1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Opinião - BMC (Remedy) ARS

Discussão em 'Programação' iniciada por Pago, 4 de Outubro de 2012. (Respostas: 10; Visualizações: 2790)

  1. Ora viva!

    Tenho visto muitos tópicos relativos a todo o tipo e mais algum de programação desde java, .NET, Outsystems, mas nada relativamente ao Remedy da BMC.
    Gostaria de saber se alguém conhece, trabalha ou trabalhou e em que medida (user/developer), e que opinião tem desta plataforma de desenvolvimento.

    Embora conhecido por ser um sistema de ITSM ou gestão de tickets e eu ache que é uma "má" única associação, gostaria de ter mais opinião de mais profissionais da área.

    Aguardo comentários,
     
  2. Praetor

    Praetor Power Member

    Boas,
    já trabalhei com Remedy e outros softwares de KB / ticketing / ITSM e posso dizer, com toda a justiça, que a esmagadora maioria é uma m3rda. Porquê?
    - porque vai ser implementado por profissionais júniores (que cobram preços de séniores) que não vão implementar tudo o que foi prometido.
    - porque não vai ter o desempenho desejado.
    - porque não vai fazer "reporting x" ou "recurso y" que estavam á espera que fizesse e vais ter de usar duas ou mais soluções para fazer o que querias.

    Em relação ao Remedy e outros: por favor analisa (se possível com uma VM) com tempo esses softwares e o não o que podem fazer mas o que fazem e os níveis de performance / requisitos; Remedy requer tempo para aprender e esse tempo pode aumentar exponencialmente tendo em conta o projecto, já para não falar dos recursos do(s) servidor(es) envolvidos e dos custos escondidos devido a isso. Já vi casos de softwares de ticketing funcionarem em ASP (*gasp*) e serem excessivamente lentos e consumirem demasiado recursos tendo em conta o tipo de processo que estavam a fazer (mau código e mau desenvolvimento), outros estarem tão fechados no seu mundo proprietário que é impossível a interoperabilidade ou ainda serem vendidos como suites que fazem x, y, e z e depois fazem mais ou menos x, um y manhoso e nem sequer fazem um z em condições. Mais não digo (até porque já disse muito) e deixo ao teu critério (e existem várias soluções, pagas e grátis no mercado) os testes.
     
  3. Boas Praetor!

    Concordo com algumas coisas que mencionas e que comento abaixo.
    A intenção deste post é mesmo esse, o de recolher informação dos participantes acerca da opinião que têm da plataforma enquanto developer ou até mesmo como utilizador. Secalhar o post de abertura do tópico foi pouco explicito quanto ao facto de não se tratar de um objectivo de aquisição.
    Eu trabalho já alguns anos com produtos BMC e sempre fui muito céptico quanto aos mais variados aspectos que uma plataforma apresenta no primeiro contacto.
    Posso dizer também que os projectos em que estive envolvido com esta plataforma, nenhum era de ticketing, embora seja por esses motivos que a maioria das pessoas conhecem a plataforma. Imaginas uma gestão operacional (frota por exemplo), a ser feita em remedy? Ou até mesmo um portal web de leilões ou uma intranet?

    Não sou defensor ou fundamentalista do produto, até porque pode ter ainda muitas limitações, mas o remedy dá para muito mais do que aquilo que se possa imaginar num curto espaço de tempo, um dos factores é o facto de o que implementas/desenhas para ambiente desktop é replicável em praticamente tudo para ambiente WEB bastando publicar. E hoje em dia como tempo é cada vez mais dinheiro.....


    Concordo com o que afirmas, mas é o que se passa com qualquer plataforma ou produto de desenvolvimento no mercado hoje em dia.É um problema ou questão de politica empresarial e consequências de mercado que não interessam discutir neste tópico.

    O remedy está já bastante evoluido ao nível de reporting, ainda assim, sendo a àrea de reporting aquela que mais costumizações requer, é provavel que tenha alguma limitações também, tal como qualquer outra plataforma diria eu. às vezes passa muito por o cliente saber o que de facto pretende, quere chegar-se à frente com "pilim", o fornecedor ter conhecimento do negócio o suficiente para ajudar nestas alturas.

    Julgo que a tua opinião aqui se desadequa um pouco da realidade de hoje.
    Tenho experiência em ambiente virtuais, e quanto ao consumo de recursos pelo lado do remedy, posso dizer que não é de maior que qualquer outra plataforma semelhante. Tenho inumeros ambientes hospedados numa infraestrutura completamente virtual com centenas de pedidos(conexão), e raramente dão problemas, senão quando "resolvemos" brincar com a infraestrutura.
    O remedy assenta sobre um motor de B.D. o que por si só consomem bastantes recursos. O remedy lida de uma foram com o modelo de dados que poucas mais tecnologias o fazem, agora óbviamente que no desenho de uma aplicação, é conveniente existir sempre agluém com conhecimentos suficiente de modelos de dados de forma a indexar a informação com a melhor performance que possível.
    A aprendizagem para desenvolver em remedy, posso garantir que com conhecimentos de base de dados, em duas/três semanas de formação prática se está praticamente autónomo para os desenvolvimentos que que se possam dar a alguém com perfil Junior+.

    Isto é um pouco do que posso ir comentando, sem que pareça faccioso ou influencie a demais opiniões que surjam.


    Agradeço a continuação das vossas opinões,
     
  4. teknix

    teknix Power Member

    eu trabalho com tickets em BMC Remedy há 7 anos e vi a evolução de diferentes versões. Também da BMC, usamos o Marimba para inventario e distribuição de software.

    Partilho da opiniºão do Praetor.
    É uma bosta, pesada e pouco user friendly e o problema passa pelo desenvolvimento de modulos que fica sempre em aguas de bacalhau e por consequencia paga-se um produto que promete x , mas no fim só aproveitam 1/5 .
     
  5. Boas teknix,
    Obrigado.
    Tal como no post em que comentei algumas das afirmações do Praetor, o ser "pesada" tudo depende da arquitectura de infra-estrutura aplicada. Acontece que é frequente que se instalem novos sistemas em uma infraestrutura que já está sobre carregada ou sob dimensionada. O ser user friendly creio que é uma consequência de uma má analise de requisitos e desenho. Existem regras de implementação de um frontend tendo como base a utilização habitual do universo de utilizadores.
    Quanto aos módulos ficarem em "águas de bacalhau" passa, diria eu, pelo trabalho e relação fornecedor/cliente. Eu enquanto cliente nunca deixaria em àguas de bacalhau algo que eu ja tivesse especificado e adjudicado. :-)

    Pode ser que com o desenrolar e acumular de comentários e opiniões se justifique uma demonstração daquilo que se é capaz de fazer com a plataforma e que produtos gerar com a mesma! (just kidding)


    Agradeço a continuação das vossas opinões,
     
  6. Paos[CeRe4L]

    Paos[CeRe4L] Power Member

    Boa noite,

    Venho dar aqui o meu contributo relativamente a este tema.
    Sou consultor e trabalho desde 2008 na área de IT Service Management, trabalhando de perto com ferramentas como EasyVista e HP Service Manager.
    Já tive hipótese de ver o Remedy (até por ser uma ferramenta concorrente) e não vou dizer que é pesado, ou que não é user-friendly. Em primeiro lugar vou dizer que a BMC já não fornece suporte aos seus produtos em Portugal. Por esse motivo, parece-me arriscado pensar em aprender a mexer nesta suite com o intuito de o usar em Portugal. Numa perspectiva de lançamento profissional internacional, até poderá fazer sentido.

    Relativamente às queixas que a maioria dos utilizadores reportou (lentidão, pouco user-friendly, etc) tenho dois pontos que merecem ser analisados:
    - Estas ferramentas são altamente costumizáveis, portanto o facto de ser pouco user-friendly está, muitas vezes, associado à qualidade da implementação de regras de negócio e regras de front-end. Quanto mais user-friendly, mais tempo dispendido e mais cara a implementação;
    - A lentidão destas aplicações está, na maioria das vezes, associada ao dimensionamento da infra-estrutura.

    Pela experiência que tenho posso dizer que, permitindo estas ferramentas um nível de costumização e integração bastante elevados, muitas vezes não há tempo ($$$) para pensar no front-end ou em implementar aceleradores para facilitar a vida do utilizador.

    Penso que seja necessária uma análise deste género antes de se partir para uma "acusação" directa da ferramenta. Penso que só quem realmente implementa é que pode dizer se a ferramenta é boa ou má. O típico utilizador poderá sim dizer "A implementação de Remedy com a qual eu trabalho é uma bosta": isto está a remeter para a qualidade do trabalho executado pela consultora e não para a qualidade do produto em si.

    Não interpretem este meu post como defensor do Remedy: quero apenas que vejam as coisas por outro prisma.

    Abraços!
     
  7. Ora viva!

    Paos, quanto ao suporte, apesar de a BMC não ter mais escritórios em portugal, o suporte é efectuado pelo centro ibérico, ou seja Espanha. Este é um modo de obter o suporte. outro modo é de facto consultar uma empresa especialista e com esta, diria que o suporte será muito menos burocrático independentemente do problema ser com plataforma ou com desenvolvimentos efectuados.

    Não podia estar mais de acordo! Tal como já tinha afirmado, estas questões passam muito pelos "critérios de projecto", por quem desenvolve e como faz essa análise.

    Claramente, e julgo que ninguém interpretará como defensor!

    Afinal, tudo o que se tem vindo a dizer passa-se com esta ou com qualquer outra plataforma!
     
  8. Ainda assim gostava de ter mais opiniões.
    Não Remedy Developer ou (ou que ja tenham desenvolvido), aqui pelo "bairro" ?

    Cumps,
     
  9. Praetor

    Praetor Power Member

    Hum, pelo resto do post ou é de uma consultora que trabalha com BMC ou é de um comercial que andava aqui à "pesca". Em todo o caso o Remedy tem dois problemas:
    1 - quem o implementa vende um produto desajustado da realidade, com consultores com fracos conhecimentos de sistemas, resultando num projeto morto à partida e com resultados péssimos para o cliente e para a relação com a consultora.
    2 - o software em si: apesar de ser multimodal tem de ser muito bem implementado senão torna-se pouco user friendly e pesado; ver ponto 1.

    Já vi consultoras (muito conhecidas) a dizerem disparates como querem implementar soluções de virtualização com Hyper-V em Windows Server 2003... quando eu disse, de forma muito educada, que isso era impossível, eles disseram que já tinham vários casos de sucesso dessa forma. Hint: era mentira :D
     
  10. LOL, Praetor, qto à suspeita o que posso dizer é que não se trata de uma coisa nem outra. Muito embora ainda trabalhe com a ferramenta da BMC, o que posso dizer é que estou a caminho do desemprego e estou sim à "pesca" de opiniões desta plataforma de desenvolvimento.
    Isto porque na minha opinião, quem trabalha somente com Remedy e para o qual "foi desenhado", acaba por estagnar técnicamente ou profissionalmente, como queiras.
    Este não é o meu caso pois não trabalho em ITSM ou ticketing (como lhe chamam), uso a plataforma para o desenvolvimento de portais e outros sistemas de gestão operacionais que nada têm a ver com ITSM.

    A minha ideia poderia passar, uma vez experiente e estando no desemprego, a criação de negócio próprio em determinada área mas teria de ser com base em plataforma semelhante, pois o retorno do investimento de recurso vs tempo de desenvolvimento, aprendizagem etc é bastante elevado.

    Quanto ao mencionado acerca de virtualização, tenho alguma experiência e posso dizer que é perfeitamente possível teres toda uma infra-estrutura virtualizada, óbviamente devidamente mencionada. posso dizer que sempre fui muito averso à ideia da virtualização de motores de base de dados, hoje posso dizer que se portam muito bem.
    Podia até dar alguns bastantes exemplos mas better not in here!!

    Regards,
     
  11. SpikeDaCruz

    SpikeDaCruz Power Member

    Sou utilizador e developer de Remedy e não estando a defender o meu produto, partilho da mesma opinião.

    Grande parte dos utilizadores tem essa queixa sempre à mão, não ser "user friendly", essa razão deriva muito das antigas aplicações que estavam habituados, muito primitivas e que não dispunham de todas as opções que o Remedy disponibiliza.

    Nada que uma boa formação, não resolva.




     

Partilhar esta Página