1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Pergunta rápida: para fazer OC ao CPU necessito de algo mais que um cooler melhor?

Discussão em 'Modding e Overclock' iniciada por Overwhelming, 3 de Novembro de 2016. (Respostas: 4; Visualizações: 217)

  1. Overwhelming

    Overwhelming Power Member

    A pergunta é a do título. Tenho um i7 4770K e na altura comprei com um cooler Noctua já a pensar num possível OC num dia futuro.

    Como estou prestes a comprar uma placa gráfica nova, a GTX 1080 e não quero arriscar que o meu CPU acabe por ser o bottleneck da performance, estou a pensar fazer OC, nada de agressivo a testar os limites.

    Para além do cooler que já tenho, preciso de mais alguma coisa para avançar com o OC? Pasta térmica e coisas do género?
     
  2. fakemeta

    fakemeta Power Member

    Eu diria que o mais importante, além do cooler, é a motherboard e a fonte de alimentação.

    Qual é o cooler? E há quanto tempo o cooler está instalado? Se estiver instalado à muito tempo (>1 ano) é melhor mudar a pasta térmica.
     
  3. Overwhelming

    Overwhelming Power Member

    A motherboard é a Asus z87-Pro, que suporta OC. O cooler é o Noctua u14s.
    Já tenho o computador desde 2013, isso quer dizer que é aconselhável mudar a pasta térmica? Nunca fiz OC antes, o CPU tem funcionado à velocidade de fábrica e a temperaturas que nunca excederam os 65ºC. Confesso que não estou à vontade para a aplicação da pasta térmica, mas se for necessário, vou pesquisar o assunto e ver uns vídeos no youtube. Mas se me disserem que só vale a pena se notar alguma anomalia nas temperaturas, então prefiro adiar a chatice. :D
     
  4. fakemeta

    fakemeta Power Member

    Se conseguires boas temperaturas então deixa estar essa pasta térmica.

    Tens limpo o pó dentro da caixa regularmente? Se as entradas das ventoinhas não tiverem filtros é provável que tenhas isso cheio de pó.
     
  5. erdnagama

    erdnagama Power Member

    Eu diria que é sempre boa prática substituir massa térmica, não tanto pela idade da mesma, mas principalmente para saber o que lá está antes de começar a fazer overclock. É uma operação simples que não envolve remover o processador e voltar a montar (isso sim mais sensível), pelo que até é uma oportunidade para perceberes e "sentires" como as peças se montam e o esquema geral de um PC.

    Se percebi bem não terás sido tu a montar o PC. Sabes que massa térmica foi aplicada na altura?
    Aproveito para dizer que se a massa térmica é decente faz o trabalho. As diferenças entre uma boa massa térmica e uma excelente são marginais.

    Se a fonte for decente, podes esticar o overclock até onde te sentires confortável, que não será por aí.

    A partir daí é paciência, ler bastante antes de iniciar a aventura e boa sorte.
    Hoje em dia o processo é bastante simples e até algo intuitivo.
     

Partilhar esta Página