Painéis Fotovoltaicos

Blue_Ninja0

Power Member
@Metro Quanto às BLUETTI, continuas a poder usar as baterias mesmo em caso de falta de eletricidade da rede.
Tens opções até 5000W, com capacidades até 18,432Wh sendo que, segundo eles, ao fim de 10 anos ainda reténs 80% da bateria, se fizeres um ciclo de carga/descarga todos os dias durante 10 anos.

Quando falta a eletricidade eu mesmo tendo carga nas baterias fico sem eletricidade.
Existe alguma forma de "enganar" o sistema e utilizar a energia das baterias numa situação de emergência? Desligando, por exemplo, a casa da rede.

Pelas minhas contas, só compensa baterias se o preço for perto dos 300€/kW, que ainda não há.
Realmente as baterias deles são muito mais caras do que isso. Que contas fizeste para chegar a esse valor?
 

AtronAch

Power Member
Quero dizer, 300 € / kWh de capacidade util da bateria, e foi uma estimativa otimista.

O cálculo que fiz foi simplista e tive em conta o preço da bateria, diferença entre preço de compra e venda de excedente do kWh, assumi um ciclo por dia da bateria (ex.: bateria carregar 3kW em solar e usá-los todos à noite).

Com esta info cálculas a poupança diária da bateria e o nº de dias até a bateria estar paga.

Testei alguns cenários e a conclusão que cheguei foi algo como 300€/kWh para um retorno a 8anos (que ainda acaba por ser longo).
 

Metro

Benevolent Dictator For Life
Staff
@Metro Quanto às BLUETTI, continuas a poder usar as baterias mesmo em caso de falta de eletricidade da rede.
Tens opções até 5000W, com capacidades até 18,432Wh sendo que, segundo eles, ao fim de 10 anos ainda reténs 80% da bateria, se fizeres um ciclo de carga/descarga todos os dias durante 10 anos.

Certo, mas a questão é o preço dessa solução. É demasiado grande para o retorno. A solução ideal está muito mais perto num carro elétrico como o Nissan Leaf em que pode ser bidirecional. Infelizmente pelo que sei o Tesla não permite.

Existe alguma forma de "enganar" o sistema e utilizar a energia das baterias numa situação de emergência? Desligando, por exemplo, a casa da rede.

Que eu saiba não, ou dito de outra forma. É possível ter isto a funcionar como UPS, mas para estar sempre assim o consumo é elevado e mais uma vez as palavras mágicas... não compensa. Nem tenho baterias para isso. Com o tempo que tem estado as baterias não carregam. Explicando melhor, não tenho produção nem para o consumo quanto mais para o consumo e ainda excesso para carregar as baterias.

Quando há sol a coisa muda de figura mas mesmo assim, as baterias teriam uma sobrecarga muito maior. A situação ideal eram entrar aqui os carros elétricos. Durante a noite, quando há excesso de energia, das eólicas por exemplo, poderia estar a carregar os carros elétricos.

Mas e era aqui que queria chegar o software do inversor é demasiado estúpido. Não permite fazer imensas coisas que acima já é possível antecipar. Exemplos:
- tendo baterias, mesmo não estando a funcionar em modo UPS, poder alterar em qualquer altura para esse modo.
- poder carregar 2000W de X a X horas por exemplo.

Testei alguns cenários e a conclusão que cheguei foi algo como 300€/kWh para um retorno a 8anos (que ainda acaba por ser longo).

Se for assim compensa. E faltam aí algumas contas. Durante o dia, quando tens picos de consumo ele não vai à rede. Isto é mais critico para quem tem possibilidade de ter menos potencia instalada.
 

AtronAch

Power Member
Se for assim compensa. E faltam aí algumas contas. Durante o dia, quando tens picos de consumo ele não vai à rede. Isto é mais critico para quem tem possibilidade de ter menos potencia instalada.

Nim. O tema da potência também pensei nisso mas estamos a falar de 3 ou 4 mês se tanto. É dinheiro mas não muda muito as contas. Os 8 anos acho que são um pouco arriscados porque as baterias de hoje têm uma duração estimada de 10 anos.

Há outros factores a ter em conta como o facto de se poder usar as baterias para carregar em vazio quando não há sol (como estas ultimas semanas), a degradação das mesmas com o tempo, poder usar como backup em caso de falta de luz, e deve haver outros que não estou a pensar.

Eu ainda não encontrei baterias mais baratas que 400€/kWh. Com o fundo ambiental, aí já deverá compensar. Eu tenho inversor hibrido à espera do momento certo.
 

Metro

Benevolent Dictator For Life
Staff
Eu não recebi fundo ambiental por nada infelizmente. Mas o conforto no verão fez valer a pena tudo, que era o meu maior problema.
Com a bateria em dias de sol consigo ter consumo zero da rede. Mais do que a parte financeira fico satisfeito por isso. Se o fundo ambiental abrir para baterias coloco mais.

Mas tu fizeste o que eu acho que se deve fazer. Apostar num inversor híbrido para não se ter mais despesas. As baterias é em qualquer altura.
 

tonyV

Power Member
Cada um terá a sua ideia e a sua realidade e vai daí sistemas e planos futuros diferentes.

Eu estou a construir casa (pequena) e vou ficar com a potência contratada da obra » 60A monofásica. Não quero trifásica e possivelmente não me vai chegar se tiver picos em (apenas) 2 equipamentos: bomba calor (AQS+piso radiante) picos +30A ; motor contracorrente bate nos 34A....sem contar com bomba (furo 110m) e o resto que todas as casa têm.

Ainda ontem perdi mais um pedaço a ler sobre inversores.
Anti-island existe e há marcas já com certificação em muitos países Europeus (claro Portugal não é um deles....). Power assist também; este um ponto muito interessante para mim (ter contratado 60A e poder, dependendo da potência do inversor+bateria, puxar por exemplo 80A totais durante x min/h)....para ambas as funcionalidades é preciso baterias.

EDIT: Além do mais e quase de certeza não sou o único com esse "sonho húmido" :rrotflm: A maioria que aqui participa não vê a hora de um dia acordar e pensar, não preciso dos ***** da EDP/e-Redes/whatnot para nada.
 

Serginho33

Power Member
Olá malta! Estou aqui com umas dúvidas para os entendidos.

Instalaram-me em casa na passada quinta feira 8 painéis de 460wp com inversor de 5kw e uma bateria de 5kw também. Gostei muito da instalação e da qualidade com que tudo ficou.

No entanto a partir de sexta tive acesso à plataforma online para monitorização e o meu espanto é que a produção a qualquer momento é sempre inferior ao consumo nesse mesmo momento e assim nunca chego a mandar nada para a bateria ou para a rede. Para simplificar, no gráfico consumo vs produção quando os painéis começavam efectivamente a produzir do nada o consumo da casa começa a subir e fica sempre acima do que é produzido. Quando os painéis começam a perder eficiência o valor do consumo da casa também desce. A curva dos 2 gráficos parece paralela sendo que há sempre um buffer entre as 2 de 0, qualquer coisa kW.

Este comportamento é normal? Sabem o que pode estar errado? À 13h de sábado desliguei tudo, não tinha luzes nem equipamentos a funcionar para além do frigorífico e arca e no entanto como a produção estava muito alta nessa altura (pico de produção) o consumo estava ainda mais alto sem qualquer equipamento ligado....isto não faz sentido nenhum!

Obrigado desde já!
 

futuro

Power Member
Deves ter isso em injeção zero, usa-se para não enviar o excedente para a rede. No teu caso como tens baterias o excedente deveria entrar nas baterias. Contacta o instalador.
 

Jocazeze

Power Member
Deves ter isso em injeção zero, usa-se para não enviar o excedente para a rede. No teu caso como tens baterias o excedente deveria entrar nas baterias. Contacta o instalador.
Será certamente o caso, mas atenção que os dias também não têm sido muito favoráveis. No meu caso foram me instalados exatamente as mesmas coisas excepto a bateria e a produção tem sido baixa tirando esta sexta e sabado.
Sou um leigo a aprender, mas até penso que o inversor deve estar definido para dar primeiro prioridade ao consumo, segundo carregar a bateria (que eu ainda não tenho) e em terceiro sim os excedentes para a rede!!! Ou estou enganado ?
Já agora como verificar se o inversor está em injeção zero ? No meu caso aparece sempre na App a informação de que estou a injectar 1W, mesmo quando não ha produção.
J agora no meu caso hoje foram produzidos 8,4kWh.
 

Serginho33

Power Member
Qual a app que usas? A que me deram acesso é a FusionSolar mas acho muito limitada nos dados. Outra coisa que me lembrei também é como configurar o Wi-Fi no inversor no dia em que por exemplo mudar de router cá em casa... Lol Devia ter acesso às definições do inversor de alguma forma não?
8,4kWh hoje?! Tás muito forte! A mim foram uns míseros 3,15...
 

Serginho33

Power Member
Concelho de Ovar. Ontem teve chuva quase o dia todo é verdade... 😅

Tive a ver na net e parece que deve ser aquilo que falaram de injeção zero na rede. Tenho que ligar ao instalador porque ele é que tem acesso às configurações do inversor para confirmar se é isso ou não.
 

Jocazeze

Power Member
Pois eu estou em Lisboa. Confirma esse dado da injecção zero, pois se eles tivessem deixado isso a injectar sem estra preparado - Contador adequado e já registado para injectar, poderias ter problemas.
Qual a marca do teu inversor ?
Meu Goodwe.
 

tonyV

Power Member
Colocaram aquele link para o grupo FB de autoconsumo....quando mais leio, menos vontade tenho de inj€ctar seja o que for para a rede.

Tenho que ligar ao instalador porque ele é que tem acesso

Também tenho lido coisas do género por lá. E é algo que não é admissível (se é aquilo que penso). Os proprietários não têm acesso ao software inversor?
 

jmpnm

Power Member
Eu neste momento pouco excedente tenho...mas atenção vivo no Baixo Alentejo

Com cenários, ligo primeiro um desumidificador quando o excedente ultrapassa os 300 w e depois lá mais para o pico do dia quando o excedente já ultrapassa os 1000 w ligo também um aquecedor daqueles com pedras cerâmicas.

Claro que se na hora de almoço ou do lanche alguém ligar um forno, micro ondas ou torradeira, o aquecedor desliga e se for preciso a seguir desliga o desumidificador de forma a não ter consumo extra.

Depois do almoço e enquanto houver suficiente excedente, ou ficam os dois ligados ou fica só um até o sol baixar e acabar o excedente.
 
Topo