focagem. Se os conseguires desmontar, limpa-os. Se não, também não é grave, desde que não apareça nas fotos.
     

Partilhar esta Página