1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.
  2. A secção Microsoft/Windows encontra-se actualmente em processo de reestruturação.
    Remover anúncio

Partilha de ideias quanto a Antivirus

Discussão em 'Windows Desktop e Surface' iniciada por blizhard, 22 de Julho de 2006. (Respostas: 8; Visualizações: 822)

  1. boas :)
    é o seguinte, dado q todos nos queremos ter um pc protegido decidi abrir este topic de forma a partilharmos ideias quanto aos vossos antivirus, firewalls etc.. =)

    eu prokurei antes de postar este topic d forma a nao repetir o spam, agora n tnh a certeza se verifikei bem :wow:

    ok.. entao agradeço feedback por vossa parte xD :-D

    cumps ;D *
     
  2. nuno pastorinho

    nuno pastorinho Power Member

  3. sry o spam ;< e thx pla dica

    cumps ;o
     
  4. ShadeX

    ShadeX Power Member

    Pegando no tópico, parece interressante abrir um debate sobre "best practices", ou seja, aquilo que é necessário para que o computador não seja um alvo.

    A questão é relativamente interressante. Mais do que o normal "Qual é o melhor x" ou "Como elimino o y".

    A minha visão pessoal, e ocasionalmente profissional quando aplicável, é algo relaxada. Não costumo andar a " pregar aos peixinhos" aos cliente sobre AV x/y ou Firewall x/y. Prefiro "perder" o meu tempo a "persuadi-los" a largarem aplicação x ou pararem com comportamento y.

    Como pode ser lido em um dos ultimos artigos do The Register, de momento o trend é usar data fuzzing. Até á algum tempo atrás, um virus ou coisa semelhante era um payload carregado por um executável. Atm a ideia é usar um ficheiro de dados criado para explorar uma falha numa aplicação, que se encarrega de fazer o trabalhinho sujo.

    Até é de espantar que tenha demorado tanto tempo a acontecer a esta escala. Um dos problemas da generalização e homogeniedade do combo Windows/Office sempre foi precisamente que se todos usássemos o mesmo, todos sofriamos do mesmo. Um dos facto que mantêm o grau de sobrevivência dos organismos vivos é precisamente o de não serem clones. As pequenas diferenças podem decidir a sobrevivência. Em caso de crise, algus podem eventualmente escapar á desgraça e seguir em frente.

    Aplicando isso á informática, podemos ver um exemplo flagrante em Linux. O kernel não é o mesmo para todos, podendo existir ou não uma falha dependendo do caso em estudo. A distro idem. As aplicações idem. Dai que não é mau de todo que exista heterogeniedade. Quando uns caem os outro ficam de pé.

    Curiosamente, tambem se aplica a ambientes Windows. Eu já não me preocupo muito com falhas de IE/OE/Office basicamente pq não os uso á anos. A falha do WMF passou-me ao lado pq sinceramente nem nunca vi o Fax Viewer (não existe no meu Win...), o XnView tem lugar cativo no HD... Se descobrirem uma flaw no Notepad, não dá em muito comigo, pq o Notetab Light é um de facto no meu Windows.

    Uma coisa que me "chateia" é por exemplo a popularidade do Firefox. Quando eramos um bando de gatos pingados a usar a coisa, haviam pilhas de buracos e zero interresse em explorá-los. No momento já tem população suficiente que justifique fazêlo. Em breve vai ser altura de mudar de browser, por muito que me custe e não queira.

    Curiosamente, a ideia de segurança pela "marginalidade", usar o que 1% do mundo usa e não o que 99% do mundo usa deriva dos primórdios, quando havia n OS's e arquitecturas em causa, a maior parte com uma total heterogeniedade de aplicações. Quando os sistemas Wintel se tornaram o de facto, foi quando a revolução do malware realmente começou. Já não tinhas de andar a dar tiros no escuro, tinhas um alvo de todo o tamanho. A MS tem o seu quê de mêrito por trazer a informática para toda a gente, mas tem o seu quê de culpa por ter tornado as coisas tão simples e uniformes que só podem dar barraca.

    Btw, para quem achar que a minha postura é irresponsável, pensem primeiro que os piores ataques são sempre zero day. Façam o que fizerem, os vendedores de soluções (av/fw) andam 2 passos atrás daqueles que escrevem malware. A cura vem depois da doença. Nesse cenário, a unica coisa a fazer é ser o utilizador a andar 2 passos á frente, fazendo o possivél por não apresentar aos atacantes o alvo que eles procuram.
     
  5. Prodigy

    Prodigy Suspenso

    ShadeX, gostei do teu post, mas 70% dos utilizadores e acho que estou a ser bastante optimista nem andam dois passos atrás, andam 4....

    E quanto à generalidade, o mal está na massificação e concentração de apenas um unico sistema operativo em que as pessoas querem é trabalhar, jogar, sacar qualquer coisa e está a andar, não se vão tar a importar se usam o IE como browser, se tem o Norton AV trail e que já passou o limite de tempo, que ouve o que é spyware e pensa que é um programa novo.
    Ou seja acho que o desconhecimento afecta muitos uttilizadores, acho que se devia apostar mais na formação tecnológica e a Microsoft bem podia apostar mais na formação (Mas principalmente em mais informação) mas isto era um sonho.
     
    Última edição: 22 de Julho de 2006
  6. ShadeX

    ShadeX Power Member

    Prodigy, cada dia que um gajo acorda é um bom dia, ainda estás vivo.

    Se, através da exposição de factos ou intervindo pessoalmente, puderes tirar um user que seja do buraco chamado "carneirada", já fizeste algo. Se de cada vez que apanhares alguem que quer um quick fix o conseguires fazer sentar e compreender que nada "automágico" funciona, e que, tal como na sida, não tens grupos de risco, tens é comportamentos de risco, já fizeste algo, aliás, já fizeste mais do que o normal.

    Eu até falo contra mim, pq parte do meu rendimento é a consertar as m****s dos outros, e paga-se bem (esp quando o cliente caiu no buraco p/ não fazer o que eu disse...) mas muit sinceramente, prefiro que gastem $$$ comigo para os ajudar a não ter problemas, sabe melhor que ganhá-lo a "desbroncar barracadas".

    Btw, os teus 70% são extremamente optimistas. Eu aponto mais para 1% de hardcores que não usam nada do Win excepto o dito mais uns 10% que mudam algumas coisas. E estou a ser optimista ,)
     
  7. El_UnO

    El_UnO 1st Folding then Sex

    Tão poucos? Até nas revistas de informática já se fala do firefox, antes era só artigos do género "Acelere o seu Internet Explorer" :P

    A melhor dica está no utilizador, não facilitar e ter o maior número de barreiras de segurança possíveis ;)

    E quem não mexe quase em windows no dia-a-dia? É extra-terrestre? :D
     
  8. ShadeX

    ShadeX Power Member

    Como dizem os nosso amigos do outro lado, talk is cheap. Lês sobre alternativas em todo o lado, dai a usares vai outro Km.

    Quanto ás ditas barreiras, sinceramente, desperdicio de cpu/ram/recursos. Ainda no outro dia, por descargo de consciência, usei o trial do KAS6 e fiz um scanzito... Mesmo que á 6 meses atrás, nada... nem no cache do browser encontrou fosse o que fosse. Deprimente. Os ultimos virus "novos" que apanhei para juntar á minha colecção foi uns wmf's que o FF perguntou se queria sacar e uns trojans que "apanhei" vivos no Cybercafé de uns amigos. Onde o Avast está permanentemente ligado... hmm hmm... serviu de muito... como eu digo, zero day.

    Curiosamente, já mandei as samples para o Avast e o Clamav. Yup, a semana passada... Adivinhem, ainda não chegaram aos updates. Ainda se não fosse confirmados por KAS/MAV/NOD e outros, compreendia, assim, não compreeendo...

    Quanto a não usar Windows, bom, se estiveres a usar *nix provavelmente safas-te. Se falares de OSX, provavelmente a médio prazo estás no mesmo buraco. O ppl usa as apps que vêm com o OSX, pq gostam ou pq não conhecem outras, e estão no belo do caminho IE/OE/Office/MP :( Aliás, para OSX a coisa ainda é pior, pq com a falta de variedade, tens poucos alvos para onde apontar. Com sorte safam-se com a segurança pela marginalidade. Market share que têm tlvz não compense o trabalho de escrever malware.
     
  9. A ver as cenas dessa maneira és capaz d ter razao ;O
    As vezes é msm precisu 1 abre olhos qt a essas cenas.. :X

    Aquela parte do " é por usarmos tds o msm q n avanxamos " ou qqr cena axim.. ta mt bem pensado ;o Ja mudaste a maneira d pensar aki dum jovem xP

    Passem bem cumps * :P
     

Partilhar esta Página