1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.
  2. COVID-19 Mantenham-se seguros: Pratiquem distanciamento físico de 2 metros. Lavem as mãos. Fiquem em casa.
    Informação sobre COVID-19. Ajuda a combater o COVID-19 com o [email protected] e com o [email protected].
    Remover anúncio
  3. Consulta o Portal de Jogos da ZWAME. Notícias, Artwork, Vídeos, Análises e muito mais.

    Remover anúncio

Saturn Panzer Dragoon Saga

Discussão em 'Retro / Legacy / Arcade' iniciada por jabun, 21 de Abril de 2020. (Respostas: 1; Visualizações: 341)

  1. jabun

    jabun Power Member

    [​IMG]

    Panzer Dragoon Saga é um RPG lançado exclusivamente para a Sega Saturn em 1998, fazendo parte dos títulos que fecharam com chave de ouro o curto tempo de vida da consola. Foi o terceiro jogo lançado da serie Panzer Dragoon (sem contar Panzer Dragoon Mini, um título spin-off para a Game Gear), e até agora continua a ser o único jogo da série que não é um rail shooter. Como os outros Panzer Dragoon, o jogo foi desenvolvido pela Sega Andromeda, estúdio interno estúdio da Sega. A equipa desfez-se pouco tempo após o lançamento do jogo, embora vários dos seus membros tenham ingressado na Smilebit, que mais tarde desenvolveu o próximo jogo da série, Panzer Dragoon Orta, um dos melhores titulos da Xbox.


    A história passa-se num ambiente pós-apocalíptico onde hostis criaturas mutantes deambulam por áreas desprotegidas, e diferentes facções humanos competem entre si por terras e recursos naturais, cada vez mais escassos. A maior dessas facções é o Império, construída sob a égide da mítica tecnologia dos " Ancients", civilização extremamente avançada que outrora dominou o mundo. No entanto, um cataclismo misterioso, que muitos suspeitam ter sido um terrível guerra, causou a queda da civilização e quase destruiu o planeta. Eventualmente, os Ancients e as suas obras transformaram-se em lenda, com os restos das suas tecnologias a serem utilizadas no desenvolvimento de grande parte das máquinas, armamento e veículos da humanidade.

    O protagonista é Edge, um jovem soldado do Império. A história começa com o personagem a cumprir o seu dever de proteger um local de escavação onde artefatos antigos estão a ser recuperados e descobre o corpo de uma jovem enterrado num muro.

    [​IMG]

    Antes que Edge possa reagir, o local da escavação é subitamente atacado por uma facção rebelde. Craymen, o líder, ordena as suas tropas para levar a menina e, durante o ataque, Edge é atingido e cai do topo do penhasco. Dentro do buraco, Edge tenta encontrar uma saída, sendo intercetado por um magnifico dragão voador, que o ajuda a escapar da caverna. Ao regressar para a entrada de escavação, Edge descobre que o seu capitão foi morto, e promete vingar-se de Craymen e decifrar o mistério que está por trás da misteriosa rapariga.​

    [​IMG]

    O desenvolvimento do jogo começou ao mesmo tempo que o do seu antecessor, Panzer Dragoon Zwei, tendo demorado mais tempo a fazer, pois os produtores lideraram com a difícil tarefa de criar um jogo que era de um género totalmente diferente dos outros da série, tendo a obrigação de manter os elementos chave de Panzer Dragoon e, claro, a qualidade de alto nível que a serie já tinha habituado os fãs.

    [​IMG]
    [​IMG]

    A maior dificuldade foi criar um sistema de combate que mantivesse as raízes shooter do jogo e encaixa-se bem num RPG. A tarefa não se afigurava fácil, mas o resultado final ficou excelente, com o sistema de batalha a ser muito bem recebido pela critica, ao misturar elementos do combate por turnos com os do combate em tempo real, permitindo aos jogadores alterar o dragão e as suas habilidades em tempo real. O líder da equipa, Yukio Futatsugi, afirmou que isso foi feito de forma a permitir mais combinações, para compensar a falta de personagens, pois a maioria dos RPGs geralmente permitem ao jogador controlar um grupo de vários membros, com características distintas, em oposição ao único personagem e seu dragão, disponivel em Panzer Dragoon Saga.
    [​IMG]

    O jogo também evitou intencionalmente os mundos altamente povoados da maioria dos RPGs, de forma a dar ao jogo uma sensação de solidão e realçar a atmosfera pós-apocalíptica que os produtores queriam transmitir. E se há ponto em que PDS é forte é exatamente no sublime ambiente negro e depressivo que encontramos em todo o jogo.​

    Como no seu antecessor, o software 3D Softimage foi usado no desenvolvimento, tendo sido dos títulos mais aguardados da consola durante o seu desenvolvimento , ficando entre os top 5 títulos dos mais aguardado na, na altura, famosa revista japonesa Sega Saturn Weekly, durante praticamente todo o tempo em que a revista foi publicada.

    [​IMG]
    [​IMG]

    Panzer Dragoon Saga é um dos clássicos da Saturn e uma das maiores pérolas saídas dos estúdios da Sega. Este é um jogo que, por si só, justifica a aquisição da 32 Bits da Sega, oferecendo ao jogador uma história adulta, com um excelente enredo, um excelente e carismático heroi e um sistema de combate único, inovador e divertido.​

    É pena que a Sega tenha disponibilizado tão poucas cópias de PDS, o que transformou este jogo num dos mais raros e procurados da Saturn, o que, aliado ao facto de o líder do projecto, Yukio Futatsugi, ter afirmado que o código do jogo se perdeu, aumenta ainda mais as possibilidade de não vermos o jogo portado para a PSN ou XBLA

    [​IMG]
    [​IMG]
     
  2. jabun

    jabun Power Member

    Em português de Portugal! Dêem uma vista de olhos